O slideshow foi denunciado.

Trabalho sobre sífilis

16.268 visualizações

Publicada em

Trabalho realizado pelos meus alunos da Escola Agrícola do Sertão do Pageu

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Trabalho sobre sífilis

  1. 1. Sífilis Congênita Equipe: Fernanda Pereira; Maria Edijane; Tatiane Ramos; Vanderléia Leal Prof.: Ana Karolina
  2. 2. O que é sífilis? O que é sífilis?
  3. 3. Como se adquire? Como se adquire?
  4. 4. Quais são os sintomas? Quais são os sintomas?
  5. 5. Como a sífilis afeta a gravidez e a saúde do bebê? Como a sífilis afeta a gravidez e a saúde do bebê?
  6. 6. Como a doença passa de mãe para filho Como a doença passa de mãe para filho
  7. 7. Estratégias de prevenção
  8. 8. Vou fazer exame para sífilis no pré-natal? Vou fazer exame para sífilis no pré-natal?
  9. 9. Como a sífilis é tratada? Como a sífilis é tratada?
  10. 10. O que faço para não pegar sífilis? <ul><li>O único meio seguro é manter um só parceiro sexual, que tenha se submetido ao exame. A camisinha só previne a sífilis se a ferida estiver no pênis do homem, mas a doença pode ser transmitida também por cancros que estiverem em outras áreas, como a boca. Se você desconfia que possa ter tido contato com a sífilis ou outra doença sexualmente transmissível durante a gravidez, converse com o ginecologista para fazer os exames necessários. </li></ul>
  11. 11. Sífilis congênita afeta bebês Sífilis congênita afeta bebês
  12. 12. <ul><li>não sejam tratadas antes do parto, até 40% das gestantes diagnosticadas com sífilis têm chance de infectar os próprios filhos. O exame é um direito da mulher. </li></ul><ul><li>  No HGB, o exame faz parte da rotina das consultas e todos os médicos fazem o pedido. Além disso, é feito o teste Anti-HIV no momento em que ela é internada na Unidade e no Pré-Natal. “O maior problema é que não adianta tratar a mulher se o parceiro não se cuidar. Muitas vezes ele não quer tomar a medicação (benzetacil) e não usa o preservativo. O médico dá as orientações, mas a decisão é do parceiro”, afirma a Dra. Célia. </li></ul><ul><li>  Para a médica, o ideal era que não tivesse nenhuma mulher infectada. Em 2000, já havia uma campanha para acabar com a sífilis e devido ao aumento da liberdade sexual a estatística tem aumentado. “Você previne, trata, evita que as crianças desenvolvam todo o processo, mas você não acaba com a doença”, ressaltou a Dra. Célia. </li></ul>
  13. 13. Doença pode levar à morte Doença pode levar à morte
  14. 14. Estatísticas do HGB Estatísticas do HGB
  15. 16. Distribuição do Percentual dos Casos Notificados de Sífilis Congênita Segundo o Número de Abortamentos. Distribuição Percentual dos Casos Notificados de Sífilis Congênita Segundo o Número de Natimortos

×