O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Usina de Lixo Verde tem expectativa de desfecho

149 visualizações

Publicada em

O jornal Correio Popular publicou, em 23 de julho, matéria sobre a expectativa da finalização do processo jurídico da usina de compostagem em Campinas. O IAC é um dos parceiros do projeto.

Publicada em: Ciências
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Usina de Lixo Verde tem expectativa de desfecho

  1. 1. Usina de Lixo Verde tem expectativa de desfecho “Para se ter uma ideia, a Sanasa produz 80 toneladas de lodo por dia por conta do sistema de tratamento de esgoto. A Ceasa, mais 30 toneladas por dia de restos de alimentos.” Secretário de Serviços Públicos de Campinas MEIO AMBIENTE ||| TRÂMITES Se ele revogou a nova tabela, a decisão é dele. Todo o nosso governo apoia a decisão tomada nos limites dado ao ministro Tarcísio. Variação do pão chega até a 127% ERNESTO PAULELLA Unicamp Pesquisa em 63 estabelecimentos indica que kg custa entre R$ 7,49 e R$ 17 Tote Nunes DA AGÊNCIA ANHANGUERA tote.nunes@rac.com.br O projeto de implantação da Usina de Compostagem de Li- xo Verde deverá ter um dia de- cisivo hoje. Representantes da Prefeitura de Campinas plane- jam se encontrar com técnicos da Cetesb (Companhia Am- biental de São Paulo) numa ten- tativa de destravar o processo, que se arrasta desde 2017. A usi- na, que deverá processar resí- duos provenientes da poda de árvores, corte de grama, sobras de vegetação resultante do ma- nejo de parques e jardins e ma- terial orgânico produzido pelo sistema de tratamento de água e esgoto da cidade, estava pre- vista para entrar em operação em novembro passado, mas vem sendo seguidamente adia- do desde então. O secretário de Serviços Pú- blicos, Ernesto Paulela, estima agora que o equipamento este- ja pronto para funcionar até o dia 15 de agosto. A Cesteb expli- cou ontem por meio de nota, que emitiu as licenças prévia e de instalação ainda em 2017, mas que só este ano a Prefeitu- ra solicitou a licença de opera- ção - a última etapa do proces- so. A Cetesb informou ainda que só no dia 27 de junho a Ad- ministração entregou o restan- te da documentação solicitada e que os documentos ainda es- tão sob análise. Por fim, a nota esclarece que até o dia 10 de ju- lho - data da última vistoria - nem todos os equipamentos previstos no projeto estavam instalados. “Na verdade, a gente ainda não sabe exatamente o que pre- cisamos fazer. Esse encontro de amanhã (hoje) vai esclare- cer justamente isso, mas acredi- to que seja uma coisa relativa- mente simples”, avalia Paule- lla. Por conta disso, ele acha que o processo está perto do fi- nal. “O governo (estadual) tam- bém tem muito interesse nesse projeto, pois essa modalidade deverá se transformar em mo- delo para todo o Estado”, afir- ma o secretário. Fazenda Elisa A usina está sendo instalada na Fazenda Elisa, do IAC (Ins- tituto Agronômico de Campi- nas) e deverá evitar que 210 toneladas de lixo sejam despe- jados por dia no Aterro Sanitá- rio. De acordo com Paulella, a usina verde surgiu de uma parceria entre a secretaria de Serviços Públicos, a Sanasa, a Ceasa e o IAC. “Para se ter uma ideia, a Sa- nasa produz 80 toneladas de lodo por dia por conta do sis- tema de tratamento de esgo- to”, afirma o secretário. “A Ceasa, mais 30 toneladas por dia de restos de alimentos”, acrescenta. Segundo Paulella, a usina vai receber os resíduos e trans- formar o material em adubo orgânico, que será usado pelo IAC em seus experimentos. Além disso, poderá ser vendi- do para produtores rurais e fornecedores da Ceasa, por exemplo. De acordo com o secretá- rio, máquinas já foram com- pradas, entre elas, um tritura- dor de grande porte, que tem capacidade para triturar tron- cos de árvores de até 1 metro de diâmetro, além de um compostador e uma peneira de classificação de adubo. O secretário garante ainda que o projeto exigiu investi- mentos de R$ 8 milhões. Atualmente, todo o lixo coleta- do em Campinas é transferi- do para tratamento em Paulí- nia, a um custo de R$ 48 mi- lhões. Campinas produz cer- ca de 1,3 mil tonelada de lixo por dia. HC Preventivo ALIMENTAÇÃO ||| PROCON Paulínia Filiado ao Patriota, o em- presário Eduardo Beren- guel está sendo sondado para ocupar o cargo na cha- pa de Nany Moura — mu- lher do ex-prefeito Edson Moura — nas eleições su- plementares do dia 1º de se- tembro em Paulínia. Estudando O empresário está con- sultando o partido e conver- sando com diversas fontes para ver se aceita ou não o cargo. O prazo para os par- tidos realizarem conven- ções e definir candidatos começa a contar a partir de quinta-feira. Americana O promotor de Justiça Ivan Carneiro instaurou em Americana um procedi- mento para coibir práticas de perturbação ao sossego por abuso de instrumentos ou sinais acústicos. Bares O procedimento do pro- motor em Americana visa também proibir poluição sonora e/ou a ocorrência de fatos que possam confi- gurar crimes de poluição em bares ou restaurantes ou em locais em que ocor- ram festas e eventos, como chácaras, salões, clubes re- creativos e estabelecimen- tos que atendam o público em geral. Optometristas Aprovado pela Câmara de Campinas e sancionado posteriormente pelo prefei- to Jonas Donizette (PSB), o projeto que disciplina o funcionamento de gabine- tes optométricos chegou agora a Santa Bárbara. O projeto, do vereador Carlos Fontes (PSD), será aprecia- do hoje pelo plenário da Câ- mara. Questionamento Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas, no entanto, obteve liminar que impede a execução da lei sancionada por Jonas. O Cremesp também já ava- liou que pode se tratar de prática ilegal de medicina. Isenção O prefeito em exercício, Henrique Magalhães Teixei- ra, sancionou ontem a lei de vereador Paulo Haddad (Cidadania) que isenta de taxa de inscrição em con- cursos públicos as pessoas cadastradas no Registro Na- cional de Doadores Volun- tários de Medula Óssea (Re- dome). Da Agência Anhanguera O preço do quilo do pão francês tem variação de 126,97% em Campinas, se- gundo pesquisa realizada pe- lo Procon entre os dias 3 e 12 de julho, e que foi divul- gada ontem pelo órgão de defesa do consumidor. Reali- zado entre 63 estabelecimen- tos, o levantamento mos- trou que o pão foi comer- cializado em padarias e su- permercados da cidade por valores que variaram entre R$ 7,49 e R$ 17,00. Para o pão francês integral, o me- nor preço encontrado foi de R$ 10,50/kg, e o valor mais alto foi de R$ 25,00/kg. Nes- te caso, a variação percen- tual foi de 138,10%. A pesquisa faz também uma comparação entre os preços praticados neste ano e os registrados no mesmo período do ano passado. Do universo de estabelecimen- tos pesquisados, 27 não rea- justaram o preço do pão francês entre esta coleta e a anterior, e 17 estabelecimen- tos não reajustaram o preço do pão francês integral, no mesmo período. Supermercados Nos supermercados, a média de preços do pão francês foi de R$ 12,11/kg (aumento de 7,77% em relação ao ano an- terior) e a do pão francês inte- gral de R$ 15,39/kg (aumento de 9,62% em relação ao ano anterior). Nas padarias, a mé- dia de preços do pão francês foi de R$ 12,95/kg (aumento de 4,15% em relação ao ano anterior) e a do pão francês integral de R$ 17,80/kg (au- mento de 2,49% em relação ao ano anterior). Integral A diferença percentual entre a média de preços dos super- mercados e padarias é de 6,93% para pão francês e 15,66% para pão francês inte- gral. Os relatórios também dis- ponibilizam dados indivi- duais (nome comercial e en- dereço) de todas as coletas com os preços praticados por cada um dos 63 estabeleci- mentos que participaram da pesquisa. Os dados completos da pesquisa podem ser acessa- dos no site https://procon. campinas.sp.gov.br/ Agentes da Prefeitura e Cetesb se reúnem hoje para destravar projeto Salários O Ministério Público Federal (MPF) pediu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) que conceda habeas corpus coletivo preventivo em favor de artesãos e artistas de rua de Jundiaí, por conta de lei que impôs restrições à atividade. A lei limitou a realização de apresentações artísticas nas vias públicas da cidade, passando a prever, até condução coercitiva, para a Delegacia de Polícia mais próxima, de quem descumprir as determinações. Para o MPF, a lei viola a Constituição e cria um ambiente propício a abusos contra um grupo já vulnerável. DA REDAÇÃO Xeque-Mate Aparelhodegrandeportetemcapacidadeparatriturartroncosdeatéummetrodediâmetroparareaproveitamento Item sempre presente no café da manhã do brasileiro deve ser pesquisado O site informa os salários dos servidores e os valores gastos de diárias de funcionários em eventos externos. No item “execução orçamentária” é possível, por exemplo, verificar o gasto de funcionários com passagens de avião. Na prestação de contas há detalhamento sobre o voo — destino e a data prevista do retorno; o evento do qual o servidor vai participar e eventualmente, se ele vai precisar pagar alguma taxa de bagagem extra . 1,3 mil cidades@rac.com.br Associado à Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) Noticiário nacional fornecido pela Agência Estado. Noticiário internacional enviado pela France Press. Rua 7 de Setembro, 189 - Vila Industrial - CEP 13035-350 - Campinas-SP (019) 3772-8000 - FAX (019) 3772-8144 e 3772-8142 - http://www.cpopular.com.brTelefone PABX Endereço Internet: 3736-3199 - FAX (019) 3736-3101Diretoria - Telefone PABX PUBLICIDADE Telefones: (019) 3736-3085 e 3736-3086 - Fax (019) 3736-3101 - Tele-Correio Telefone 3736-3000 (Classificados por telefone) Tele-Correio discagem gratuita (0800) 14-1515. SUCURSAL DE SÃO PAULO Rua Tabapuã, 821 - 11º andar - cj. 112 Bairro Itaim Bibi - CEP 04533-013 - SÃO PAULO-SP Telefone (0xx11) 3704-1600 REPRESENTAÇÕES: Brasília (DF) - FTOI - Negocios de Midia SCN Qd 01 - Ed. América Office Tower Sala 1811 Brasília - DF - CEP 70711-905 - Fone (61) 3035- 3750 Curitiba (PR) - Av. Candido Abreu, 776 - sl 1803 Centro Cívico - Curitiba - PR - CEP 80530-000 Fone/Fax (41) 3014-8887 Rio de Janeiro (RJ) - Av. Graça Aranha, 145 - Grupo 902 Castelo - Cep 20230-003 Fone (21) 2524-2457 Fax (21)2262-0130 ASSINATURAS: Novas Assinaturas e Disque-Bancas/Atendimento ao Jornaleiro: 3736-3200/3116-3200. Preço promocional assinatura anual à vista...............................................................R$ 930,00 Preço promocional assinatura mensal: .....................................................................................R$ 85,90 Preço promocional assinatura mensal final de semana: .....................................................................................R$ 42,90 Consulte nossas condições especiais de pagamento. PUBLICIDADE LEGAL: 3736-3085 SERVIÇO DE ATENDIMENTO AO ASSINANTE saa@rac.com.br WhatsApp (19) 97152-3041 3736-3200/3116-3200 O Jornal Correio Popular é produzido e comercializado por Correio Popular S/A, em parceria com as empresas Grande Campinas Editora e Gráfica Ltda. e Metropolitana Comunicação, Empreendimentos e Participação Ltda. Carga tributária PIS/COFINS - 3,65% A reitoria da Unicamp decidiu colocar no portal da universidade na internet todos os dados da gestão. Divulgou, por exemplo, as informações sobre contratos. Segundo o site, são 923 em vigor hoje na instituição, que totalizam nada menos que R$ 579,9 milhões. O maior deles é o do vale-alimentação, que chega a R$ 107,6 milhões. Em segundo lugar aparece os gastos com de energia elétrica e o Funcamp (Fundação para o Desenvolvimento da Unicamp). De lixo urbano são produzidas em Campinas por dia Leandro Torres/AAN Cedoc/RAC Do presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao dizer que apoia a decisão do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, de suspender a nova tabela do frete. TONELADA Paulella estima que equipamento esteja pronto em agosto A6 CORREIO POPULARA6 Campinas, terça-feira, 23 de julho de 2019 CIDADES

×