Arquitetura de Informação - Boa Diversão

401 visualizações

Publicada em

PROJETO DE REESTRUTURAÇÃO DE ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO - BOA DIVERSÃO
Grupo: Astrid Tremper, Isabela Sampaio, Natalia Brazil, Nathalia Meireles e Patrícia Angélica
Pós Graduação: Especialização em Ergodesing de Interfaces: Usabilidade e Arquitetura da Informação
Disciplina: Arquitetura da Informação
Professores: Luiz Agner e Cinthia Ruiz

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
401
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Arquitetura de Informação - Boa Diversão

  1. 1. Projeto de reestruturação de arquitetura da informação Professores: Luiz Agner e Cinthia Ruiz BOA DIVERSÃO (www.boadiversao.com.br) Astrid Tremper, Isabela Sampaio, Natália Brazil, Nathalia Meireles e Patrícia Angélica contexto usuários conteúdo
  2. 2. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão Histórico • Cliente: Grupo GBD Entretenimento; • Portal voltado para o entretenimento no estado do Rio de Janeiro; • Lançado em 2012; • Faz parte da estratégia do grupo em criar portais de conteúdo para exploração de publicidade e alavan- car vendas de e-commerce; • Conteúdos abrangentes, divididos nos canais: Noite, Shows, Bares, Gastronomia, Cinema, Arte e Teatro, Esporte e Saúde, Motéis, e Reveillon; • 270 mil usuários cadastrados, 1 milhão de page vie- ws, 135 mil visitantes individuais e 200 mil visitas por mês; • O canal Noite, em especial, recebe também a assi- natura do RioFesta, atraindo um público mais adulto; Home, Boa Diversão
  3. 3. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão Público alvo Homens e Mulheres, de 18 a 29 anos, universitários, moradores da Zona Norte e Zona Sul do Rio de Janeiro. *Estatísticas retiradas do Media Kit do portal: 52% homem,48% mulher - 44% 24 a 29 anos,42% 18 a 23 anos - 14% 30 a 35 anos - 30% zona norte,35% zona sul,18% centro,10 % zona oeste - 40% superior incompleto,23% segundo grau completo, 21% superior completo, 7% 1° completo, 9% pós graduação. Situação atual Inova em diversos quesitos, é o site de entretenimento cultural com maior recall entre os jovens do Rio de Janeiro, mas: • Problemas de usabilidade (sistema de busca e categorização dos eventos e estabelecimentos); • Navegação pouco fluída; • Categorias como Arte e Teatro e Esporte e Lazer se mostraram pouco claras; • Organização de submenus dificulta a procura de informações; • Conteúdos de notícias e promoções não são facilmente encontrados pelo usuário; • Problemas na busca e diversos bugs nos filtros;
  4. 4. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão Problemas na busca e diversos bugs nos filtrosAlgumas categorias se mostraram pouco claras ??
  5. 5. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão Objetivos Este estudo tem o objetivo de realizar uma proposta de reformulação do website Boa Diversão, tendo como base as teorias da Arquitetura da Informação e resultados da aplicação da técnica de Card Sorting. A ideia é reapresentar o conteúdo do portal, trazendo mudanças tanto visuais quanto na taxonomia, de forma a facilitar a interação com o usuário.
  6. 6. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão BENCHMARKING
  7. 7. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão Para o processo de benchmarking, foi priorizado a busca de: Em sites concorrentes de entretenimento (Rio de Janeiro e São Paulo): • Organização de conteúdo (menus, submenus, categorias); • Criação, veiculação e padronização de conteúdo; • Apresentação de conteúdo informativo e editorial; • Integração de redes sociais ao site; • Ideia ou conteúdo diferenciado/inovador; Em sites de e-commerce e redes sociais; • Organização de conteúdo (menus, submenus, categorias); • Soluções para filtragem e otimização de busca; • Conteúdo sugerido de acordo com preferências do usuário (publicidade interna); • Geolocalização e conteúdo sugerido de acordo com tal localização;
  8. 8. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  9. 9. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  10. 10. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  11. 11. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  12. 12. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  13. 13. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  14. 14. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  15. 15. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  16. 16. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  17. 17. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  18. 18. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  19. 19. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  20. 20. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  21. 21. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  22. 22. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  23. 23. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  24. 24. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  25. 25. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  26. 26. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  27. 27. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  28. 28. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  29. 29. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  30. 30. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  31. 31. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  32. 32. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  33. 33. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão
  34. 34. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão CARD SORTING
  35. 35. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão Metodologia • Card Sorting Aberto com o objetivo de investigar os principais modelos mentais dos usuários em relação à classificação dos produtos. O processo foi realizado da seguinte maneira: 1 - Foram selecionadas amostras variadas de 60 produtos das categorias já existentes no site atual; OBS: Considerou-se um produto cada um dos conteúdos individuais: um restaurante,um show,um parque,um filme,uma peça de teatro, um estabelecimento de teatro, uma corrida, uma festa etc. 2 - Foram desenvolvidos cartões padronizados, com título ou nome do produto e um breve descritivo de até 20 palavras, tentando não incluir nomes que poderiam tendenciar a categorização;
  36. 36. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão 3 - A técnica foi aplicada em um grupo de 3 pessoas e individualmente com 12 participantes, onde: • Participantes receberam os cartões embaralhados, sem nenhum agrupamento pré-estabelecido; • Foi solicitado que reunissem os produtos em grupos que considerassem mais apropriados, nomeando os rótulos com o auxílio de cartões coloridos; • Foi pedido que eles não se importassem com a quantidade de produtos em cada categoria, lembran- do que um cartão podería estar presente em mais de uma categoria, se desejassem; • Foi dito aos participantes que podería colocar “à parte” conteúdos que não conseguissem encaixar em nenhuma categoria; • Protocolo do “think aloud”; 4 - Ao final, foram feitas ainda as seguintes perguntas: • Qual critério de organização você(s) escolheu(ram)? • Qual categoria foi mais fácil de estabelecer? Por quê? • Qual foi a mais difícil? Por quê? • Qual você(s) considera(m) a mais importante para um site de entretenimento? Por quê? OBS: Para fins de registro, após embaralhados, os cartões receberam números discretos no verso, e o resultado foi anotado e fotografado, juntamente com os principais insights dos participantes. O Card Sorting aplicado em grupo, espe- cialmente, foi filmado.
  37. 37. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão RESULTADOS
  38. 38. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão Card Sorting em grupo • O Grupo começou a dividir os cartões de acordo com a fun- ção principal dos produtos (comida, evento etc.); • Tentaram subdividir a categoria Gastronomia (cervejarias, casas de shows, bares), mas como os demais participantes, tiveram dificuldades com alguns produtos de caráter múltiplo; • Decidiram ao final, dividir em Gastronomia, Cafés, Cerveja- ria e Casas Noturnas; • Não se sentiram confortáveis com as categorias Notícias e Atividades Físicas; • Sentiram a necessidade de criar subníveis em categorias como Cinema (Filmes e Salas), Teatro (Peças e Locais) e Shows (Eventos e Casas de shows); Categorias Criadas: Eventos, Hotéis, Pontos turísticos, Notícias, Cinema, Moda, Atividades físicas, Exposição, Teatro, Casas Noturnas, Café, Gastronomia, Shows, Cervejarias
  39. 39. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão Participante 1 (fem): Dicas culturais, Dicas para esportistas, Dicas para final de semana, Hotéis e mo- téis, Restaurantes; Participante 2 (masc): Arte, Bares e restauran- tes, Cinemas películas, Espaço de eventos, Eventos, Locais de cinema, Locais de lazer, Motel, Notícias e anúncios, Shows, Espetáculos e Músicas, Teatro/Pe- ças; Participante 3 (fem): Carnaval no Rio, Casas de Show, Casas Noturnas/Noite Carioca, Cinema e Ví- deo/Filmes, Cinema e Vídeo/Cinemas Locais, Cursos, Esporte e Fitness, Eventos em destaque, Exposições/ Cultura, Feira, Fim de ano, Gastronomia/Café, Gas- tronomia/Restaurantes, Gastronomia/Restaurantes ou Cervejarias, Moteis/Erótica, Passeios; Card Sorting individual 7512
  40. 40. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão Categoria mais difícil de fazer: Casas de Show e Eventos Culturais. Por que? Porque as casas de show constantes nos cartões não são do mesmo tipo (estilo musical, públi- co alvo, etc), então ficou meio incerto acomodar tudo junto. Seria melhor filtrar por estilo musical; Isso também ocorreu com os eventos culturais. Eles são díspares. Todos são eventos, mas cada um fala sobre uma coisa e é pra um público específico. Categoria mais difícil de fazer: Show/Boate e Restaurante. Por que? Porque os estabelecimentos dentro dessas categorias podem ser mistos. Um Show/Boate pode ser de diversos tipos/estilos musicais, e isso os distanciaria numa categorização.A mesma coisa com restauran- tes, que podem ser um ambiente somente para se alimentar ou podem também promover eventos e atividades. Debriefing Nos debriefings foi possível observar um consenso geral: a característica mista de muitos dos estabeleci- mentos que listamos fez com o processo de estabelecê-los em uma única categoria fosse complicado e/ou não ideal. Duas das respostas obtidas
  41. 41. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão ANÁLISE DOS DADOS
  42. 42. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão Planilha Donna Spencer: Aba CatsRaw
  43. 43. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão Planilha Donna Spencer: Aba Summary
  44. 44. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão Planilha Donna Spencer: Aba Correlation
  45. 45. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão Taxonomia adotada • Foco em auxiliar o usuário a encontrar os produtos; • Categorias macros + listagem de tags para os produtos (inicialmente feita pelos editores e posterior- mente, colaborativa), que auxiliará na filtragem de busca; Exemplo: um Pub-cervejaria que, após determinado horário, abra um espaço para uma pista de dança com um DJ. A página do estabelecimento poderá ser encontrada nas categorias Gastronomia e Noite e por meio de tags como #bar, #bareboate, #música, #noite, #pub, #cervejaria etc.; Categorias macros e exemplos de #tags: • Gastronomia (#bares, #restaurante, #gourmet, #músicaaovivo, #bareboate, #cervejaria) • Noite (#festa, #boate, #bareboate, #buteco, #casadeshow, #show) • Eventos (#shows, #festa, #infantil, #família, #crianças) • Esporte (#academia, #corrida, #curso) • Lazer (#parques, #arlivre, #gratuito) • Arte (#exposição, #museu, #evento, #galeria, #arterio) • Cinema (#cinema, #filme, #emcartaz) • Teatro (#teatro, #peça, #emcartaz) • Motéis (#hotelemotel, #motel)
  46. 46. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão Além das categorias, o site contempla ainda as áreas: • Promoções: no caso, podem ser promoções de produtos relacionados a qualquer categoria; • Dica boa: área editorial com conteúdo de notícias, incluindo dicas de roteiros e top 10, como: 10 me- lhores bares para paquerar, 10 programas para fazer com as crianças, roteiro para turistas etc.; • Galeria: subdividida em fotos e vídeos, as páginas dos eventos aparecem nessa área quando rece- bem esse conteúdo; • Nova integração com as redes sociais: páginas dos produtos mostrarão suas fan pages no Face- book e Instagram, botões no site para o usuário confirmar sua presença nessas redes, curtir a página do produto e postar em um mural de um amigo como um convite para o evento; • Destaque para o feed do portal nessas duas redes na página home, e nas páginas dos produtos lis- tamos o feed dos estabelecimentos, se houver;
  47. 47. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão WIREFRAMES
  48. 48. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão Sketches Após a análise dos dados e desen- volvimento da taxonomia, o processo en- volveu a elaboração de sketches, a fim de unir o estudo do bechmarking às novas propostas de arquitetura e funcionalida- des. Posteriormente, estes foram traduzi- dos em wireframes. home (estudo 5) home (estudo 2)
  49. 49. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão Wireframes home perfil
  50. 50. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão categoria produto
  51. 51. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão galeria busca vazia
  52. 52. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão busca busca refinada
  53. 53. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão MAPA DO SITE
  54. 54. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão Boa Diversão Produto Dica Boa Produto Dica Boa Produto Dica Boa Produto Dica Boa Produto Dica Boa Produto Dica Boa Produto Dica Boa Produto Dica Boa Produto Dica Boa Noite Esportes Cinema Teatro Perfil BuscaEventos Lazer Arte Motéis PromoçõesDica boaGastronomia Especial Galeria
  55. 55. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão CONCLUSÃO
  56. 56. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão • Durante o card sorting, alguns participantes ficaram inseguros de criar uma categoria que sentiam ser necessária devido a pouca quantidade de cartões com aquele conteúdo. Portanto, é necessário haver atenção na limitação de cards oferecidos e/ou cuidado em deixar claro que a quantidade de cartões pode não condizer com a quantidade de conteúdo do site; • No processo de análise dos dados, foi fundamental analisar a planilha fazendo um paralelo com as observações feitas durante a aplicação do card sorting e com as respostas do debriefing.As dificulda- des apresentadas pelos participantes ajudaram a estabelecer uma solução para as categorias mistas: as tags, e no levantamento de categorias macros e dessas mesmas possíveis tags; • Também nos surpreendeu positivamente a capacidade de se encontrar nos insights que os participan- tes ofereceram no processo think aloud e no debriefing do card sorting, preferências que pudemos utilizar na validação/exclusão dos benchmarkings previamente selecionados para a formulação da taxonomia e montagem dos wireframes;
  57. 57. Arquitetura de Informação - Website Boa Diversão OBRIGADO!

×