Trabalho de biologia
Nome: João Paulo Grasso Rosa
Série: 2ª02
Data:03/10/2013
Disciplina:Biologia
Professor: Tiago
Gatos
Domésticos
Gatos
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Carnivora
Família: Felidae
Características
Os gatos, geralmente, pesam entre 2,5 e 7
kg entretanto, alguns exemplares, como o
Maine Coon, podem exced...
Alimentação
Os gatos, como caçadores, alimentam-se de
insetos, pequenas aves e roedores. Os gatos não-
domesticados, aband...
Habitat
Como o próprio titulo já diz, os gatos nascem,
crescem, vivem e morrem nas casas de seus donos;
Reprodução
O gato apresenta vários ciclos reprodutivos ao longo do ano, que podem durar
de 4 a 7 dias. Durante esse períod...
Curiosidade
O gato doméstico, em razão da grande independência, da alta
capacidade de adaptação que apresenta e dos poucos...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Biologia Dos Vertebrados- EEMAK Gravatal - SC

176 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
176
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Biologia Dos Vertebrados- EEMAK Gravatal - SC

  1. 1. Trabalho de biologia Nome: João Paulo Grasso Rosa Série: 2ª02 Data:03/10/2013 Disciplina:Biologia Professor: Tiago
  2. 2. Gatos Domésticos
  3. 3. Gatos Filo: Chordata Classe: Mammalia Ordem: Carnivora Família: Felidae
  4. 4. Características Os gatos, geralmente, pesam entre 2,5 e 7 kg entretanto, alguns exemplares, como o Maine Coon, podem exceder os 12 kg. Já foram registrados exemplares com peso superior a 20 kg, devidoao excesso de alimentação. Em cativeiro, os gatos vivem tipicamente de 15 a 20 anos, porém o exemplar mais velho já registado viveu até os 36 anos. Os gatos domésticos têm a expectativa de vida aumentada quando não saem pelas ruas, pois isso reduz o risco de ferimentos ocasionados por brigas e acidentes. A castração também aumenta significativamente a expectativa de vida desses animais, uma vez que reduz o interesse do animal por fugas noturnas e também o risco de incidência de câncer de testículos e ovários.
  5. 5. Alimentação Os gatos, como caçadores, alimentam-se de insetos, pequenas aves e roedores. Os gatos não- domesticados, abandonados e sem dono, ou gatos domesticados que se alimentem livremente, consomem entre 8 a 16 refeições por dia. Apesar disso, os animais adultos podem adaptar-se a apenas uma refeição por dia. Biologicamente, os gatos são classificados como animais carnívoros, tendo a sua fisiologia orientada para a eficiência no processamento de carne, com consequente ausência de processos eficientes para a digestão de vegetais.
  6. 6. Habitat Como o próprio titulo já diz, os gatos nascem, crescem, vivem e morrem nas casas de seus donos;
  7. 7. Reprodução O gato apresenta vários ciclos reprodutivos ao longo do ano, que podem durar de 4 a 7 dias. Durante esse período, as gatas miam mais frequentemente e vários gatos podem lutar por uma mesma fêmea nocio; o vencedor ganha o direito de copular. Ainda que a fêmea, a princípio, rechace a relação sexual, ela acaba aceitando o macho. Depois da cópula, a fêmea se limpa e pode ficar muito violenta até que termine todo o ato do acasalamento, uma vez que o ciclo se repita. As gatas podem ter cada óvulo fecundado por um macho diferente, tendo assim, na mesma ninhada, filhotes de pais diferentes. As gatas alcançam a maturidade sexual entre 4 a 10 meses de idade, e os gatos entre 5 a 7 meses após o nascimento. A gestação dura de 63 a 65 dias, aproximadamente e pode gerar de um a oito filhotes.Os recém-nascidos devem manter-se com a mãe por 60 dias, já que então o gatinho já terá recebido os nutrientes necessários. Separá-los antes desse período seria um erro, devido à possibilidade de que eles morram por falta de alimentação adequada. Pode-se esterilizar os gatos, procedimento normalmente realizado em machos antes que eles comecem a marcar território; isto deve evitar que eles perpetuem esse comportamento ao longo de suas vidas.
  8. 8. Curiosidade O gato doméstico, em razão da grande independência, da alta capacidade de adaptação que apresenta e dos poucos predadores que possui, é considerado uma das 100 espécies exóticas invasoras do mundo, predando espécies nativas e com potencial de provocar impactos nos ecossistemas através da competição interespecífica (entre espécies diferentes) e introdução de parasitas e doenças. Considerando esse fato, e também o grande número de gatos abandonados e maltratados; é sempre bom lembrar-se da importância da posse responsável desses animais, analisando a possibilidade de sua castração, evitando a superpopulação e propiciando um comportamento mais dócil ao seu animal de estimação. Além disso, a posse responsável requer a disponibilização de alimento de qualidade, cuidados veterinários regulares e quando houver algum problema de saúde, e também o ato de dar carinho e atenção ao bichano, evitando deixá-lo sozinho por muito tempo.

×