SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 30
RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS EM FÍSICA Preparação - Testes Intermédios 2010/2011 André Ferreira Freitas Instituto Diocesano de Formação João Paulo II 11 / 01 / 2011
IDEIAS – CHAVE: A disciplina de Física é muitas vezes vista como uma disciplina difícil; Motivos e razões: IDF - 2010/2011 2 CONCEITOS FÍSICOS  AFASTADOS DA PERCEPÇÃO DO QUOTIDIANO AGILIDADE A  MANIPULAR VARIÁVEIS COMPREENDER  RELAÇÕES  ENTRE VARIÁVEIS CONCRETIZAR VÁRIOS  CÁLCULOS
OBJECTIVOS: Indicar as etapas de resolução de um problema de Física; Divulgar as informações genéricas relativas aos Testes Intermédios – 2010/2011; Divulgar as informações específicas relativas aos Testes Intermédios de Física e Química A; Identificar e definir as palavras – chave dos enunciados. 3 IDF - 2010/2011
SUMÁRIO: Resolver um problema de Física com um longo enunciado. Informação genérica sobre o projecto Testes Intermédios 2010/2011. Informações específicas da disciplina de Física e Química A. Palavras – chave nos enunciados. 4 IDF - 2010/2011
1. RESOLVER UM PROBLEMA COM UM LONGO ENUNCIADO Os problemas em Física podem parecer difíceis à primeira vista; No entanto, se o problema for analisado seguindo alguns passos bem definidos deverá ser resolvido sem dificuldade.  IDF - 2010/2011 5
1.1 ETAPAS: Identificar as variáveis (fornecidas e a calcular); Converter todas as unidades  fornecidas para unidades SI; Corresponder um símbolo diferente  a cada variável; Reconhecer a(s) equação(ões)  a usar; Encontrar a sequência lógica para usar as equações na ordem correcta e chegar ao resultado pretendido; Escrever a resposta final e indicar as unidades correctas. IDF - 2010/2011 6
1.1 EXEMPLO: Um carro de massa 600 kg viaja a uma velocidade de valor 10 ms-1. Quando os travões são accionados, o carro pára, percorrendo uma distância de 0,01 km. Qual é a o valor da força media aplicada pelos travões? IDF - 2010/2011 7 v Figura 1. B A 0,01 km
1.1.1 ETAPA 1 Identificar as variáveis (fornecidas e a calcular): Massa= 600 kg Velocidade inicial = 10 m s-1 Velocidade final = 0 m s-1 Distância de paragem = 0.01 km Força média = ? IDF - 2010/2011 8 A CALCULAR
1.1.2 ETAPA 2 As unidades estão de acordo com o SI?  Distância de paragem = 0.01 km = 0.01 x 103 m = 10 m IDF - 2010/2011 9
1.1.3 ETAPA 3 Corresponder um símbolo diferente  a cada variável: m = 600 kg vA = 10 m/s vB = 0 m/s d = 10 m F  incógnita IDF - 2010/2011 10
1.1.4 ETAPA 4 Reconhecer a(s) equação(ões)  a usar: IDF - 2010/2011 11  (Lei do trabalho energia) Energia cinética Trabalho de uma força constante
1.1.4 ETAPA 4 Esta fase é crítica e requer pensamento crítico; A experiência é uma grande ajuda nesta etapa; É por isso que se devem fazer muitos exercícios a Física, várias vezes até serem compreendidos, bem como saber enunciar as equações. IDF - 2010/2011 12
1.1.5 ETAPA 5 Encontrar a sequência lógica para usar as equações na ordem correcta e chegar ao resultado pretendido: IDF - 2010/2011 13 Nesta etapa a experiência  também conta muito.
1.Energia cinética inicial: 14 2. Energia cinética final:  3. Variação da energia  cinética: 4. Aplicar a lei do trabalho –energia:
1.1.6 ETAPA 6 Escrever a resposta final e indicar as unidades correctas: A resposta final é F = -3000 N. É importante interpretar a resposta: o sinal negativo mostra que a força de atrito tem o sentido oposto ao do da direcção do movimento. IDF - 2010/2011 15
1.2 EXEMPLO PARA PRATICAR Uma mergulhadora encontra-se numa plataforma a 15 m da superfície da água e deseja saber qual será o valor máximo da sua velocidade quando atingir a água. Ela parte do repouso. Qual será o valor da velocidade quando ela entrar na água?   Considere g = 9.8 m s-2. IDF - 2010/2011 16 15 m Figura 2.
SUMÁRIO: Resolver um problema de Física com um longo enunciado. Informação genérica sobre o projecto Testes Intermédios 2010/2011. Informações específicas da disciplina de Física e Química A. Palavras – chave nos enunciados. 17 IDF - 2010/2011
2. PROJECTO TESTES INTERMÉDIOS 2010/2011 O que são? “Os testes intermédios são instrumentos de avaliação disponibilizados pelo GAVE às escolas, ao longo do ano lectivo, e têm como principais finalidades permitir a cada professor aferir o desempenho dos seus alunos por referência a padrões de âmbito nacional,…”  [1] - INFORMAÇÃO AOS ALUNOS, PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO DISPONIBILIZADA PELO GAVE - http://www.gave.min-edu.pt/np3content/?newsId=9&fileName=Info_EE_Alunos_2010_2011.pdf (Consultado a 24 de Dezembro de 2010)  IDF - 2010/2011 18
2.1 DATAS / HORÁRIO: No caso particular da disciplina de Física e Química A (11º ano): ,[object Object]
05 de Maio, 10h 25 min.IDF - 2010/2011 19 CONSULTAR A REFERÊNCIA [1] PARA MAIS INFORMAÇÕES
2.2 INFORMAÇÕES IMPORTANTES (1): Durante a realização de cada teste, nenhum aluno pode abandonar a sala, salvo por motivo de força maior, caso em que deve ser devidamente acompanhado; Os alunos não deverão ser portadores de telemóveis ou de outros sistemas de comunicação durante o período de realização dos testes. IDF - 2010/2011 20
2.2 INFORMAÇÕES IMPORTANTES (2): Até 24 horas após a aplicação, e sempre depois das 16h do dia da aplicação, os enunciados e os critérios de classificação dos testes ficam disponíveis na página do GAVE (http://www.gave.min-edu.pt) , acessíveis ao público em geral. IDF - 2010/2011 21 CONSULTAR A REFERÊNCIA [1] PARA MAIS INFORMAÇÕES
SUMÁRIO: Resolver um problema de Física com um longo enunciado. Informação genérica sobre o projecto Testes Intermédios 2010/2011. Informações específicas da disciplina de Física e Química A. Palavras – chave nos enunciados. 22 IDF - 2010/2011
3.1 TESTES INTERMÉDIOS DE FÍSICA E QUÍMICA A (11º ANO) A duração da prova é de 90 minutos; Material para a prova: material de desenho (régua graduada, esquadro e transferidor); máquina de calcular gráfica, não programável; como material de escrita, caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta. Não é permitido o uso de corrector. IDF - 2010/2011 23 CONSULTAR A REFERÊNCIA [2] PARA MAIS INFORMAÇÕES
3.2 CONTEÚDOS1 Prova - 11 de Fevereiro de 2011 ,[object Object],Unidade 1: Do Sol ao aquecimento Unidade 2: Energia em movimentos ,[object Object],Unidade 1: Movimentos na Terra e No Espaço Unidade 2: Comunicações IDF - 2010/2011 24 1 – De acordo com as informações disponibilizadas pelo GAVE – REFERÊNCIA [2].
3.2 CONTEÚDOS1 Prova - 05 de Maio de 2011 ,[object Object],Unidade 1: Das Estrelas ao Átomo Unidade 2: Na atmosfera da Terra: radiação, matéria e energia ,[object Object],Unidade 1: Movimentos na Terra e No Espaço Unidade 2: Comunicações ,[object Object],Unidade 1: Química e Indústria: Equilíbrios e Desequilíbrios Unidade 2: Da Atmosfera ao Oceano: soluções na Terra e para a Terra (apenas (Apenas as subunidades: 2.1- Água da chuva, água destilada e água pura ; 2.2 – Águas minerais e de abastecimento público: a acidez e a basicidade das águas) IDF - 2010/2011 25 1 – De acordo com as informações disponibilizadas pelo GAVE – REFERÊNCIA [2].
SUMÁRIO: Resolver um problema de Física com um longo enunciado. Informação genérica sobre o projecto Testes Intermédios 2010/2011. Informações específicas da disciplina de Física e Química A. Palavras – chave nos enunciados. 26 IDF - 2010/2011
4.1 GLOSSÁRIO: É fundamental perceber o que é pedido em cada questão. O que significa analisar? Comparar? Mostrar? Criar um glossário com todos termos que não são claros!! Quando se lê e interpreta uma questão é importante reconhecer as expressões que possuem significado matemático.   IDF - 2010/2011 27
REFERÊNCIAS: [1] - INFORMAÇÃO AOS ALUNOS, PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO DISPONIBILIZADA PELO GAVE : http://www.gave.min-edu.pt/np3content/?newsId=9&fileName=Info_EE_Alunos_2010_2011.pdf (Consultado a 24 de Dezembro de 2010); [2] - INFORMAÇÃO AOS ALUNOS, PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO DISPONIBILIZADA PELO GAVE (Informação n.º 2 / FÍSICA E QUÍMICA A): http://www.gave.min-edu.pt/np3content/?newsId=9&fileName=Info_2_2011_FisicaQuimica_SEC.pdf (Consultado a 24 de Dezembro de 2010); IDF - 2010/2011 28
CONCLUSÕES Os Testes Intermédios são uma preparação para a avaliação externa final; As estratégias permitem sistematizar a abordagem das questões e problemas; O treino e a resolução dos exercícios propostos ao longo do ano é fundamental. IDF - 2010/2011 29

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Ficha Trabalho 13
Ficha Trabalho 13Ficha Trabalho 13
Ficha Trabalho 13jwurster01
 
Fisica quimica-9-ano
Fisica quimica-9-anoFisica quimica-9-ano
Fisica quimica-9-anoCarla Scala
 
Aptidão física
Aptidão físicaAptidão física
Aptidão físicasirgmoraes
 
Exercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º anoExercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º anoV
 
Atividade fisica, aptidão física e saúde
Atividade fisica, aptidão física e saúdeAtividade fisica, aptidão física e saúde
Atividade fisica, aptidão física e saúdewashington carlos vieira
 
Benefícios relacionados à atividade física
Benefícios relacionados à atividade físicaBenefícios relacionados à atividade física
Benefícios relacionados à atividade físicaRomero Vitor
 

Destaque (12)

Aae 9ºano..
Aae 9ºano..Aae 9ºano..
Aae 9ºano..
 
Resumo Físico-Química
Resumo Físico-QuímicaResumo Físico-Química
Resumo Físico-Química
 
Ficha Trabalho 13
Ficha Trabalho 13Ficha Trabalho 13
Ficha Trabalho 13
 
Lista de exercícios 9° ano
Lista de exercícios 9° anoLista de exercícios 9° ano
Lista de exercícios 9° ano
 
Fisica quimica-9-ano
Fisica quimica-9-anoFisica quimica-9-ano
Fisica quimica-9-ano
 
3 teste 8º ano
3 teste 8º ano3 teste 8º ano
3 teste 8º ano
 
Aptidão física
Aptidão físicaAptidão física
Aptidão física
 
Exercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º anoExercícios de química - 9º ano
Exercícios de química - 9º ano
 
Aula de educação fisica
Aula de educação fisicaAula de educação fisica
Aula de educação fisica
 
Química 9º ano
Química 9º anoQuímica 9º ano
Química 9º ano
 
Atividade fisica, aptidão física e saúde
Atividade fisica, aptidão física e saúdeAtividade fisica, aptidão física e saúde
Atividade fisica, aptidão física e saúde
 
Benefícios relacionados à atividade física
Benefícios relacionados à atividade físicaBenefícios relacionados à atividade física
Benefícios relacionados à atividade física
 

Semelhante a Resolução de problemas em física

Plano de ensino tme 2011.2
Plano de ensino tme 2011.2Plano de ensino tme 2011.2
Plano de ensino tme 2011.2Charles Pereira
 
Tec mat endo plano de ensino - 2011-1
Tec mat endo   plano de ensino - 2011-1Tec mat endo   plano de ensino - 2011-1
Tec mat endo plano de ensino - 2011-1Charles Pereira
 
Tec mat endo plano de ensino - 2011-1
Tec mat endo   plano de ensino - 2011-1Tec mat endo   plano de ensino - 2011-1
Tec mat endo plano de ensino - 2011-1Charles Pereira
 
Relatório atividades pet 2011
Relatório atividades pet  2011Relatório atividades pet  2011
Relatório atividades pet 2011Petgeologia
 
Plano de ensino tme 2012.1
Plano de ensino tme 2012.1Plano de ensino tme 2012.1
Plano de ensino tme 2012.1Charles Pereira
 
Ppc licenciatura fisica cavgconsup ref mem 94
Ppc licenciatura fisica  cavgconsup ref mem 94Ppc licenciatura fisica  cavgconsup ref mem 94
Ppc licenciatura fisica cavgconsup ref mem 94Vitor Dias
 
Plano de ensino tme 2012.1
Plano de ensino tme 2012.1Plano de ensino tme 2012.1
Plano de ensino tme 2012.1Charles Pereira
 
01 Capacitação Enade 2011
01   Capacitação Enade 201101   Capacitação Enade 2011
01 Capacitação Enade 2011aupex
 
Planificação lp 10.2012.2013
Planificação lp 10.2012.2013Planificação lp 10.2012.2013
Planificação lp 10.2012.2013sandradomingues29
 
7º-4.1 ano Ciências - Novembro..docx
7º-4.1 ano Ciências - Novembro..docx7º-4.1 ano Ciências - Novembro..docx
7º-4.1 ano Ciências - Novembro..docxPEDROBALDO5
 
Ppc licenciatura quimica_CAVG consup ref mem 94
Ppc licenciatura quimica_CAVG consup ref mem 94Ppc licenciatura quimica_CAVG consup ref mem 94
Ppc licenciatura quimica_CAVG consup ref mem 94Vitor Dias
 

Semelhante a Resolução de problemas em física (15)

Plano de ensino tme 2011.2
Plano de ensino tme 2011.2Plano de ensino tme 2011.2
Plano de ensino tme 2011.2
 
Tec mat endo plano de ensino - 2011-1
Tec mat endo   plano de ensino - 2011-1Tec mat endo   plano de ensino - 2011-1
Tec mat endo plano de ensino - 2011-1
 
Tec mat endo plano de ensino - 2011-1
Tec mat endo   plano de ensino - 2011-1Tec mat endo   plano de ensino - 2011-1
Tec mat endo plano de ensino - 2011-1
 
Relatório atividades pet 2011
Relatório atividades pet  2011Relatório atividades pet  2011
Relatório atividades pet 2011
 
Plano de ensino tme 2012.1
Plano de ensino tme 2012.1Plano de ensino tme 2012.1
Plano de ensino tme 2012.1
 
Ppc licenciatura fisica cavgconsup ref mem 94
Ppc licenciatura fisica  cavgconsup ref mem 94Ppc licenciatura fisica  cavgconsup ref mem 94
Ppc licenciatura fisica cavgconsup ref mem 94
 
Plano de ensino tme 2012.1
Plano de ensino tme 2012.1Plano de ensino tme 2012.1
Plano de ensino tme 2012.1
 
Relatório anual de atividades 2011.
Relatório anual de atividades 2011.Relatório anual de atividades 2011.
Relatório anual de atividades 2011.
 
01 Capacitação Enade 2011
01   Capacitação Enade 201101   Capacitação Enade 2011
01 Capacitação Enade 2011
 
Poster física2010 (Vila Real)
Poster física2010 (Vila Real)Poster física2010 (Vila Real)
Poster física2010 (Vila Real)
 
Planificação lp 10.2012.2013
Planificação lp 10.2012.2013Planificação lp 10.2012.2013
Planificação lp 10.2012.2013
 
7º-4.1 ano Ciências - Novembro..docx
7º-4.1 ano Ciências - Novembro..docx7º-4.1 ano Ciências - Novembro..docx
7º-4.1 ano Ciências - Novembro..docx
 
Pgaerna aula3a
Pgaerna aula3aPgaerna aula3a
Pgaerna aula3a
 
Ppc licenciatura quimica_CAVG consup ref mem 94
Ppc licenciatura quimica_CAVG consup ref mem 94Ppc licenciatura quimica_CAVG consup ref mem 94
Ppc licenciatura quimica_CAVG consup ref mem 94
 
Fnf 2014 13-programa
Fnf 2014 13-programaFnf 2014 13-programa
Fnf 2014 13-programa
 

Mais de André Ferreira Freitas

IDF - Critérios de Avaliação - 2013/2014
IDF - Critérios de Avaliação - 2013/2014IDF - Critérios de Avaliação - 2013/2014
IDF - Critérios de Avaliação - 2013/2014André Ferreira Freitas
 
Informações avaliação sumativa externa - básico
Informações   avaliação sumativa externa - básicoInformações   avaliação sumativa externa - básico
Informações avaliação sumativa externa - básicoAndré Ferreira Freitas
 
Critérios de avaliação idf - 2012 2013
Critérios de avaliação   idf - 2012 2013Critérios de avaliação   idf - 2012 2013
Critérios de avaliação idf - 2012 2013André Ferreira Freitas
 
Livro de resumos - Colóquio Internacional São Tomé e Príncipe numa perspectiv...
Livro de resumos - Colóquio Internacional São Tomé e Príncipe numa perspectiv...Livro de resumos - Colóquio Internacional São Tomé e Príncipe numa perspectiv...
Livro de resumos - Colóquio Internacional São Tomé e Príncipe numa perspectiv...André Ferreira Freitas
 
Diário da República - Unidades do Sistema Internacional
Diário da República - Unidades do Sistema InternacionalDiário da República - Unidades do Sistema Internacional
Diário da República - Unidades do Sistema InternacionalAndré Ferreira Freitas
 

Mais de André Ferreira Freitas (20)

IDF - Critérios de Avaliação - 2013/2014
IDF - Critérios de Avaliação - 2013/2014IDF - Critérios de Avaliação - 2013/2014
IDF - Critérios de Avaliação - 2013/2014
 
IDF - Regulamento Interno - 2013/2014
IDF - Regulamento Interno - 2013/2014IDF - Regulamento Interno - 2013/2014
IDF - Regulamento Interno - 2013/2014
 
IDF - Projeto Educativo - 2013/2014
IDF - Projeto Educativo - 2013/2014IDF - Projeto Educativo - 2013/2014
IDF - Projeto Educativo - 2013/2014
 
Informações avaliação sumativa externa - básico
Informações   avaliação sumativa externa - básicoInformações   avaliação sumativa externa - básico
Informações avaliação sumativa externa - básico
 
Soletrar n.º 1 2012 2013
Soletrar n.º 1   2012 2013Soletrar n.º 1   2012 2013
Soletrar n.º 1 2012 2013
 
Regras idf - stp
Regras   idf - stpRegras   idf - stp
Regras idf - stp
 
Projeto educativo idf - 2012 2013
Projeto educativo   idf - 2012 2013Projeto educativo   idf - 2012 2013
Projeto educativo idf - 2012 2013
 
Regulamento interno idf - stp
Regulamento interno   idf - stpRegulamento interno   idf - stp
Regulamento interno idf - stp
 
Plano anual de atividades 2012 2013
Plano anual de atividades 2012 2013Plano anual de atividades 2012 2013
Plano anual de atividades 2012 2013
 
Ideário IDF
Ideário IDFIdeário IDF
Ideário IDF
 
Critérios de avaliação idf - 2012 2013
Critérios de avaliação   idf - 2012 2013Critérios de avaliação   idf - 2012 2013
Critérios de avaliação idf - 2012 2013
 
Automóvel Elétrico
Automóvel ElétricoAutomóvel Elétrico
Automóvel Elétrico
 
Livro de resumos - Colóquio Internacional São Tomé e Príncipe numa perspectiv...
Livro de resumos - Colóquio Internacional São Tomé e Príncipe numa perspectiv...Livro de resumos - Colóquio Internacional São Tomé e Príncipe numa perspectiv...
Livro de resumos - Colóquio Internacional São Tomé e Príncipe numa perspectiv...
 
Mapas
MapasMapas
Mapas
 
Diário da República - Unidades do Sistema Internacional
Diário da República - Unidades do Sistema InternacionalDiário da República - Unidades do Sistema Internacional
Diário da República - Unidades do Sistema Internacional
 
Aula 7 - CFQ 7º ano
Aula 7 - CFQ 7º anoAula 7 - CFQ 7º ano
Aula 7 - CFQ 7º ano
 
Aula 4 - CFQ - 7º ano
Aula 4 - CFQ - 7º anoAula 4 - CFQ - 7º ano
Aula 4 - CFQ - 7º ano
 
Aula 3 - CFQ - 7º ANO
Aula 3 - CFQ - 7º ANOAula 3 - CFQ - 7º ANO
Aula 3 - CFQ - 7º ANO
 
Aula 1 - CFQ - 7º ano
Aula 1 - CFQ - 7º anoAula 1 - CFQ - 7º ano
Aula 1 - CFQ - 7º ano
 
Soletrar N.º 5 - Maio/Junho
Soletrar N.º 5 - Maio/JunhoSoletrar N.º 5 - Maio/Junho
Soletrar N.º 5 - Maio/Junho
 

Último

Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAElianeAlves383563
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdfdanielagracia9
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaanapsuls
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaIlda Bicacro
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 

Último (20)

Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 

Resolução de problemas em física

  • 1. RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS EM FÍSICA Preparação - Testes Intermédios 2010/2011 André Ferreira Freitas Instituto Diocesano de Formação João Paulo II 11 / 01 / 2011
  • 2. IDEIAS – CHAVE: A disciplina de Física é muitas vezes vista como uma disciplina difícil; Motivos e razões: IDF - 2010/2011 2 CONCEITOS FÍSICOS AFASTADOS DA PERCEPÇÃO DO QUOTIDIANO AGILIDADE A MANIPULAR VARIÁVEIS COMPREENDER RELAÇÕES ENTRE VARIÁVEIS CONCRETIZAR VÁRIOS CÁLCULOS
  • 3. OBJECTIVOS: Indicar as etapas de resolução de um problema de Física; Divulgar as informações genéricas relativas aos Testes Intermédios – 2010/2011; Divulgar as informações específicas relativas aos Testes Intermédios de Física e Química A; Identificar e definir as palavras – chave dos enunciados. 3 IDF - 2010/2011
  • 4. SUMÁRIO: Resolver um problema de Física com um longo enunciado. Informação genérica sobre o projecto Testes Intermédios 2010/2011. Informações específicas da disciplina de Física e Química A. Palavras – chave nos enunciados. 4 IDF - 2010/2011
  • 5. 1. RESOLVER UM PROBLEMA COM UM LONGO ENUNCIADO Os problemas em Física podem parecer difíceis à primeira vista; No entanto, se o problema for analisado seguindo alguns passos bem definidos deverá ser resolvido sem dificuldade. IDF - 2010/2011 5
  • 6. 1.1 ETAPAS: Identificar as variáveis (fornecidas e a calcular); Converter todas as unidades fornecidas para unidades SI; Corresponder um símbolo diferente a cada variável; Reconhecer a(s) equação(ões) a usar; Encontrar a sequência lógica para usar as equações na ordem correcta e chegar ao resultado pretendido; Escrever a resposta final e indicar as unidades correctas. IDF - 2010/2011 6
  • 7. 1.1 EXEMPLO: Um carro de massa 600 kg viaja a uma velocidade de valor 10 ms-1. Quando os travões são accionados, o carro pára, percorrendo uma distância de 0,01 km. Qual é a o valor da força media aplicada pelos travões? IDF - 2010/2011 7 v Figura 1. B A 0,01 km
  • 8. 1.1.1 ETAPA 1 Identificar as variáveis (fornecidas e a calcular): Massa= 600 kg Velocidade inicial = 10 m s-1 Velocidade final = 0 m s-1 Distância de paragem = 0.01 km Força média = ? IDF - 2010/2011 8 A CALCULAR
  • 9. 1.1.2 ETAPA 2 As unidades estão de acordo com o SI? Distância de paragem = 0.01 km = 0.01 x 103 m = 10 m IDF - 2010/2011 9
  • 10. 1.1.3 ETAPA 3 Corresponder um símbolo diferente a cada variável: m = 600 kg vA = 10 m/s vB = 0 m/s d = 10 m F  incógnita IDF - 2010/2011 10
  • 11. 1.1.4 ETAPA 4 Reconhecer a(s) equação(ões) a usar: IDF - 2010/2011 11 (Lei do trabalho energia) Energia cinética Trabalho de uma força constante
  • 12. 1.1.4 ETAPA 4 Esta fase é crítica e requer pensamento crítico; A experiência é uma grande ajuda nesta etapa; É por isso que se devem fazer muitos exercícios a Física, várias vezes até serem compreendidos, bem como saber enunciar as equações. IDF - 2010/2011 12
  • 13. 1.1.5 ETAPA 5 Encontrar a sequência lógica para usar as equações na ordem correcta e chegar ao resultado pretendido: IDF - 2010/2011 13 Nesta etapa a experiência também conta muito.
  • 14. 1.Energia cinética inicial: 14 2. Energia cinética final: 3. Variação da energia cinética: 4. Aplicar a lei do trabalho –energia:
  • 15. 1.1.6 ETAPA 6 Escrever a resposta final e indicar as unidades correctas: A resposta final é F = -3000 N. É importante interpretar a resposta: o sinal negativo mostra que a força de atrito tem o sentido oposto ao do da direcção do movimento. IDF - 2010/2011 15
  • 16. 1.2 EXEMPLO PARA PRATICAR Uma mergulhadora encontra-se numa plataforma a 15 m da superfície da água e deseja saber qual será o valor máximo da sua velocidade quando atingir a água. Ela parte do repouso. Qual será o valor da velocidade quando ela entrar na água? Considere g = 9.8 m s-2. IDF - 2010/2011 16 15 m Figura 2.
  • 17. SUMÁRIO: Resolver um problema de Física com um longo enunciado. Informação genérica sobre o projecto Testes Intermédios 2010/2011. Informações específicas da disciplina de Física e Química A. Palavras – chave nos enunciados. 17 IDF - 2010/2011
  • 18. 2. PROJECTO TESTES INTERMÉDIOS 2010/2011 O que são? “Os testes intermédios são instrumentos de avaliação disponibilizados pelo GAVE às escolas, ao longo do ano lectivo, e têm como principais finalidades permitir a cada professor aferir o desempenho dos seus alunos por referência a padrões de âmbito nacional,…” [1] - INFORMAÇÃO AOS ALUNOS, PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO DISPONIBILIZADA PELO GAVE - http://www.gave.min-edu.pt/np3content/?newsId=9&fileName=Info_EE_Alunos_2010_2011.pdf (Consultado a 24 de Dezembro de 2010) IDF - 2010/2011 18
  • 19.
  • 20. 05 de Maio, 10h 25 min.IDF - 2010/2011 19 CONSULTAR A REFERÊNCIA [1] PARA MAIS INFORMAÇÕES
  • 21. 2.2 INFORMAÇÕES IMPORTANTES (1): Durante a realização de cada teste, nenhum aluno pode abandonar a sala, salvo por motivo de força maior, caso em que deve ser devidamente acompanhado; Os alunos não deverão ser portadores de telemóveis ou de outros sistemas de comunicação durante o período de realização dos testes. IDF - 2010/2011 20
  • 22. 2.2 INFORMAÇÕES IMPORTANTES (2): Até 24 horas após a aplicação, e sempre depois das 16h do dia da aplicação, os enunciados e os critérios de classificação dos testes ficam disponíveis na página do GAVE (http://www.gave.min-edu.pt) , acessíveis ao público em geral. IDF - 2010/2011 21 CONSULTAR A REFERÊNCIA [1] PARA MAIS INFORMAÇÕES
  • 23. SUMÁRIO: Resolver um problema de Física com um longo enunciado. Informação genérica sobre o projecto Testes Intermédios 2010/2011. Informações específicas da disciplina de Física e Química A. Palavras – chave nos enunciados. 22 IDF - 2010/2011
  • 24. 3.1 TESTES INTERMÉDIOS DE FÍSICA E QUÍMICA A (11º ANO) A duração da prova é de 90 minutos; Material para a prova: material de desenho (régua graduada, esquadro e transferidor); máquina de calcular gráfica, não programável; como material de escrita, caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta. Não é permitido o uso de corrector. IDF - 2010/2011 23 CONSULTAR A REFERÊNCIA [2] PARA MAIS INFORMAÇÕES
  • 25.
  • 26.
  • 27. SUMÁRIO: Resolver um problema de Física com um longo enunciado. Informação genérica sobre o projecto Testes Intermédios 2010/2011. Informações específicas da disciplina de Física e Química A. Palavras – chave nos enunciados. 26 IDF - 2010/2011
  • 28. 4.1 GLOSSÁRIO: É fundamental perceber o que é pedido em cada questão. O que significa analisar? Comparar? Mostrar? Criar um glossário com todos termos que não são claros!! Quando se lê e interpreta uma questão é importante reconhecer as expressões que possuem significado matemático. IDF - 2010/2011 27
  • 29. REFERÊNCIAS: [1] - INFORMAÇÃO AOS ALUNOS, PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO DISPONIBILIZADA PELO GAVE : http://www.gave.min-edu.pt/np3content/?newsId=9&fileName=Info_EE_Alunos_2010_2011.pdf (Consultado a 24 de Dezembro de 2010); [2] - INFORMAÇÃO AOS ALUNOS, PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO DISPONIBILIZADA PELO GAVE (Informação n.º 2 / FÍSICA E QUÍMICA A): http://www.gave.min-edu.pt/np3content/?newsId=9&fileName=Info_2_2011_FisicaQuimica_SEC.pdf (Consultado a 24 de Dezembro de 2010); IDF - 2010/2011 28
  • 30. CONCLUSÕES Os Testes Intermédios são uma preparação para a avaliação externa final; As estratégias permitem sistematizar a abordagem das questões e problemas; O treino e a resolução dos exercícios propostos ao longo do ano é fundamental. IDF - 2010/2011 29
  • 31. FIM A apresentação será disponibilizada logo que possível em http://blog.fisicaequimica.com; IDF - 2010/2011 30 O que para alguns é um problema para outros é um exercício e para outros uma distracção. Ditado Popular