[Masp] Analise de dados e ações

882 visualizações

Publicada em

MASP

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
882
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
48
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

[Masp] Analise de dados e ações

  1. 1. TREINAMENTO ANÁLISE DE DADOS & METODOLOGIA PARA TOMADA DE AÇÕES (ISO 9001:2000)1- Análise de Dados2- Metodologia para Tomada de Ações Resp.: Ricardo Perez3- Simulação – A Eficácia na Prática Valter Iwata
  2. 2. 1- ANÁLISE DE DADOS
  3. 3. ANÁLISE DE DADOSNORMA ISO9001:20008.4 Análise de dadosA organização deve determinar, coletar e analisar dados apropriados parademonstrar a adequação e eficácia do sistema de gestão da qualidade epara avaliar onde melhorias contínuas da eficácia do sistema de gestão da qualidadepodem ser realizadas. Isso deve incluir dados gerados como resultado do monitoramentoe das medições e de outras fontes pertinentes.A análise de dados deve fornecer informações relativas aa) satisfação de clientes (ver 8.2.1),b) conformidade com os requisitos do produto (ver 7.2.1),c) características e tendências dos processos e produtos, produtosincluindo oportunidades para ações preventivas, ed) fornecedores. fornecedores
  4. 4. Quais são os tipos de dados que podemos analisar?• Gráficos.• Planilhas. Devemos estabelecer ?• Definição de Metas.• Critério para tomada de Ações.• Critério para reavaliação. método
  5. 5. Definição de Metas
  6. 6. RESUMO alcançar METAS – Um objetivo a : CRIAR ÍNDICE DE APROVAÇÃO - LINHA A UMO Importante é definir metas e que100%80% DESAFIO representem desafios a serem60%40%20% 0% JAN alcançados. FEV MAR ABR MAI META VALOR INDICE DE APROVAÇÃO - LINHA A 100% 90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% CRIAR UM 20% 10% 0% DESAFIO JAN FEV MAR ABR MAI META VALOR MENSAL
  7. 7. Critério paraTomada de Ações
  8. 8. IMPLEMENTAÇÃO DE AÇÕES ÍNDICE DE APROVAÇÃO - LINHA A 100% 80% 60% 40% RESUMO : 20% 0%A) DETERMINAR CRITÉRIO PARA TOMADA DE AÇÕES, COM JAN FEV MAR ABR O OBJETIVOMETA ALCANÇAR A META. DE VALOR OB) DETERMINAR A IMPORTANTE É CRITÉRIOS QUE POSSAM SER DEFINIÇÃO DEEXECUTADOS. VAMOS SOLUCIONAR UM CRITÉRIO Critério definido em JAN 100% DOS PROBLEMAS E PARA ATUAÇÃO E “Atuar no 1º ofensor/mês” DE UMA SÓ VEZ? POSSÍVEL DE SER EXECUTADO.
  9. 9. Critério paraReavaliação
  10. 10. REAVALIAÇÃO INDICE DE APROVAÇÃO - LINHA A 100% 90% 80% 70% 60% 50% 40%ESUMO : 30% 20% 10% 0%EAVALIAR , COM BASE NA ANÁLISE DOS DADOS JAN FEV MAR ABR MAI META VALOR MENSAL META TB DEVE SER AVALIADA, MAS CUIDADO PARA NÃOBAIXAR A VALOR DA META, QDO SÃO ASACIMA: QUE ANALISANDO O GRÁFICO AÇÕESRECISAM SER MELHORADAS. A) QUAL É A TENDÊNCIA DO PRÓXIMO MÊS? B) CRITÉRIO DEFINIDO: AÇÃO NO 1º OFENSOR C)SUPONDO QUE AS AÇÕES FORAM ADEQUADAS, COMO VC REAVALIARIA O GRÁFICO ACIMA?
  11. 11. QUANDO PARAR?
  12. 12. INDICE DE APROVAÇÃO - LINHA AÚLTIMAANÁLISE 100% SIM 90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% MOTIVO : 0% JAN FEV MAR ABR MAI MELHORIA CONTÍNUA E OBRIGATÓRIA META VALOR MENSAL CONFORME A NORMA ISO9001 ALCANÇAMOS A META ITEM DA NORMA ISO9001:2000 8.5.1 Melhoria contínua A organização deve continuamente melhorarPARABENS A TODOS a eficácia do sistema de gestão da qualidade por meio do uso da política da qualidade, objetivos da qualidade, resultados de auditorias, análise de dados, EXISTE ALGO A FAZER? ações corretivas e preventivas e análise crítica pela direção.
  13. 13. Ex.: Atuação SEMPRE no Principal Ofensor, com Reavaliação Trimestral (Meta e Ações). ÍNDICE DE APROVAÇÃO - LINHA A100%80%60%40% Planejamento Inicial20% 0% JAN FEV MAR ABR MAI META VALOR
  14. 14. 2- METODOLOGIA PARATOMADA DE AÇÕES
  15. 15. Tipos de Ações Corretiva Preventiva MelhoriaAção para eliminar Ação para eliminar Ação para a causa de uma a causa de aperfeiçoarnão-conformidade uma potencial um produto ou não-conformidade processo identificada
  16. 16. Seqüência Metodologia Açõesobrigatória 1) Problema Detalhar ao máximo o problema. 2) Ação Imediata Não deve passar muito tempo para implementação. 3) Causas Possíveis Analise todas as possibilidades de problemas. 4) Causa Raiz É a real causa do problema, escolhida(s) no(s) item(ns) acima. 5) Abrangência Identificar onde o problema ocorre : outras peças / outros produtos / outros processos / outros locais 6) Ação com Abrangência Ação a ser tomada para eliminar a Causa Raiz. Verificar se o conteúdo de todos os itens e a sua correlação (problema, causa e ações) estão corretamente definidas (pertinentes) e se são possíveis de serem realizados ,observando os recursos disponíveis (adequados). (a 7) Pertinência e Adequação Verificar se a ação corretiva, obteve sucesso, conseguiu alcançar o objetivo 8) Eficácia no prazo estipulado. estipulado
  17. 17. Exercício Prático – Vamos Preencher o Documento (Plano de Ação preenchido pelo médico) Nunca me ocorreu um problema de saúde e a ponto de ir ao hospital. Fui jantar, 10 minutos após o termino do jantar ,As 7h da noite do dia 01.01.06, 5 minutos após minha Fiquei com fortes dores na barriga Fui ao Hospital e cheguei chegada . a ponto de não conseguir andar . de Táxi. em casa e lá estava  uma bela feijoada para o jantar. Questionei a informação e disse : Dr. Edgar, o sal de frutas até O médico me deu um “Sal de Frutas” melhorou a dor, mas “estou acostumado a comer Feijoada, Tutu de e disse : feijão e outras comidas fortes a noite e aproveitando, que cama “Mario a causa do seu problema foi ruim desse hospital ” a feijoada. O Médico respondeu, “Espere então, vamos analisar melhor, Comida muito forte para a noite ”. Sabe como e´, hoje tem muitos pacientes aqui .....”. Liguei para a minha esposa e pedi para ela jogar todas 1h depois, o médico me disse : Foi só as orelhas de porco que estavam na geladeira e tomar o senhor que comeu a feijoada? O problema foi a orelha de porco que esta o mesmo remédio, por orientação médica. com vermes tipo A, verificada no exame de fezes microscópio Alfa2”. Vc vai Vou ligar para o Procon e fazer a denuncia do tomar o COMPRIMIDO SAIRAPIDOL. Feita no dia seguinte “PORCOL – fabricante da orelha de porco”. Ação: 171 aberta em 02.01.06 – fech. 30 dias Comentei então : “Posso ir mesmo?? 2h depois o O Médico me disse: Pode, e se não doer mais em até 24 h, o seu problema foi solucionado. médico me Meu chefe o Dr. Herman entrara em contato com vcs. disse : Disse também : “OK, gostaria de ir em um nutricionista para orientação de uma correta “Agora o alimentação no jantar. Estive lendo revistas aqui no hospital, sobre os possíveis senhor pode problemas que podem ocorrer em função de uma alimentação “pesada” no jantar. ir”. Como fui bem tratado e tenho uma fábrica de colchões, vou doar um colchão para cada quarto e assim melhorar o conforto neste hospital.
  18. 18. Vamos preencher o formulário anexocomo sendo o Médico : Exercício Planilha do Microsoft Excel Solução Planilha do Microsoft Excel
  19. 19. 3- Simulação“A Eficácia na Prática”
  20. 20. 3.1- Simulação Serei a empresa e vou contratar: ....Um consultor de qualidade (chefe) e, ....Um consultor de qualidade (junior).
  21. 21. Fábricas• 1 – Chupeta Apresentação do Microsoft PowerPoint• 2 – Goma de Mascar Apresentação do Microsoft PowerPoint
  22. 22. 3.2- Disputa Grupo de Preventiva ½ dos que sobraram Grupo CorretivaOs que participaram da solução da Fábrica X Grupo de Melhoria ½ dos que sobraram
  23. 23. Melhorias• Bom de Bico • Mastiga que é Mole

×