TI VERDE: a Tecno(Eco)logia<br />do Presente<br />A responsabilidade ambiental do <br />profissional de TI consciente<br /...
Definição<br /><ul><li> TI VERDE nada mais é do que a prática sustentável de produção, gerenciamento e descarte dos equipa...
 TI verde é um conjunto de práticas para tornar mais sustentável e menos prejudicial o nosso uso da computação;
 As práticas da TI verde buscam reduzir o desperdício e aumentar a eficiência de todos os processos e fenômenos relacionad...
 Se as emissões de gases fossem congeladas até  o ano 2200 a temperatura aumentaria entre 0,4 e 0,8°C;
 Projeção de aumento de 5,4°C na temperatura mundial até o final do século;
 Algumas espécies  de animais definidas como “criticamente ameaçadas” serão extintas nas próximas décadas e “as ameaçadas ...
 A massa de gelo que vem derretendo ao longo dos últimos anos vai aumentar o nível do mar entre 30 cm e 80 cm nos próximos...
 Em 12 anos foram perdidos 14 mil Km²;
 Com o ritmo atual de desmatamento e emissões, 6 milhões de Km² de floresta podem se transformar em Savanas nos próximos 1...
 O aquecimento global vai aumentar as temperaturas na Amazônia entre 2°C e 3°C, e pode deixar o clima mais seco e com redu...
 Um cerrado mais pobre em biodiversidade vai avançar sobre a floresta. Esta savanização é acelerada pelos desmatamentos e ...
 A vazão das Cataratas do Iguaçu chegou a 225 m³ por segundo um volume 13% do normal em Julho de 2006 o pior índice dos úl...
 Grandes Cidades nas regiões metropolitanas ficarão ainda mais quentes, com mais inundações, enchentes e desmoronamentos e...
 Gases do Efeito Estufa (GEE) absorvem mais calor que a média da atmosfera;
 CO₂ e vapor de água (produtos de combustão e uso de água) estão nessa categoria;
 Há outros GEE como metano, óxido nitroso, fluorcarbonetos (FCs e CFCs);
 “Tonelada de CO₂” é usada como unidade de medida de aquecimento global;
 Produzir energia gera CO₂ e vapor. Mais pela queima de combustíveis fósseis, menos se a fonte for hídrica, solar ou nucle...
 Grande parte da matriz energética mundial é baseada em petróleo (combustíveis fósseis);
 O custo da energia subiu mais que a inflação nos últimos anos e a tendência a longo prazo é subir ainda mais;
 Forte impactos ambientais já são sentidos até na Amazônia;
 A consciência ecológica existe, mas ainda não é um esforço global.</li></li></ul><li>E nós profissionais de TI com isso ?...
Por quê TI Verde ?<br /><ul><li> Economizar dinheiro reduzindo custos de energia;
 Cumprir com as regulamentações governamentais;
Consumidor Consciente - atender à crescente demanda dos clientes por tecnologia mais limpa com produtos ecologicamente sus...
 Apelo aos consumidores e parceiros que desejam ter sua imagem associada a uma empresa verde (responsabilidade social);</l...
 outros 38% já começaram a pensar sobre o assunto;
 97% discutem uma estratégia ecologicamente correta no mundo;
 73% afirmaram que possuem planos de implementação de iniciativas “verdes” no Brasil.</li></li></ul><li>Motivações<br /><u...
 Exigências de especificações ambientais em licitações públicas;
  Responsabilidade compartilhada presente nas discussões sobre o destino dos materiais ao final da vida útil;
 Empresas começam a preocupar-se com o destino que seus ativos terão;
 Mercado de reciclagem em evolução, atraindo empresários para o setor.</li></li></ul><li>É um bom negócio !<br /><ul><li> ...
 Mais investimento. Segundo pesquisa da CleantechGroup, fundos de venture capital liberaram US$ 1,59 bilhão para empresas ...
 Soros reservou US$ 1 bilhão para investir </li></ul>em iniciativas que diminuam o aquecimento<br />global;<br /><ul><li> ...
Performance por Watt<br />
Nova Métrica: Performance/Watt<br />
Mais Desempenho <br />pelo mesmo Consumo<br />
Economia de Energia <br />em ambientes corporativos<br />
Composição Desktop Convencional<br />
Composição Notebook<br />
Comparativo de Economia de Energia<br />Computador integrado BRAOX <br />X<br />Computador convencional<br />Economia:<br ...
Resumo sobre Economia<br />para Desktops<br /><ul><li> Hardware eficiente é aquele adequado as necessidades do   </li></ul...
 Use o modo Dormir (Sleep) em hardware eficiente;
 Evite desperdício de papel desnecessário com a impressão </li></ul>   inteligente quando necessário;<br /><ul><li> Ofereç...
 Utilize o WoL para manutenção e instalação fora do     </li></ul>   expediente;<br />
Sustentabilidade<br />Sustentabilidade não é apenas marketing é responsabilidade !<br /><ul><li> É uma forma de corporaçõe...
 Não há empresa perene em sociedade decadente: consumo diminuiu e custo aumenta;
 Não há empresa perene sem meio ambiente equilibrado: matérias-primas escasseiam e custos sobem;
 Lucro também deve ser perene. Razão de existência de qualquer empresa.</li></ul>Vídeo<br />
Formas de Sustentabilidade<br />Sustentabilidade não é apenas marketing é responsabilidade !<br />
Intersecção de Sustentabilidade<br />
Percepção <br />O quê pensamos <br />O quê não sabemos<br /><ul><li>  1,8 tonelada de materiais e 1.500 litros de água par...
  Água, combustíveis fósseis e produtos químicos;
  15% do efeito estufa é oriundo de produtos e processos ligados a computadores;
  Até o final de 2009 serão 350 milhões de computadores obsoletos no mundo;
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

TI Verde: A Tecno(ECO)logia do presente. A responsabilidade do profissional de TI consciente.

4.762 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.762
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
301
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

TI Verde: A Tecno(ECO)logia do presente. A responsabilidade do profissional de TI consciente.

  1. 1. TI VERDE: a Tecno(Eco)logia<br />do Presente<br />A responsabilidade ambiental do <br />profissional de TI consciente<br />Adriano Barros<br />Email: adriano@sulbrasil.com.br<br />
  2. 2. Definição<br /><ul><li> TI VERDE nada mais é do que a prática sustentável de produção, gerenciamento e descarte dos equipamentos eletrônicos, bem como economia de energia elétrica;
  3. 3. TI verde é um conjunto de práticas para tornar mais sustentável e menos prejudicial o nosso uso da computação;
  4. 4. As práticas da TI verde buscam reduzir o desperdício e aumentar a eficiência de todos os processos e fenômenos relacionados à operação de infra estrutura .</li></li></ul><li>Aquecimento Global<br /><ul><li> A Terra ficou 0,7°C mais quente nos últimos 100 anos;
  5. 5. Se as emissões de gases fossem congeladas até o ano 2200 a temperatura aumentaria entre 0,4 e 0,8°C;
  6. 6. Projeção de aumento de 5,4°C na temperatura mundial até o final do século;
  7. 7. Algumas espécies de animais definidas como “criticamente ameaçadas” serão extintas nas próximas décadas e “as ameaçadas ou vulneráveis” se tornarão muito raras.
  8. 8. A massa de gelo que vem derretendo ao longo dos últimos anos vai aumentar o nível do mar entre 30 cm e 80 cm nos próximos 50 a 80 anos;
  9. 9. Em 12 anos foram perdidos 14 mil Km²;
  10. 10. Com o ritmo atual de desmatamento e emissões, 6 milhões de Km² de floresta podem se transformar em Savanas nos próximos 100 anos;</li></li></ul><li>Aquecimento Global<br /><ul><li> Brasil é o 4° emissor de gases causadores do efeito estufa;
  11. 11. O aquecimento global vai aumentar as temperaturas na Amazônia entre 2°C e 3°C, e pode deixar o clima mais seco e com redução de chuva entre 10% a 20%;
  12. 12. Um cerrado mais pobre em biodiversidade vai avançar sobre a floresta. Esta savanização é acelerada pelos desmatamentos e queimadas;
  13. 13. A vazão das Cataratas do Iguaçu chegou a 225 m³ por segundo um volume 13% do normal em Julho de 2006 o pior índice dos últimos 18 anos;
  14. 14. Grandes Cidades nas regiões metropolitanas ficarão ainda mais quentes, com mais inundações, enchentes e desmoronamentos em áreas de risco, principalmente nas encostas de morro.</li></li></ul><li>Aquecimento Global<br /><ul><li> Nosso planeta reflete 30% e absorve 70% da radiação solar;
  15. 15. Gases do Efeito Estufa (GEE) absorvem mais calor que a média da atmosfera;
  16. 16. CO₂ e vapor de água (produtos de combustão e uso de água) estão nessa categoria;
  17. 17. Há outros GEE como metano, óxido nitroso, fluorcarbonetos (FCs e CFCs);
  18. 18. “Tonelada de CO₂” é usada como unidade de medida de aquecimento global;
  19. 19. Produzir energia gera CO₂ e vapor. Mais pela queima de combustíveis fósseis, menos se a fonte for hídrica, solar ou nuclear;</li></li></ul><li>Muitas Variáveis ...<br /><ul><li> O mundo consome cada vez mais energia;
  20. 20. Grande parte da matriz energética mundial é baseada em petróleo (combustíveis fósseis);
  21. 21. O custo da energia subiu mais que a inflação nos últimos anos e a tendência a longo prazo é subir ainda mais;
  22. 22. Forte impactos ambientais já são sentidos até na Amazônia;
  23. 23. A consciência ecológica existe, mas ainda não é um esforço global.</li></li></ul><li>E nós profissionais de TI com isso ?<br />Qual o departamento de uma empresa que mais consome energia elétrica ?<br />50% é consumido por TI em corporações<br />altamente informatizadas. <br />Ex.: Banco Itau.<br />
  24. 24. Por quê TI Verde ?<br /><ul><li> Economizar dinheiro reduzindo custos de energia;
  25. 25. Cumprir com as regulamentações governamentais;
  26. 26. Consumidor Consciente - atender à crescente demanda dos clientes por tecnologia mais limpa com produtos ecologicamente sustentáveis;
  27. 27. Apelo aos consumidores e parceiros que desejam ter sua imagem associada a uma empresa verde (responsabilidade social);</li></li></ul><li>Executivos e a TI Verde<br /><ul><li> 51% dos executivos de TI brasileiros estão preocupados com tecnologias verdes;
  28. 28. outros 38% já começaram a pensar sobre o assunto;
  29. 29. 97% discutem uma estratégia ecologicamente correta no mundo;
  30. 30. 73% afirmaram que possuem planos de implementação de iniciativas “verdes” no Brasil.</li></li></ul><li>Motivações<br /><ul><li>Legislação sobre a gestão de resíduos eletroeletrônicos (e-Waste) em 14 estados;
  31. 31. Exigências de especificações ambientais em licitações públicas;
  32. 32. Responsabilidade compartilhada presente nas discussões sobre o destino dos materiais ao final da vida útil;
  33. 33. Empresas começam a preocupar-se com o destino que seus ativos terão;
  34. 34. Mercado de reciclagem em evolução, atraindo empresários para o setor.</li></li></ul><li>É um bom negócio !<br /><ul><li> Redução de Custos = Maior margem de Lucro !
  35. 35. Mais investimento. Segundo pesquisa da CleantechGroup, fundos de venture capital liberaram US$ 1,59 bilhão para empresas de tecnologias sustentáveis;
  36. 36. Soros reservou US$ 1 bilhão para investir </li></ul>em iniciativas que diminuam o aquecimento<br />global;<br /><ul><li> Princípios do Equador – critérios </li></ul>ambientais para concessão de crédito.<br />TI<br />=<br />
  37. 37.
  38. 38.
  39. 39.
  40. 40. Performance por Watt<br />
  41. 41. Nova Métrica: Performance/Watt<br />
  42. 42. Mais Desempenho <br />pelo mesmo Consumo<br />
  43. 43. Economia de Energia <br />em ambientes corporativos<br />
  44. 44. Composição Desktop Convencional<br />
  45. 45. Composição Notebook<br />
  46. 46. Comparativo de Economia de Energia<br />Computador integrado BRAOX <br />X<br />Computador convencional<br />Economia:<br />Mensal: R$ 85,00<br />Anual : R$ 1.020,00<br />10 equipamentos<br />10 horas por dia<br />22 dias por mês<br />Fonte<br />
  47. 47. Resumo sobre Economia<br />para Desktops<br /><ul><li> Hardware eficiente é aquele adequado as necessidades do </li></ul> usuário.<br /><ul><li> Não dependa dos usuários, implemente políticas de grupo;
  48. 48. Use o modo Dormir (Sleep) em hardware eficiente;
  49. 49. Evite desperdício de papel desnecessário com a impressão </li></ul> inteligente quando necessário;<br /><ul><li> Ofereça alternativas para viagens como: videoconferência, </li></ul>VoIP, reuniões virtuais via mensageria;<br /><ul><li> Monitore o hardware e configurações dos desktops;
  50. 50. Utilize o WoL para manutenção e instalação fora do </li></ul> expediente;<br />
  51. 51. Sustentabilidade<br />Sustentabilidade não é apenas marketing é responsabilidade !<br /><ul><li> É uma forma de corporações buscarem sua perenidade;
  52. 52. Não há empresa perene em sociedade decadente: consumo diminuiu e custo aumenta;
  53. 53. Não há empresa perene sem meio ambiente equilibrado: matérias-primas escasseiam e custos sobem;
  54. 54. Lucro também deve ser perene. Razão de existência de qualquer empresa.</li></ul>Vídeo<br />
  55. 55. Formas de Sustentabilidade<br />Sustentabilidade não é apenas marketing é responsabilidade !<br />
  56. 56. Intersecção de Sustentabilidade<br />
  57. 57. Percepção <br />O quê pensamos <br />O quê não sabemos<br /><ul><li> 1,8 tonelada de materiais e 1.500 litros de água para fabricar o computador (LCD 17”) ao lado;
  58. 58. Água, combustíveis fósseis e produtos químicos;
  59. 59. 15% do efeito estufa é oriundo de produtos e processos ligados a computadores;
  60. 60. Até o final de 2009 serão 350 milhões de computadores obsoletos no mundo;
  61. 61. A grande maioria dos data centers consume energia maior do que algumas cidades.
  62. 62. Modernidade;
  63. 63. Inclusão Digital;
  64. 64. Comunicação com o mundo;
  65. 65. Trabalho;
  66. 66. Produtividade;
  67. 67. Diversão;
  68. 68. Entretenimento;
  69. 69. Conhecimento;
  70. 70. Informação;
  71. 71. Interação;
  72. 72. Etc. ...</li></li></ul><li>Preocupação com o <br />Ciclo de Vida dos Produtos<br /><ul><li> O tempo médio de vida de um computador nos EUA caiu de 4,5 anos em 1992 para 2 anos em 2006*;
  73. 73. Dos 1,2 milhões de pilhas consumidas anualmente no Brasil, 400 milhões são ilegais, e contém ao todo 32 toneladas de mercúrio. A indústria importa 35 toneladas de mercúrio por ano.*
  74. 74. Monitores e TVs de CRT contém até 4 Kg de óxido de chumbo. Mais de 90% dos lares brasileiros tem TVs. Onde serão descartados ?*</li></ul>* Instituto Akatu<br />
  75. 75. Contaminantes e <br />Impactos Ambientais<br />
  76. 76. Normas e Conformidades Verde<br /><ul><li> Sistema de Gestão Ambiental (SGA) desenvolvido para que uma organização possa consistentemente controlar seus impactos significativos sobre o meio ambiente e melhorar continuamente as operações e negócios;
  77. 77. A norma reconhece que organizações podem estar preocupadas tanto com a sua lucratividade quanto com a gestão de impactos ambientais;
  78. 78. Na prática, o que a norma oferece é a gestão de uso e disposição de recursos. É reconhecida mundialmente como um meio de controlar custos,
  79. 79. Reduzir os riscos e melhorar o desempenho.
  80. 80. Diretiva européia que proíbe que certas substâncias perigosas sejam usadas em processos de fabricação: cádmio (Cd), mercúrio (Hg), cromo hexavalente (Cr(VI)), bifenilospolibromados (PBBs), éteres difenil-polibromados (PBDEs) e chumbo (Pb);
  81. 81. Obrigatório em todos os equipamentos lançados no mercado a partir de 1 de julho de 2006;
  82. 82. Responsabilidade dos fabricantes pela coleta e reciclagem de equipamentos velhos (WEEE - Waste from Electrical and Electronic Equipment).</li></ul>Restriction of Certain Hazardous Substances<br />
  83. 83. Normas e Conformidades Verde<br /><ul><li> Criado em 1992 pela Agência de Proteção Ambiental dos EUA para reconhecimento da eficiência energética em monitores, equipamentos de controle climático e outras tecnologias;
  84. 84. Ampla adoção do modo de hibernação (sleepmode) entre produtos de eletrônica de consumo;
  85. 85. Revisado em outubro de 2006 para incluir requisitos de eficiência mais rígidos para equipamentos de computação;
  86. 86. Fábricas com o selo ENERGY STAR devem consumir em média 30% menos energia que unidades similares e gerar um terço menos de dióxido de carbono.</li></li></ul><li>Ranking de Fabricantes Verdes<br />1- Nokia<br />2- Samsung<br />3- Sony Ericsson<br />4- Toshiba<br />5- Motorola<br />6- Philips<br />7- Sharp<br />8- Acer<br />9- Panasonic<br />10- Apple<br />11- Sony<br />12- Dell<br />13- HP<br />14- Microsoft<br />15- Lenovo<br />16- Fujitsu<br />17- Nintendo<br />MELHOR<br />PIOR<br />Fonte: Greenpeace<br />
  87. 87. Projeto de infra-estrutura <br />sustentável pró-ambiente<br /><ul><li> Executivos despendem tempo, energia e dinheiro para investir em iniciativas voltadas para o meio ambiente;
  88. 88. Governos determinam pesquisas, estabelecem normas e leis são redigidas com o intuito de abordar a eficiência das centrais de dados e de outros componentes críticos da infra-estrutura de TI;
  89. 89. Consumidores defendem, regulamentadores e líderes setoriais influentes promovem organizações de TI para confrontar de modo significativo o impacto que os setores de computações e eletrônica impõem ao ambiente.</li></li></ul><li>Projeto de infra-estrutura <br />sustentável pró-ambiente<br /><ul><li> Os sistemas de TI exigem volumes de energia sempre maiores para alimentar soluções cada vez mais robustas. Os arquitetos projetam sistemas com elementos de processamento e dependências significativamente mais e mais complexos.
  90. 90. O consumo de energia dos servidores físicos tem aumentado substancialmente nos últimos 5 anos. Novas soluções de TI são introduzidas na empresa a uma velocidade que ultrapassa em muito a retirada de operação da solução.</li></li></ul><li>Emissão de Carbono<br /><ul><li> Hoje o maior desafio que o ambiente enfrenta é o aquecimento global causado pelas emissões de carbono.
  91. 91. De acordo com o relatório da EnergyInformationAdministration cerca de 98% das emissões de CO₂ (ou 87% de todas as emissões equivalentes a CO₂ de todos os gases do efeito estufa) pode ser diretamente atribuídos ao consumo de energia. </li></li></ul><li>Emissão Global deCO₂ em TIT <br />
  92. 92. 3 Estratégias para <br />Eficiência Energética<br />
  93. 93. Reduza<br />Dispositivos de usuários:<br /><ul><li> BRAOX (Desktop e Net/Notebooks), Intel Atom e i7, Windows 7, Energy Star;
  94. 94. Gerenciamento de energia, wake-on-lan, tarefas agendadas, desligamento automático quando ocioso;
  95. 95. Reciclagem de eletrônicos.</li></ul>Servidores:<br /><ul><li> Windows Server 2008 R2, Hyper-V, Intel Xeon, SPEC Power;
  96. 96. Gerenciamento de energia, Core Parking e Virtualização</li></li></ul><li>Gerencie<br />Gerencie o consumo de energia com eficácia<br />“Você não pode controlar o que não pode medir !”<br /><ul><li> Controle centralizado em um único lugar;
  97. 97. Monitoração fim-a-fim com níveis de saúde;
  98. 98. Comunicação pró-ativa do uso de energia;
  99. 99. Análise de operações;
  100. 100. Indicadores para monitoração e planejamento de ações
  101. 101. Proteção e recuperação de dados.</li></li></ul><li>Repense<br /><ul><li> Consolide seus servidores sempre que possível. Ex. clássico Servidores de Impressão e de Arquivos separados;
  102. 102. Virtualize;
  103. 103. Não superestime o seu hardware. Processadores com alto desempenho e baixo consumo de energia (BRAOX Atom);
  104. 104. Dimensione suas cargas de trabalho !</li></li></ul><li>Comece hoje mesmo<br /><ul><li> Habilite o gerenciamento de energia -> 30% de redução no consumo de energia;
  105. 105. Adote o “Reduza, Gerencie e Repense” nas suas impressoras e impressões;
  106. 106. Virtualize suas cargas de trabalho;
  107. 107. Mantenha seus PC´s sempre com os Sistemas Operacionais atualizados .</li></li></ul><li>Próximos Passos<br />Descubra seu consumo de energia em TI<br /><ul><li> Servidores, desktops, net/notebooks;
  108. 108. Custos em resfriamento e datacenter (TCO);
  109. 109. Uma reformulação do datacenter não economizaria em custos de refrigeramento ?</li></ul>Faça do consumo da energia um critério de compra<br /><ul><li> Contate os fornecedores de hardware</li></ul>Veja as novas opções de software<br /><ul><li> SO para desktops e servidores</li></li></ul><li>Gerenciamento da Cadeia <br />de Suprimentos Verde<br /><ul><li> Há um impacto ambiental em transportar mercadorias, mas muitas ações podem ser tomadas para reduzir esse impacto;
  110. 110. Utilização de sistemas avançados de previsão e transporte para assegurar que as remessas sejam consolidadas e completas;
  111. 111. Redução do material nas embalagens aumenta a eficiência do transporte ao aumentar a capacidade de carga dos pallets. Uma redução nas remessas para qualquer região gera rapidamente uma economia de energia e redução de custos significativa.</li></li></ul><li>5 Passos para tornar<br />uma empresa sustentável<br />1<br />2<br />3<br />4<br />5<br />Crie ambientes que tornem viável projetos com foco em sustentabilidade<br />Mantenha regras que controlem as emissões de carbono<br />Procure se adequar às regulamentações ligadas ao meio-ambiente<br />Adote políticas de gerenciamento de energia<br />Reconstrua as habilidades já existentes<br />
  112. 112. 5 Passos para tornar<br />uma empresa sustentável<br />1<br />Crie ambientes que tornem viável projetos com foco em sustentabilidade<br /><ul><li> “Não é algo que costumamos fazer na condição de profissionais de tecnologia” diz o vice-presidente global de Energia e Utilites da IBM, Brad Gammons.
  113. 113. Entenda o ambiente;
  114. 114. Tecnologia cuida dos espaços físicos, sistemas de segurança, controle de acesso, (tele)comunicação, sistemas de condicionamento de ar (conforto e saúde);
  115. 115. Os profissionais de TI vão ter que pensar em como suas decisões causam impacto no projeto de sustentabilidade e, consequentemente, na forma em que as instalações da empresa afetam a infraestrutura tecnológica.
  116. 116. “Nos velhos tempos, o gerenciamento de sistemas de edificações funcionavam como ilhas. Hoje, tudo se integrou no departamento de TI”, afirma o vice-presidente global de energia e sustentabilidade da Johnson Controls, Clay Nesler. </li></li></ul><li>5 Passos para tornar<br />uma empresa sustentável<br />2<br />Mantenha regras que controlem as emissões de carbono<br /><ul><li> Responsabilidade de cortar as emissões de carbono da empresa, mesmo aquelas que precisam manter uma rede de logística vasta. O profissional de TI deve entender de carbono e saber mensurá-lo nos produtos e processos por toda a companhia;
  117. 117. TI terá de colaborar com outras unidades de negócios para calcular, capturar e reportar todas as atividades de compra e saídas feitas por diversos departamentos. Ou seja, dentro do próprio </li></ul>departamento de tecnologia, por exemplo, pode-se <br />avaliar quanto o desenvolvimento de uma aplicação <br />vai emitir de carbono com a energia gasta com <br />hardware em testes.<br />
  118. 118. 5 Passos para tornar<br />uma empresa sustentável<br />3<br />Procure se adequar às regulamentações ligadas ao meio-ambiente<br /><ul><li> Novas leis e regulamentações que impactam tudo o que a TI produz, compra, descarta e emite de carbono.
  119. 119. No Brasil, as iniciativas existem, mas ainda são incipientes. </li></ul>Ex.: Lei Estadual 13.557/2005 - Política Estadual de Resíduos Sólidos no Estado de SC. <br />Lei do Lixo Eletrônico no Estado de SP.<br /><ul><li> A regulamentação que existe no mundo é um excelente parâmetro, sobretudo pelo seu rigor, embora sejam </li></ul>realistas quando à possibilidade de se adotar uma<br />postura mais verde e sustentável, sem impacto nos <br />negócios.<br />
  120. 120. 5 Passos para tornar<br />uma empresa sustentável<br />4<br />Adote políticas de gerenciamento de energia<br /><ul><li> Os profissionais da área de TI devem desenvolver um melhor entendimento sobre a necessidade de energia de toda a organização e como as pessoas se relacionam com os dispositivos elétricos, diz o diretor de marketing e ecotecnologia da Intel, John Skinner.
  121. 121. Os profissionais de TI deverão se envolver com a área e em tecnologias que começam a despontar, como a virtualização.
  122. 122. Além de desenvolver sistemas de monitoramento, criar data </li></ul>centers eficientes, pensar na tendência das redes inteligentes <br />de energia elétrica e em seus requisitos, os profissionais <br />também devem lidar com uma situação em que a alimentação<br />não é suficiente para atender às necessidades da empresa <br />em determinados locais. <br />
  123. 123. 5 Passos para tornar<br />uma empresa sustentável<br />5<br />Reconstrua as habilidades já existentes<br /><ul><li>Análises de negócios: as empresas terão de incluir em suas soluções de análises de negócios módulos que direcionem projetos verdes. Determinar o que deve ser analisado e como apresentar os resultados e informações;
  124. 124. Gerenciamento de mudanças: mudar significa deixar o que já está definido para ações como, desligar monitores ao deixar o posto de trabalho, abandonar o scanner que fica sob a mesa, entre outras questões. É necessário entender como influenciar as pessoas para comprar a ideia da sustentabilidade;
  125. 125. Telecomunicações: os departamentos de TI imploram por especialistas na área. As iniciativas verdes também devem incluir redução de viagens, o que se traduz na necessidade de soluções avançadas de comunicações. A implantação de infra-estrutura para possibilitar o trabalho remoto;
  126. 126. Gerenciamento de ativos: as empresas começaram a analisar produtos com</li></ul>critérios verdes. Com isso, os líderes de TI precisam considerar novos fatores <br />ao calcular o custo total de propriedade de seus ativos. Eles terão de<br />considerar a quantidade de gases tóxicos que o ativo produz, além da<br />eletricidade que consomem e o custo para realizar um descarte <br />ecologicamente correto no final do ciclo de vida.<br />
  127. 127. Descarte de Lixo Eletrônico<br /><ul><li> Em 2004, os paises da UE produziram 9,7 milhões de toneladas de lixo eletrônico;
  128. 128. A quantidade de lixo eletrônico dobra a cada 10 anos;
  129. 129. Produtos da linha branca representam 40% (3,8 milhões de ton) do lixo eletrônico, seguidos de equipamentos de TI e equipamentos de iluminação;
  130. 130. Lixo eletrônico representa uma fonte de degradação do meio ambiente e desperdício de recursos;
  131. 131. A necessidade de uma legislação para evitar a exportação de lixo eletrônico para países pobres.</li></li></ul><li>Descarte de Lixo Eletrônico<br />
  132. 132. Reciclagem de Computador<br />
  133. 133. Perfil da Empresa<br />A empresa AIOX do Brasil surgiu em 2008 com a missão ser líder no mercado brasileiro de tecnologia com o lançamento de produtos inovadores.<br />É uma das empresas que <br />integra o Grupo Sul Brasil com 2 plantas fabris.<br />A Sul Brasil é um dos maiores fabricantes de acessórios para móveis e TNT (Tecido Não Tecido) do país e da América Latina no fornecimento destes materiais para a indústria moveleira.<br />
  134. 134. Capacidade Produtiva<br />Linha de produção com capacidade produtiva de 16 mil equipamentos por mês em um único turno de 8 horas.<br />Burn in e Run in.<br />Laboratório de Pesquisa e Desenvolvimento com 500 m².<br />Instalados em uma das plantas do grupo com 16 mil m² na cidade de Caçador no centro oeste do estado de Santa Catarina.<br />
  135. 135. Os Cinco “E”s<br />Um novo conceito, <br />uma nova consciência de consumo<br /><ul><li> Elegante
  136. 136. Eficiente
  137. 137. Econômico
  138. 138. Ecológico
  139. 139. Ergonômico</li></li></ul><li>Linha de Produtos<br />Futuro lançamento:<br />
  140. 140. Linha de Produtos<br />
  141. 141. Linha de Produtos<br />Entretenimento <br />Digital<br />
  142. 142. Conclusões<br /><ul><li> TI Verde será revolução maior do que a Internet. Bill Joy, co-fundador da Sun Microsystems.
  143. 143. É possível ser competitivo com desenvolvimento sustentável ecologicamente correto;
  144. 144. Pensar a longo prazo é a melhor justificativa para o desenvolvimento de tecnologias “verdes”;
  145. 145. O investimento não deve ser uma doação e sim uma nova forma de pensar o negócio;
  146. 146. Sempre é importante avaliar todo o processo (passado, presente e futuro), para não mascarar os efeitos;
  147. 147. Trabalho conjunto é a melhor alternativa. Todos devem contribuir !</li></li></ul><li>
  148. 148. Autor<br />Adriano A. Barros<br />Gerente Comercial - BRAOX<br />Cientista Social graduado pela USP;<br />Engenheiro Elétrico graduado pela UNICID;<br />Graduando em Administração de Empresas pela AIEC;<br />Pós-graduando (MBA) em Gerência Empresarial pela UNITAU.<br />Contato:<br />adriano@sulbrasil.com.br<br />Esta apresentação está disponível em:<br />http://www.slideshare.net/adrianoabarros/ti-verde-a-tecnoecologia-do-presente-a-responsabilidade-do-profissional-de-ti-consciente<br />

×