Aula 5 Quinto Período - A Reforma Protestante

7.400 visualizações

Publicada em

O ano que assinala o começo da Reforma é 1517. Na manhã de 31 de outubro daquele ano Martinho Lutero afixou nas portas Catedral de Wittenberg, Alemanha, um pergaminho que continha 95 teses quase todas relacionadas com a venda de indulgências que denunciava como falsa essa prática e ensino.

Publicada em: Educação
4 comentários
12 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Igreja Católica, Igreja Protestante se transformaram em organizações humanas... A Igreja De Jesus Cristo é tirada de dentro dessas Igrejas, "Ungido" ( Messias) somente Jesus, por isso chamado "O Cristo", os homens que governam a Igreja podem ser servos de Jesus, porém quando abandonam o posto de Servo para serem Senhores, tornam-se anti-cristo, como afirma o Apóstolo João. Em todas as denominações a acertos por causa das escrituras e da ação do Espírito SAnto e há erros por causa da ação do homem. A graça e a misericórdia de Deus é que nos garantirá a salvação em Jesus Cristo que morreu, ressuscitou e intercede por nós.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Danilo amigo, saudações. Percebo no seu post abaixo algumas afirmações que deixam alguns detalhes ocultos no que se refere à Bíblia. Os Testemunhas de Jeová não tem a mesma tradução da Bíblia que os evangélicos. Utilizam a tradução Novo Mundo produzida por eles mesmos com diversas alterações no texto bíblico, principalmente por não crerem na Trindade santa. A própria igreja Católica Romana inseriu 7 livros não inspirados na Bíblia (Apócrifos) após o Concílio de Trento.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Outro ponto: Lutero surgiu como reformador, depois Calvino.... e segue sucessivamente essa corrente de reformadores até os dias atuais. Muitas "igrejas" hoje perderam quase que por completo a linha dos primeiros pais da "Reforma". Hoje temos muitos reformadores (vide Silas, Testemunhas de Jeová, Batistas, Adventistas..). Todos eles tem a mesma Bílbia, mas nunca entram em consenso, justamente por conta da doutrina erronea de Lutero, a Sola Scriptura. A mesma não tem embasamento. Essa passagem do Timóteo não quer dizer nada, pois seria como comparar com a água que bebemos. Não posso dizer: A água é muito importante para o ser humano sobreviver, mas não é unicamente só ela que me sustenta. Preciso de alimentos também. Fiz essa comparação, pois a Igreja CATOLICA sempre prezou por seus pilares: SAGRADA ESCRITURA, SAGRADA TRADIÇÃO e SAGRADO MAGISTERIO. Por isso que ela é coerente! Pois os Bispos, Cardeais em comunhão com o Papa, decidem tudo o necessário em regra de Fé e Moral.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Discordo piamente! Primeiro: seria necessário que Deus deixasse sua Igreja a deriva? Somente no século XVI que Deus "enviaria" seu "ungido" Martinho Lutero para corrigir os "erros" Católicos??? Não vejo nexo, haja visto que Jesus disse aos Apóstolos que permaneceriam com eles até o fim e também diz que muitas coisas Ele teria a dizer, mas o Espirito Santo os guiará na verdade (Derramamento do Pentecostes).
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.400
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
160
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.185
Comentários
4
Gostaram
12
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 5 Quinto Período - A Reforma Protestante

  1. 1. Lição 05 QUINTO PERÍODO: A REFORMA PROTESTANTE 1453 a 1648Fonte: História da Igreja: dos primórdios à atualidade (IBUHT)
  2. 2. LEITURA BÍBLICAIITm 3:16 - “Toda a Escritura é divinamente inspirada, eproveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, parainstruir em justiça.” (Sola Scriptura)ITm 2:5 - “Porque há um só Deus, e um só Mediador entreDeus e os homens, Jesus Cristo homem.” (Solus Christus)Ef 2:8-9 - “Porque pela graça sois salvos (Sola gratia), pormeio da fé (Sola fide); e isto não vem de vós, é dom deDeus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie.”Fp 4:20 - “Ora, a nosso Deus e Pai seja dada glória paratodo o sempre. Amém.” (Soli Deo gloria)
  3. 3. ~ ESBOÇO ~ INTRODUÇÃO I SÍNTESE DO PERÍODO II MARTINHO LUTERO1 Princípios da Religião Reformada; 2 Principais Resultadosda Reforma III OS CINCO PONTOS1 Os Cinco Pontos do Calvinismo; 2 Os Cinco Pontos doArminianismo; 3 Os Cinco Solas CONCLUSÃO
  4. 4. INTRODUÇÃO O período da Reforma Protestante ocorre entre 1453 e1648, abrange cerca de dois séculos. O ano que assinala o começo da Reforma é 1517. Namanhã de 31 de outubro daquele ano Martinho Luteroafixou nas portas Catedral de Wittenberg, Alemanha, umpergaminho que continha 95 teses quase todas relacionadascom a venda de indulgências que denunciava como falsaessa prática e ensino. Conforme já temos estudado, em épocas anteriores aoperíodo de Martinho Lutero, muitas vozes reformadoras selevantaram dentro da igreja, ao custo da própria vida, contraos desvios doutrinários, eclesiais, éticos, morais ecomportamentais do clero.
  5. 5. 95 Teses
  6. 6. I SÍNTESE DO PERÍODO O movimento da reforma trouxe à igreja a liberdade deacesso a Palavra de Deus e um novo tempo para os fiéis queagora descobriam o caminho de relacionamento direto como Senhor. Contudo, devido às muitas disputas teológicasdecorrentes daquele momento, as missões não foramprioridade imediata para os seus líderes. Nesse período se destacaram ações de restabelecimentodos princípios espirituais da fé bíblica, não formalista ecomunhão individual do crente com Cristo. Os principais líderes desse período foram: MartinhoLutero, na Alemanha, ( 1483-1546 ); João Calvino, na Suíça( 1509-1564 ) e João Knox, na Escócia ( 1505-1572 ).
  7. 7. Martinho Lutero João Calvino João Knox
  8. 8.  Em contrapartida a Igreja Católica reagiu através daContrarreforma, que foi um movimento que surgiu em seuseio e que, segundo alguns autores, teria sido uma resposta àReforma Protestante iniciada com Lutero, a partir de 1517. Em 1545, a Igreja Católica Romana convocou o Concíliode Trento estabelecendo entre outras medidas, o incentivo àcatequese dos povos do Novo Mundo, com a criação denovas ordens religiosas, dentre elas a Companhia de Jesus. Outras medidas incluíram a reafirmação daautoridade papal, a manutenção do celibato eclesiástico, areforma das ordens religiosas, reformas e instituiçõesde seminários e universidades, a supressão de abusosenvolvendo indulgências e a adoção da Vulgata comotradução oficial da Bíblia.
  9. 9. II MARTINHO LUTERO Nascido em uma família humilde em 10 de novembro de1483 em Eislebem, Alemanha, era filho de camponeses. Recebeu uma educação reta e rigorosa, chegando a estudrDireito. Enquanto buscava anelo para sua alma passava osdias vagueando pensativo na biblioteca da universidade, alise dá o seu primeiro encontrou com uma Bíblia, escrita emlatim. Depois dessa longa peregrinação espiritual Luterofinalmente convenceu-se de que a salvação é pelagraça, mediante a fé. Nascia o reformador. Lutero, agora amparado nas Escrituras, levanta protestoscontra a venda de indulgências e contra toda teologia que seencontrava por detrás dela.
  10. 10. 1 Princípios da Religião Reformada  Bíblia, o lema era: Somente a Escritura; Pessoal, o relacionamento com Deus é acessível a todos; Espiritual, é possível o homem relacionar-se diretamente com o Deus.2 Principais Resultados da Reforma  Tradução da Bíblia na língua do povo;  Todos têm acesso a Palavra;  Restauração de princípios bíblicos;  O sacerdócio universal de todos os crentes.
  11. 11. III OS CINCO PONTOS1 Os Cinco Pontos do CalvinismoSistema teológico exposto e defendido por João Calvino (1509-1564).1.1 Depravação total: Todos os homens nascem totalmentedepravados, incapazes de se salvar ou de escolher o bem em questõesespirituais;1.2 Eleição incondicional: Deus já predestinou quem vai para o céu equem vai para o inferno.1.3 Expiação limitada: Jesus Cristo morreu na cruz para pagar o preço doresgate somente dos eleitos;1.4 Graça Irresistível: A Graça de Deus é irresistível para os eleitos, istoé, o Espírito Santo acaba convencendo e infundindo a fé salvadora neles;1.5 Perseverança dos Santos: Todos os eleitos vão perseverar na fé até ofim e chegar ao céu. Nenhum perderá a salvação.
  12. 12. 2 Os Cinco Pontos do ArminianismoÉ o sistema de Teologia formulado por Jacobus Arminius (1560-1609), teólogo da Igreja holandesa, que resolveu refutar o sistema deCalvino.2.1 - Capacidade humana (Livre-arbítrio) - Todos os homens emborasejam pecadores, são livres para aceitar ou recusar a salvação de Deus;2.2 - Eleição condicional - A eleição divina só acontece mediante a fé emCristo; a predestinação, citada na Bíblia, acontece com base napresciência de Deus.2.3 - Expiação ilimitada - Cristo morreu por todos os homens e nãosomente pelos eleitos;2.4 - Graça resistível - Os homens podem resistir à Graça de Deus e nãoserem salvos;2.5 - Decair da Graça - Homens salvos podem perder a salvação caso nãoperseverem na fé até o fim.
  13. 13. CALVINISMO ARMINIANISMO Depravação total Capacidade humana Eleição incondicional Eleição condicional Expiação limitada Expiação ilimitada Graça Irresistível Graça resistívelPerseverança dos Santos Decair da Graça
  14. 14. 3 Os Cinco Solas Os reformadores lutaram e deram a vida para que a Bíblia fosseexposta de maneira sincera ao povo surgindo dai alguns lemaslatinos que resumiam a doutrina protestante. Em 1996, vários líderes e teólogos cristãos se uniram emCambridge para formular uma declaração doutrinária que ficouconhecida como Declaração de Cambridge. Essa declaração uniuesses lemas que juntos são conhecidos como as 5 solas dareforma, as doutrinas básicas da fé protestante. Sola scriptura (somente a Escritura); Solus Christus (somente Cristo); Sola gratia (somente a graça); Sola fide (somente a fé); Soli Deo gloria (glória somente a Deus).
  15. 15. CONCLUSÃO  Vimos nesta aula uma pequena noção do que foi areforma, bem como alguns pensamentos teológicos que nosafetam hoje.  Na próxima aula veremos os principais movimentospós reforma e em qual desses movimentos nos encaixamos,compreendendo assim toda nossa história como cristão. Soli Deo gloria! Ir. Adriano Pascoa E-mail : adrianoiuris@hotmail.com Facebook: https://www.facebook.com/AdrianoeJoana

×