SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Baixar para ler offline
CIRURGIA PEDIÁTRICACIRURGIA PEDIÁTRICA
NEONATALNEONATAL
Clínica Cirúrgica – INTERNATO – I2
Medicina – UNIC
Cuiabá/MT - 2017
AILLYN FERNANDA BIANCHI
CIRURGIA PEDIÁTRICA DE URGÊNCIACIRURGIA PEDIÁTRICA DE URGÊNCIA
CIRURGIA PEDIÁTRICA AMBULATORIALCIRURGIA PEDIÁTRICA AMBULATORIAL
CIRURGIA PEDIÁTRICA NEONATALCIRURGIA PEDIÁTRICA NEONATAL
Clínica Cirúrgica – I2Clínica Cirúrgica – I2
GASTROSQUISEGASTROSQUISE
ONFALOCELEONFALOCELE
HÉRNIA UMBILICALHÉRNIA UMBILICAL
ATRESIA DE ESÔFAGOATRESIA DE ESÔFAGO
ANOMALIAS DA PAREDEANOMALIAS DA PAREDE
ABDOMINALABDOMINAL
 São defeitos congênitos da parede abdominal.
 Há exteriorização de alças e vísceras intestinais
 Quanto maior o defeito abdominal, pior o prognóstico.
 As malformações e anomalias cromossômicas estão
mais associadas a onfaloceleonfalocele.
 Premauridade é mais frequente na gastrosquisegastrosquise.
 O diagnóstico pré-natal é feito pelo USG fetal.
ONFALOCELE E GASTROSQUISEONFALOCELE E GASTROSQUISE
GASTROSQUISEGASTROSQUISE
 CAUSA: Fenômeno teratogênico decorrente da rotura precoce
da somatopleura para-umbilical.
 O defeito é menor que o da onfalocele e localiza-se à D do
cordão umbilical.
 Não possui membranas recobrindo as vísceras  vísceras
expostas ao nascimento.
 Há edema e espessamento das alças intestinais provocados
pelo contato prolongado das alças com o líquido amniótico.
USG FETAL:USG FETAL: presença de alças soltas, boiando livremente
no LA.
GASTROSQUISEGASTROSQUISE
 CAUSA: Ausência de retorno das vísceras à cavidade abdominal ++
rotação incompleta do intestino ++ ausencia de fixação mesenterial.
 A membrana que envolve o cordão umbilical recobre as vísceras
exteriorizadas. (âmnio + peritônio parietal)
ONFALOCELEONFALOCELE
4 grupos de malformações associadas mais frequentes:
- Sd da linha média (fissura vésico-intestinal + atresia cólica + extrofia de bexiga + ânus
imperfurado + defeitos na coluna sacral)
- Sd de Cantrell (defeitos do esterno + diafragma + pericárdio + malformações cardíacas)
- Sd de Becwith-Wiedemann (defeitos da região umbilical + macroglossia + gigantismo +
hiperinsulinemia)
- Trissomias 13-15 e 16-18.
ONFALOCELEONFALOCELE
Maksoud, J, G. Cirurgia Pediátrica. Ed: Revinter. 2ª ed.
ONFALOCELEONFALOCELE
USG FETAL:USG FETAL:
•As onfaloceles intactas são identificadas pela presença do saco
herniário e pela eventual presença do fígado extra-abdominal.
•As onfalocelesonfaloceles rotas intra-útero são geralmente indistinguíveis
das gastrosquises.
ONFALOCELE GASTROSQUISE
ONFALOCELEONFALOCELE XX
GASTROSQUISEGASTROSQUISE
Costa, E.C. Médico Cirurgião Pediátrico. Mestrando em Cirurgia pela UFRGS. Scielo.
TRATAMENTOTRATAMENTO
 Fechamento primário  ideal para pequenos defeitospequenos defeitos.
 Grandes defeitosGrandes defeitos  maior desproporção conteúdo/continente 
alterações hemodinâmicas e respiratórias intensas (hipertensão abdominal
+ compressão da V. cava + dificuldade de retorno venoso + compressão do
diafragma + compressão das alças).
 A evolução históricaevolução histórica do tratamento cirúrgicotratamento cirúrgico tanto da onfaloceleonfalocele quanto da
gastrosquisegastrosquise se equivalem, e se acompanham de acordo com os
progressos na nutrição parenteral e melhorias nos cuidados pré e pós op.
ALLEN E WERENN, 1969ALLEN E WERENN, 1969  colocação de uma prótese de silicone recobrindo
as alças intestinais sob a forma de cilindro o qual é progressivamente
comprimido para reduzir as vísceras para dentro da cavidade abdominal. A
redução é obtida ordenhando-se o conteúdo intestinal em direção a cavidade
abdominal.
TRATAMENTOTRATAMENTO
TRATAMENTO
CIRÚRGICO
ATUAL
A) Tratamento Estadiado
B) Fechamento Primário
Nas onfalocelesonfaloceles e gastrosquisesgastrosquises o principal fator de mortalidade pós-op é a
desproporção víscero-abdominal  aumento da pressão intra-abdominal 
isquemias visceral e renal.
TRATAMENTOTRATAMENTO
ONFALOCELEONFALOCELE
Maksoud, J, G. Cirurgia Pediátrica. Ed: Revinter. 2ª ed.
TRATAMENTOTRATAMENTO
TRATAMENTOTRATAMENTO
ONFALOCELEONFALOCELE
Maksoud, J, G. Cirurgia Pediátrica. Ed: Revinter. 2ª ed.
TRATAMENTOTRATAMENTO
GASTROSQUISEGASTROSQUISE
Maksoud, J, G. Cirurgia Pediátrica. Ed: Revinter. 2ª ed.
TRATAMENTOTRATAMENTO
GASTROSQUISEGASTROSQUISE
Maksoud, J, G. Cirurgia Pediátrica. Ed: Revinter. 2ª ed.
 MAKSOUD, J, G. Cirurgia Pediátrica. Ed: Revinter. Vol.2, 2ª ed.
 MARGOTTO, PAULO. Assistência ao Recém-Nascido de Risco. 3ª Edição.
 MOREIRA, L., LOPES, J.M. O recém-nascido de alto risco: teoria e prática
do cuidar. Rio de Janeiro, 2004. Editora: FIOCRUZ. 564 p. ISBN 85-7541-
054-7.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICASREFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
Obrigada!Obrigada!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Colecistectomia
ColecistectomiaColecistectomia
Colecistectomia
 
Apendicite aguda
Apendicite agudaApendicite aguda
Apendicite aguda
 
Cirrose Hepática - Compreendendo e Prevenindo
Cirrose Hepática - Compreendendo e PrevenindoCirrose Hepática - Compreendendo e Prevenindo
Cirrose Hepática - Compreendendo e Prevenindo
 
Cirurgias gástricas
Cirurgias gástricasCirurgias gástricas
Cirurgias gástricas
 
Manejo Clínico da Gastrosquise
Manejo Clínico da GastrosquiseManejo Clínico da Gastrosquise
Manejo Clínico da Gastrosquise
 
Anomalias anorretais
Anomalias anorretaisAnomalias anorretais
Anomalias anorretais
 
Distocias e partograma
Distocias e partograma Distocias e partograma
Distocias e partograma
 
Abdome agudo
Abdome agudoAbdome agudo
Abdome agudo
 
Obstrucao intestinal aula
Obstrucao intestinal aulaObstrucao intestinal aula
Obstrucao intestinal aula
 
Avaliação pré operatória
Avaliação pré operatóriaAvaliação pré operatória
Avaliação pré operatória
 
Cirurgia toracica
Cirurgia toracicaCirurgia toracica
Cirurgia toracica
 
Choque
Choque Choque
Choque
 
Laparotomia Pré Trans e Pós !
Laparotomia Pré Trans e Pós !Laparotomia Pré Trans e Pós !
Laparotomia Pré Trans e Pós !
 
Ostomias
OstomiasOstomias
Ostomias
 
Dor torácica
Dor torácicaDor torácica
Dor torácica
 
Abdome agudo
Abdome agudoAbdome agudo
Abdome agudo
 
Gastrectomia
GastrectomiaGastrectomia
Gastrectomia
 
Manejo Conservador do Prolapso Genital
Manejo Conservador do Prolapso GenitalManejo Conservador do Prolapso Genital
Manejo Conservador do Prolapso Genital
 
Ultrassom - emergências em ginecologia e obstetrícia
Ultrassom  - emergências em ginecologia e obstetríciaUltrassom  - emergências em ginecologia e obstetrícia
Ultrassom - emergências em ginecologia e obstetrícia
 
Folder gastrosquise
Folder gastrosquiseFolder gastrosquise
Folder gastrosquise
 

Destaque

Aula - defeitos da parede abdominal no recém-nascido
Aula - defeitos da parede abdominal no recém-nascidoAula - defeitos da parede abdominal no recém-nascido
Aula - defeitos da parede abdominal no recém-nascidoFACULDADE DE MEDICINA DA UFMG
 
Gastrosquise - relato de dois casos
Gastrosquise - relato de dois casosGastrosquise - relato de dois casos
Gastrosquise - relato de dois casosMonica Carneiro
 
Embriologia da parede abdominal
Embriologia da parede abdominalEmbriologia da parede abdominal
Embriologia da parede abdominalLucas Tomazelli
 
Revista sogesp 108 pag 12-13 nova
Revista sogesp 108 pag 12-13 novaRevista sogesp 108 pag 12-13 nova
Revista sogesp 108 pag 12-13 novavencendoamielo
 
Puericultura
PuericulturaPuericultura
PuericulturaUTPL UTPL
 
Hidrocefalia
HidrocefaliaHidrocefalia
HidrocefaliaLenin Ro
 
Deficiência motora espinha bífida
Deficiência motora espinha bífidaDeficiência motora espinha bífida
Deficiência motora espinha bífidacordeiroana
 

Destaque (20)

Aula - defeitos da parede abdominal no recém-nascido
Aula - defeitos da parede abdominal no recém-nascidoAula - defeitos da parede abdominal no recém-nascido
Aula - defeitos da parede abdominal no recém-nascido
 
Prevalência de pacientes tabagistas em uso de psicotrópicos
Prevalência de pacientes tabagistas em uso de psicotrópicosPrevalência de pacientes tabagistas em uso de psicotrópicos
Prevalência de pacientes tabagistas em uso de psicotrópicos
 
Gastrosquise - relato de dois casos
Gastrosquise - relato de dois casosGastrosquise - relato de dois casos
Gastrosquise - relato de dois casos
 
Hidrocefalia
HidrocefaliaHidrocefalia
Hidrocefalia
 
Embriologia da parede abdominal
Embriologia da parede abdominalEmbriologia da parede abdominal
Embriologia da parede abdominal
 
ESPINHA BIFIDA
ESPINHA BIFIDAESPINHA BIFIDA
ESPINHA BIFIDA
 
Aneurisma de Aorta
Aneurisma de AortaAneurisma de Aorta
Aneurisma de Aorta
 
Revista sogesp 108 pag 12-13 nova
Revista sogesp 108 pag 12-13 novaRevista sogesp 108 pag 12-13 nova
Revista sogesp 108 pag 12-13 nova
 
Cirurgia mielomeningocele fetal
Cirurgia mielomeningocele fetalCirurgia mielomeningocele fetal
Cirurgia mielomeningocele fetal
 
Puericultura
PuericulturaPuericultura
Puericultura
 
Hidrocefalia congênita
Hidrocefalia congênitaHidrocefalia congênita
Hidrocefalia congênita
 
Ácido Fólico
Ácido FólicoÁcido Fólico
Ácido Fólico
 
Hidrocefalia
HidrocefaliaHidrocefalia
Hidrocefalia
 
Hidrocefalia
HidrocefaliaHidrocefalia
Hidrocefalia
 
Aula de mielomeningocele
Aula de mielomeningoceleAula de mielomeningocele
Aula de mielomeningocele
 
Mielomeningocele
MielomeningoceleMielomeningocele
Mielomeningocele
 
Mielomeningocele
MielomeningoceleMielomeningocele
Mielomeningocele
 
Espina bifida 1
Espina bifida 1Espina bifida 1
Espina bifida 1
 
Deficiência motora espinha bífida
Deficiência motora espinha bífidaDeficiência motora espinha bífida
Deficiência motora espinha bífida
 
Trauma Cranioencefálico - Urgência & Emergência
Trauma Cranioencefálico - Urgência & EmergênciaTrauma Cranioencefálico - Urgência & Emergência
Trauma Cranioencefálico - Urgência & Emergência
 

Semelhante a Pediat Cirurgia Neonatal

root,+10.+Adenocarcinoma+de+cólon+apresentando-se+como+hérnia.pdf
root,+10.+Adenocarcinoma+de+cólon+apresentando-se+como+hérnia.pdfroot,+10.+Adenocarcinoma+de+cólon+apresentando-se+como+hérnia.pdf
root,+10.+Adenocarcinoma+de+cólon+apresentando-se+como+hérnia.pdffelipecaetano47
 
Surgical Anatomy of Groin for Hernia repair surgery
Surgical Anatomy of Groin for Hernia repair surgerySurgical Anatomy of Groin for Hernia repair surgery
Surgical Anatomy of Groin for Hernia repair surgeryOzimo Gama
 
Patologias abdominais
Patologias abdominaisPatologias abdominais
Patologias abdominaisDébora Souto
 
tipo de Hernias
tipo de Hernias tipo de Hernias
tipo de Hernias Caike Pinho
 
Aula endoscopia - Atualidade
Aula endoscopia - AtualidadeAula endoscopia - Atualidade
Aula endoscopia - AtualidadeVictorAndrade121
 
Fisiologia Humana - Obstrução Intestinal
Fisiologia Humana - Obstrução IntestinalFisiologia Humana - Obstrução Intestinal
Fisiologia Humana - Obstrução IntestinalValdeci Alves Barboza
 
Cirurgia do câncer pancreático
Cirurgia do câncer pancreáticoCirurgia do câncer pancreático
Cirurgia do câncer pancreáticofedericoestudio
 
Cirurgia pediátrica completa
Cirurgia pediátrica   completaCirurgia pediátrica   completa
Cirurgia pediátrica completaJucie Vasconcelos
 
Apresentacao urgencias e_emergencias_odontologia
Apresentacao urgencias e_emergencias_odontologiaApresentacao urgencias e_emergencias_odontologia
Apresentacao urgencias e_emergencias_odontologiaLucas Stolfo Maculan
 
Apresentacao urgencias e_emergencias_odontologia
Apresentacao urgencias e_emergencias_odontologiaApresentacao urgencias e_emergencias_odontologia
Apresentacao urgencias e_emergencias_odontologiadoriene vieira
 
Apresentacao urgencias e_emergencias_odontologia
Apresentacao urgencias e_emergencias_odontologiaApresentacao urgencias e_emergencias_odontologia
Apresentacao urgencias e_emergencias_odontologiaLucas Stolfo Maculan
 
Assistência de Enfermagem em Cirurgias via Biliares e Pâncreas
Assistência de Enfermagem em Cirurgias via Biliares e PâncreasAssistência de Enfermagem em Cirurgias via Biliares e Pâncreas
Assistência de Enfermagem em Cirurgias via Biliares e PâncreasBruno Cavalcante Costa
 
Perfuração Esofágica
Perfuração EsofágicaPerfuração Esofágica
Perfuração EsofágicaDiego Medina
 

Semelhante a Pediat Cirurgia Neonatal (20)

root,+10.+Adenocarcinoma+de+cólon+apresentando-se+como+hérnia.pdf
root,+10.+Adenocarcinoma+de+cólon+apresentando-se+como+hérnia.pdfroot,+10.+Adenocarcinoma+de+cólon+apresentando-se+como+hérnia.pdf
root,+10.+Adenocarcinoma+de+cólon+apresentando-se+como+hérnia.pdf
 
Surgical Anatomy of Groin for Hernia repair surgery
Surgical Anatomy of Groin for Hernia repair surgerySurgical Anatomy of Groin for Hernia repair surgery
Surgical Anatomy of Groin for Hernia repair surgery
 
Patologias abdominais
Patologias abdominaisPatologias abdominais
Patologias abdominais
 
tipo de Hernias
tipo de Hernias tipo de Hernias
tipo de Hernias
 
Endo 2018 1
Endo 2018 1Endo 2018 1
Endo 2018 1
 
Aula endoscopia - Atualidade
Aula endoscopia - AtualidadeAula endoscopia - Atualidade
Aula endoscopia - Atualidade
 
Fisiologia Humana - Obstrução Intestinal
Fisiologia Humana - Obstrução IntestinalFisiologia Humana - Obstrução Intestinal
Fisiologia Humana - Obstrução Intestinal
 
Procedimentos
ProcedimentosProcedimentos
Procedimentos
 
Hernia De Spiegel
Hernia De SpiegelHernia De Spiegel
Hernia De Spiegel
 
atresia esofgica
atresia esofgicaatresia esofgica
atresia esofgica
 
7 abdomen agudo
7 abdomen agudo7 abdomen agudo
7 abdomen agudo
 
Apendicite
Apendicite Apendicite
Apendicite
 
Cirurgia do câncer pancreático
Cirurgia do câncer pancreáticoCirurgia do câncer pancreático
Cirurgia do câncer pancreático
 
Cirurgia pediátrica completa
Cirurgia pediátrica   completaCirurgia pediátrica   completa
Cirurgia pediátrica completa
 
Apresentacao urgencias e_emergencias_odontologia
Apresentacao urgencias e_emergencias_odontologiaApresentacao urgencias e_emergencias_odontologia
Apresentacao urgencias e_emergencias_odontologia
 
Apresentacao urgencias e_emergencias_odontologia
Apresentacao urgencias e_emergencias_odontologiaApresentacao urgencias e_emergencias_odontologia
Apresentacao urgencias e_emergencias_odontologia
 
Apresentacao urgencias e_emergencias_odontologia
Apresentacao urgencias e_emergencias_odontologiaApresentacao urgencias e_emergencias_odontologia
Apresentacao urgencias e_emergencias_odontologia
 
Assistência de Enfermagem em Cirurgias via Biliares e Pâncreas
Assistência de Enfermagem em Cirurgias via Biliares e PâncreasAssistência de Enfermagem em Cirurgias via Biliares e Pâncreas
Assistência de Enfermagem em Cirurgias via Biliares e Pâncreas
 
Cirurgia
CirurgiaCirurgia
Cirurgia
 
Perfuração Esofágica
Perfuração EsofágicaPerfuração Esofágica
Perfuração Esofágica
 

Mais de Aillyn F. Bianchi, Faculdade de Medicina - UNIC

Mais de Aillyn F. Bianchi, Faculdade de Medicina - UNIC (16)

Pé Diabético
Pé DiabéticoPé Diabético
Pé Diabético
 
Pré e Pós Operatório em Cirurgia
Pré e Pós Operatório em CirurgiaPré e Pós Operatório em Cirurgia
Pré e Pós Operatório em Cirurgia
 
Resposta Orgânica ao Trauma
Resposta Orgânica ao TraumaResposta Orgânica ao Trauma
Resposta Orgânica ao Trauma
 
Nutrição em Cirurgia
Nutrição em CirurgiaNutrição em Cirurgia
Nutrição em Cirurgia
 
Meningite e Interpretação do LCR
Meningite e Interpretação do LCRMeningite e Interpretação do LCR
Meningite e Interpretação do LCR
 
Hipertensão Portal
Hipertensão PortalHipertensão Portal
Hipertensão Portal
 
TOC - Transtorno Obsessivo Compulsivo
TOC - Transtorno Obsessivo CompulsivoTOC - Transtorno Obsessivo Compulsivo
TOC - Transtorno Obsessivo Compulsivo
 
Obstrução Arterial Aguda
Obstrução Arterial AgudaObstrução Arterial Aguda
Obstrução Arterial Aguda
 
Síndrome de Down
Síndrome de Down   Síndrome de Down
Síndrome de Down
 
Vigilância sanitária: Proteção e Defesa da Saúde
Vigilância sanitária: Proteção e Defesa da SaúdeVigilância sanitária: Proteção e Defesa da Saúde
Vigilância sanitária: Proteção e Defesa da Saúde
 
Osteoartrose Na Terceira Idade
Osteoartrose Na Terceira IdadeOsteoartrose Na Terceira Idade
Osteoartrose Na Terceira Idade
 
Antiparkinsonianos e Anestésicos Gerais
Antiparkinsonianos e Anestésicos GeraisAntiparkinsonianos e Anestésicos Gerais
Antiparkinsonianos e Anestésicos Gerais
 
Esclerodermia - Clínica Médica
Esclerodermia - Clínica MédicaEsclerodermia - Clínica Médica
Esclerodermia - Clínica Médica
 
A oferta de serviços
A oferta de serviços    A oferta de serviços
A oferta de serviços
 
Doença Ulcerosa Péptica
Doença Ulcerosa PépticaDoença Ulcerosa Péptica
Doença Ulcerosa Péptica
 
Pancreatite Aguda - Clínica Cirúrgica
Pancreatite Aguda - Clínica CirúrgicaPancreatite Aguda - Clínica Cirúrgica
Pancreatite Aguda - Clínica Cirúrgica
 

Pediat Cirurgia Neonatal

  • 1. CIRURGIA PEDIÁTRICACIRURGIA PEDIÁTRICA NEONATALNEONATAL Clínica Cirúrgica – INTERNATO – I2 Medicina – UNIC Cuiabá/MT - 2017 AILLYN FERNANDA BIANCHI
  • 2. CIRURGIA PEDIÁTRICA DE URGÊNCIACIRURGIA PEDIÁTRICA DE URGÊNCIA CIRURGIA PEDIÁTRICA AMBULATORIALCIRURGIA PEDIÁTRICA AMBULATORIAL CIRURGIA PEDIÁTRICA NEONATALCIRURGIA PEDIÁTRICA NEONATAL Clínica Cirúrgica – I2Clínica Cirúrgica – I2
  • 3. GASTROSQUISEGASTROSQUISE ONFALOCELEONFALOCELE HÉRNIA UMBILICALHÉRNIA UMBILICAL ATRESIA DE ESÔFAGOATRESIA DE ESÔFAGO ANOMALIAS DA PAREDEANOMALIAS DA PAREDE ABDOMINALABDOMINAL
  • 4.  São defeitos congênitos da parede abdominal.  Há exteriorização de alças e vísceras intestinais  Quanto maior o defeito abdominal, pior o prognóstico.  As malformações e anomalias cromossômicas estão mais associadas a onfaloceleonfalocele.  Premauridade é mais frequente na gastrosquisegastrosquise.  O diagnóstico pré-natal é feito pelo USG fetal. ONFALOCELE E GASTROSQUISEONFALOCELE E GASTROSQUISE
  • 5. GASTROSQUISEGASTROSQUISE  CAUSA: Fenômeno teratogênico decorrente da rotura precoce da somatopleura para-umbilical.  O defeito é menor que o da onfalocele e localiza-se à D do cordão umbilical.  Não possui membranas recobrindo as vísceras  vísceras expostas ao nascimento.  Há edema e espessamento das alças intestinais provocados pelo contato prolongado das alças com o líquido amniótico. USG FETAL:USG FETAL: presença de alças soltas, boiando livremente no LA.
  • 7.  CAUSA: Ausência de retorno das vísceras à cavidade abdominal ++ rotação incompleta do intestino ++ ausencia de fixação mesenterial.  A membrana que envolve o cordão umbilical recobre as vísceras exteriorizadas. (âmnio + peritônio parietal) ONFALOCELEONFALOCELE 4 grupos de malformações associadas mais frequentes: - Sd da linha média (fissura vésico-intestinal + atresia cólica + extrofia de bexiga + ânus imperfurado + defeitos na coluna sacral) - Sd de Cantrell (defeitos do esterno + diafragma + pericárdio + malformações cardíacas) - Sd de Becwith-Wiedemann (defeitos da região umbilical + macroglossia + gigantismo + hiperinsulinemia) - Trissomias 13-15 e 16-18.
  • 8. ONFALOCELEONFALOCELE Maksoud, J, G. Cirurgia Pediátrica. Ed: Revinter. 2ª ed.
  • 9. ONFALOCELEONFALOCELE USG FETAL:USG FETAL: •As onfaloceles intactas são identificadas pela presença do saco herniário e pela eventual presença do fígado extra-abdominal. •As onfalocelesonfaloceles rotas intra-útero são geralmente indistinguíveis das gastrosquises. ONFALOCELE GASTROSQUISE
  • 10. ONFALOCELEONFALOCELE XX GASTROSQUISEGASTROSQUISE Costa, E.C. Médico Cirurgião Pediátrico. Mestrando em Cirurgia pela UFRGS. Scielo.
  • 11. TRATAMENTOTRATAMENTO  Fechamento primário  ideal para pequenos defeitospequenos defeitos.  Grandes defeitosGrandes defeitos  maior desproporção conteúdo/continente  alterações hemodinâmicas e respiratórias intensas (hipertensão abdominal + compressão da V. cava + dificuldade de retorno venoso + compressão do diafragma + compressão das alças).  A evolução históricaevolução histórica do tratamento cirúrgicotratamento cirúrgico tanto da onfaloceleonfalocele quanto da gastrosquisegastrosquise se equivalem, e se acompanham de acordo com os progressos na nutrição parenteral e melhorias nos cuidados pré e pós op. ALLEN E WERENN, 1969ALLEN E WERENN, 1969  colocação de uma prótese de silicone recobrindo as alças intestinais sob a forma de cilindro o qual é progressivamente comprimido para reduzir as vísceras para dentro da cavidade abdominal. A redução é obtida ordenhando-se o conteúdo intestinal em direção a cavidade abdominal.
  • 12. TRATAMENTOTRATAMENTO TRATAMENTO CIRÚRGICO ATUAL A) Tratamento Estadiado B) Fechamento Primário Nas onfalocelesonfaloceles e gastrosquisesgastrosquises o principal fator de mortalidade pós-op é a desproporção víscero-abdominal  aumento da pressão intra-abdominal  isquemias visceral e renal.
  • 13. TRATAMENTOTRATAMENTO ONFALOCELEONFALOCELE Maksoud, J, G. Cirurgia Pediátrica. Ed: Revinter. 2ª ed.
  • 15. TRATAMENTOTRATAMENTO ONFALOCELEONFALOCELE Maksoud, J, G. Cirurgia Pediátrica. Ed: Revinter. 2ª ed.
  • 16. TRATAMENTOTRATAMENTO GASTROSQUISEGASTROSQUISE Maksoud, J, G. Cirurgia Pediátrica. Ed: Revinter. 2ª ed.
  • 17. TRATAMENTOTRATAMENTO GASTROSQUISEGASTROSQUISE Maksoud, J, G. Cirurgia Pediátrica. Ed: Revinter. 2ª ed.
  • 18.  MAKSOUD, J, G. Cirurgia Pediátrica. Ed: Revinter. Vol.2, 2ª ed.  MARGOTTO, PAULO. Assistência ao Recém-Nascido de Risco. 3ª Edição.  MOREIRA, L., LOPES, J.M. O recém-nascido de alto risco: teoria e prática do cuidar. Rio de Janeiro, 2004. Editora: FIOCRUZ. 564 p. ISBN 85-7541- 054-7. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICASREFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS