XX Congresso Nacional da JSD

1.363 visualizações

Publicada em

Publicada em: Diversão e humor, Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.363
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

XX Congresso Nacional da JSD

  1. 1. XX Congresso Nacional da JSD Apresentaç ão do Novo Modelo de Congresso Penafiel - 28, 29 e 30 Novembro 2008
  2. 2. Para a JSD do futuro: um novo modelo de Congresso! XX Congresso Nacional Abertura à Sociedade Mais Democracia com Fiscalizaç ão Política Exigente Envolvimento Social e Solidariedade Votaç ões Responsáveis Mais Participaç ão Efectiva Propostas pol íticas coerentes e dignificadas Mais Debate de Ideias Congresso Online e Tecnol ógico
  3. 3. XX Congresso Nacional Calend ário dos Trabalhos 1ºdia 28 Nov. <ul><li>Abertura do Congresso </li></ul><ul><li>Apresentação do Relatório de Actividade e Contas da CPN </li></ul><ul><li>Sessão de Fiscalização da Acção da CPN </li></ul><ul><li>Reunião dos Painéis Temáticos: apresentação das Propostas Políticas Sectoriais (PPS) pelos respectivos subscritores </li></ul>2ºdia 29 Nov. <ul><li>Reunião dos Painéis Temáticos: discussão das PPS e adopção na especialidade de Propostas Políticas Finais coerentes </li></ul><ul><li>Apresentação e Discussão das Moções de Estratégia Global (MOG) e das Candidaturas aos Órgãos Nacionais </li></ul>3ºdia 30 Nov. <ul><li>Apresentaç ão e Votaç ão das Propostas Pol í ticas Sectoriais Finais </li></ul><ul><li>Eleiç ã o dos Ór g ão s Nacionais e Aprovaç ão da MOG </li></ul><ul><li>Encerramento. </li></ul>
  4. 4. XX Congresso Nacional Principais Novidades do Novo Modelo: <ul><li>Sess ão de Perguntas e Respostas para fiscalização efectiva da actividade da CPN </li></ul><ul><li>Discuss ão pormenorizada das propostas sectoriais em Painéis especializados de Áreas Temáticas Prioritárias </li></ul><ul><li>Aprovação dignificada e coerente das Propostas Políticas Sectoriais </li></ul><ul><li>Programa de Solidariedade “Juventude Responsável” </li></ul><ul><li>Webligação e interactividade do Congresso </li></ul>
  5. 5. XX Congresso Nacional Os 4 Pilares do Novo Modelo de Congresso I II III IV Fiscalizaç ão efectiva da actividade da CPN Debate Pol í tico e das Pol í ticas Apreciaç ão das Candidaturas e respectivas Estrat é gias Pol í ticas Envolvimento Social e Solidariedade
  6. 6. XX Congresso Nacional I. Fiscalizaç ão efectiva da actividade da CPN <ul><li>Novo modelo de fiscalizaç ão verdadeira e efectiva do exercício do mandato que se realiza nas seguintes fases: </li></ul><ul><li>Intervenção da CPN para apresentação do Relatório de Actividades e Contas da CPN; </li></ul><ul><li>B) Sessão de esclarecimento on-line : inicia-se no 3º dia anterior ao Congresso, e consiste em fórum online com a CPN sobre o exercício do mandato. Computadores on-line estarão disponíveis no local do Congresso para enviar questões e ler perguntas e respostas. </li></ul>
  7. 7. XX Congresso Nacional II. Debate Pol í tico e das Pol í ticas <ul><li>Moções de Estratégia Global </li></ul><ul><li>Apenas candidatos à liderança apresentam Moções de Estratégia Global (MOG), que serão divulgadas no Site do Congresso e por E-mail, discutidas em Congresso, mas não serão submetidas a votação. Considera-se aprovada a MOE proposta pelo candidato eleito Presidente da CPN. </li></ul><ul><li>B. Propostas Políticas Sectoriais </li></ul><ul><li>Criada uma Nova Metodologia que multiplica em muito o tempo disponível de discussão, permite participação alargada, promove o debate efectivo e especializado, previne a aprovação de propostas contraditórias e confere solenidade à aprovação. </li></ul>
  8. 8. XX Congresso Nacional II. Debate Pol í tico e das Pol í ticas B. Propostas Políticas Sectoriais: Uma Nova Metodologia Definiç ão das Áreas Tem áticas Priorit árias Submiss ão das Propostas Temáticas Divulgaç ão das Propostas no Site & por E-mail In ício da discussão online Reuni ão dos Painéis das ATP para apresentação das Propostas pelos subscritores Reuni ão dos Painéis das ATP para discussão e adopção de Propostas Políticas Coerentes Votaç ão das Propostas Políticas Sectoriais Finais pelo Plenário do Congresso no Congresso
  9. 9. XX Congresso Nacional <ul><li>As Áreas Temáticas Prioritárias: </li></ul><ul><li>O Conselho Nacional aprovou as seguintes Áreas Temáticas Prioritárias (ATP): </li></ul><ul><li>Educaç ã o e Empregabilidade; </li></ul><ul><li>Reorganizaç ã o do Funcionamento da JSD; </li></ul><ul><li>Ambiente, Energia e Alteraç õ es Clim át icas; </li></ul><ul><li>Portugal no Mundo; </li></ul><ul><li>Comportamentos de Risco; </li></ul><ul><li>Portugal 2030 – Que desígnio? </li></ul><ul><li>A ATP “ Portugal 2030 – Que desígnio? “ é suficientemente abrangente para garantir que nenhum tema relevante para a juventude portuguesa ficará excluído da discussão neste Congresso. </li></ul>II. Debate Pol í tico e das Pol í ticas B. Propostas Políticas Sectoriais
  10. 10. XX Congresso Nacional Aspectos de Funcionamento dos Painéis das ATP: O Subscritor de cada proposta política sectorial (PPS) apresentará publicamente a sua proposta perante Delegados e Observadores inscritos no Painel da respectiva ATP. Os delegados de cada Painel de ATP elegerão o Relator do Painel que terá o papel de coordenação dos trabalhos do respectivo Painel, e de apresentação da Proposta Política Final ao Plenário do Congresso. Poderão participar na discussão em cada Painel não só os respectivos delegados (que terão preferência), mas também outros delegados, observadores e convidados. A Reunião de cada Painel terminará com a adopção de uma Proposta Política Final relativa à respectiva ATP, que será apresentada e votada no Plenário do Congresso, e terá como base o conteúdo das PPS e da discussão no havida no Painel. II. Debate Pol í tico e das Pol í ticas B. Propostas Políticas Sectoriais
  11. 11. XX Congresso Nacional A apresentaç ão e discussão das Candidaturas aos Ó rgãos Nacionais, e das Mo ç ões de Estratégia Global decorrerão no modelo habitual durante o Segundo dia do Congresso, com possibilidade de interven ç ão de todos os delegados ao Congresso, sejam ou não candidatos. III. Apreciaç ão das Candidaturas e respectivas Estrat é gias Pol í ticas
  12. 12. XX Congresso Nacional Como condição essencial para a aproximação dos jovens à Política, o Novo Modelo de Congresso aposta em mais Envolvimento Social e Solidariedade: IV. Envolvimento Social e Solidariedade A. Congresso Aberto e Ligado à Sociedade Publicidade dos documentos e das sessões de discussão; o Pré-congresso e os Trabalhos sempre on-line; Distribuição antecipada das moções; Possibilidade de participação nos debates (de fiscalização e de propostas políticas) pela Internet; Páineis de ATPs abertos a observadores e convidados, e com fóruns on-line; B. Programa de Solidariedade “Juventude Responsável” Ser Dador de Medula Óssea; Recolha de Alimentos; Exposição de Carácter Social de ONG´s e IPSS . PARTICIPA e DOA! vê detalhes em: www.jsd.pt
  13. 13. XX Congresso Nacional Este Novo Modelo aumenta a democracia interna? Sim! Porque: A fiscalização à CPN é reforçada pela sessão on-line de esclarecimento sobre mandato; A duraç ão da discussão efectiva é alargada, as votações da moções sectoriais são dignificadas, e o tempo para as eleições é alargado. Quest ões sobre o Novo Modelo Este Novo Modelo aumenta a participação e discussão política no Congresso? Sim! Porque: a discussão das moções sectoriais é multiplicada por 6 (em vez de 1 sessão, existirão tantas quantas o nº de Painéis das ATP); é introduzida discussão na Internet de propostas políticas e do mandato da CPN, que começa pelo menos 3 dias antes do Congresso.
  14. 14. XX Congresso Nacional Quest ões sobre o Novo Modelo O Papel dos Delegados é reforçado? Sim! Porque: A CPN est á pela 1ª vez, obrigada a responder às questões dos delegados sobre a sua actividade; Os Delegados mantêm a possibilidade de apresentar moções sectoriais, mas agora sabem que vão ser mesmo discutidas por plateias interessadas, e as aprovadas serão mais dignificadas; As propostas políticas sectoriais dependem de aprovação pelo Plenário do Congresso, pelo que todos os Delegados terão direito a votar em todas as Propostas Políticas Sectoriais Finais; Para além da participação política, os delegados podem ainda ajudar quem mais precisa participando no programa de solidariedade “Juventude Responsável”.
  15. 15. XX Congresso Nacional Quest ões sobre o Novo Modelo de Congresso O Modelo das Areas Temáticas Prioritárias limita a possibilidade de apresentação de moções sectoriais? N ão! Porque: A exist ência de ATPs não impede a apresentação de qualquer moção em qualquer tema, simplesmente faz divisão de trabalho para efeitos de discussão e preparação para aprovação. Os delegados ou CPDs/CPRs poder ão criar outras ATPs sem necessitar de aprovação do Conselho Nacional. A ATP “ Portugal 2030 – Que desígnio? “ é suficientemente abrangente para garantir que nenhum tema relevante para a juventude portuguesa ficará excluído da discussão. Todos os delegados têm direito a votar em Plenário todas as Propostas Políticas Finais discutidas na especialidade nos Painéis.
  16. 16. XX Congresso Nacional Quest ões sobre o Novo Modelo de Congresso O Novo Modelo aumenta a qualidade das propostas políticas da JSD? Sim! Porque: O modelo dos ATPs cria um modelo de divisão de trabalho em especialidade+ generalidade que, como nos Parlamentos, permite um trabalho de apresentaç ão e discussão política mais especializado, longo e dedicado em cada tema. Elimina a possibilidade de aprovaç ão de Moções Sectoriais contraditórias e não discutidas pelos Congressistas; Resulta de debate mais alargado e aberto, quer no Congresso quer através da Internet, beneficiando por isso da recolha de mais contributos e ideias.
  17. 17. XX Congresso Nacional Quest ões sobre o Novo Modelo de Congresso Este Novo Modelo contribui para aproximar os Jovens da Política? Sim! Porque: Imp ôe muito mais Transpar ência, Contraditório e democraticidade na fiscalização política da actividade da CPN; Alarga a participação no debate de ideias a toda a juventude, permitindo que qualquer jovem dê contributos nos fóruns das ATPs; O Congresso está totalmente aberto e ligado onde tantos jovens estão e comunicam: a Internet! (cobertura total e abertura à discussão online) ; Com o Programa de Solidariedade a JSD intervém para além do debate e problemas políticos, e dá um contributo real para resolução de dramas sociais muito preocupantes.

×