O 4º Mandamento dá origem ao segundo grupo desacramentos que tem a ver com a relação com osoutros.Deus quis que, depois de...
ANTEPASSADOS                           AVÓS                  PAISFILHOS                                         PROFESSORE...
Pelo casamento, a família é ordenadapara o bem dos seus elementos, aprocriação e a educação dos filhos.A família é constit...
A família cristã, a chamada “Igreja doméstica", é umacomunidade de fé, esperança e caridade com um papelmuito importante n...
A família é a célula da sociedade e da autoridade.As relações dentro dela constituem aliberdade, segurança e fraternidade ...
Nos nossos irmãos vemos os filhos de nossos pais enos nossos primos vemos os descendentes dosnossos avós.Nos batizados, ve...
DEVERES DOS FILHOS:   Principais deveres enunciados pelo preceito    divino:     Respeito pelos pais: É o reconhecimento...
 Manifesta-se pela docilidade e obediência. Responsabilidade para com os pais: Os  filhos adultos devem dar ajuda materi...
DEVERES DOS PAIS:   Um dos mais importantes é o de educadores dos    filhos. É quase impossível substituí-los nessa    fu...
   Outra responsabilidade dos pais é dar bom    exemplo aos filhos, reconhecendo diante deles    os seus próprios defeito...
   Os pais têm a obrigação de prover as    necessidades físicas, educacionais e espirituais    dos filhos enquanto pequen...
O Antigo Testamento afirma que Deus é fonte de todaverdade. A sua Palavra é verdade. A sua Lei é verdade.Só em Jesus Crist...
A verdade deve estar presente no nosso falar,pensar e agir pois assim, resguardamo-nos daduplicidade, simulação e hipocris...
"Um inimigo pode causar-nos um terrível mal(matar, ferir gravemente, espalhar falsos boatos,roubar, etc.), mas um amigo po...
O discípulo de Cristo "aceita viver na verdade", istoé, na simplicidade de uma vida conforme oexemplo do Senhor.Ao dizermo...
Assim como Cristo proclamou diante de Pilatos que"veio ao mundo para dar testemunho daverdade", o cristão não deve temer o...
O martírio é o supremo teste da verdade e implicadar testemunho que pode, muitas vezes, ir até àmorte.O mártir é aquele qu...
O Falso testemunho e o perjúrio:Quando se emite publicamente algo contrário àverdade, diante de um tribunal, é falso teste...
Respeito à reputação das pessoas:É proibida qualquer atitude e palavra que cause umprejuízo injusto. Torna-se culpado:   ...
Maledicência e calúnia:   Mancham a reputação e a honra do próximo. Todos    têm direito à honra do próprio nome, à sua  ...
A jactância ou fanfarronice: É uma falta grave contra a verdade.A ironia: Porque é depreciar alguém caricaturando, de  m...
A mentira:   É dizer o que é falso com a intenção de enganar.Jesus denuncia compara a mentira a uma obradiabólica: "Vós s...
A mentira torna-se pecado mortal, embora seja umpecado venial em si, quando fere gravemente asvirtudes da justiça e da car...
Toda a falta contra a justiça e a verdade impõe umareparação, mesmo após o perdão.Não podendo reparar um erro publicamente...
Devemos ter muito cuidado para saber avaliar ascondições e ver se é pudente ou não revelar averdade àquele que a pede. A c...
O sacramento da confissão é inviolável e não podeser traído em hipótese alguma pelo sacerdote.Os segredos profissionais de...
Os meios de comunicação social devem estar aoserviço do bem comum. A sociedade tem direito auma informação fundada sobre a...
Mandamentos 4 e 8
Mandamentos 4 e 8
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Mandamentos 4 e 8

678 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
678
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mandamentos 4 e 8

  1. 1. O 4º Mandamento dá origem ao segundo grupo desacramentos que tem a ver com a relação com osoutros.Deus quis que, depois de O honrarmos, honrássemosos nossos pais a quem devemos a nossa vida e quemnos transmitiu o conhecimento de Deus.
  2. 2. ANTEPASSADOS AVÓS PAISFILHOS PROFESSORES PATRÕES CHEFESO respeito ao 4º mandamento, para além dos frutosespirituais, faz-nos alcançar a paz social e a concórdia.A sua não observância traz danos às comunidades e àspessoas individualmente.
  3. 3. Pelo casamento, a família é ordenadapara o bem dos seus elementos, aprocriação e a educação dos filhos.A família é constituída por membrosiguais em dignidade, responsa-bilidades, direitos e deveres.
  4. 4. A família cristã, a chamada “Igreja doméstica", é umacomunidade de fé, esperança e caridade com um papelmuito importante na Igreja.É um reflexo da comunhão existente entre o Pai o Filhoe o Espírito Santo. Também a sua atividade procriadoraé a continuação da obra criadora do Pai.A família cristã é evangelizadora e missionária e asrelações entre os seus membros estabelecem laços deintimidade, afetos e respeito mútuo entre si.
  5. 5. A família é a célula da sociedade e da autoridade.As relações dentro dela constituem aliberdade, segurança e fraternidade na sociedade.É na família que os jovens poderão aprender osvalores morais, tais como honrar a Deus e usarcorretamente a liberdade.A família também deve ensinar os membros acuidar dos jovens e dos mais velhos, dospobres, doentes e deficientes.
  6. 6. Nos nossos irmãos vemos os filhos de nossos pais enos nossos primos vemos os descendentes dosnossos avós.Nos batizados, vemos os filhos de nossa mãe aIgreja e em cada pessoa humana, um filho de Deus.O próximo não é só um "indivíduo" dasociedade, mas "alguém" que merece o nossorespeito.
  7. 7. DEVERES DOS FILHOS: Principais deveres enunciados pelo preceito divino:  Respeito pelos pais: É o reconhecimento para com aqueles que pelo Dom da vida, por seu trabalho e amor, nos puseram no mundo permitindo que crescêssemos em estatura, sabedoria e graça.
  8. 8.  Manifesta-se pela docilidade e obediência. Responsabilidade para com os pais: Os filhos adultos devem dar ajuda material e moral na velhice, na doença, na solidão e na angústia. O respeito filial também diz respeito aos que nos deram o Dom da fé, a graça do batismo e a vida na Igreja, podendo ser os pais, avós, tios, catequistas, etc.
  9. 9. DEVERES DOS PAIS: Um dos mais importantes é o de educadores dos filhos. É quase impossível substituí-los nessa função. Os pais devem reconhecer os filhos como filhos de Deus e respeitá-los. Devem dar testemunho através da criação de um lar onde a ternura, o perdão, o respeito, a fidelidade e o serviço sem interesses sejam a regra primordial. O lar é o local certo para a educação das virtudes.
  10. 10.  Outra responsabilidade dos pais é dar bom exemplo aos filhos, reconhecendo diante deles os seus próprios defeitos, para melhor os guiar e corrigir. Os pais, pelo matrimónio, recebem a missão de evangelizar os seus filhos e isso deve ser feito desde tenra idade. Na educação para a fé os pais devem ser auxiliados pela paróquia que é o lugar ideal para a catequese, tanto dos filhos quanto dos pais.
  11. 11.  Os pais têm a obrigação de prover as necessidades físicas, educacionais e espirituais dos filhos enquanto pequenos. Na fase de crescimento o respeito e a dedicação servem para educá-los no uso correto da razão e da liberdade. Quando adultos os filhos devem ter a liberdade de escolher uma profissão e um estado de vida. Os pais podem dar a esse respeito conselhos e opiniões.
  12. 12. O Antigo Testamento afirma que Deus é fonte de todaverdade. A sua Palavra é verdade. A sua Lei é verdade.Só em Jesus Cristo a verdade se manifestouplenamente. "Cheio de graça e verdade", Ele é a "luzdo mundo” (Jo 8,12).O verdadeiro discípulo de Jesus "permanece na suapalavra" para conhecer a "verdade que liberta"(Jo 8,32) e santifica.Jesus ensinou-nos o amor incondicional à verdade:"Seja o vosso ‘sim’, sim e o vosso ‘não’, não”. (Mt 5,37)
  13. 13. A verdade deve estar presente no nosso falar,pensar e agir pois assim, resguardamo-nos daduplicidade, simulação e hipocrisia.Devemos ser verdadeiros naquilo que fazemos oudizemos.Não haveria possibilidade de convivência se nãohouvesse verdade entre as pessoas.A verdade ensina-nos aquilo que deve ser expressoe aquilo que deve ser guardado. Isso implica ahonestidade e a discrição.
  14. 14. "Um inimigo pode causar-nos um terrível mal(matar, ferir gravemente, espalhar falsos boatos,roubar, etc.), mas um amigo pode destruir-nos porcompleto".Daí a importância de manifestar a verdade paracom as outras pessoas.O nosso amigo, quanto mais íntimo é melhor nosconhece, sabe das nossas fraquezas e das nossaslimitações, melhor sabe como nos atingir.
  15. 15. O discípulo de Cristo "aceita viver na verdade", istoé, na simplicidade de uma vida conforme oexemplo do Senhor.Ao dizermos que estamos em comunhão com Elee, pelo contrário, andamos nas trevas, estamosmentindo descaradamente a Deus e a nósmesmos.
  16. 16. Assim como Cristo proclamou diante de Pilatos que"veio ao mundo para dar testemunho daverdade", o cristão não deve temer ouenvergonhar-se de dar testemunho do Senhor (2Tm 1,8).O cristão deve manter uma "consciênciairrepreensível, constantemente, diante doSenhor e dos homens".Ao fazer parte da Igreja, o cristão deve dartestemunho do Evangelho e das obrigações quedele decorrem. Fará isso através de seus atos epalavras.
  17. 17. O martírio é o supremo teste da verdade e implicadar testemunho que pode, muitas vezes, ir até àmorte.O mártir é aquele que dá testemunho do Cristo,morto e ressuscitado, ao qual está unido pelacaridade. Enfrenta a morte num ato de fortaleza.“Deixai-me ser comido pelas feras. É por elas queme será concedido chegar até Deus”. (SantoInácio).
  18. 18. O Falso testemunho e o perjúrio:Quando se emite publicamente algo contrário àverdade, diante de um tribunal, é falso testemunhoe quando se está sob juramento, é perjúrio.Isso pode contribuir para condenar injustamenteum inocente ou inocentar o culpado.Prejudica o exercício da justiça pronunciada pelosjuízes.
  19. 19. Respeito à reputação das pessoas:É proibida qualquer atitude e palavra que cause umprejuízo injusto. Torna-se culpado:  De juízo temerário (imprudente): Aquele que, secretamente, admite como verdadeiro, sem razão alguma, o defeito moral do próximo.  De maledicência: Aquele que, sem razão válida, revela às pessoas que não sabem os defeitos do próximo e as suas faltas.  De calúnia: Aquele que, pela mentira, prejudica a reputação dos outros e causa falsos juízos a respeito deles.
  20. 20. Maledicência e calúnia: Mancham a reputação e a honra do próximo. Todos têm direito à honra do próprio nome, à sua reputação e ao seu respeito. Logo, a maledicência e a calúnia ferem as virtudes da justiça e da caridade.Lisonja, bajulação ou complacência: São muito graves os atos ou palavras que, por bajulação, confirmem e encorajem o outro em atos perversos. Lisonja é uma falta grave quando cúmplice de vícios ou de pecados graves. Torna-se um pecado venial, quando só quer ser agradável, evitar um mal, remediar uma necessidade, obter vantagens legítimas.
  21. 21. A jactância ou fanfarronice: É uma falta grave contra a verdade.A ironia: Porque é depreciar alguém caricaturando, de modo malévolo, o seu comportamento, também é uma falta grave contra a verdade.
  22. 22. A mentira: É dizer o que é falso com a intenção de enganar.Jesus denuncia compara a mentira a uma obradiabólica: "Vós sois do diabo, vosso pai, [...] nelenão há verdade: quando ele mente, fala do quelhe é próprio, porque é mentiroso e pai damentira" (Jo 8, 44).É a ofensa direta à verdade. Mentir é falar ou agirpara induzir um erro. Fere a relação da pessoa como seu próximo e com Deus.
  23. 23. A mentira torna-se pecado mortal, embora seja umpecado venial em si, quando fere gravemente asvirtudes da justiça e da caridade.A sua punição varia de acordo com ascircunstâncias, a intenção do mentiroso e asconsequências sofridas pelas suas vítimas.A mentira é uma verdadeira violência ao próximoporque impede-o de obter a capacidade deconhecer, que é a condição de todo o juízo edecisão. Mina a confiança entre os homens erompe o tecido das relações sociais.
  24. 24. Toda a falta contra a justiça e a verdade impõe umareparação, mesmo após o perdão.Não podendo reparar um erro publicamente, deve-se fazê-lo em segredo; se aquele que sofreu oprejuízo não puder ser indemnizado, deve dar-se-lhe satisfação moral, em nome da caridade.Isso também é válido para as faltas cometidascontra a reputação dos homens.
  25. 25. Devemos ter muito cuidado para saber avaliar ascondições e ver se é pudente ou não revelar averdade àquele que a pede. A caridade e o respeitoditarão a resposta.Ninguém pode revelar a verdade a quem não tem odireito de conhecê-la e por isso temos que saberguardar segredo quando necessário.Todos temos o dever de manter a justa reservaacerca dos segredos particulares das pessoas.
  26. 26. O sacramento da confissão é inviolável e não podeser traído em hipótese alguma pelo sacerdote.Os segredos profissionais devem ser mantidos sobtotal sigilo, salvo casos em que venham a trazerprejuízo grave àqueles que os confia, àquele que osrecebe ou a terceiros e só evitáveis mediantedivulgação da verdade.
  27. 27. Os meios de comunicação social devem estar aoserviço do bem comum. A sociedade tem direito auma informação fundada sobre a verdade, aliberdade, a justiça e a solidariedade.Os cidadãos devem exigir que os meios decomunicação social contribuam para auxiliar naformação e difusão da reta opinião pública.A comunicação deve ser verdadeira, justa e livre,favorecendo a circulação de ideias que aumentamo conhecimento e o respeito aos outros.

×