SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Presidente Prudente/SP - Brasil
“[...] Eis que o povo é um, e todos têm
uma mesma língua; e isto é o que
começam a fazer; e, agora, não haverá
restrição para tudo o que eles
intentarem fazer” (Gn 11.6).
TEXTO ÁUREO
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Presidente Prudente (SP)
Brasil
Apesar da multiplicidade de
línguas e dialetos, decorrente da
confusão de Babel, o Evangelho
de Cristo pode ser
perfeitamente entendido em
todos os idiomas e culturas.
VERDADE PRÁTICA
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Presidente Prudente (SP)
Brasil
1 – E era toda a terra de uma mesma língua e de uma
mesma fala. ngua e de uma mesma fala.
2 – E aconteceu que, partindo eles do oriente,
acharam um vale na terra de Sinar; e habitaram ali.
3 – E disseram uns aos outros: Eia, façamos tijolos e
queimemo-los bem. E foi-lhes o tijolo por pedra, e o
betume por cal.
4 – E disseram: Eia, edifiquemos nós uma cidade e
uma torre cujo cume toque nos céus, e façamo-nos
um nome, para que não sejamos espalhados sobre a
face de toda a terra.
5 – Então desceu o SENHOR para ver a cidade e a
torre que os filhos dos homens edificavam;
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Gn 11.1-9
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Presidente Prudente (SP)
Brasil
6 – E o SENHOR disse: Eis que o povo é um, e
todos têm uma mesma língua; e isto é o que
começam a fazer; e agora, não haverá restrição
para tudo o que eles intentarem fazer.
7 – Eia, desçamos e confundamos ali a sua língua,
para que não entenda um a língua do outro.
8 – Assim o SENHOR os espalhou dali sobre a
face de toda a terra; e cessaram de edificar a
cidade.
9 – Por isso se chamou o seu nome Babel,
porquanto ali confundiu o SENHOR a língua de
toda a terra, e dali os espalhou o SENHOR sobre a
face de toda a terra.
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Gn 11.1-9
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Presidente Prudente (SP)
Brasil
• Monolinguismo: facilitou a depravação da humanidade;
• No mundo primitivo não existiam fronteiras culturais;
• Os descendentes de Noé se recusaram a povoar a Terra?
• Eles temeram por um novo dilúvio?
• Qual foi realmente a intenção dos construtores da Torre?
• Chegar perto do céu ou se afastar da Terra?
• A arca foi construída sob as ordens de Deus;
• Mas a torre foi construída sob ordens dos homens
INTRODUÇÃO
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Presidente Prudente (SP)
Brasil
1. O MONOLÍNGUISMO.
• Toda a humanidade falava a mesma língua;
• A diversidade cultural impede a proliferação do mal?
• Sem e Jafé não puderam impedir a apostasia de Cam.
2. UMA NOVA APOSTASIA.
• Monolinguismo disseminava conhecimento e apostasia;
• Revolta e medo, a situação ficou incontrolável;
• Idolatria: eu engano e vocês constroem o meu NOME”.
3. UM MONUMENTO À SOBERBA HUMANA.
• Deus havia garantido que não haveria outros dilúvios;
• “A língua faz a força” – mesma língua, mesmo objetivos;
• O NOME de alguém acabaria gravado na placa da Torre.
I – TORRE DE BABEL
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Presidente Prudente (SP)
Brasil
1. UMA CIDADE À PROVA D’ÁGUA.
• A engenharia da época era avançadíssima;
• Uma fortaleza seria construída por homens enganados;
• O objetivo era construir uma cidade à prova de dilúvios.
2. A TORRE QUE DEUS NÃO VIU.
• Para os homens a torre era alta, mas para Deus não era;
• A torre era alta? Mas Deus teve que abaixar para vê-la;
• Assim são os projetos firmados na vaidade humana.
3. QUANDO NINGUÉM MAIS SE ENTENDE.
• Escaparam da morte, mas não da confusão de línguas;
• Multilinguismo: não havia tradutores na época;
• A língua que separou foi a mesma que os uniu.
II – A CONFUSÃO DE LÍNGUAS
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Presidente Prudente (SP)
Brasil
1. LÍNGUÍSTICAS.
• As várias línguas fez surgir a noção de nacionalidade;
• Os gregos tentaram desfazer o que Deus fez em Babel;
• Línguas: não AJUNTE o homem o que Deus SEPAROU.
2. CULTURAIS.
• A diversidade linguistica trouxe a diversidade cultural;
• Esta diversidade impede um Estado totalitário mundial;
• O Anticristo não se intimidará diante desta diversidade.
3. GEOGRÁFICAS.
• Cada país tem o seu território e cultura;
• Além da cultura, existem também fronteiras naturais;
• Realmente Deus sabe o que faz.
III – A MULTIPLICIDADE
LINGUÍSTICA E CULTURAL
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Presidente Prudente (SP)
Brasil
• Pela fé entendemos que os mundos foram criados;
• Pelo erro do homem entendemos que foram divididos;
• A diversidade em Babel não impediu o Evangelho;
• A Palavra de Deus encontra-se em várias línguas;
• O que parecia maldição se tornou uma bênção;
• Babel x Atos 2: línguas repartidas – objetos diferentes.
CONCLUSÃO
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Presidente Prudente (SP)
Brasil
Contato:
ailtonsilva2000@gmail.com
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Presidente Prudente (SP) – 4º trim. 2015

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Isaque, o sorriso de uma promessa
Isaque, o sorriso de uma promessaIsaque, o sorriso de uma promessa
Isaque, o sorriso de uma promessaAilton da Silva
 
A manifestação da Graça da Salvação
A manifestação da Graça da SalvaçãoA manifestação da Graça da Salvação
A manifestação da Graça da SalvaçãoAilton da Silva
 
O impiedoso mundo de Lameque
O impiedoso mundo de LamequeO impiedoso mundo de Lameque
O impiedoso mundo de LamequeAilton da Silva
 
O impiedoso mundo de Lameque
O impiedoso mundo de LamequeO impiedoso mundo de Lameque
O impiedoso mundo de LamequeAilton da Silva
 
O início do governo humano
O início do governo humanoO início do governo humano
O início do governo humanoAilton da Silva
 
A criação dos céus e da terra
A criação dos céus e da terraA criação dos céus e da terra
A criação dos céus e da terraAilton da Silva
 
A bênção e a maldição na família de Noé
A bênção e a maldição na família de NoéA bênção e a maldição na família de Noé
A bênção e a maldição na família de NoéAilton da Silva
 
Jônatas, um amigo para todas as horas - Lição 5 - Viver +
Jônatas, um amigo para todas as horas - Lição 5 - Viver +Jônatas, um amigo para todas as horas - Lição 5 - Viver +
Jônatas, um amigo para todas as horas - Lição 5 - Viver +Quenia Damata
 
O destino final dos mortos
O destino final dos mortosO destino final dos mortos
O destino final dos mortosAilton da Silva
 
05 - O arrebatamento da igreja
05 - O arrebatamento da igreja05 - O arrebatamento da igreja
05 - O arrebatamento da igrejaAilton da Silva
 
Esperando a volta de Jesus
Esperando a volta de JesusEsperando a volta de Jesus
Esperando a volta de JesusAilton da Silva
 
Lição 8 - A grande Tribulação
Lição 8 - A grande TribulaçãoLição 8 - A grande Tribulação
Lição 8 - A grande TribulaçãoAilton da Silva
 
José, a realidade de um sonho
José, a realidade de um sonhoJosé, a realidade de um sonho
José, a realidade de um sonhoAilton da Silva
 
Esteja alerta e vigilante, Jesus voltará
Esteja alerta e vigilante, Jesus voltaráEsteja alerta e vigilante, Jesus voltará
Esteja alerta e vigilante, Jesus voltaráAilton da Silva
 
Lição 9 - a vinda de Jesus em glória
Lição 9 - a vinda de Jesus em glóriaLição 9 - a vinda de Jesus em glória
Lição 9 - a vinda de Jesus em glóriaAilton da Silva
 
Lição 6 - Tribunal de Cristo e os galardões
Lição 6 - Tribunal de Cristo e os galardõesLição 6 - Tribunal de Cristo e os galardões
Lição 6 - Tribunal de Cristo e os galardõesAilton da Silva
 

Destaque (20)

Caim - era do Maligno
Caim - era do MalignoCaim - era do Maligno
Caim - era do Maligno
 
Isaque, o sorriso de uma promessa
Isaque, o sorriso de uma promessaIsaque, o sorriso de uma promessa
Isaque, o sorriso de uma promessa
 
A queda da raça humana
A queda da raça humanaA queda da raça humana
A queda da raça humana
 
A manifestação da Graça da Salvação
A manifestação da Graça da SalvaçãoA manifestação da Graça da Salvação
A manifestação da Graça da Salvação
 
O impiedoso mundo de Lameque
O impiedoso mundo de LamequeO impiedoso mundo de Lameque
O impiedoso mundo de Lameque
 
O impiedoso mundo de Lameque
O impiedoso mundo de LamequeO impiedoso mundo de Lameque
O impiedoso mundo de Lameque
 
Primeiro Bimestre 2012
Primeiro Bimestre 2012Primeiro Bimestre 2012
Primeiro Bimestre 2012
 
O início do governo humano
O início do governo humanoO início do governo humano
O início do governo humano
 
A criação dos céus e da terra
A criação dos céus e da terraA criação dos céus e da terra
A criação dos céus e da terra
 
Históricos II
Históricos IIHistóricos II
Históricos II
 
A bênção e a maldição na família de Noé
A bênção e a maldição na família de NoéA bênção e a maldição na família de Noé
A bênção e a maldição na família de Noé
 
Jônatas, um amigo para todas as horas - Lição 5 - Viver +
Jônatas, um amigo para todas as horas - Lição 5 - Viver +Jônatas, um amigo para todas as horas - Lição 5 - Viver +
Jônatas, um amigo para todas as horas - Lição 5 - Viver +
 
O destino final dos mortos
O destino final dos mortosO destino final dos mortos
O destino final dos mortos
 
05 - O arrebatamento da igreja
05 - O arrebatamento da igreja05 - O arrebatamento da igreja
05 - O arrebatamento da igreja
 
Esperando a volta de Jesus
Esperando a volta de JesusEsperando a volta de Jesus
Esperando a volta de Jesus
 
Lição 8 - A grande Tribulação
Lição 8 - A grande TribulaçãoLição 8 - A grande Tribulação
Lição 8 - A grande Tribulação
 
José, a realidade de um sonho
José, a realidade de um sonhoJosé, a realidade de um sonho
José, a realidade de um sonho
 
Esteja alerta e vigilante, Jesus voltará
Esteja alerta e vigilante, Jesus voltaráEsteja alerta e vigilante, Jesus voltará
Esteja alerta e vigilante, Jesus voltará
 
Lição 9 - a vinda de Jesus em glória
Lição 9 - a vinda de Jesus em glóriaLição 9 - a vinda de Jesus em glória
Lição 9 - a vinda de Jesus em glória
 
Lição 6 - Tribunal de Cristo e os galardões
Lição 6 - Tribunal de Cristo e os galardõesLição 6 - Tribunal de Cristo e os galardões
Lição 6 - Tribunal de Cristo e os galardões
 

Semelhante a A origem da diversidade cultural humana

Lição 9 - O Primeiro Projeto de Globalismo
Lição 9 - O Primeiro Projeto de GlobalismoLição 9 - O Primeiro Projeto de Globalismo
Lição 9 - O Primeiro Projeto de GlobalismoHamilton Souza
 
Licao 9 1 t - 2020 - o primeiro projeto de globalismo pdf
Licao 9   1 t - 2020 - o primeiro projeto de globalismo pdfLicao 9   1 t - 2020 - o primeiro projeto de globalismo pdf
Licao 9 1 t - 2020 - o primeiro projeto de globalismo pdfVilma Longuini
 
Lição 9 - O Primeiro Projeto de Globalismo
Lição 9 - O Primeiro Projeto de GlobalismoLição 9 - O Primeiro Projeto de Globalismo
Lição 9 - O Primeiro Projeto de GlobalismoÉder Tomé
 
Licao 9 1 t - 2020 - o primeiro projeto de globalismo pdf completo
Licao 9   1 t - 2020 - o primeiro projeto de globalismo pdf completoLicao 9   1 t - 2020 - o primeiro projeto de globalismo pdf completo
Licao 9 1 t - 2020 - o primeiro projeto de globalismo pdf completoVilma Longuini
 
Dinâmica da Passagem bíblica
Dinâmica da Passagem bíblicaDinâmica da Passagem bíblica
Dinâmica da Passagem bíblicaRogerio Souza
 
Deus faz o seu nome conhecido
Deus faz o seu nome conhecidoDeus faz o seu nome conhecido
Deus faz o seu nome conhecidoSebastioLoureno3
 
4º trimestre 2015 lição 07 adultos
4º trimestre 2015 lição 07 adultos4º trimestre 2015 lição 07 adultos
4º trimestre 2015 lição 07 adultosJoel Silva
 
4 Genesis 7-13 NM publicar.pptx
4 Genesis 7-13 NM publicar.pptx4 Genesis 7-13 NM publicar.pptx
4 Genesis 7-13 NM publicar.pptxPIB Penha - SP
 
EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 7 a família que sobreviveu a...
EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 7 a família que sobreviveu a...EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 7 a família que sobreviveu a...
EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 7 a família que sobreviveu a...GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
A torre de babel e as mensagens dos três anjos
A torre de babel e as mensagens dos três anjosA torre de babel e as mensagens dos três anjos
A torre de babel e as mensagens dos três anjosDiego Fortunatto
 
2015 4º trimestre adultos lição 07.pptx
2015 4º trimestre adultos lição 07.pptx2015 4º trimestre adultos lição 07.pptx
2015 4º trimestre adultos lição 07.pptxJoel Silva
 
Lição 5 - A evangelização urbana e suas estratégias
Lição 5 - A evangelização urbana e suas estratégiasLição 5 - A evangelização urbana e suas estratégias
Lição 5 - A evangelização urbana e suas estratégiasAilton da Silva
 

Semelhante a A origem da diversidade cultural humana (20)

Lição 9 - O Primeiro Projeto de Globalismo
Lição 9 - O Primeiro Projeto de GlobalismoLição 9 - O Primeiro Projeto de Globalismo
Lição 9 - O Primeiro Projeto de Globalismo
 
Licao 9 1 t - 2020 - o primeiro projeto de globalismo pdf
Licao 9   1 t - 2020 - o primeiro projeto de globalismo pdfLicao 9   1 t - 2020 - o primeiro projeto de globalismo pdf
Licao 9 1 t - 2020 - o primeiro projeto de globalismo pdf
 
Lição 9 - O Primeiro Projeto de Globalismo
Lição 9 - O Primeiro Projeto de GlobalismoLição 9 - O Primeiro Projeto de Globalismo
Lição 9 - O Primeiro Projeto de Globalismo
 
A torre de babel
A torre de babelA torre de babel
A torre de babel
 
Licao 9 1 t - 2020 - o primeiro projeto de globalismo pdf completo
Licao 9   1 t - 2020 - o primeiro projeto de globalismo pdf completoLicao 9   1 t - 2020 - o primeiro projeto de globalismo pdf completo
Licao 9 1 t - 2020 - o primeiro projeto de globalismo pdf completo
 
A Torre de Babel.pptx
A Torre de Babel.pptxA Torre de Babel.pptx
A Torre de Babel.pptx
 
A torre de Babel
A torre de BabelA torre de Babel
A torre de Babel
 
Dinâmica da Passagem bíblica
Dinâmica da Passagem bíblicaDinâmica da Passagem bíblica
Dinâmica da Passagem bíblica
 
Babel uma grande confusão
Babel   uma grande confusãoBabel   uma grande confusão
Babel uma grande confusão
 
Deus faz o seu nome conhecido
Deus faz o seu nome conhecidoDeus faz o seu nome conhecido
Deus faz o seu nome conhecido
 
Sofonias
SofoniasSofonias
Sofonias
 
4º trimestre 2015 lição 07 adultos
4º trimestre 2015 lição 07 adultos4º trimestre 2015 lição 07 adultos
4º trimestre 2015 lição 07 adultos
 
Projeto um grande motivador do homem
Projeto um grande motivador do homemProjeto um grande motivador do homem
Projeto um grande motivador do homem
 
4 Genesis 7-13 NM publicar.pptx
4 Genesis 7-13 NM publicar.pptx4 Genesis 7-13 NM publicar.pptx
4 Genesis 7-13 NM publicar.pptx
 
EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 7 a família que sobreviveu a...
EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 7 a família que sobreviveu a...EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 7 a família que sobreviveu a...
EBD CPAD Lições bíblicas 4° trimestre 2015 lição 7 a família que sobreviveu a...
 
A torre de babel e as mensagens dos três anjos
A torre de babel e as mensagens dos três anjosA torre de babel e as mensagens dos três anjos
A torre de babel e as mensagens dos três anjos
 
2015 4º trimestre adultos lição 07.pptx
2015 4º trimestre adultos lição 07.pptx2015 4º trimestre adultos lição 07.pptx
2015 4º trimestre adultos lição 07.pptx
 
Lição 5 - A evangelização urbana e suas estratégias
Lição 5 - A evangelização urbana e suas estratégiasLição 5 - A evangelização urbana e suas estratégias
Lição 5 - A evangelização urbana e suas estratégias
 
Lição 7 o diluvio
Lição 7 o diluvioLição 7 o diluvio
Lição 7 o diluvio
 
Introducao aos Estudos da Tradução
Introducao aos Estudos da TraduçãoIntroducao aos Estudos da Tradução
Introducao aos Estudos da Tradução
 

Mais de Ailton da Silva

Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de AbraãoLição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de AbraãoAilton da Silva
 
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do simLição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do simAilton da Silva
 
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelaçãoLição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelaçãoAilton da Silva
 
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem LevíticaLição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem LevíticaAilton da Silva
 
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de DeusLição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de DeusAilton da Silva
 
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a MoisésLição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a MoisésAilton da Silva
 
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosaLição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosaAilton da Silva
 
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de CristoAilton da Silva
 
Lição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em CristoLição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em CristoAilton da Silva
 
Lição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na féLição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na féAilton da Silva
 
Lição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por DeusLição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por DeusAilton da Silva
 
Lição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvaçãoLição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvaçãoAilton da Silva
 
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvaçãoLição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvaçãoAilton da Silva
 
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrioLição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrioAilton da Silva
 
Lição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela GraçaLição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela GraçaAilton da Silva
 
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoLição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoAilton da Silva
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoAilton da Silva
 
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de CristoLição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de CristoAilton da Silva
 
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimentoLição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimentoAilton da Silva
 
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a DeusLição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a DeusAilton da Silva
 

Mais de Ailton da Silva (20)

Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de AbraãoLição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
 
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do simLição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
 
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelaçãoLição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
 
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem LevíticaLição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
 
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de DeusLição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
 
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a MoisésLição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
 
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosaLição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
 
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
 
Lição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em CristoLição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em Cristo
 
Lição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na féLição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na fé
 
Lição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por DeusLição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por Deus
 
Lição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvaçãoLição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvação
 
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvaçãoLição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
 
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrioLição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
 
Lição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela GraçaLição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela Graça
 
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoLição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
 
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de CristoLição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de Cristo
 
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimentoLição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
 
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a DeusLição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
 

Último

Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfpaulafernandes540558
 
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mentalADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mentalSilvana Silva
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfAnaGonalves804156
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 

Último (20)

Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
 
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mentalADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 

A origem da diversidade cultural humana

  • 2. “[...] Eis que o povo é um, e todos têm uma mesma língua; e isto é o que começam a fazer; e, agora, não haverá restrição para tudo o que eles intentarem fazer” (Gn 11.6). TEXTO ÁUREO ailtonsilva2000.blogspot.com.br Presidente Prudente (SP) Brasil
  • 3. Apesar da multiplicidade de línguas e dialetos, decorrente da confusão de Babel, o Evangelho de Cristo pode ser perfeitamente entendido em todos os idiomas e culturas. VERDADE PRÁTICA ailtonsilva2000.blogspot.com.br Presidente Prudente (SP) Brasil
  • 4. 1 – E era toda a terra de uma mesma língua e de uma mesma fala. ngua e de uma mesma fala. 2 – E aconteceu que, partindo eles do oriente, acharam um vale na terra de Sinar; e habitaram ali. 3 – E disseram uns aos outros: Eia, façamos tijolos e queimemo-los bem. E foi-lhes o tijolo por pedra, e o betume por cal. 4 – E disseram: Eia, edifiquemos nós uma cidade e uma torre cujo cume toque nos céus, e façamo-nos um nome, para que não sejamos espalhados sobre a face de toda a terra. 5 – Então desceu o SENHOR para ver a cidade e a torre que os filhos dos homens edificavam; LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Gn 11.1-9 ailtonsilva2000.blogspot.com.br Presidente Prudente (SP) Brasil
  • 5. 6 – E o SENHOR disse: Eis que o povo é um, e todos têm uma mesma língua; e isto é o que começam a fazer; e agora, não haverá restrição para tudo o que eles intentarem fazer. 7 – Eia, desçamos e confundamos ali a sua língua, para que não entenda um a língua do outro. 8 – Assim o SENHOR os espalhou dali sobre a face de toda a terra; e cessaram de edificar a cidade. 9 – Por isso se chamou o seu nome Babel, porquanto ali confundiu o SENHOR a língua de toda a terra, e dali os espalhou o SENHOR sobre a face de toda a terra. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Gn 11.1-9 ailtonsilva2000.blogspot.com.br Presidente Prudente (SP) Brasil
  • 6. • Monolinguismo: facilitou a depravação da humanidade; • No mundo primitivo não existiam fronteiras culturais; • Os descendentes de Noé se recusaram a povoar a Terra? • Eles temeram por um novo dilúvio? • Qual foi realmente a intenção dos construtores da Torre? • Chegar perto do céu ou se afastar da Terra? • A arca foi construída sob as ordens de Deus; • Mas a torre foi construída sob ordens dos homens INTRODUÇÃO ailtonsilva2000.blogspot.com.br Presidente Prudente (SP) Brasil
  • 7. 1. O MONOLÍNGUISMO. • Toda a humanidade falava a mesma língua; • A diversidade cultural impede a proliferação do mal? • Sem e Jafé não puderam impedir a apostasia de Cam. 2. UMA NOVA APOSTASIA. • Monolinguismo disseminava conhecimento e apostasia; • Revolta e medo, a situação ficou incontrolável; • Idolatria: eu engano e vocês constroem o meu NOME”. 3. UM MONUMENTO À SOBERBA HUMANA. • Deus havia garantido que não haveria outros dilúvios; • “A língua faz a força” – mesma língua, mesmo objetivos; • O NOME de alguém acabaria gravado na placa da Torre. I – TORRE DE BABEL ailtonsilva2000.blogspot.com.br Presidente Prudente (SP) Brasil
  • 8. 1. UMA CIDADE À PROVA D’ÁGUA. • A engenharia da época era avançadíssima; • Uma fortaleza seria construída por homens enganados; • O objetivo era construir uma cidade à prova de dilúvios. 2. A TORRE QUE DEUS NÃO VIU. • Para os homens a torre era alta, mas para Deus não era; • A torre era alta? Mas Deus teve que abaixar para vê-la; • Assim são os projetos firmados na vaidade humana. 3. QUANDO NINGUÉM MAIS SE ENTENDE. • Escaparam da morte, mas não da confusão de línguas; • Multilinguismo: não havia tradutores na época; • A língua que separou foi a mesma que os uniu. II – A CONFUSÃO DE LÍNGUAS ailtonsilva2000.blogspot.com.br Presidente Prudente (SP) Brasil
  • 9. 1. LÍNGUÍSTICAS. • As várias línguas fez surgir a noção de nacionalidade; • Os gregos tentaram desfazer o que Deus fez em Babel; • Línguas: não AJUNTE o homem o que Deus SEPAROU. 2. CULTURAIS. • A diversidade linguistica trouxe a diversidade cultural; • Esta diversidade impede um Estado totalitário mundial; • O Anticristo não se intimidará diante desta diversidade. 3. GEOGRÁFICAS. • Cada país tem o seu território e cultura; • Além da cultura, existem também fronteiras naturais; • Realmente Deus sabe o que faz. III – A MULTIPLICIDADE LINGUÍSTICA E CULTURAL ailtonsilva2000.blogspot.com.br Presidente Prudente (SP) Brasil
  • 10. • Pela fé entendemos que os mundos foram criados; • Pelo erro do homem entendemos que foram divididos; • A diversidade em Babel não impediu o Evangelho; • A Palavra de Deus encontra-se em várias línguas; • O que parecia maldição se tornou uma bênção; • Babel x Atos 2: línguas repartidas – objetos diferentes. CONCLUSÃO ailtonsilva2000.blogspot.com.br Presidente Prudente (SP) Brasil Contato: ailtonsilva2000@gmail.com ailtonsilva2000.blogspot.com.br Presidente Prudente (SP) – 4º trim. 2015