Case Senad – Viva Voz

364 visualizações

Publicada em

A e21 foi a agência escolhida pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD) para a execução das ações de comunicação do projeto VIVAVOZ, serviço de aconselhamento (0800), realizado por profissionais da área da saúde, àqueles que gostariam de conversar sobre a dependência de drogas. Com o conceito “Drogas. Você precisa ter voz”, as peças de comunicação evidenciavam o principal objetivo do projeto: o respeito ao anonimato com a garantia de que as pessoas seriam ouvidas. Veja o passo a passo da campanha e os resultados alcançados em mais um case de sucesso da e21.

Publicada em: Marketing
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
364
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Case Senad – Viva Voz

  1. 1. CASE SENAD. Viva Voz
  2. 2. Problema A SENAD - Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas - subordinada ao Ministério da Justiça, trabalha, incansavelmente, no sentido da prevenção e combate ao uso de drogas. Em 2010, um novo serviço gratuito da SENAD deveria ser lançado: Era o VIVAVOZ, um serviço de aconselhamento, realizado por profissionais da área da saúde, àqueles que gostariam de conversar com alguém sobre a dependência de drogas, mas que, por motivos diversos, não estariam conseguindo dar o primeiro passo junto a familiares ou amigos. O foco da comunicação era o de divulgar esta forma de apoio gratuito aos jovens dependentes de drogas e seus familiares, através de um telefone (0800), dando voz às suas angústias.
  3. 3. Diagnóstico Para minimizar a sensação de desolamento e desamparo provocada pelo tema, a linguagem deveria ser jovem e leve, apresentando o novo serviço telefônico como uma fonte de orientação e apoio, tanto para quem é usuário de drogas quanto a seus familiares.   As cidades com maior incidência de uso de drogas foram definidas e, nestas praças, o serviço deveria ser divulgado e reconhecido pelo público como o espaço ideal de apoio e enfrentamento do vício. A campanha deveria impactar jovens e famílias de todas as classes socioeconômicas e faixas etárias das principais capitais do Brasil. •Acre •Alagoas •Bahia •Ceará •Distrito Federal •Espírito Santo •Goiás •Maranhão •Mato Grosso do Sul •Minas Gerais •Pará •Paraná •Pernambuco •Piauí •Rio de Janeiro •Rio Grande do Sul •Roraima •São Paulo •Sergipe •Tocantins
  4. 4. O primeiro passo dado foi a criação de um conceito de campanha que deixa claro o propósito do serviço: “Drogas. Você precisa ter voz”. A estética trabalhada explorava a técnica de pixelar fotos de rostos de jovens, deixando apenas a boca nítida. Dessa forma, as peças de comunicação evidenciavam que as pessoas que buscassem o serviço teriam o desejado anonimato, mas que conseguiriam expor suas angústias e questionamentos relacionados ao vício. Ideia
  5. 5. Ideia A estética trabalhada explorava a técnica de pixelar fotos de rostos de jovens, deixando apenas a boca nítida. Dessa forma, as peças de comunicação evidenciavam que as pessoas que buscassem o serviço teriam o desejado anonimato, mas que conseguiriam expor suas angústias e questionamentos relacionados ao vício.
  6. 6. Execução Por terem representatividade de penetração junto ao público-alvo, foram utilizados os meios rádio, televisão e outdoor . Mas como forte apoio à estratégia, o projeto contou com uma parceria com o site ObaOba, um guia online de festas, shows, baladas, bares, restaurantes e motéis com forte atuação nacional. Televisão Rádio Internet
  7. 7. Execução Através do espaço disponível no site ObaOba, o serviço VIVAVOZ apresentou aos internautas diversos conteúdos sobre vida saudável, prevenção, riscos do uso de drogas e dentre diversos assuntos relacionados ao tema. Para dar seus depoimentos aos jovens de forma aberta e direta, foram convidados diversos artistas que já viveram o drama do vício e se recuperaram. Wilson Sideral Rodolfo Abrantes Clemente Mingau Thunderbird DJ Magal Sander
  8. 8. Execução Foram realizadas diversas ações promocionais com a entrega dos cartões com o telefone 0800 do VIVAVOZ em festas e shows nas cidades de Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo. Ao receberem o cartão, as pessoas tiravam diversas fotos que eram postadas no especial VIVAVOZ, do site ObaOba.   Uma segunda ação complementou o projeto: a distribuição de porta-cartões VIVAVOZ, que eram entregues junto com ingressos de festas e shows adquiridos através do ObaOba.
  9. 9. Impactos Cartões Internet Rádio 18.240 cartões 4.000 cliques 18 emissoras 700 Ingressos +Cartão 15.986.526 impressões 68.000.000 espectadores No meio internet, o projeto totalizou quase 16 milhões de impressões e 4 mil cliques no site ObaOba. Através do rádio, mais de 68 milhões de espectadores foram impactados em 18 emissoras espalhadas pelas praças selecionadas para participar dos esforços de comunicação. Ao todo, foram distribuídos mais de 18 mil cartões em festas noturnas no Rio Grande do Sul, São Paulo e Rio de Janeiro ao longo de 3 meses, sem contar as mais de 700 pessoas que foram impactadas pelo projeto ao receberem, em suas residências, os ingressos de festas, comprados pelo site ObaOba. +
  10. 10. Resultado Como principal medida de retorno, podemos citar que as ligações para o sistema cresceram mais de 300% no período da campanha. Mas, talvez, o impacto mais importante de todo este trabalho, entretanto, reside na contribuição que o trabalho deu para o assunto. A temática das drogas foi contextualizada em diversas festas e shows, promovendo o envolvimento de jovens com conteúdo de uma forma mais leve e interativa. Através dessas ações, os argumentos propiciaram discussões sobre o tema em uma linguagem descontraída e uma aproximação maior do SENAD com o público jovem.
  11. 11. Porto Alegre • RS • Rua 24 de Outubro, 388 / 5º andar (51) 3092-7400 uma empresa

×