Provateoria

1.607 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.607
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Provateoria

  1. 1. 1) Explique o título do primeiro capítulo do livro Antropologia e Comunicação, princípios radicais, “Homem, Homem?”, dizendo como ele expressa a principal ideia desenvolvida no texto. O primeiro capítulo do livro já introduz a questão da diversidade da espécie humana. Os homens são semelhantes em muitos aspectos, mas também muito diferentes. São todos antropocêntricos, mas cada um tem a sua cultura e, portanto, sua lente etnocêntrica. (0,7/1)2) Em Antropologia e Comunicação, princípios radicais, José Carlos Rodrigues afirma que o homem utiliza diferentes filtros e lentes para ver o mundo. Quais lentes seriam essas e como elas funcionam? São duas lentes a do antropocentrismo e a do etnocentrismo. A lente antropocêntrica é aquela que faz o homem ver o mundo como humano e se colocar no centro do mundo. A segunda é a da cultura, e faz cada homem ver tudo de acordo com sua etnia, com o padrão de vida de sua sociedade. As pessoas têm essas duas lentes, simultaneamente, e não pode tirá-las, pois é impossível enxergar o mundo pelos olhos de outros seres ou de pessoas com outras culturas.3) Depois de tudo que você leu e aprendeu sobre as diferentes lentes que filtram a nossa percepção do mundo e da natureza, você acha que é possível o homem ter acesso à realidade? Por quê? Justifique sua s respostas com exemplos. Não, pois a realidade de cada homem é diferente da de outro homem e da de outros seres. Assim, não há uma realidade absoluta, e não se pode tirar suas lentes para ver o mundo sem influência da sociedade, pois é impossível “deixar de ser quem você é”.4) O homem da pré-história vivia com condições adversas, lutando arduamente para se manter vivo no meio feroz. Você concorda com essa afirmativa? Por quê? Não. Essa é uma forma de ver a vida dos homens pré-históricos de nossa sociedade. Para eles, o normal era viver lutando no meio feroz. Não tinham nossa concepção de mundo, com conforto, segurança, etc. Os homens da pré- história nasciam e eram criados para viver aquela realidade. Para eles, era normal. Para nós, são condições adversas.
  2. 2. 5) Animais se comunicam por símbolos quando domesticados? Por quê? O que significa, de acordo com José Carlos Rodrigues, domesticar um animal? Não. Domesticar um animal significa fazer com que ele interprete seus símbolos como sinais. O animal lhe responderá através de sinais, mas você os verá como símbolos.6) José Carlos Rodrigues afirma: “Tão internalizada em nós está a moderna concepção de tempo, que temos a tendência a acreditar que ele seja um dado natural, que no mundo existam coisas como horas, minutos, segundos”. Nossa concepção de tempo reflete a realidade da natureza? Justifique sua resposta com exemplos. Nós, ocidentais, temos o hábito de medir o tempo. Damos importância a cada segundo que passa. Outros povos, como sociedades africanas, não contam o tempo. Vivem de acordo com o sol. Sabem que um novo ciclo (dia) se inicia através da luz. Não diferenciam os dias da semana como nós, que temos cinco dias para trabalho e dois para descanso. Nós optamos por uma vida cheia de regras, mas isso não é o comum da natureza.7) Ainda segundo José Carlos Rodrigues, seria possível fazer uma escala de inteligência na qual o homem seria o mais “inteligente” dos animais? Justifique sua resposta. Essa escala é feita por nós, humanos. Fazemos isso, porque somos antropocêntricos. Se tentarmos ver as coisas por outro ângulo, porém, podemos perceber que há seres que precisam de muito menos para sobreviver.8) No filme Os deuses devem estar loucos, o narrador afirma: “O homem civilizado recusou-se a se adaptar ao meio ambiente. Em vez disso, adaptou o ambiente à sua conveniência. Assim, constrói cidades, estradas, máquinas. (...) Mas ele não soube quando parar. Quando mais melhorava o meio para tornar a vida mais fácil, mais complicado o tornava. E assim, os seus filhos estão condenados a 10, 15 anos de escola para aprender a sobreviver nesse complexo e perigoso habitat no qual nasceram”. Como essa afirmação relativiza a cultura ocidental? Em sua resposta, explique o conceito de relativização. O filme foi feito por ocidentais que tentam ver nossa sociedade como alguém exterior a ela. Na afirmação acima, tentam falar do dia-a-dia do povo ocidental visto por quem não tem como frequentar escolas. Relativização é um esforço para enxergar o mundo sem suas lentes etnocêntricas. É uma tentativa de ver as coisas como os outros, sem ser seu ponto de vista. Relativizar, no
  3. 3. entanto, é tirar suas lentes etnocêntricas, pois é não ler a realidade de acordo com osseres e a maneira como ele foi criado.

×