Apresentação no ENANPAD - 2010

2.552 visualizações

Publicada em

Artigo apresentado por Patricia Tavares no congresso ENANPAD 2010 (Congresso de Administração de Empresas). Co-autoria de Simone Bacellar Ferreira e Luiz Agner.

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.552
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
560
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Slide 2 “ Quase todo dia, nós recebemos do IBGE informações sobre o Brasil através da TV, do rádio, da Internet etc. Através dessas informações o IBGE faz um retrato do nosso país e da nossa sociedade tanto no que se refere a informações estatísticas quanto geográficas.”
  • Slide 2 “ Quase todo dia, nós recebemos do IBGE informações sobre o Brasil através da TV, do rádio, da Internet etc. Através dessas informações o IBGE faz um retrato do nosso país e da nossa sociedade tanto no que se refere a informações estatísticas quanto geográficas.”
  • Slide 2 “ Quase todo dia, nós recebemos do IBGE informações sobre o Brasil através da TV, do rádio, da Internet etc. Através dessas informações o IBGE faz um retrato do nosso país e da nossa sociedade tanto no que se refere a informações estatísticas quanto geográficas.”
  • Slide 2 “ Quase todo dia, nós recebemos do IBGE informações sobre o Brasil através da TV, do rádio, da Internet etc. Através dessas informações o IBGE faz um retrato do nosso país e da nossa sociedade tanto no que se refere a informações estatísticas quanto geográficas.”
  • Apresentação no ENANPAD - 2010

    1. 1. Patricia Zamprogno Tavares – UNIRIO e IBGE [email_address] Simone Bacellar Leal Ferreira, D.Sc. – UNIRIO [email_address] Luiz Agner, D.Sc. – IBGE e UniverCidade [email_address] Método de Entrevistas Baseadas em Cenários e Tarefas UNIRIO
    2. 2. Apresentar um método de observações envolvendo usuários, constituído por entrevistas baseadas em cenários e tarefas com a finalidade de flexibilizar os testes de usabilidade de campo, de modo que eles possam ser adaptados ao contexto do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) Objetivo
    3. 3. Coleta em Papel
    4. 4. Coleta em PDA ( Personal Assistant Digital) Dispositivos móveis para a coleta de dados durante as visitas de campo.
    5. 5. Coleta em PDA
    6. 6. Entrevistas baseadas em cenários e tarefas Evitar gerar ansiedade nos participantes; Evitar sugerir que estariam sendo “testados”; O teste é do software; Participantes acostumados ao termo “entrevista”
    7. 7. A PNAD Contínua <ul><li>A PNAD Contínua é a Pesquisa que integra a PNAD e a PME </li></ul><ul><li>Objetivos </li></ul><ul><li>Produzir informações básicas para o estudo do desenvolvimento socioeconômico </li></ul><ul><li>do País e permitir a investigação contínua de indicadores sobre trabalho e rendimento; </li></ul><ul><li>Teste da metodologia e do sistema; </li></ul><ul><li>Outubro de 2009 a Dezembro de 2009: PA, PE, RJ, SP, RS e DF; </li></ul><ul><li>Teste em 2010: RJ; </li></ul><ul><li>2011: oficialmente implementada em todo o país </li></ul>
    8. 8. Método de Pesquisa 1) Pesquisa Bibliográfica e Documental; 2) Observações Envolvendo Usuários em Seu Contexto de Uso; 3) Escolha dos usuários que formaram a amostra; 4) Convocação dos usuários para as entrevistas baseadas em cenários e tarefas; 5) Realização das entrevistas baseadas em cenários e tarefas; 6) Análise dos resultados.
    9. 9. Método de Pesquisa – Limitações e dificuldades <ul><li>Somente no Rio de Janeiro; </li></ul><ul><li>Resistência inicial: receio por gerar mal-entendidos; </li></ul><ul><li>Participações de outros funcionários = maior interesse em colaborar; </li></ul><ul><li>Itaguaí, Teresópolis, Macaé: dificuldades para ir até a capital; </li></ul><ul><li>Alta rotatividade: convocação para outros concursos. </li></ul>
    10. 10. Garantir aos usuários dos sistemas: - efetividade - eficiência - satisfação ISO 9241 / International Standards Organization ABNT 9241 Associação Brasileira de Normas Técnicas Se é fácil de usar, o usuário tem maior produtividade: aprende mais rápido a usar, memoriza as operações e comete menos erros. 1) Pesquisa Bibliográfica e Documental
    11. 11. 2) Observações Envolvendo Usuários em Seu Contexto de Uso
    12. 12. 2) Observações Envolvendo Usuários em Seu Contexto de Uso
    13. 13. 3) Escolha dos usuários que formaram a amostra 57 Respostas 29 Candidatos - 51% 70% Masculino 66% 18-29 anos 44% Superior incompleto 39% Superior completo 96% Experiência em tecnologia
    14. 14. P 4) Convocação dos usuários para as entrevistas baseadas em cenários e tarefas 6 Participantes 2 Mulheres 4 Homens 1 Teste piloto
    15. 15. Laboratório de Usabilidade Portátil “ think aloud” <ul><li>SOFTWARES: </li></ul><ul><li>Windows Mobile Device Center </li></ul><ul><li>Remote Display Control </li></ul><ul><li>Techsmith Camtasia Studio </li></ul><ul><li>Aplicativo da PNAD Cont í nua </li></ul>5) Realização das entrevistas
    16. 16. 5) Realização das entrevistas
    17. 17. <ul><li>Questionário de pós-tarefas: bem avaliado; </li></ul><ul><li>Imagens gravadas: princípios de usabilidade violados; </li></ul><ul><li>Graus de severidade variados; </li></ul><ul><li>Problemas X Dez Heurísticas de Nielsen X Grau de Severidade </li></ul>6) Análise dos Resultados
    18. 18. 6) Análise dos Resultados
    19. 19. P Conclusões <ul><li>O desempenho do entrevistador na abordagem ao informante é fundamental para o sucesso do trabalho; </li></ul><ul><li>Qualquer dificuldade com o manuseio do PDA pode comprometer toda a entrevista, pois o seu uso incorreto pode despertar pouca credibilidade. </li></ul><ul><li>A usabilidade é necessidade absoluta! </li></ul>
    20. 20. P <ul><li>Vantagens </li></ul><ul><li>O método foi considerado satisfatório; </li></ul><ul><li>Custo baixo, fácil aplicação e rápida condução; </li></ul><ul><li>Facilmente contextualizado para outros cenários: avaliação de websites , intranets , processos automatizados, EAD e demais softwares para dispositivos móveis de coleta de dados em pesquisas estatísticas domiciliares; </li></ul>Conclusões
    21. 21. P <ul><li>Vantagens </li></ul><ul><li>Teste criado com a preocupação de deixar os participantes à vontade e para que não se sentissem constrangidos por estarem sendo observados; </li></ul><ul><li>Dar voz ao usuário final que, desta forma, sente-se motivado por estar sendo ouvido e poder dar a sua contribuição para o aprimoramento dos sistemas do IBGE. </li></ul>Conclusões
    22. 22. P <ul><li>Desvantagens </li></ul><ul><li>O pesquisador não pode ser removido do ambiente; </li></ul><ul><li>Interferências típicas dos estudos de campo: níveis diversos de ruído, entrada de colegas de trabalho ou da chefia na sala de entrevistas, pessoas servindo água e cafezinho, conversas paralelas, entre outras. </li></ul>Conclusões
    23. 23. Local sem energia elétrica BR-156 – Amapá Murinim - PA
    24. 24. BR-156 – Amapá Índios

    ×