Programa VAI
Curso de elaboração de projetos

2013
Programa VAI


Lei municipal criada em 2003 (nº 13.540, disponível em
www.programavai.blogspot.com), na Comissão da Juven...
Funcionamento:


O projeto deve ser inscrito no edital e selecionado pela Comissão
de Avaliação do Programa VAI;



O re...
Processo de seleção:


As iniciativas são selecionadas por meio de projetos escritos pelos
grupos e inscritos em um dos p...


Critérios de seleção:


Projetos que se enquadrem nos objetivos do Programa (perfil do
proponente e grupo, por exemplo...
Quem pode se inscrever?


Pessoas Físicas
 Condições para o proponente:
 Ter mais de 18 anos (ou completar até março);
...
Quem não pode participar?


Órgãos públicos da administração direta ou indireta, de âmbito
federal, estadual ou municipal...
SERÃO DESCLASSIFICADOS :



Orçamento superior a R$ 25.500,00 ou projetos que apresente
apenas o valor total, sem detalha...
Como se inscrever:



Inscrições até 01.02.13 (sexta-feira)



Dirigir-se a um dos pontos de inscrição com DUAS
cópias d...
Elaborando o projeto
Importante: no momento da elaboração do projeto,
é importante o grupo ter se reunido e conversado
sob...


CAPA (1 pg)


Pode ser simples ou com alguma arte;



Importante conter o nome do projeto, do grupo e do proponente;


Dicas:


Nome do Projeto não deve ser muito longo. Aposte na
criatividade;



Nome do Grupo: colocar quando houver;

...
FOLHA DE ROSTO (1 pg.)
Nome do proponente;
 RG e CPF;
 Endereço Completo e subprefeitura;
 Contatos: e-mail e telefone....
FOLHA DE ROSTO - Exemplo
Proponente: Marcelo Soares
RG: 22.222.333-44
CPF: 330.440.334-5
Endereço de residência: Rua José ...
HISTÓRICO DO GRUPO


Apresente ao avaliador seu grupo, desenvolva um texto não muito
longo respondendo às questões:


Co...
JUSTIFICATIVA (opcional)


Por que este projeto deve acontecer?


Contextualize o leitor sobre o espaço no qual o projet...
Dicas
*Para descrever o contexto social, não é necessário encher o texto com
informações estatísticas. O grupo pode aprese...
OBJETIVOS
Objetivos
A revista é direcionada ao público jovem e publicará
trabalhos de jovens artistas da região. Seu objet...
PLANO DE TRABALHO
Descrição das ações, onde serão desenvolvidas e como o grupo se
organizará para realizá-las.

O grupo di...
O projeto consiste em ensaios fechados, montagem e circulação
do espetáculo.
:: Compras
A compra do material para a montag...
:: Divulgação
A divulgação será realizada em agosto e setembro com a volta às
aulas e acontecerá nas escolas onde ocorrerã...
Dicas


Espaços:


Pensar na infra-estrutura disponível;



Público que freqüenta o espaço;



Relação com o gestor;

...


Divulgação:


Pensar numa divulgação mais local: através de cartazes, visitas
às escolas da região (se for o perfil do...


Público


Observar o perfil do público que o grupo quer atender e a
demanda do local escolhido.
Por exemplo: Muitos pr...
CRONOGRAMA - Exemplo
Ações

Mai

Compra de
materiais

X

Ensaios e
montagem da
peça
Mandar material
para gráfica
Divulgar
...
Dicas:


Cronograma


O pagamento costuma acontecer na segunda quinzena de
maio, pensar o cronograma a partir disso.


...
FICHA TÉCNICA


Relacione todos os integrantes do projeto e diga suas funções.



Importante
 A idéia do projeto tem qu...
FICHA TÉCNICA - Exemplo
Integrantes

Funções

João da Silva

Responsável pela compra e prestação de
contas. Ator e diretor...
Currículos


Currículo completo de TODOS os integrantes , contendo:









nome completo,
endereço de residência...
ORÇAMENTO


Orçamento descritivo do projeto, em que poderão ser incluídas,
entre outras, as seguintes despesas:




...
Organize o orçamento em duas tabelas: uma descritiva e outra com as
somatórias gerais dos itens.


Na descritiva organize...
Recursos Humanos
Pagamento Equipe

Valor (8 meses)

Nome do integrante 1

E
X
E
M
P
L
O

Remuneração mensal
R$

420,00

R$...
Divulgação
Materiais

Valor

Folders e cartazes

E
X
E
M
P
L
O

Quantidade
a definir

R$

350,00

Adesivos

a definir

R$
...
E
X
E
M
P
L
O

TOTAIS
Recursos Humanos

R$

8.700,00

Equipamentos

R$

1.840,00

Material de Consumo

R$

330,00

Divulga...


Atenção:


Não deixe de colocar RH;



Pense nos pormenores como ligações telefônicas, estacionamento,
etc;



É ved...
CARTAS DE AUTORIZAÇÃO



Carta de autorização do responsável pelo espaço que pretendem
utilizar.
Carta assinada em papel ...
INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES


Argumento, roteiro ou texto;



Autorização do detentor dos direitos autorais;



Proposta...
Anexos



PF: Preencher os anexos 1 e 3 do edital;
PJ: Preencher os anexos 2 e 4 do edital.



Cada cópia do projeto dev...
Check List


Vamos conferir os itens necessários ao projeto:

1.

Capa;
Folha de rosto;
Histórico do grupo;
Justificativa...
Locais de inscrição


Centro: Secretaria Municipal da Cultura (Galeria Olido)



Norte:

Centro Cultural da Juventude
 ...
Boa sorte e até semana que vem!
Contato: harika_maia@yahoo.com.br
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Oficina vai 2013

576 visualizações

Publicada em

Esta apresentação foi criada com o objetivo de apresentar as possibilidades do programa VAI da secretaria de cultura da cidade de são paulo.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
576
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Oficina vai 2013

  1. 1. Programa VAI Curso de elaboração de projetos 2013
  2. 2. Programa VAI  Lei municipal criada em 2003 (nº 13.540, disponível em www.programavai.blogspot.com), na Comissão da Juventude da Câmara Municipal de São Paulo;  Programa apóia financeiramente iniciativas de grupos de jovens (fx.et. preferencial 18 a 29 anos), moradores de regiões com deficiência de infra-estrutura e acesso aos equipamentos culturais da cidade.
  3. 3. Funcionamento:  O projeto deve ser inscrito no edital e selecionado pela Comissão de Avaliação do Programa VAI;  O recurso é disponível na conta corrente do proponente do projeto em 2 ou 3 parcelas (maio e setembro);  Há prestação de contas de todo o dinheiro gasto pelo grupo e das atividades realizadas no período;  A equipe do programa faz acompanhamentos e orientações permanentes.
  4. 4. Processo de seleção:  As iniciativas são selecionadas por meio de projetos escritos pelos grupos e inscritos em um dos pontos determinados pelo Edital;  Cada proponente ou grupo só pode participar de um projeto selecionado;  A análise e a escolha dos projetos são feitas pela Comissão de Avaliação de Propostas, composta por 8 representantes do governo e 8 representantes da sociedade civil (indicados pelo Conselho Municipal de Cultura, ou pelo Secretário Municipal de Cultura, entre entidades com atuação cultural).
  5. 5.  Critérios de seleção:  Projetos que se enquadrem nos objetivos do Programa (perfil do proponente e grupo, por exemplo);  Mérito, clareza e coerência do projeto (objetivos bem traçados, cronograma e orçamento adequados a proposta);  A seleção final buscará contemplar projetos de todas as regiões da cidade, bem como a diversidade de linguagens artísticas apresentadas;  Terão prioridade as propostas culturais de caráter coletivo que estejam em andamento e necessitem de recursos para seu desenvolvimento e consolidação.
  6. 6. Quem pode se inscrever?  Pessoas Físicas  Condições para o proponente:  Ter mais de 18 anos (ou completar até março);  Ter CPF apto para abrir conta no Banco do Brasil;  Residir há mais de 2 anos em São Paulo;  Atenção Proponente: verificar se há comprovantes de endereço de 2010 e 2012 no seu nome ou de seus pais!  Pessoas Jurídicas  Sem fins lucrativos;  Mais de 2 anos de existência;  Sede em São Paulo;  Atenção PJ: verificar seus estatutos, atas e certidões.
  7. 7. Quem não pode participar?  Órgãos públicos da administração direta ou indireta, de âmbito federal, estadual ou municipal;  Funcionários públicos municipais;  Membros da Comissão de Avaliação, seus parentes em primeiro grau e cônjuges;  Proponentes com menos de 18 anos até a data da publicação dos resultados (prevista para março);  PF ou PJ que não tenham 2 anos de residência ou sede no município de SP;  PJ com fins lucrativos.
  8. 8. SERÃO DESCLASSIFICADOS :  Orçamento superior a R$ 25.500,00 ou projetos que apresente apenas o valor total, sem detalhamento de gastos;  Cronograma de realização acima do prazo máximo de 8 meses.
  9. 9. Como se inscrever:  Inscrições até 01.02.13 (sexta-feira)  Dirigir-se a um dos pontos de inscrição com DUAS cópias do projeto, entregues em envelopes distintos e não encadernadas;  Não esquecer de preencher os anexos do edital;
  10. 10. Elaborando o projeto Importante: no momento da elaboração do projeto, é importante o grupo ter se reunido e conversado sobre a proposta. Importante que todos os detalhes tenham sido discutido coletivamente e que todos estejam de acordo em participar do projeto.
  11. 11.  CAPA (1 pg)  Pode ser simples ou com alguma arte;  Importante conter o nome do projeto, do grupo e do proponente;
  12. 12.  Dicas:  Nome do Projeto não deve ser muito longo. Aposte na criatividade;  Nome do Grupo: colocar quando houver;  Proponente: É a pessoa que se responsabilizará juridicamente e financeiramente pelo projeto.  Características esperadas:  Deve ser alguém comprometido;  Fácil de ser localizável;  Tem que ter credibilidade no grupo;  Não pode se achar o dono do grupo, ele só é o representante do mesmo junto à SMC;
  13. 13. FOLHA DE ROSTO (1 pg.) Nome do proponente;  RG e CPF;  Endereço Completo e subprefeitura;  Contatos: e-mail e telefone.  PF      PJ  Nome da Organização; CNPJ; Endereço Completo e Subprefeitura; Contatos: e-mail, telefone; Nome do represente legal; Telefone do representante legal.  Nome do projeto;  Resumo do projeto;  Local, tempo de duração e valor total.
  14. 14. FOLHA DE ROSTO - Exemplo Proponente: Marcelo Soares RG: 22.222.333-44 CPF: 330.440.334-5 Endereço de residência: Rua José da Silva, nº 90. Jd. São Luiz, M. Boi Mirim. Contatos: res. 2021-3333 / cel. 9 9999-8888 Nome do Projeto: xxxxxxxxx Resumo: Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxx Local: E.E. xxxx. Endereço: xxxxx, subprefeitura xxxx. Tempo de duração: 8 meses Valor Total: 25.500,00 Escreva quem é o grupo, o que querem fazer, para quem, como, onde e quando. Faça um texto breve e objetivo Os valores e tempo de duração podem ser inferiores aos escritos aqui.
  15. 15. HISTÓRICO DO GRUPO  Apresente ao avaliador seu grupo, desenvolva um texto não muito longo respondendo às questões:  Como, quando e onde vocês se conheceram?  Quem compõe o grupo?  Por que se juntaram para fazer uma atividade artística juntos?  O que já fizeram enquanto grupo? E individualmente, há alguma ação ou formação relevante que agregue algo ao grupo?  Por que querem desenvolver o projeto que estão apresentando ao VAI?  Imagens que represente o grupo e sua ação ajudam no processo de avaliação. Se o grupo tiver alguma foto legal, pode incluí-la no texto.
  16. 16. JUSTIFICATIVA (opcional)  Por que este projeto deve acontecer?  Contextualize o leitor sobre o espaço no qual o projeto está inserido;  Diga qual a importância do projeto para o grupo e para a população que se beneficiará dele.
  17. 17. Dicas *Para descrever o contexto social, não é necessário encher o texto com informações estatísticas. O grupo pode apresentar o que ele vê e vivencia. *No programa VAI a cultura é defendida como direito por si só, não precisa aparecer como ‘ferramenta’ para intervir socialmente, pode aparecer como proposta de garantia do direito à produção, consumo e expressão culturais. Ex: um projeto de maracatu não precisa ter como justificativa o alto nível de violência em determinada região, ou a tentativa de tirar crianças da rua, etc. Ele pode existir pela vontade do grupo em expressar esta manifestação cultural pela cidade e compartilhá-la com a população local, aumentando o leque de linguagens culturais acessíveis.
  18. 18. OBJETIVOS Objetivos A revista é direcionada ao público jovem e publicará trabalhos de jovens artistas da região. Seu objetivo principal é resgatar a produção de revistas independentes e formar uma rede de público e artistas ativos. Os objetivos específicos são: - Promover o conhecimento da população local sobre os artistas que vivem no bairro; Estimular outros grupos e artistas a produzirem seus próprios trabalhos; Realizar um intercâmbio cultural na região e ampliá-la para a cidade, promovendo uma rede sustentável. Escreva em linhas gerais o que o grupo quer como resultado do projeto e em seguida, relacione as ações a serem desenvolvidas.
  19. 19. PLANO DE TRABALHO Descrição das ações, onde serão desenvolvidas e como o grupo se organizará para realizá-las. O grupo dividiu-se em três sub-grupos: GRUPO 1. responsável pela compra de materiais e prestação de contas; GRUPO 2. responsável pela montagem de figurino e cenário; GRUPO 3. responsável pela divulgação e agendamento dos espaços. Todo o grupo está envolvido nos ensaios e nas apresentações.
  20. 20. O projeto consiste em ensaios fechados, montagem e circulação do espetáculo. :: Compras A compra do material para a montagem do cenário e figurino será realizada em maio. O grupo se responsabilizará pela confecção das roupas, adereços e cenário. O trabalho será realizado na casa de um dos integrantes, pois sua mãe é costureira e poderá nos auxiliar. A compra de equipamentos eletrônicos acontecerá em setembro, com o depósito da segunda parcela do VAI. :: Ensaios Os ensaios acontecerão durante os meses de junho a agosto, período de férias do grupo, na sala multiuso do CEU Aricanduva. Escolhemos este espaço pelo fato do grupo ter fácil acesso ao CEU e boa relação com o gestor.
  21. 21. :: Divulgação A divulgação será realizada em agosto e setembro com a volta às aulas e acontecerá nas escolas onde ocorrerão as apresentações com uma semana de antecedência. O material será desenvolvido por parte do grupo e serão impressos em formato de panfletos. :: Apresentações O horário das apresentações será confirmado pela responsável do espaço de acordo com a agenda de eventos do local. Datas e locais das apresentações: (certifiquem-se de anexarem ao projeto as cartas de autorização dos espaços de realização de TODAS as atividades).
  22. 22. Dicas  Espaços:  Pensar na infra-estrutura disponível;  Público que freqüenta o espaço;  Relação com o gestor;  Calendário de atividades;  Saber qual é a relação deste espaço com a comunidade;  Contatar antes e não deixar de pegar a carta do espaço.
  23. 23.  Divulgação:  Pensar numa divulgação mais local: através de cartazes, visitas às escolas da região (se for o perfil do projeto) e ida a eventos para apresentar a proposta e chamar público;  Interação com os grupos do entorno para conciliar as agendas e não acontecer diversos eventos num mesmo dia;  Internet: contar com as redes sociais e mailing
  24. 24.  Público  Observar o perfil do público que o grupo quer atender e a demanda do local escolhido. Por exemplo: Muitos projetos se depararam com um público majoritariamente infantil. O que fazer para garantir a participação do público jovem, quando for a prioridade do projeto?  No processo de inscrição para oficinas, manter uma lista de espera. Sempre há desistências.
  25. 25. CRONOGRAMA - Exemplo Ações Mai Compra de materiais X Ensaios e montagem da peça Mandar material para gráfica Divulgar apresentações Apresentações Jun Jul Ago Set Out Nov Dez X X X X Não esquecer que julho é mês de férias X X Agosto e Setembro costumam ser os meses que caem as parcelas X X Se o grupo quiser, pode incluir “prestação de contas” no cronograma (que acontece em agosto e dezembro). X X
  26. 26. Dicas:  Cronograma  O pagamento costuma acontecer na segunda quinzena de maio, pensar o cronograma a partir disso.  O projeto deve ser ATÉ dezembro.  Projetos de audiovisual costumam atrasar, pensar a respeito no momento da elaboração para não ultrapassar o cronograma.  Conciliar objetivos e cronograma. Dá tempo de fazer tudo?
  27. 27. FICHA TÉCNICA  Relacione todos os integrantes do projeto e diga suas funções.  Importante  A idéia do projeto tem que ser de conhecimento de todos do grupo. Espera-se que seja construído em coletivo e que haja coesão dos objetivos;  Deve haver uma divisão das tarefas para não sobrecarregar ninguém;  O proponente não necessariamente deve ser o responsável pela prestação de contas.
  28. 28. FICHA TÉCNICA - Exemplo Integrantes Funções João da Silva Responsável pela compra e prestação de contas. Ator e diretor. Marilia Gonçalves Responsável pela compra e prestação de contas. Responsável pela trilha sonora. Vânia de Souza Responsável pelo agendamento das apresentações e divulgação. Ator. Alberto Lourenço Responsável pelo agendamento das apresentações e divulgação. Ator e responsável pelo design da divulgação. Joana Vilas Montagem de figurino e cenário. Iluminador. Luis Flavio Dias Montagem de figurino e cenário. Ator.
  29. 29. Currículos  Currículo completo de TODOS os integrantes , contendo:        nome completo, endereço de residência, filiação, telefones, e-mails, experiências profissionais e artísticas, formação acadêmica e complementar. Pode inserir fotos!
  30. 30. ORÇAMENTO  Orçamento descritivo do projeto, em que poderão ser incluídas, entre outras, as seguintes despesas:              Recursos humanos e materiais necessários; Material de consumo; Locação de espaço e equipamentos; Compra de equipamentos; Custos de manutenção e administração de espaço; Custo de produção; Material gráfico e publicações; Divulgação; Transporte; Alimentação; Pesquisa e documentação; Despesas bancárias (tarifas de manutenção de conta); Encargos sociais (Pessoa jurídica);
  31. 31. Organize o orçamento em duas tabelas: uma descritiva e outra com as somatórias gerais dos itens.  Na descritiva organize o orçamento por itens (rh, gráfica, equipamentos, despesas bancárias, etc.) e detalhe cada um, ex.: no item RH diga quem vai receber o que, quanto e em quantas vezes.  Na tabela com as somas gerais coloque o valor total de cada um dos itens.
  32. 32. Recursos Humanos Pagamento Equipe Valor (8 meses) Nome do integrante 1 E X E M P L O Remuneração mensal R$ 420,00 R$ 3.360,00 Nome do integrante 2 R$ 200,00 R$ 1.600,00 Nome do integrante 3 R$ 200,00 R$ 1.600,00 Nome do integrante 4 R$ 200,00 R$ 1.600,00 Nome do oficineiro convidado R$ 180,00 Nome do oficineiro convidado R$ 180,00 Nome do oficineiro convidado R$ 180,00 R$ 8.700,00 Total RH Equipamentos Materiais Quantidade Valor Máquina Fotográfica 1 R$ 1.300,00 Tripés para caixas de iluminação 3 R$ 240,00 Cabos 5 R$ 200,00 Microfones 1 R$ 100,00 R$ 1.840,00 Total Equipamentos Material de Consumo Materiais Quantidade Valor Caixas organizadoras 1 R$ 280,00 Material de escritório (folhas sulfites) 1 R$ 50,00 R$ 330,00 Total Material de consumo
  33. 33. Divulgação Materiais Valor Folders e cartazes E X E M P L O Quantidade a definir R$ 350,00 Adesivos a definir R$ 100,00 R$ 600,00 8 meses R$ 200,00 Total Divulgação R$ 1.250,00 Design gráfico Telefone (crédito celular) Alimentação Eventos Quantidade Valor Saraus 70,00 mensal R$ 560,00 Oficinas 157,5 mensal R$ 1.260,00 Total Alimentação R$ 1.820,00 Publicações Eventos Quantidade Valor Impressão livro 1 500 exemplares R$ 3.800,00 Impressão livro 2 500 exemplares R$ 3.800,00 Total Alimentação R$ 7.600,00 Despesas Bancárias Quantidade Taxas mensais Valor 15,00 a.m. R$ 120,00 R$ 120,00 Total Alimentação
  34. 34. E X E M P L O TOTAIS Recursos Humanos R$ 8.700,00 Equipamentos R$ 1.840,00 Material de Consumo R$ 330,00 Divulgação R$ 1.250,00 Alimentação R$ 1.820,00 Publicações R$ 7.600,00 Depesas Bancárias R$ 120,00 TOTAL DO PROJETO R$ 21.660,00
  35. 35.  Atenção:  Não deixe de colocar RH;  Pense nos pormenores como ligações telefônicas, estacionamento, etc;  É vedada a aplicação de recursos do Programa VAI em projetos de construção ou conservação de bens imóveis.  A verba é depositada em duas parcelas: maio e setembro;  Atente aos preços que costumam mudar entre janeiro e maio;  Refaça os cálculos para ter certeza de que os valores estão corretos;  NÃO ULTRAPASSE O VALOR DE R$ 25.500,00.
  36. 36. CARTAS DE AUTORIZAÇÃO  Carta de autorização do responsável pelo espaço que pretendem utilizar. Carta assinada em papel timbrado.  Exemplo:  Eu, xxxxxx, responsável pelo espaço xxxx, autorizo a realização do projeto xxxxx em nossas dependências no período xx a xx, em caso de aprovação no processo de seleção do Programa VAI da Secretaria Municipal de Cultura. (assinatura, com data e contato telefônico)
  37. 37. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES  Argumento, roteiro ou texto;  Autorização do detentor dos direitos autorais;  Proposta de encenação;  Concepções de cenários, figurinos, iluminação, música, etc., quando prontas na data da inscrição;  Outros
  38. 38. Anexos  PF: Preencher os anexos 1 e 3 do edital; PJ: Preencher os anexos 2 e 4 do edital.  Cada cópia do projeto deverá conter estes anexos. 
  39. 39. Check List  Vamos conferir os itens necessários ao projeto: 1. Capa; Folha de rosto; Histórico do grupo; Justificativa; Objetivos; Plano de trabalho; Cronograma; Ficha técnica; Orçamento; Cartas de autorização de uso do espaço; Informações complementares; Anexos do edital. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12. Apresentar todos esses documentos em duas vias, em envelopes e não encadernadas. Confira tudo antes de inscrever.
  40. 40. Locais de inscrição  Centro: Secretaria Municipal da Cultura (Galeria Olido)  Norte: Centro Cultural da Juventude  CEU Jaçanã   Leste: Casa de Cultura Itaim Paulista  CEU Aricanduva  Centro Cultural da Penha   Sul: Casa de Cultura do M. Moi Mirim  Casa de Cultura Palhaço Carequinha (grajaú)   Oeste: CEU Butantã.
  41. 41. Boa sorte e até semana que vem! Contato: harika_maia@yahoo.com.br

×