FÍSICA GRANDEZAS ESCALARES EVETORIAIS     PROFESSORA : ADRIANNE MENDONÇA
Grandezas Escalares   A grandeza escalar é aquela que fica    perfeitamente caracterizada quando conhecemos    apenas sua...
Grandezas Vetoriais   Dada a velocidade instantânea de um móvel    qualquer (por exemplo, um carro a ), constatamos    qu...
Grandezas Vetoriais   A grandeza física vetorial pode ser representada    graficamente por um segmento de reta (indicando...
Ilustrando ...
Explicando ...   Como afirmamos anteriormente, para    representar grandezas vetoriais é preciso    indicar, além do módu...
Ilustrando ...
Ilustrando ..
Ilustrando ...   Na figura de cima os vetores representados    possuem mesma direção e sentido; na figura    de baixo os ...
Soma de vetores   Quando os vetores tem a mesma    direção, podemos determinar o módulo do    vetor soma estabelecendo co...
Ilustrando...
Importante !!   Os vetores , e possuem a mesma direção    (horizontal). Adotamos como positivo o sentido    horizontal pa...
Vetores Perpendiculares   Imaginaremos agora, que um móvel parte de    um ponto e sofre um deslocamento no sentido    les...
Ilustrando ...
Ilustrando ...   Podemos notar facilmente que o    deslocamento , de para , e o , de para    , equivalem a um único deslo...
Importante !!   Os vetores e tem como vetor soma resultante    o vetor . É crucial notar que a colocação do    vetor na o...
Importante !!   A soma de vetores perpendiculares entre si ou    de direções quaiaquer não apresenta muita    diferença. ...
Importante !!   Na determinação do módulo do vetor    resultante, não podemos aplicar o teorema de    Pitágoras, tendo em...
Importante !!   A formula que se utiliza se da pelo    teorema de Pitágoras mais 2 vezes ab    pelo cosseno de alfa .
Decomposição de Vetores   Ao somarmos dois vetores, podemos obter um    único vetor, o vetor resultante, equivalente aos ...
Decomposição de Vetores   O vetor pode ser deslocado para a    extremidade do vetor de tal forma que o vetor    e seus ve...
Pense um Pouco!   Qual a condição para que a soma de dois    vetores seja nula?   O módulo da soma de dois vetores pode ...
Explicando ...   Sim, se forem somados dois vetores com mesmo    módulo, mas sentidos diferentes, então o vetor    result...
Explicando ...   Sim desde que os dois vetores tenham a    mesma direção e o mesmo sentido.
OBRIGADA !!!!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Física grandezas escalares e vetoriais

23.299 visualizações

Publicada em

física

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
23.299
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
269
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Física grandezas escalares e vetoriais

  1. 1. FÍSICA GRANDEZAS ESCALARES EVETORIAIS PROFESSORA : ADRIANNE MENDONÇA
  2. 2. Grandezas Escalares A grandeza escalar é aquela que fica perfeitamente caracterizada quando conhecemos apenas sua intensidade acompanhada pela correspondente unidade de medida. Como exemplos de grandeza física escalar podemos citar a massa de um corpo (por exemplo, ), a temperatura (por exemplo ), o volume (, por exemplo), a densidade (para a água, ), a pressão ( ), a energia (por exemplo ) e muitas outras. Para operar com grandezas escalares, segue-se as regras de operações algébricas comuns, arredondando-se quando necessário.
  3. 3. Grandezas Vetoriais Dada a velocidade instantânea de um móvel qualquer (por exemplo, um carro a ), constatamos que apenas essa indicação é insuficiente para dizermos a direção em que o móvel segue. Isso acontece porque a velocidade é uma grandeza vetorial. Para uma grandeza física vetorial ficar totalmente caracterizada, é necessário saber não apenas a sua intensidade ou módulo mas também a sua direção e o seu sentido. Geralmente a grandeza vetorial é indicada por uma letra com uma setinha (por exemplo, ) e o módulo ou intensidade, por ou simplesmente por .
  4. 4. Grandezas Vetoriais A grandeza física vetorial pode ser representada graficamente por um segmento de reta (indicando a direção da grandeza) dotado de uma seta (indicativa de seu sentido) e trazendo ainda seu valor seguido da unidade de medida (indicação de seu módulo ou intensidade). Tal representação é denominada vetor. No exemplo anterior do carro, poderíamos dizer, por exemplo, que ele se movimenta num certo instante com velocidade , de módulo , na direção norte-sul e sentido de sul para norte. Essa velocidade vetorial instantânea pode ser representada por um vetor,
  5. 5. Ilustrando ...
  6. 6. Explicando ... Como afirmamos anteriormente, para representar grandezas vetoriais é preciso indicar, além do módulo, a direção e o sentido da grandeza. Podemos fazer essa indicação utilizando um vetor (veja a figura. O vetor pode ser representado por um segmento de reta orientado cujo tamanho - intensidade - é proporcional à intensidade da grandeza que representa.
  7. 7. Ilustrando ...
  8. 8. Ilustrando ..
  9. 9. Ilustrando ... Na figura de cima os vetores representados possuem mesma direção e sentido; na figura de baixo os vetores apresentam a mesma direção e sentidos opostos. Portanto, podemos notar que vetores de mesma direção são paralelos, o que não garante que tenham o mesmo sentido.
  10. 10. Soma de vetores Quando os vetores tem a mesma direção, podemos determinar o módulo do vetor soma estabelecendo convencionalmente um sentido como positivo e somando algebricamente os seus módulos. Observe:
  11. 11. Ilustrando...
  12. 12. Importante !! Os vetores , e possuem a mesma direção (horizontal). Adotamos como positivo o sentido horizontal para a direita. Assim, os vetores e são positivos e o vetor é negativo. O módulo do vetor soma, , é dado por :  d = a+ b –c Se obtermos um valor positivo para , isso significa que seu sentido é positivo, ou seja, o vetor é horizontal para a direita; se for negativo, o seu sentido é negativo, isto é, o vetor é horizontal para a esquerda.
  13. 13. Vetores Perpendiculares Imaginaremos agora, que um móvel parte de um ponto e sofre um deslocamento no sentido leste, atingindo um ponto e, em seguida, um deslocamento no sentido norte, atingindo um ponto
  14. 14. Ilustrando ...
  15. 15. Ilustrando ... Podemos notar facilmente que o deslocamento , de para , e o , de para , equivalem a um único deslocamento, , de para . Desta forma, o deslocamento é a soma vetorial ou resultante dos deslocamentos e , ou seja,
  16. 16. Importante !! Os vetores e tem como vetor soma resultante o vetor . É crucial notar que a colocação do vetor na origem ou na extremidade do vetor não altera o vetor soma . Deve-se observar que os vetores , e formam um triângulo retângulo, em que é a hipotenusa e são catetos. Para obtermos o módulo do vetor resultante, basta aplicar o teorema de Pitágoras .
  17. 17. Importante !! A soma de vetores perpendiculares entre si ou de direções quaiaquer não apresenta muita diferença. Para um móvel, partir de e atingir num deslocamento e, em seguida, atingir num deslocamento equivale a partir de e atingir num deslocamento
  18. 18. Importante !! Na determinação do módulo do vetor resultante, não podemos aplicar o teorema de Pitágoras, tendo em vista que o ângulo entre e não é reto (). Assim, aplicamos a regra do paralelogramo,
  19. 19. Importante !! A formula que se utiliza se da pelo teorema de Pitágoras mais 2 vezes ab pelo cosseno de alfa .
  20. 20. Decomposição de Vetores Ao somarmos dois vetores, podemos obter um único vetor, o vetor resultante, equivalente aos dois vetores somados. Ao decompormos dois vetores, realizamos um processo inverso. Dado um vetor , obtêm-se outros dois vetores e tal que
  21. 21. Decomposição de Vetores O vetor pode ser deslocado para a extremidade do vetor de tal forma que o vetor e seus vetores componentes e formem um triângulo retângulo Aplicando a trigonometria ao triângulo retângulo, podemos determinar o módulo dos componentes (horizontal) e (vertical) de em função do ângulo . Desta forma, no triângulo rachurado
  22. 22. Pense um Pouco! Qual a condição para que a soma de dois vetores seja nula? O módulo da soma de dois vetores pode ser igual à soma de seus módulos? Quando?
  23. 23. Explicando ... Sim, se forem somados dois vetores com mesmo módulo, mas sentidos diferentes, então o vetor resultante será nulo. ex: um homem empurra uma caixa para a frente com uma força de 10N, mas a força de atrito para trás que o piso exerce sobre a caixa também é de 10 N, logo se anulam, e com isso a caixa não se move. (Equilíbrio estático, 1ª Lei de Newton ou Princípio da Inércia) A+B = 0 A = -B
  24. 24. Explicando ... Sim desde que os dois vetores tenham a mesma direção e o mesmo sentido.
  25. 25. OBRIGADA !!!!

×