“Mateus 6.8 – Não vos assemelheis, pois, a eles, porque vosso Pai sabe o que vos é
necessário antes de vós lho pedirdes.”
...
Estudo de Caso – Ex. 31.9-14 Deus planeja matar o povo de Israel e mediante a
intercessão de Moisés Ele Se “arrepende”.
2ª...
eu não precise sair de casa 'Em nome de Jesus' ”. Significa o que está expresso em Atos
4.7 - (…) com que poder ou em nome...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Base bíblica estudo oração

128 visualizações

Publicada em

asrrggxh

Publicada em: Espiritual
  • Seja o primeiro a comentar

Base bíblica estudo oração

  1. 1. “Mateus 6.8 – Não vos assemelheis, pois, a eles, porque vosso Pai sabe o que vos é necessário antes de vós lho pedirdes.” “1ª João 5.14 – E esta é a confiança que temos nele: que, se pedirmos alguma coisa, segundo a sua vontade, ele nos ouve.” I. Se é assim porque orar então? 1° - (confiança) Deus quer que oremos porque a oração expressa nossa confiança nele e é um meio pelo qual nossa confiança nEle pode aumentar. Devemos orar com fé, porque a fé em si demonstra confiança. Deus, como nosso Criador se deleita no fato de que suas criaturas confiam nEle, pois a atitude de dependência é a forma mais apropriada para expressar o relacionamento entre o Criador e a criatura. Mesmo a oração do Pai nossa enfatiza essa necessidade de dependência quando dizemos “Pai nosso (…).” 2° - (comunhão) 3° - (participação nas obras do Reino) – Quando oramos por assuntos que estão no coração de Deus estamos sendo cooparticipantes nesses assuntos. Ex. Orando por nossos líderes, por paz em tempos de guerra, para conversão de alguns, etc. 4° - (Gloria a Deus) – Quando nos oramos, nós só oramos por reconhecimentos o poder de Deus, sua bondade, sua majestade, seu amor, etc. >>>>>>>>Deus quer que oremos muito mais<<<<<<<<<<<<< II. A oração muda o coração de Deus? Não. Deus é imutável. O que muda e o modo de Deus agir. Tg 4.2 nos dá a entender que a falha em pedir priva-nos do que Deus , de outra forma nos teria dado.
  2. 2. Estudo de Caso – Ex. 31.9-14 Deus planeja matar o povo de Israel e mediante a intercessão de Moisés Ele Se “arrepende”. 2ª Crónicas 7.14 nos diz que Deus atenderá a oração humilde de arrependimento e mudará uma situação na vida deles. >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Mudando de Assunto<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<< O homem quando no Éden tinha um relacionamento face a face com Deus (Gn. 3.8 – ouviram a voz de Deus que passeava no jardim), contudo, quando o pecado entrou no mundo o homem se viu distânciado de Deus. Percebemos também que não foi logo em seguida à queda do homem que a situação entre Deus e o homem mudou. Deus ainda falava cara a cara com Caim e Abel (Gn. 4.9 – Onde está teu irmão.) Em Gn. 4.25-26 vemos algo interessante. Diz que “se começou a invocar o nome do Senhor.” Isto nos da uma ideia de que a relação entre Deus e o homem mudou. Em Gn. 5.22,24 vemos a história de Enoque. Em Gn. 6.13 vemos a história de Noé e logo em seguida em Gn. 12 vemos a história de Abraão que tem nas suas entrelinhas uma forma de relacionamento com Deus mais parecida com o tipo de relação que nós temos. Mas a questão é: III. Se na queda nós nos distanciamos de Deus, com que autoridade nós podemos orar a Deus (Chegar à Sua Presença)? 1ª Tm 2.5. Resposta: Nos precisamos de um mediador. Quem é esse mediador? Jesus Cristo. 1 Tm 2.5 Jo 14.13,14; Jo 15.16; Jo 16.23,24; Ef 5.20 – tem algo em comum. O que é? Resposta: Orar (ou Pedir) sempre em nome de Jesus. O que isso significa? Isso não significa a adição de uma clausula “em nome de Jesus”. Não é uma formula mágica do tipo “Senhor, me da uma ferrari, uma casa de três andares e um emprego que
  3. 3. eu não precise sair de casa 'Em nome de Jesus' ”. Significa o que está expresso em Atos 4.7 - (…) com que poder ou em nome de quem fizeste isto? Ou seja, com a autoridade de quem vocês estão agindo? Pedro responde em Atos 4.10 – seja conhecido de vós todos e de todo o povo de Israel, que em nome de Jesus Cristo, o Nazareno (…) nos fizemos essas coisas. Significa que quando oramos em Nome de Jesus, assumimos que estamos orando com a autoridade que Ele tem para interceder por nós. Vir em nome de alguém significa que a outra pessoa nos autorizou a vir com a sua autoridade, não com a nossa. É necessário ter um pouco de cuidado na aplicação do nome de Jesus em nossas orações. Toda vez que o fazemos estamos assumindo que é a vontade de Jesus que aquela oração seja atendida. IV. Algumas considerações sobre oração 1º Devemos orar de acordo com a vontade do Pai. Qual é a vontade do Pai? Que sua Palavra seja obedecida e seus mandamentos sejam observados. Devemos orar de acordo com a Lei moral de Deus. Ex: “Senhor, mata aquele impio para que eu possa tomar o lugar dele na empresa” “Senhor, me da oportunidades para falar do teu amor para aquele impio”. 2º Orar com Fé. 3º Obediência – Salmo 66.18 nos diz: “Se eu acalentasse o pecado no meu coração, o Senhor não me ouviria. Ou seja, o pecado impede nossas orações. 4º Confissão dos Pecado – devemos constantemente pedir perdão dos nossos pecados afim de que nossa relação com Deus não seja interrompida. 5º Perdoar os outros - 6º A resposta as vezes demora – Ap. 6.10,11.

×