Índice <ul><li>Introdução </li></ul><ul><li>Um Amor sem Fronteiras! </li></ul><ul><li>Conclusão </li></ul>
Introdução <ul><li>O livro de “O Rapaz de Bronze” está muito bom e é uma história linda com flores, festas e o vento, onde...
Um Amor sem Fronteiras! <ul><li>Os dias foram passando e Florinda e o Rapaz de Bronze começaram a apaixonar-se. Um dia à n...
<ul><li>Depois sugeriu que cada um escrevesse num papel o que sentiam um pelo outro e lhe entregassem os papeis e depois d...
<ul><li>Os dias passavam e eles riam, conversavam e divertiam-se. Florinda costumava brincar com as colegas da escola e co...
<ul><li>Até que um dia o Rapaz de Bronze disse: </li></ul><ul><li>- Já chega, tenho de falar contigo! </li></ul><ul><li>- ...
<ul><li>Florinda foi para casa e pensou no que disse o Rapaz de Bronze.  </li></ul><ul><li>A partir daí começou a divertir...
Conclusão <ul><li>Esperamos que tenham gostado do nosso final.  </li></ul>
Trabalho realizado por : <ul><li>Ana Filipa nº 1 </li></ul><ul><li>Ariana Silva nº3 </li></ul><ul><li>Miguel Santos nº 15 ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O rapaz de bronze 6º B

9.388 visualizações

Publicada em

Powerpoint produzido pelos alunos do 6º B, nas aulas de Português, após estudo da obra de Sophia de Mello Breyner Andresen.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.388
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
396
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
91
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O rapaz de bronze 6º B

  1. 2. Índice <ul><li>Introdução </li></ul><ul><li>Um Amor sem Fronteiras! </li></ul><ul><li>Conclusão </li></ul>
  2. 3. Introdução <ul><li>O livro de “O Rapaz de Bronze” está muito bom e é uma história linda com flores, festas e o vento, onde são visíveis dois recursos expressivos utilizados frequentemente: a personificação e a adjetivação.Em toda a história se fala de várias sensações (olfactivas, visuais, auditivas…) </li></ul><ul><li>Mas parece não ter um final muito feliz, por isso, vamos dar largas à nossa imaginação, criando um novo capítulo e assim, continuar a história……. </li></ul>
  3. 4. Um Amor sem Fronteiras! <ul><li>Os dias foram passando e Florinda e o Rapaz de Bronze começaram a apaixonar-se. Um dia à noite, o Gladíolo reparou que eles se olhavam fixamente e desconfiou que deveria haver “coisa”. Então resolveu fazer algo para ajudar “o romance”. </li></ul><ul><li>-Eu-disse o Gladíolo – acho que vocês têm qualquer coisa a dizer, não?… </li></ul>
  4. 5. <ul><li>Depois sugeriu que cada um escrevesse num papel o que sentiam um pelo outro e lhe entregassem os papeis e depois destruía-os. </li></ul><ul><li>- Agora vou lê-los em voz alta! – disse o Gladíolo. </li></ul><ul><li>- Mas tinhas dito que os ias destruir! - disseram o Rapaz de Bronze e a Florinda. </li></ul><ul><li>- Pois disse e vou… Depois de lê-los. – explicou o Gladíolo. </li></ul><ul><li>De seguida, leu cada um dos papeis e ambos ficaram a saber o que sentiam um pelo outro. </li></ul>
  5. 6. <ul><li>Os dias passavam e eles riam, conversavam e divertiam-se. Florinda costumava brincar com as colegas da escola e contava-lhes o que acontecia. Entretanto, começou a sentir-se só e parecia cada vez mais distante daquele “mundo”. Preferia todos os dias estar num outro “mundo” com o Rapaz de Bronze e com as flores, onde tudo parecia mais perfeito . </li></ul>
  6. 7. <ul><li>Até que um dia o Rapaz de Bronze disse: </li></ul><ul><li>- Já chega, tenho de falar contigo! </li></ul><ul><li>- O que se passa? – perguntou Florinda. </li></ul><ul><li>-Não é por causa das tuas colegas, que vais deixar de ser quem és e de ir à escola. Tu apenas tens que te divertir e brincar. Deixa os problemas para mais tarde, que isso não é um problema, mas sim um obstáculo da vida. Volta a sorrir e a ser quem eras e sempre serás! </li></ul>
  7. 8. <ul><li>Florinda foi para casa e pensou no que disse o Rapaz de Bronze. </li></ul><ul><li>A partir daí começou a divertir-se todos os dias sempre da melhor maneira possível e voltou a ser a Florinda de Sempre. </li></ul>
  8. 9. Conclusão <ul><li>Esperamos que tenham gostado do nosso final. </li></ul>
  9. 10. Trabalho realizado por : <ul><li>Ana Filipa nº 1 </li></ul><ul><li>Ariana Silva nº3 </li></ul><ul><li>Miguel Santos nº 15 </li></ul><ul><li>Tiago Pinto nº 22 </li></ul><ul><li>6ºB </li></ul>

×