Lidiane Coutinho– Direito AdministrativoCurso de Exercícios de Direito Administrativo - FCC                              M...
e) por servidor aposentado que retorna ao serviço público, sem ocupar cargo.04. (FCC- Analista Judiciário-TRT8/2010) A Lei...
(C) voluntária, aos 30 anos de serviço público, se homem, e aos 25 anos de serviço público, se mulher, comproventos integr...
I. O retorno do servidor estável ao cargo anteriormente ocupado e decorrente de inabilitação em estágioprobatório relativo...
I. As faltas justificadas decorrentes de caso fortuito não poderão, em qualquer caso, ser compensadas, nãosendo assim cons...
13. (FCC- Técnico Judiciário- TRE-AL-2010) Antonia, servidora pública federal, recebeu R$ 1.000,00 (ummil reais) a título ...
e) III e V.15. (FCC- Analista Administrativo- TRT9/2010) Sobre as licenças previstas na Lei n° 8.112/1990, é corretoafirma...
17. (FCC- Analista Jud.- Exec. Mandados- TRT2/2008)Nos termos da Lei no 8.112/90, a pena deadvertência será aplicada por e...
20. (FCC- Procurador de Contas- TCE-AP/2010) A apuração de infração administrativa disciplinarpraticada por servidor públi...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Lidiane administrativo-fcc-010-agentes publicos-e_lei_8112-90

1.354 visualizações

Publicada em

asdfdsfa

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.354
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
62
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lidiane administrativo-fcc-010-agentes publicos-e_lei_8112-90

  1. 1. Lidiane Coutinho– Direito AdministrativoCurso de Exercícios de Direito Administrativo - FCC MÓDULO 02- AGENTES PÚBLICOS E LEI 8.112/9001. (FCC- Analista Judiciário-TRT7/2009) Na categoria de servidores públicos incluem-se osa) empregados públicos, os servidores das empresas públicas, os empregados das concessionárias deserviço público.b) servidores estatutários, os servidores temporários, os militares.c) militares, os servidores temporários, os agentes políticos.d) servidores estatutários, os empregados públicos, os servidores temporários.e) servidores estatutários, os servidores das empresas públicas, os servidores temporários.02. (FCC- Técnico Judiciário- TRT8/2010) Sobre cargo público é correto afirmar:a) Cargo público e emprego público são expressões sinônimas.b) Os cargos públicos são acessíveis aos brasileiros que preencham os requisitos estabelecidos em lei e aosestrangeiros, na forma da lei.c) Cargo em Comissão pode ser provido em caráter permanente.d) Nem todo cargo tem função, mas a toda função corresponde um cargo.e) A criação de cargo pode se feita por decreto do Chefe do Poder Executivo.03. (FCC- Técnico Judiciário- TRT8/2010) As funções de confiança serão exercidasa) por servidor designado mesmo que não ocupe cargo na Administração Pública.b) preferencialmente por servidores ocupantes de cargo efetivo.c) alternadamente por ocupantes de cargo efetivo e de cargo em comissão.d) exclusivamente por servidores ocupantes de cargo efetivo. 1 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?
  2. 2. e) por servidor aposentado que retorna ao serviço público, sem ocupar cargo.04. (FCC- Analista Judiciário-TRT8/2010) A Lei nº 8.112/90 estabelece que a reintegraçãoa) quando provido o cargo do servidor estável objeto desta, o seu eventual ocupante será reconduzido aocargo de origem, sem direito à indenização ou aproveitado em outro cargo, ou ainda, posto emdisponibilidade.b) é a investidura do servidor em cargo de atribuições e responsabilidades compatíveis com a limitação quetenha sofrido em sua capacidade física ou mental verificada em inspeção médica.c) será efetivada em cargo de atribuições afins, respeitada a habilitação exigida, nível de escolaridade eequivalência de vencimentos e, na hipótese de inexistência de cargo vago, o servidor exercerá suasatribuições como excedente, até a ocorrência de vaga.d) é o retorno à atividade de servidor aposentado por invalidez, quando junta médica oficial declararinsubsistentes os motivos da aposentadoria.e) é o retorno à atividade de servidor, mediante aproveitamento obrigatório em cargo de atribuições evencimentos compatíveis com o anteriormente ocupado.05. (FCC- Técnico Judiciário- TRF4/2010) Dentre outras, NÃO é hipótese de vacância do cargo público a(A) aposentadoria.(B) exoneração.(C) promoção.(D) readaptação.(E) posse em outro cargo acumulável.06.( FCC- TCE/MG- Téc.Cont. Externo-Economia/2007) De acordo com a Constituição Federal de 1988, oservidor público terá aposentadoria(A) compulsória, aos 60 anos de idade, com proventos proporcionais ao tempo de contribuição.(B) compulsória, aos 70 anos de idade, com proventos integrais, desde que cumpridos ao menos 10 anos deefetivo exercício no serviço público e 5 anos no cargo efetivo em que se dará a aposentadoria. 2 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?
  3. 3. (C) voluntária, aos 30 anos de serviço público, se homem, e aos 25 anos de serviço público, se mulher, comproventos integrais, desde que cumpridos ao menos 5 anos no cargo efetivo em que se dará aaposentadoria.(D) voluntária, aos 60 anos de idade, se homem, e aos 55 anos de idade, se mulher, com proventosproporcionais ao tempo de contribuição, desde que cumpridos ao menos 10 anos de efetivo exercício noserviço público e 5 anos no cargo efetivo em que se dará a aposentadoria.(E) voluntária, aos 65 anos de idade, se homem, e 60 anos de idade, se mulher, com proventosproporcionais ao tempo de contribuição, desde que cumpridos ao menos 10 anos de efetivo exercício noserviço público e 5 anos no cargo efetivo em que se dará a aposentadoria.07. (FCC- Oficial da Def. Pub- DPE -SP/2010) Em relação ao servidor público ocupante de cargo efetivopode-se afirmar:a) adquire estabilidade após dois anos de efetivo exercício no cargo.b) perde o cargo em virtude de sentença judicial transitada em julgado ou mediante processoadministrativo em que lhe seja assegurada a ampla defesa.c) perde o cargo após dois anos de efetivo exercício e apenas mediante decisão administrativa transitadaem julgado.d) adquire estabilidade com a aprovação no concurso público para provimento do cargo.e) perde o cargo por meio de decisão administrativa somente se já adquiriu estabilidade.08. (FCC- Auxiliar Judiciário- TRT6/2006) Ao entrar em exercício, o servidor nomeado para cargo deprovimento efetivo ficará sujeito a estágio probatório por período de(A) 1 (um) ano.(B)3 (três) anos.(C) 18 (dezoito) meses.(D) 24 (vinte e quatro) meses.(E) 180 (cento e oitenta) dias.09. (FCC- Analista Judiciário- Exec.Mandados- TRF4/2010) Analise: 3 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?
  4. 4. I. O retorno do servidor estável ao cargo anteriormente ocupado e decorrente de inabilitação em estágioprobatório relativo a outro cargo ou reintegração do anterior ocupante.II. O deslocamento do servidor a pedido, no âmbito do mesmo quadro, com mudança de sede.Tais situações configuram, respectivamente,(A) transferência e recondução.(B) remoção e transferência.(C) ascenção e reintegração.(D) recondução e remoção.(E) reversão e ascenção.10. (FCC- Técnico Judiciário- TRF4/2010) Analise:I. A promoção interrompe o tempo de exercício a partir da data da posse do servidor no novo cargo.II. Exercício é o efetivo desempenho das atribuições do cargo público ou da função de confiança.III. Só haverá posse nos casos de provimento de cargo por nomeação.IV. Os servidores cumprirão jornada de trabalho respeitada a duração máxima do trabalho semanal dequarenta e oito horas e observados os limites mínimo e máximo de quatro horas e seis horas diárias,respectivamente.V. O servidor não aprovado no estágio probatório exigido em cargo comissionado, se estável, seráreconduzido ao cargo anteriormente ocupado.É correto o que consta APENAS em(A) I, III e IV.(B) I e IV.(C) IV e V.(D) II e III.(E) I, II e V.11. (FCC- Analista Administrativo-TRT8/2010) Considere as assertivas abaixo, relacionadas ao vencimentoe a remuneração do servidor público. 4 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?
  5. 5. I. As faltas justificadas decorrentes de caso fortuito não poderão, em qualquer caso, ser compensadas, nãosendo assim consideradas como efetivo exercício.II. Quando o pagamento indevido houver ocorrido no mês anterior ao do processamento da folha, areposição será feita imediatamente, em uma única parcela.III. O vencimento, a remuneração e o provento não serão objeto de arresto, sequestro ou penhora, excetonos casos de prestação de alimentos resultante de decisão judicial.IV. É assegurada a isonomia de vencimentos para cargos de atribuições iguais ou assemelhadas do mesmoPoder, ou entre servidores dos três Poderes, ressalvadas as vantagens de caráter individual e as relativas ànatureza ou ao local de trabalho.V. Vencimento é a remuneração do cargo efetivo, acrescido das vantagens pecuniárias permanentesestabelecidas em lei.Está correto o que se afirma APENAS ema) I, III e V.b) I e IV.c) I e V.d) II, III e IV.e) II, IV e V.12. (FCC- Técnico Judiciário-TRE- AC/2010) Quanto aos direitos e vantagens do servidor público civil écerto que,a) as vantagens pecuniárias serão, em qualquer caso, computadas ou acumuladas, para efeito de concessãode quaisquer outrosacréscimos pecuniários ulteriores, ainda que sob o mesmo título ou idêntico fundamento.b) o vencimento e a remuneração do cargo efetivo, são redutíveis, não podendo contudo, o servidorreceber menos que dois salários mínimos.c) a remuneração e o provento poderão ser, em qualquer caso, objeto de arresto, sequestro ou penhora.d) o servidor em débito com o erário, que for demitido, terá que quitar o débito no ato da exoneração,vedado prazo ou parcelamento da dívida.e) não será concedida ajuda de custo ao servidor que se afastar do cargo, ou reassumi-lo, em virtude demandato eletivo. 5 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?
  6. 6. 13. (FCC- Técnico Judiciário- TRE-AL-2010) Antonia, servidora pública federal, recebeu R$ 1.000,00 (ummil reais) a título de diárias. Entretanto, atendendo a ordens superiores, não houve necessidade deafastar-se da sede. Nesse caso, no que se refere às diárias, Antonia(A) ficará obrigada a restituí-las, integralmente, no prazo de cinco dias.(B) deverá restituí-las, pela metade, no prazo de cinco dias.(C) não deverá restituí-las, por ter cumprido ordens superiores.(D) poderá compensar um terço do valor como dias trabalhados, mas restituindo o saldo.(E) deverá restituí-las, de imediato, no valor de dois terços e o restante até trinta dias.14. (FCC- Analista Administrativo-TRT8/2010) Quanto às férias e às licenças do servidor público,considere:I. A critério da Administração, poderão ser concedidas ao servidor ocupante de cargo efetivo ou em estágioprobatório, licenças para tratar de assuntos particulares pelo prazo de até três anos consecutivos, com ousem remuneração.II. O servidor exonerado do cargo efetivo, ou em comissão, perceberá indenização relativa ao período dasférias a que tiver direito e ao incompleto, na proporção de um doze avos por mês de efetivo exercício, oufração superior a quatorze dias.III. As férias poderão ser parceladas em até três etapas, desde que assim requeridas pelo servidor, e nointeresse da administração pública.IV. A licença concedida dentro de sessenta dias do término de outra da mesma espécie não seráconsiderada como prorrogação.V. O servidor terá direito a licença, com remuneração, durante o período que mediar entre a sua escolhaem convenção partidária, como candidato a cargo eletivo, e a véspera do registro de sua candidaturaperante a Justiça Eleitoral.Está correto o que se afirma APENAS em:a) I, III e V.b) I e IV.c) II e III.d) II, IV e V. 6 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?
  7. 7. e) III e V.15. (FCC- Analista Administrativo- TRT9/2010) Sobre as licenças previstas na Lei n° 8.112/1990, é corretoafirmar:a) O servidor terá direito à licença, sem remuneração, para atividade política, durante o período quemediar entre a sua escolha em convenção partidária, como candidato a cargo eletivo, e à véspera doregistro de sua candidatura perante a Justiça Eleitoral.b) Concluído o serviço militar, o servidor terá até sessenta dias sem remuneração para reassumir oexercício do cargo.c) A licença por motivo de afastamento do cônjuge pode ser concedida, no máximo, por dois anosconsecutivos.d) Após cada triênio de efetivo exercício, o servidor poderá, no interesse da Administração, afastar-se doexercício do cargo efetivo, com a respectiva remuneração, por até três meses, para participar de curso decapacitação profissional.e) Não faz jus à licença por motivo de doença em pessoa da família se a doença for do padrasto oumadrasta do servidor.16. (FCC- Analista Administrativo- TRT9/2010) Sobre a acumulação prevista na Lei n° 8.112/1990, écorreto afirmar:a) Considera-se acumulação proibida a percepção de vencimento de cargo ou emprego público efetivo comproventos da inatividade, salvo quando os cargos de que decorram essas remunerações forem acumuláveisna atividade.b) A proibição de acumular não se estende a cargos, empregos e funções em autarquias, fundaçõespúblicas, sociedades de economia mista e empresas públicas da União, dos Estados, dos Territórios e dosMunicípios.c) É permitida a acumulação de cargo em comissão com dois cargos efetivos cumuláveis, desde que hajacompatibilidade de horários e autorização dos superiores hierárquicos do servidor.d) A acumulação de cargos, sendo lícita, não fica condicionada à comprovação da compatibilidade dehorários.e) É proibida a acumulação de dois cargos em comissão, mesmo que um deles seja cargo de confiançainterino. 7 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?
  8. 8. 17. (FCC- Analista Jud.- Exec. Mandados- TRT2/2008)Nos termos da Lei no 8.112/90, a pena deadvertência será aplicada por escrito, dentre outras hipóteses, quando o agente(A) praticar usura sob qualquer de suas formas.(B) valer-se do cargo para lograr proveito pessoal ou de outrem, em detrimento da dignidade da funçãopública.(C) receber presente ou vantagem de qualquer espécie, em razão de suas atribuições.(D) coagir ou aliciar subordinados no sentido de filiarem-se a associação profissional ou sindical, ou apartido político.(E) utilizar pessoal ou recursos materiais da repartição em serviços ou atividades particulares.18. (FCC- Analista Judiciário- TRT7/2009) A pena de suspensão do servidor público, conforme a Lei n°8.112/90,a) não poderá exceder de cento e vinte dias, salvo na hipótese de abandono de cargo ou improbidadeadministrativa.b) não poderá ser convertida em pena de multa, salvo no caso de inassiduidade habitual.c) será de até quinze dias, quando injustificadamente, recusar-se a ser submetido a inspeção médicadeterminada pela autoridade competente.d) terá seu registro suspenso, após o decurso de três anos no cargo, se o servidor não houver nesseperíodo, praticado nova e) infração passível de suspensão.e a ação disciplinar pela prática de crime de corrupção, prescreverão em cinco anos, contados da data dofato.19. (FCC- Tecnico Administrativo -TRE-AM/2010) A Ação disciplinar prevista na Lei no 8.112/90,prescreverá, dentre outras hipóteses, ema) 24 (vinte e quatro) meses, quanto às infrações puníveis com destituição de cargo em comissão.b) 90 (noventa) dias, quanto à advertência.c) 2 (dois) anos, quanto à suspensão.d) 03 (três) anos, quanto às infrações puníveis com cassação de aposentadoria.e) 180 (cento e oitenta) dias, quanto à disponibilidade. 8 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?
  9. 9. 20. (FCC- Procurador de Contas- TCE-AP/2010) A apuração de infração administrativa disciplinarpraticada por servidor públicoa) independe da instauração de processo criminal para apuração de infração penal, embora possa sofrerrepercussão conforme o conteúdo da sentença judicial.b) independe da instauração de procedimento administrativo disciplinar, em razão da informalidade querege a apuração.c) é feita exclusivamente por meio de procedimento judicial quando se tratar de funcionário públicoocupante de cargo efetivo, como decorrência da estabilidade funcional.d) depende da instauração de processo criminal quando houver indícios materiais suficientes de que domesmo ato possa ter decorrido infração penal.e) é deslocada para a esfera da responsabilidade civil caso do fato imputado ao servidor tenham decorridodanos a terceiros, hipótese em que se aplica, em grau de exclusividade, a norma do artigo 37, parágrafo 6ºda Constituição Federal. 9 http://www.euvoupassar.com.br Eu Vou Passar – e você?

×