SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 25
Baixar para ler offline
FIGURAS DE
  REALCE
Antítese, Onomatopéia, Ironia
O que são Figuras de
         Realce?
• As figuras de realce procuram dar ao
  pensamento maior expressão; são
  figuras que se prestam à oratória
  forense. Veremos aqui a Antítese,
  Onomatopéia e a Ironia.
Antítese
• Antítese é uma figura de linguagem que
  explora a idéia de dois extremos, ou
  melhor, de idéias opostas. Foi utilizado
  especificamente pelos autores do período
  Barroco. É fácil identificar uma obra
  desse período, basta prestar atenção se
  na mesma imagem ou no mesmo texto
  mostra dois lados opostos, como Amor e
  Ódio, Paraíso e Inferno, Dia e Noite,
  Deus e Diabo, entre outros.
Para você poder entender melhor,
     veja os exemplos abaixo:
• Na canção “Certas Coisas” de Lulu Santos e
  Nelson Motta há a presença clara de antítese:
• Não existiria som se não
• Houvesse o silêncio
• Não haveria luz se não
• Fosse a escuridão
• A vida é mesmo assim
• Dia e noite, não e sim.
Frases com antítese:
• “Residem juntamente no teu peito um
  demônio que ruge e um deus que
  chora” (Olavo Bilac)
• Meus olhos andam cegos de te ver
  (Florbela Espanca)
• “Já estou cheio de me sentir vazio, meu
  corpo é quente e estou sentindo frio.”
  (Renato Russo)
Frases com antítese:
• “Eu vi a cara da morte, e ela estava
  viva”. (Cazuza)
• “Mas que seja infinito enquanto dure
  (Vinicius de Moraes)
• “Uma menina me ensinou, quase tudo que
  eu sei, era quase escravidão, mas ela me
  tratava como um rei” (Renato Russo)
Onomatopéia
• é uma figura de linguagem na qual
  se reproduz um som com um fonema
  ou palavra.Os Ruídos, gritos, canto
  de animais, sons da natureza,
  barulho de máquinas, o timbre da
  voz humana fazem parte do
  universo da onomatopéia.
Exemplos:
   • Ai! –dor ou grito
 • Hmm - pensamento
• Ai, ai... –lamentação
       • Ah! – grito
   • Ha Ha Ha!– riso
  • Atchim! – espirro
      • Bang! – tiro
     • Buáá! – choro
Exemplos:
           • Clap! – palmas
         • Cof, Cof - Tosse
           • Miau! – miado
 • Oops! – espanto; medo; surpresa
         • Tic-tac! – relógio
        • Tchibum – mergulho
• Zzz! – zumbido ou alguém dormindo
           • Quack! – pato
Exemplos:
• Cócóricó - Galo cantando
     • Bii Bii - Buzina
    • Shhhh! - Silêncio
  • ei psiu - chamamento
      • smack - beijo
Ironia
• A ironia é um instrumento de literatura
  ou de retórica que consiste em dizer o
  contrário daquilo que se pensa, deixando
  entender uma distância intencional entre
  aquilo que dizemos e aquilo que
  realmente pensamos. Na Literatura, a
  ironia é a arte de gozar com alguém ou
  de alguma coisa, com vista a obter uma
  reação do leitor, ouvinte ou interlocutor.
ironia
• Ela pode ser utilizada, entre outras
  formas, com o objetivo de denunciar,
  de criticar ou de censurar algo. Para
  tal, o locutor descreve a realidade
  com termos aparentemente
  valorizantes, mas com a finalidade de
  desvalorizar.
ironia
• A maior parte das teorias de retórica
  distingue três tipos de ironia: oral,
  dramática e de situação.
ironia
• A ironia oral é a disparidade entre a expressão
  e a intenção: quando um locutor diz uma coisa
  mas pretende expressar outra, ou então quando
  um significado literal é contrário para atingir o
  efeito desejado.
• A ironia dramática é a disparidade entre a
  expressão e a compreensão/cognição: quando
  uma palavra ou uma ação põe uma questão em
  jogo e a plateia entende o significado da
  situação, mas a personagem não
ironia
• A ironia de situação é a disparidade existente
  entre a intenção e o resultado: quando o resultado
  de uma ação é contrário ao desejo ou efeito
  esperado.
• Já a ironia cósmica ou infinita é a disparidade
  entre o desejo humano as realidades do mundo
  externo. Nas ironia antífrase, acontece o
  engrandecimento de idéias erradas, funestas, e
  quando se faz uso carinhoso de termos ofensivos.
Exemplo:

• (ele diz)-Você está intolerante hoje
  (ela diz)-Não diga, meu amor!
Acadêmicas:
•   Mileny Barbosa de Lima
•   Rayana Guimarães Dias
•   Camylla Botelho
•   Jennifer Dias
•   Luciane Thomáz
•   Ludimila Martins.
•   Thayara

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Figuras de linguagem resumo
Figuras de linguagem resumoFiguras de linguagem resumo
Figuras de linguagem resumoElaine Blogger
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagemUNOPAR, UNEB
 
Aula Figuras de Linguagem
Aula    Figuras de Linguagem Aula    Figuras de Linguagem
Aula Figuras de Linguagem paula nery
 
Intro Figuras De Linguagem
Intro Figuras De LinguagemIntro Figuras De Linguagem
Intro Figuras De Linguagemguest7174ad
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagemSandro Teles
 
Figuras de linguagem versos drummondianos
Figuras de linguagem   versos drummondianosFiguras de linguagem   versos drummondianos
Figuras de linguagem versos drummondianosKleber Brito
 
[c7s] Figuras de Linguagem
[c7s] Figuras de Linguagem[c7s] Figuras de Linguagem
[c7s] Figuras de Linguagem7 de Setembro
 
Figuras de linguagem para aula 1 ano
Figuras de linguagem para aula 1 anoFiguras de linguagem para aula 1 ano
Figuras de linguagem para aula 1 anomfmpafatima
 
Figuras de-linguagem 1
Figuras de-linguagem 1Figuras de-linguagem 1
Figuras de-linguagem 1Refferson
 
Figuras de Linguagem
Figuras de Linguagem Figuras de Linguagem
Figuras de Linguagem lumeloczs
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagemLudmiilaa
 
Figuras de linguagem completo
Figuras de linguagem completoFiguras de linguagem completo
Figuras de linguagem completoCDIM Daniel
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem slideFiguras de linguagem slide
Figuras de linguagem slideIvana Bastos
 
Uma Análise Literárias das Figuras de Linguagem nos Poemas de Flor Bela Espanca
Uma Análise Literárias das Figuras de Linguagem nos Poemas de Flor Bela EspancaUma Análise Literárias das Figuras de Linguagem nos Poemas de Flor Bela Espanca
Uma Análise Literárias das Figuras de Linguagem nos Poemas de Flor Bela EspancaAdilson P Motta Motta
 

Mais procurados (20)

Figuras de linguagem resumo
Figuras de linguagem resumoFiguras de linguagem resumo
Figuras de linguagem resumo
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Aula Figuras de Linguagem
Aula    Figuras de Linguagem Aula    Figuras de Linguagem
Aula Figuras de Linguagem
 
Intro Figuras De Linguagem
Intro Figuras De LinguagemIntro Figuras De Linguagem
Intro Figuras De Linguagem
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Figuras de linguagem versos drummondianos
Figuras de linguagem   versos drummondianosFiguras de linguagem   versos drummondianos
Figuras de linguagem versos drummondianos
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
[c7s] Figuras de Linguagem
[c7s] Figuras de Linguagem[c7s] Figuras de Linguagem
[c7s] Figuras de Linguagem
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Figuras de linguagem para aula 1 ano
Figuras de linguagem para aula 1 anoFiguras de linguagem para aula 1 ano
Figuras de linguagem para aula 1 ano
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Figuras de-linguagem 1
Figuras de-linguagem 1Figuras de-linguagem 1
Figuras de-linguagem 1
 
Figuras de Linguagem
Figuras de Linguagem Figuras de Linguagem
Figuras de Linguagem
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Figuras de Linguagem
Figuras de LinguagemFiguras de Linguagem
Figuras de Linguagem
 
Figuras de linguagem completo
Figuras de linguagem completoFiguras de linguagem completo
Figuras de linguagem completo
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem slideFiguras de linguagem slide
Figuras de linguagem slide
 
Figuras De Linguagem
Figuras De LinguagemFiguras De Linguagem
Figuras De Linguagem
 
Uma Análise Literárias das Figuras de Linguagem nos Poemas de Flor Bela Espanca
Uma Análise Literárias das Figuras de Linguagem nos Poemas de Flor Bela EspancaUma Análise Literárias das Figuras de Linguagem nos Poemas de Flor Bela Espanca
Uma Análise Literárias das Figuras de Linguagem nos Poemas de Flor Bela Espanca
 

Semelhante a FIGURAS LITERÁRIAS

Semelhante a FIGURAS LITERÁRIAS (20)

Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Figuras de linguagem 2012
Figuras de linguagem   2012Figuras de linguagem   2012
Figuras de linguagem 2012
 
Figuras de Linguagem.pptx
Figuras de Linguagem.pptxFiguras de Linguagem.pptx
Figuras de Linguagem.pptx
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Generos literarios-2
Generos literarios-2Generos literarios-2
Generos literarios-2
 
Figuras de Linguagem.pptx
Figuras de Linguagem.pptxFiguras de Linguagem.pptx
Figuras de Linguagem.pptx
 
Quinhentismo na literatura.pptx
Quinhentismo na literatura.pptxQuinhentismo na literatura.pptx
Quinhentismo na literatura.pptx
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Figuras de pensamento
Figuras de pensamentoFiguras de pensamento
Figuras de pensamento
 
Gêneros Literários - Professora Lizandra
Gêneros Literários - Professora LizandraGêneros Literários - Professora Lizandra
Gêneros Literários - Professora Lizandra
 
Genêros Literários
Genêros LiteráriosGenêros Literários
Genêros Literários
 
Figuras de linguagem (aluno)
Figuras de linguagem (aluno)Figuras de linguagem (aluno)
Figuras de linguagem (aluno)
 
Figuras linguagem2
Figuras linguagem2Figuras linguagem2
Figuras linguagem2
 
Pessoa heteronimos
Pessoa heteronimosPessoa heteronimos
Pessoa heteronimos
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Figuras de Pensamento
Figuras de PensamentoFiguras de Pensamento
Figuras de Pensamento
 
Figurasdelinguagem slide-120914120327-phpapp02
Figurasdelinguagem slide-120914120327-phpapp02Figurasdelinguagem slide-120914120327-phpapp02
Figurasdelinguagem slide-120914120327-phpapp02
 
Drummond
DrummondDrummond
Drummond
 
As figuras de linguagem nos textos
As figuras de linguagem nos textosAs figuras de linguagem nos textos
As figuras de linguagem nos textos
 

Mais de Agassis Rodrigues

O que significa ter um direito
O que significa ter um direitoO que significa ter um direito
O que significa ter um direitoAgassis Rodrigues
 
Estatuto criança adolescente_comentado
Estatuto criança adolescente_comentadoEstatuto criança adolescente_comentado
Estatuto criança adolescente_comentadoAgassis Rodrigues
 
Defesa da defensoria do para
Defesa da defensoria do paraDefesa da defensoria do para
Defesa da defensoria do paraAgassis Rodrigues
 
Constituição federal anotada - stf
Constituição federal   anotada - stfConstituição federal   anotada - stf
Constituição federal anotada - stfAgassis Rodrigues
 
Como fazer uma redação dissertativa argumentativa
Como fazer uma redação dissertativa argumentativaComo fazer uma redação dissertativa argumentativa
Como fazer uma redação dissertativa argumentativaAgassis Rodrigues
 
44361736 lei-11-340-lei-maria-da-penha-comentada
44361736 lei-11-340-lei-maria-da-penha-comentada44361736 lei-11-340-lei-maria-da-penha-comentada
44361736 lei-11-340-lei-maria-da-penha-comentadaAgassis Rodrigues
 
Vale transporte como funciona
Vale transporte como funcionaVale transporte como funciona
Vale transporte como funcionaAgassis Rodrigues
 
Ada pelegrini-grinover-antonio-carlos-de-araujo-cintra-candido-rangel-dinamar...
Ada pelegrini-grinover-antonio-carlos-de-araujo-cintra-candido-rangel-dinamar...Ada pelegrini-grinover-antonio-carlos-de-araujo-cintra-candido-rangel-dinamar...
Ada pelegrini-grinover-antonio-carlos-de-araujo-cintra-candido-rangel-dinamar...Agassis Rodrigues
 
Aula iv fluxos reais e monetários
Aula iv fluxos reais e monetáriosAula iv fluxos reais e monetários
Aula iv fluxos reais e monetáriosAgassis Rodrigues
 
Aula iii estrutura de mercado
Aula iii estrutura de mercadoAula iii estrutura de mercado
Aula iii estrutura de mercadoAgassis Rodrigues
 

Mais de Agassis Rodrigues (20)

Termo ciência fabiola
Termo ciência fabiolaTermo ciência fabiola
Termo ciência fabiola
 
Reunião 13 08
Reunião 13 08Reunião 13 08
Reunião 13 08
 
Resumo acesso a justiça
Resumo acesso a justiçaResumo acesso a justiça
Resumo acesso a justiça
 
O que significa ter um direito
O que significa ter um direitoO que significa ter um direito
O que significa ter um direito
 
Manual tecnicas redacao
Manual tecnicas redacaoManual tecnicas redacao
Manual tecnicas redacao
 
Guia trabalho acadêmico
Guia trabalho acadêmicoGuia trabalho acadêmico
Guia trabalho acadêmico
 
Estatuto criança adolescente_comentado
Estatuto criança adolescente_comentadoEstatuto criança adolescente_comentado
Estatuto criança adolescente_comentado
 
Defesa da defensoria do para
Defesa da defensoria do paraDefesa da defensoria do para
Defesa da defensoria do para
 
Constituição federal anotada - stf
Constituição federal   anotada - stfConstituição federal   anotada - stf
Constituição federal anotada - stf
 
Como fazer uma redação dissertativa argumentativa
Como fazer uma redação dissertativa argumentativaComo fazer uma redação dissertativa argumentativa
Como fazer uma redação dissertativa argumentativa
 
C digo penal comentado
C digo penal comentadoC digo penal comentado
C digo penal comentado
 
44361736 lei-11-340-lei-maria-da-penha-comentada
44361736 lei-11-340-lei-maria-da-penha-comentada44361736 lei-11-340-lei-maria-da-penha-comentada
44361736 lei-11-340-lei-maria-da-penha-comentada
 
0027 primeiro aditamento
0027 primeiro aditamento0027 primeiro aditamento
0027 primeiro aditamento
 
Vale transporte como funciona
Vale transporte como funcionaVale transporte como funciona
Vale transporte como funciona
 
Ada pelegrini-grinover-antonio-carlos-de-araujo-cintra-candido-rangel-dinamar...
Ada pelegrini-grinover-antonio-carlos-de-araujo-cintra-candido-rangel-dinamar...Ada pelegrini-grinover-antonio-carlos-de-araujo-cintra-candido-rangel-dinamar...
Ada pelegrini-grinover-antonio-carlos-de-araujo-cintra-candido-rangel-dinamar...
 
Trabalho tgp
Trabalho tgpTrabalho tgp
Trabalho tgp
 
Mercado e concorrência
Mercado e concorrênciaMercado e concorrência
Mercado e concorrência
 
Aula iv fluxos reais e monetários
Aula iv fluxos reais e monetáriosAula iv fluxos reais e monetários
Aula iv fluxos reais e monetários
 
Aula iii estrutura de mercado
Aula iii estrutura de mercadoAula iii estrutura de mercado
Aula iii estrutura de mercado
 
Aula ii economia tópicos
Aula ii economia tópicosAula ii economia tópicos
Aula ii economia tópicos
 

FIGURAS LITERÁRIAS

  • 1. FIGURAS DE REALCE Antítese, Onomatopéia, Ironia
  • 2. O que são Figuras de Realce? • As figuras de realce procuram dar ao pensamento maior expressão; são figuras que se prestam à oratória forense. Veremos aqui a Antítese, Onomatopéia e a Ironia.
  • 3. Antítese • Antítese é uma figura de linguagem que explora a idéia de dois extremos, ou melhor, de idéias opostas. Foi utilizado especificamente pelos autores do período Barroco. É fácil identificar uma obra desse período, basta prestar atenção se na mesma imagem ou no mesmo texto mostra dois lados opostos, como Amor e Ódio, Paraíso e Inferno, Dia e Noite, Deus e Diabo, entre outros.
  • 4. Para você poder entender melhor, veja os exemplos abaixo: • Na canção “Certas Coisas” de Lulu Santos e Nelson Motta há a presença clara de antítese: • Não existiria som se não • Houvesse o silêncio • Não haveria luz se não • Fosse a escuridão • A vida é mesmo assim • Dia e noite, não e sim.
  • 5. Frases com antítese: • “Residem juntamente no teu peito um demônio que ruge e um deus que chora” (Olavo Bilac) • Meus olhos andam cegos de te ver (Florbela Espanca) • “Já estou cheio de me sentir vazio, meu corpo é quente e estou sentindo frio.” (Renato Russo)
  • 6. Frases com antítese: • “Eu vi a cara da morte, e ela estava viva”. (Cazuza) • “Mas que seja infinito enquanto dure (Vinicius de Moraes) • “Uma menina me ensinou, quase tudo que eu sei, era quase escravidão, mas ela me tratava como um rei” (Renato Russo)
  • 7.
  • 8.
  • 9. Onomatopéia • é uma figura de linguagem na qual se reproduz um som com um fonema ou palavra.Os Ruídos, gritos, canto de animais, sons da natureza, barulho de máquinas, o timbre da voz humana fazem parte do universo da onomatopéia.
  • 10. Exemplos: • Ai! –dor ou grito • Hmm - pensamento • Ai, ai... –lamentação • Ah! – grito • Ha Ha Ha!– riso • Atchim! – espirro • Bang! – tiro • Buáá! – choro
  • 11. Exemplos: • Clap! – palmas • Cof, Cof - Tosse • Miau! – miado • Oops! – espanto; medo; surpresa • Tic-tac! – relógio • Tchibum – mergulho • Zzz! – zumbido ou alguém dormindo • Quack! – pato
  • 12. Exemplos: • Cócóricó - Galo cantando • Bii Bii - Buzina • Shhhh! - Silêncio • ei psiu - chamamento • smack - beijo
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16. Ironia • A ironia é um instrumento de literatura ou de retórica que consiste em dizer o contrário daquilo que se pensa, deixando entender uma distância intencional entre aquilo que dizemos e aquilo que realmente pensamos. Na Literatura, a ironia é a arte de gozar com alguém ou de alguma coisa, com vista a obter uma reação do leitor, ouvinte ou interlocutor.
  • 17. ironia • Ela pode ser utilizada, entre outras formas, com o objetivo de denunciar, de criticar ou de censurar algo. Para tal, o locutor descreve a realidade com termos aparentemente valorizantes, mas com a finalidade de desvalorizar.
  • 18. ironia • A maior parte das teorias de retórica distingue três tipos de ironia: oral, dramática e de situação.
  • 19. ironia • A ironia oral é a disparidade entre a expressão e a intenção: quando um locutor diz uma coisa mas pretende expressar outra, ou então quando um significado literal é contrário para atingir o efeito desejado. • A ironia dramática é a disparidade entre a expressão e a compreensão/cognição: quando uma palavra ou uma ação põe uma questão em jogo e a plateia entende o significado da situação, mas a personagem não
  • 20. ironia • A ironia de situação é a disparidade existente entre a intenção e o resultado: quando o resultado de uma ação é contrário ao desejo ou efeito esperado. • Já a ironia cósmica ou infinita é a disparidade entre o desejo humano as realidades do mundo externo. Nas ironia antífrase, acontece o engrandecimento de idéias erradas, funestas, e quando se faz uso carinhoso de termos ofensivos.
  • 21. Exemplo: • (ele diz)-Você está intolerante hoje (ela diz)-Não diga, meu amor!
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25. Acadêmicas: • Mileny Barbosa de Lima • Rayana Guimarães Dias • Camylla Botelho • Jennifer Dias • Luciane Thomáz • Ludimila Martins. • Thayara