Aventura Madrid-Lisboa22   OXIGÉNIO Outubro 2011
em BTTO Neo-ClássicoPara os amantes do BTT e da aventura, a busca de novos desafioe novos trilhos é uma constante. Depois ...
Aventura O itinerário parecia fácil de fazer, logo       lo em dez etapas, se bem que eram etapas        fotos da praxe ju...
Etapas                        Partidas                                     Chegadas                        Km            A...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Madrid Lisboa em BTT (Oxigénio Out2011)

543 visualizações

Publicada em

Travessia Madrid Lisboa em BTT na revista Oxigénio Outubro 2011

Publicada em: Esportes
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
543
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Madrid Lisboa em BTT (Oxigénio Out2011)

  1. 1. Aventura Madrid-Lisboa22 OXIGÉNIO Outubro 2011
  2. 2. em BTTO Neo-ClássicoPara os amantes do BTT e da aventura, a busca de novos desafioe novos trilhos é uma constante. Depois de já termos percorridoe voltado a percorrer os imensos e bonitos caminhos por essePortugal fora, ocorreu-nos um dia a ideia de tentar fazer a ligaçãodesde Madrid a Lisboa nas nossas BTT’s mas tentando evitar aomáximo possível o alcatrão...Por Filipe Gomes :: Fotos: António Gavinho e Miguel Faria OX IGÉNIO 23
  3. 3. Aventura O itinerário parecia fácil de fazer, logo lo em dez etapas, se bem que eram etapas fotos da praxe junto ao monumento mais que a ideia surgiu… “saindo de Madrid, bem puxadas… Nesta altura começaram carismático da Plaza del Sol (o urso que podemos rumar a norte e subir à Serra de a verificar-se as primeiras desistências, que sobe à arvore para lhe retirar as maçãs) Guadarrama e de seguida virar a Este e fazer aumentaram quando finalmente se marcou deu-se o início do primeiro dia. Apenas15 a ligação ao maciço de Gredos, passando a data para esta expedição. Numa primeira km depois com uma hora de caminho já é de seguida à Serra da Gata, bem ao lado fase chegou a planear-se para a Páscoa, mas possível pedalar em terra batida apesar de da Malcata e já estamos em Portugal, daí depois de ponderar as dificuldades que Madrid ser uma metrópole de 3 milhões em diante é fácil…” Ora este plano em iríamos enfrentar e as altitudes que iríamos de pessoas. Assim o destino seria Serra jeito de conversa de café era fácil demais, passar foi decidido deixar a travessia mais de Guadarrama (local procurado pelos claro que faltavam todos os detalhes para próxima do Verão! madrilenos para praticarem actividades de que se pudesse cumprir todo o traçado montanha, pela sua proximidade). Para o cumprindo o principal objectivo que seria Km 0 segundo dia, e apesar de não ser uma etapa evitar o máximo de estradas alcatroadas! Rumaram à capital espanhola apenas longa tinha de acumulado de subida uns Depois de alguns meses de preparação, quatro bravos, que iriam fazer esta viagem impressionantes 2000 mt, e o prazer de de estudo do itinerário e recolha de épica e fazer história! No Centro de fazer caminhos de alta-montanha e junto a informação acerca dos trilhos existentes, Madrid, na Plaza del Sol é de onde partem bosques de pinheiros e abetos. para que esta travessia fosse o mais fiel todas as estradas e onde se encontra o Para a terceira etapa o prato principal seria os possível às intenções iniciais deste grupo de mítico km 0, que será também o ponto de imensos planaltos em altitude e a chegada a amigos, apurou-se que seria possível fazê- partida desta aventura. Depois de tiradas as Ávila, local de elevado interesse cultural com a 24 OXIGÉNIO Outubro 2011
  4. 4. Etapas Partidas Chegadas Km Ac. Subida Etapa 1 Plaza Mayor (Madrid) Miraflores (Sierra Guadarrama) 64 1080 Etapa 2 Miraflores (Sierra Guadarrama) Cercedilla (Sierra Guadarrama) 68 2050 Etapa 3 Cercedilla (Sierra Guadarrama) Avila 90 1980 Etapa 4 Avila Bohoyo (Sierra Gredos) 112 1950 Etapa 5 Bohoyo (Sierra Gredos) Soto Serrano 102 2130 Etapa 6 Soto Serrano Hoyos (Sierra da Gata) 128 2480 Etapa 7 Hoyos (Sierra da Gata) Fundão 114 2460 Etapa 8 Fundão Sertã 116 3900 Etapa 9 Sertã Alcanena 100 2400 Etapa 10 Alcanena Lisboa (Pr.Comércio) 129 940 Totais 1023 Km 21370 Mtsua catedral e vila medieval, que surpreendeu Gata, já bem perto de Portugal. Daqui tínhamos Oleiros. Na penúltima etapa, as máquinaspelo single track perfeito para terminar o dia. como destino a terra das cerejas bem junto à também já começavam a evidenciarDaqui o destino era novamente paisagens de Gardunha, e para isso teríamos que passar a os maus tratos dos últimos dias, e oalta-montanha já que seguimos para Gredos, fronteira e descer pela serra da Malcata até terreno que se apresentava nesta etapaque nos recebeu com toda a sua beleza e pela chegar ao Fundão. Para o grupo esta foi uma fazia a ligação entre a Sertã e Alcanena,companhia do rio Tormes com as suas pontes sensação de regresso a casa, apesar de ainda atravessando eucaliptais imensos eromanas que nos ajudaram no nosso trajecto. estarmos a uns bons quilómetros dela, mas cruzando a albufeira de castelo de Bode,Para o quinto dia desta aventura esperava- pelo menos a língua falada já era a nossa e os para finalmente chegarmos a Alcanena,se um dia bem complicado, já que pela cheiros e sabores eram bem conhecidos, o que bem junto à serra de Candeeiros.frente havia a serra de Béjar, com toda a sua serviu para ganhar uma força extra necessária Na derradeira etapa, e já com o objectivoimponência e dificuldade, cheia de subidas para equilibrar os nossos corpos já bastante bem perto, rolámos os 129 quilómetrosde piso difícil e descidas bem técnicas que “maltratados”. finais para fazer a chegada à Praça dotornam o andamento mais lento, mas sempre A etapa 8 foi a etapa rainha, já que batemos Comércio, local onde fomos recebidoscheio de emoções. Para além disso, os bosques um recorde de altimetria acumulada, e a pelos amigos e família com champanhe ede carvalhos e a pitoresca vila de Candelário distância que também ultrapassou bem carinho, coroando os heróis desta travessiacompunham bem o dia. Na sexta etapa, e já a centena de quilómetros, pelas serras da épica – António Gavinho, Hugo Noronha,na segunda metade da expedição, havia pela Gardunha, Moradal e Alvelos, sempre em Pedro Pires, Miguel Moniz!frente um dos dias mais longos em termos de caminhos de cumeada e atravessando os www.facebook.com/pages/Madrid-quilometragem, que nos levavam à serra da enormes parques éolicos da Gardunha e Lisboa-BTT/223643217665313. OX IGÉNIO 25

×