A história da gata borralheira

3.461 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.461
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A história da gata borralheira

  1. 1. A HISTÓRIA DA GATA BORRALHEIRA<br />Sophiade Mello Breyner Andresen<br />
  2. 2. O TEMPO<br />O Tempo é uma das Categorias da Narrativa com mais relevo. Estabelece a duração da acção e marca a sucessão cronológica dos acontecimentos. No entanto, é necessário distinguir o tempo da história do tempo do discurso.<br />
  3. 3. O TEMPO<br />O Tempo da História é a sucessão dos acontecimentos por ordem cronológica, ou seja, a ordem real dos acontecimentos.<br />A<br />B<br />C<br />D<br />E<br />
  4. 4. O TEMPO<br />O Tempo do discurso nem sempre respeita o tempo da história, ou seja, os acontecimentos nem sempre são relatados pela ordem de sucessão.<br />A<br />B<br />C<br />D<br />E<br />
  5. 5. O TEMPO<br />Quando ocorre esta alteração da ordem dos acontecimentos, há uma organização do tempo do discurso através de vários recurso:<br />Analepse, Prolepse, Resumo e Elipse.<br />
  6. 6. O TEMPO<br />Analepse – é um recuo ao passado para relatar acontecimentos anteriores ao presente da acção.<br />Exemplo:”Oito dias antes, a madrinha tinha aparecido em casa de Lúcia.”<br />
  7. 7. O TEMPO<br />Prolepse – é um avanço no tempo para antecipar acontecimentos futuros.<br />
  8. 8. O TEMPO<br />Resumo – é um sumário da história que provoca uma redução do tempo do discurso.<br />Exemplo:”Daí a dias Lúcia foi viver com a tia.”<br />
  9. 9. O TEMPO<br />Elipse – é um supressão de intervalos temporais relativamente alargados.<br />Exemplo:”E assim Passaram vinte anos.”<br />
  10. 10. O TEMPO<br />OTempo psicológicoé um tempo vivenciado subjectivamente pela personagem.<br />
  11. 11. O Espaço<br />O Espaço de uma narrativa não se refere só ao lugar físico onde decorre a acção, mas também ao ambiente social e cultural onde se inserem as personagens.<br />
  12. 12. O Espaço<br />O Espaço Físico ou Geográfico – lugar ou lugares onde decorre a acção. Pode definir-se como aberto/fechado; interior/exterior; público/privado.<br />
  13. 13. O Espaço<br />O Espaço Social e Cultural – meio, situação económica, cultural ou social das personagens. Podem ser definidos grupos sociais, conjuntos de valores e crenças desses grupos, posições que ocupam na sociedade…<br />

×