Velhas 2014
OS RESULTADOS DA    META 2010
Epicentro da Meta 2010
Gráfico 1: Evolução da vazão dos esgotos tratados, 2009                                                           Bacia do...
Gráfico : IQA do Ribeirão Arrudas e do Rio das Velhas, 1997-2009                                                          ...
Gráfico 6: Oxigênio dissolvido e demanda bioquímica de oxigênio na foz do          ribeirão Arrudas, 1997-2009            ...
Gráfico 7: Impacto do Ribeirão do Onça na Qualidade das           águas do Rio das Velhas 1997-2009
Gráfico : Influência do Rio Jaboticatubas na qualidade das águas do VelhasFonte: IGAM, dados do monitoramento das águas su...
Influência do Rio Taquaraçú na Qualidade das Águas do                                                                     ...
ORGANISMOS    ORGANISMOS   ORGANISMOSRESISTENTES   TOLERANTES    SENSÍVEIS
RIO DAS VELHAS As ações implementadas pela para despoluição do Rio das Velhas já vem dando resultados. Espécies de peixes ...
Velhas (gráfico 2).                  Gráfico 2: Comparação entre o IDH e IQA, 2000        Fonte: Fundação João Pinheiro (I...
Parque Linear da Av. Nossa Senhora da Piedade                                Fonte: - Drenurbs
Figura : Destino final do lixo municipal,2002
VELHAS 2014 : garantir a volta dos peixes e nadar na      região metropolitana do rio das Velhas.• O VELHAS 2014 propõe tr...
AÇÕES ESTRATÉGICAS DO PROJETO VELHAS 2014:• 100% de intercepção dos esgotos de Belo Horizonte• Revitalização do ribeirão P...
• A META 2010 findou com os seus ganhos e  perdas, e esgotou as possibilidades do  arranjo proposto. • O projeto VELHAS 20...
MARCUS VINICIUS POLIGNANO  mupoli@medicina.ufmg.br  www.manuelzao.ufmg.br        Obrigado!
Apresentação Projeto manuelzão sobre a Meta 2010 e 2014
Apresentação Projeto manuelzão sobre a Meta 2010 e 2014
Apresentação Projeto manuelzão sobre a Meta 2010 e 2014
Apresentação Projeto manuelzão sobre a Meta 2010 e 2014
Apresentação Projeto manuelzão sobre a Meta 2010 e 2014
Apresentação Projeto manuelzão sobre a Meta 2010 e 2014
Apresentação Projeto manuelzão sobre a Meta 2010 e 2014
Apresentação Projeto manuelzão sobre a Meta 2010 e 2014
Apresentação Projeto manuelzão sobre a Meta 2010 e 2014
Apresentação Projeto manuelzão sobre a Meta 2010 e 2014
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação Projeto manuelzão sobre a Meta 2010 e 2014

2.549 visualizações

Publicada em

Apresentação Projeto manuelzão sobre a Meta 2010 e 2014 para o rio das Velhas

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.549
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Projeto manuelzão sobre a Meta 2010 e 2014

  1. 1. Velhas 2014
  2. 2. OS RESULTADOS DA META 2010
  3. 3. Epicentro da Meta 2010
  4. 4. Gráfico 1: Evolução da vazão dos esgotos tratados, 2009 Bacia do Rio das Velhas - RMBH 140.000.000 (84,00%) 127.090.080 120.000.000 100.000.000 102.176.040 (57,33%) 85.907.533 (68,00%) Vazão (m³/ano) 80.000.000 77.160.496 (52,56%) 60.000.000 (31,95%) 46.799.424 53.052.382 (34,15%) 46.348.459 (32,08%) 40.000.000 41.567.602 (28,29%) 20.000.000 (2,32%) (1,34%) (2,12%) 4.780.858 4.779.985 3.900.372 4.902.673 (2,24%) 0 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 OBS: O percentual no gráfico se refere ao esgoto tratado em relação ao coletado Anos• Fonte: Copasa, 2009
  5. 5. Gráfico : IQA do Ribeirão Arrudas e do Rio das Velhas, 1997-2009 Tratamento Tratamento Primário SecundárioFonte: IGAM, dados do monitoramento das águas superficiais do Rio das Velhas,1997- 2009
  6. 6. Gráfico 6: Oxigênio dissolvido e demanda bioquímica de oxigênio na foz do ribeirão Arrudas, 1997-2009 Tratamento Tratamento Primário SecundárioFonte: IGAM, dados do monitoramento das águas superficiais do Rio das Velhas,1997 a 2009
  7. 7. Gráfico 7: Impacto do Ribeirão do Onça na Qualidade das águas do Rio das Velhas 1997-2009
  8. 8. Gráfico : Influência do Rio Jaboticatubas na qualidade das águas do VelhasFonte: IGAM, dados do monitoramento das águas superficiais do Rio das Velhas- 2006 a 2009
  9. 9. Influência do Rio Taquaraçú na Qualidade das Águas do Rio das Velhas 100,00Índice de Qualidade das Áquas - IQA 90,00 80,00 70,00 60,00 50,00 40,00 30,00 20,00 10,00 0,00 Rio das Velhas a jusante do Ribeirão da Mata Foz do Rio Taquaraçu Rio das Velhas em Lagoa Santa
  10. 10. ORGANISMOS ORGANISMOS ORGANISMOSRESISTENTES TOLERANTES SENSÍVEIS
  11. 11. RIO DAS VELHAS As ações implementadas pela para despoluição do Rio das Velhas já vem dando resultados. Espécies de peixes estão sendo detectadas rio acima.
  12. 12. Velhas (gráfico 2). Gráfico 2: Comparação entre o IDH e IQA, 2000 Fonte: Fundação João Pinheiro (IDH) e IGAM (IQA), 2000
  13. 13. Parque Linear da Av. Nossa Senhora da Piedade Fonte: - Drenurbs
  14. 14. Figura : Destino final do lixo municipal,2002
  15. 15. VELHAS 2014 : garantir a volta dos peixes e nadar na região metropolitana do rio das Velhas.• O VELHAS 2014 propõe três focos de atuação:• um foco na recuperação da região mais degradada da calha do Velhas que é a RMBH;• segundo foco na preservação ou conservação da bacia do Cipo-Paraúna, reserva biológica natural da bacia do Velhas;• o terceiro foco de ações de preservação e recuperação das dezenas de sub-bacias do Velhas, envolvendo todas as prefeituras e empresas das respectivas áreas hidrográficas e em torno da liderança e função legal atribuída aos Sub Comitês de bacias que integram o sistema CBH Velhas.
  16. 16. AÇÕES ESTRATÉGICAS DO PROJETO VELHAS 2014:• 100% de intercepção dos esgotos de Belo Horizonte• Revitalização do ribeirão Pampulha-Onça e Arrudas• Tratamento de esgotos de todas as cidades da bacia do ribeirão da Mata• Tratamento de esgoto de Sabará – ribeirão Caeté-Sabará• Tratamento de esgoto de Nova Lima – ribeirão Água Suja• Fortalecimento do comitê de bacia e um novo plano diretor da bacia• Garantir que todos os afluentes sejam no minímo classe II, e os que estão em classe especial e I assim se mantenham• Integração de gestão ambiental com a gestão das águas• Tratamento terciário nas etes.• Tratamento adequado dos resíduos sólidos• Polítca de agroecologia e combate ao agrotóxico• saneamento rural
  17. 17. • A META 2010 findou com os seus ganhos e perdas, e esgotou as possibilidades do arranjo proposto. • O projeto VELHAS 2014 foi requerer um novo arranjo institucional, não pode ser mais somente um projeto COPASA, tem que envolver diversos setores do governo do estado - agricultura, meio ambiente, saúde,planejamento,desenvolvimento econômico e outros -, prefeituras, Comitê de bacia, ministério publico, setores empresarias e sociedade civil.
  18. 18. MARCUS VINICIUS POLIGNANO mupoli@medicina.ufmg.br www.manuelzao.ufmg.br Obrigado!

×