BARROCO
<ul><li>Costuma-se dizer que Minas Gerais é um estado barroco. Mas você sabe por quê? </li></ul>
<ul><li>É que Minas foi berço de um dos maiores artistas brasileiros: Antonio Francisco Lisboa, o  Aleijadinho . </li></ul...
<ul><li>Apesar de o Aleijadinho ter vivido e trabalhado no período do Arcadismo, sua obra era barroca.  </li></ul>Passo da...
Algumas representações Artísticas Barroca  Igreja de São Francisco, Salvador. Uma das construções mais suntuosas do século...
Ornamento Barroco em uma residência em MG
Moda Barroca  Passado  Presente – influência barroca nos desfiles de moda atual
Termo Barroco <ul><li>Pérola imperfeita  - Jóia falsa </li></ul><ul><li>Escolha desta palavra para definir as manifestaçõe...
<ul><li>Homens -  divididos entre dois mundos diferentes:  </li></ul><ul><li>o  mundo terreno  e o  mundo celestial .  </l...
Condições históricas  <ul><li>O que acontecia em volta do homem, com a sua sociedade, era responsável por esse  desequilíb...
Movimento artístico de grande riqueza estética <ul><li>Tensão do momento - variado leque de assuntos que são explorados de...
Principais características <ul><li>Tentativa de unir valores opostos (antíteses) </li></ul><ul><li>Rebuscamento e exagero ...
Exemplo de Conceptismo <ul><li>Mui grande é o Vosso amor e o meu delito; Porém pode ter fim todo o pecar, E não o  Vosso a...
Exemplo do estilo  Cultismo  <ul><li>Reparem no jogo de palavras promovido pelo poeta: </li></ul><ul><li>&quot;O todo sem ...
Estilo Conceptista <ul><li>Uso de mecanismo de lógica: </li></ul><ul><li>Silogismo : forma de raciocínio dedutivo que, par...
CONTEXTO HISTÓRICO  <ul><li>Para entender melhor o homem desta época: </li></ul><ul><li>conhecer as condições sociais, eco...
Religião  <ul><li>Europa  </li></ul><ul><li>Cristianismo – divisão  </li></ul><ul><li>Contra- reforma:  tentativa da igrej...
Repressão e censura da época <ul><li>Não considerados bons cristãos: </li></ul><ul><li>Queimados na fogueira da Inquisição...
Principais autores  <ul><li>Prosopopéia , de  Bento Teixeira , publicado em 1601, é considerado o marco inicial da literat...
Descrição do Recife (fragmento) Para a parte do Sul onde a pequena  Ursa se vê de guardas rodeada,  Onde o Céu luminoso, m...
Antonio Vieira <ul><li>Considerado um dos principais autores do Barroco.  </li></ul><ul><li>Veio para o Brasil aos seis an...
Destaque como orador  <ul><li>Arte muito apreciada à época.  </li></ul><ul><li>Os sermões formam assim a parte mais import...
Sermão da sexagésima  <ul><li>O pregar há de ser como quem semeia, e não como quem ladrilha ou azuleja. Ordenado, mas como...
Gregório de Matos Boca do Inferno  <ul><li>Maior poeta barroco em Língua Portuguesa.  </li></ul><ul><li>É o primeiro grand...
Descreve o que era naquele tempo a cidade da Bahia   A cada canto um grande conselheiro,  Que nos quer governar cabana e v...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Barroco

2.045 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.045
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
46
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Barroco

  1. 1. BARROCO
  2. 2. <ul><li>Costuma-se dizer que Minas Gerais é um estado barroco. Mas você sabe por quê? </li></ul>
  3. 3. <ul><li>É que Minas foi berço de um dos maiores artistas brasileiros: Antonio Francisco Lisboa, o  Aleijadinho . </li></ul>Escultor, entalhador, santeiro e arquiteto, Arte admirada e reconhecida como das mais importantes do barroco brasileiro. Filho de escrava negra e pai português, sofre por preconceito. Esculpia em pedra-sabão, não-sujeita à decomposição, como os quartzitos. Conhecida como pedra- de- panela, por ser usada na confecção de utensílios domésticos.
  4. 4. <ul><li>Apesar de o Aleijadinho ter vivido e trabalhado no período do Arcadismo, sua obra era barroca. </li></ul>Passo da Prisão, escultura de Aleijadinho no Santuário de Congonhas do Campo (MG)
  5. 5. Algumas representações Artísticas Barroca Igreja de São Francisco, Salvador. Uma das construções mais suntuosas do século XVII.
  6. 6. Ornamento Barroco em uma residência em MG
  7. 7. Moda Barroca Passado Presente – influência barroca nos desfiles de moda atual
  8. 8. Termo Barroco <ul><li>Pérola imperfeita - Jóia falsa </li></ul><ul><li>Escolha desta palavra para definir as manifestações artísticas dos anos 1600 e início dos anos 1700 </li></ul>ir.re.gu.lar   1  Que não é regular, que não obedece às regras.   3 Contrário à regra.    4  Desarmônico, desigual.   Fonte: MICHAELIS. Moderno Dicionário da Língua Portuguesa. Editora Melhoramentos.
  9. 9. <ul><li>Homens - divididos entre dois mundos diferentes: </li></ul><ul><li>o  mundo terreno  e o mundo celestial . </li></ul><ul><li>Mundo terreno : mundo material: ciências, corpo físico, amores carnais </li></ul><ul><li>X </li></ul><ul><li>Mundo religioso : tudo girava em torno de Deus , sempre O servindo conforme Sua vontade. </li></ul>Irregularidade
  10. 10. Condições históricas <ul><li>O que acontecia em volta do homem, com a sua sociedade, era responsável por esse  desequilíbrio . </li></ul><ul><li>O valor do Barroco vem justamente dessa irregularidade .  </li></ul>
  11. 11. Movimento artístico de grande riqueza estética <ul><li>Tensão do momento - variado leque de assuntos que são explorados de diversas maneiras. </li></ul>
  12. 12. Principais características <ul><li>Tentativa de unir valores opostos (antíteses) </li></ul><ul><li>Rebuscamento e exagero (metáforas e hipérboles) </li></ul><ul><li>Conceptismo : jogo de idéias, que utiliza uma linguagem aprimorada para alcançar um raciocínio lógico; convencimento pelo raciocínio. </li></ul><ul><li>Cultismo: linguagem rebuscada, culta, utilizando jogos de palavras; uso de figuras de linguagens (metáforas, hipérboles, hipérbatos...) </li></ul>
  13. 13. Exemplo de Conceptismo <ul><li>Mui grande é o Vosso amor e o meu delito; Porém pode ter fim todo o pecar, E não o Vosso amor, que é infinito . Essa razão me obriga a confiar Que, por mais que pequei , neste conflito Espero em vosso amor de me salvar . </li></ul><ul><li>No trecho acima, Gregório de Matos afirma em uma proposição que o infinito amor de Deus salva o pecador ; depois ele afirma ser um pecador ; assim, ele espera ser salvo. </li></ul>
  14. 14. Exemplo do estilo Cultismo <ul><li>Reparem no jogo de palavras promovido pelo poeta: </li></ul><ul><li>&quot;O todo sem a parte não é o todo; </li></ul><ul><li>A parte sem o todo não é parte; </li></ul><ul><li>Mas se a parte o faz todo, sendo parte, </li></ul><ul><li>Não se diga que é parte, sendo o todo. </li></ul><ul><li>Em todo o Sacramento está Deus todo, </li></ul><ul><li>E todo assiste inteiro em qualquer parte, </li></ul><ul><li>E feito em partes todo em toda a parte, </li></ul><ul><li>Em qualquer parte sempre fica todo.&quot; </li></ul><ul><li>(Gregório de Matos) </li></ul>
  15. 15. Estilo Conceptista <ul><li>Uso de mecanismo de lógica: </li></ul><ul><li>Silogismo : forma de raciocínio dedutivo que, partindo de duas premissas básicas, delas concluem uma terceira, logicamente implicada. </li></ul><ul><li>“ Todo homem é mortal. Maurício é homem. Maurício é mortal.” </li></ul><ul><li>Sofisma: argumento que parte de premissa verdadeira e inquestionável de acordo com as regras formais do raciocínio. Dissimula ( disfarça, oculta) a verdade com regras de lógica: </li></ul><ul><li>“ Racismo é só uma palavra. Não há por que discutir sobre palavras. Não há porque discutir racismo” </li></ul>
  16. 16. CONTEXTO HISTÓRICO <ul><li>Para entender melhor o homem desta época: </li></ul><ul><li>conhecer as condições sociais, econômicas e religiosas que determinavam tal período </li></ul><ul><li>Denominado Seiscentismo </li></ul>
  17. 17. Religião <ul><li>Europa </li></ul><ul><li>Cristianismo – divisão </li></ul><ul><li>Contra- reforma: tentativa da igreja católica em conter o avanço do protestantismo </li></ul><ul><li>Concílio de Trento – reafirmação dos dogmas católicos, manter sacramentos, inquisição para combater a heresia – preservação da hierarquia clerical. </li></ul>
  18. 18. Repressão e censura da época <ul><li>Não considerados bons cristãos: </li></ul><ul><li>Queimados na fogueira da Inquisição. </li></ul><ul><li>crimes “contra a fé”: luteranismo, a feitiçaria, as blasfêmias e as críticas ao Catolicismo... </li></ul>
  19. 19. Principais autores <ul><li>Prosopopéia , de  Bento Teixeira , publicado em 1601, é considerado o marco inicial da literatura barroca em Portugal. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Narra os feitos do governador Jorge de Albuquerque Coelho. A importância desta obra, segundo os críticos, é principalmente histórica, já que o seu valor literário é considerado questionável. </li></ul>
  20. 20. Descrição do Recife (fragmento) Para a parte do Sul onde a pequena  Ursa se vê de guardas rodeada,  Onde o Céu luminoso, mais serena,  Tem sua influição, e temperada,  Junto da nova Lusitânia ordena,  A natureza, mãe bem atentada,  Um porto tão quieto, e tão seguro,  Que para as curvas Naus serve de muro. É este porto tal, por estar posta,  Uma cinta de pedra, inculta e viva,  Ao longo da soberba e larga costa,  Onde quebra Neptuno a fúria esquiva,  Entre a praia, e pedra descomposta,  O estranhado elemento se deriva,  Com tanta mansidão, que uma fateixa,  Basta ter à fatal Argos aneixa. Em o meio desta obra alpestre, e dura,  Sua boca rompeu o Mar inchado,  Que na língua dos bárbaros escura,  Paranambuco, de todos é chamado  De Paraná que é Mar, Puca - rotura,  Feita em fúria desse Mar salgado,  Que sem no derivar cometer míngua,  Cova do Mar se chama em nossa língua. (...) Bento Teixeira
  21. 21. Antonio Vieira <ul><li>Considerado um dos principais autores do Barroco. </li></ul><ul><li>Veio para o Brasil aos seis anos de idade, onde ingressou na Companhia de Jesus, ordenando-se jesuíta .  </li></ul>
  22. 22. Destaque como orador <ul><li>Arte muito apreciada à época. </li></ul><ul><li>Os sermões formam assim a parte mais importante de sua obra literária. </li></ul><ul><li>Principais obras: </li></ul><ul><li>Sermão de Santo Antonio aos Peixes  (que trata da escravidão indígena). </li></ul><ul><li>-  Sermão da Sexagésima   (que fala da arte de pregar). </li></ul><ul><li>-  Sermão pelo Bom Sucesso das Armas de Portugal contra as de Holanda.  </li></ul>
  23. 23. Sermão da sexagésima <ul><li>O pregar há de ser como quem semeia, e não como quem ladrilha ou azuleja. Ordenado, mas como as estrelas:  stellae manentes in ordine suo . Todas as estrelas estão por sua ordem; mas é ordem que faz influência, não é ordem que faça lavor. Não fez Deus o céu em xadrez de estrelas, como os pregadores fazem o sermão em xadrez de palavras. Se de uma parte está branco, da outra há de estar negro; se de uma parte está dia, da outra há de estar noite; se de uma parte dizem luz, de outra hão de dizer sombra; se de uma parte dizem desceu, da outra hão de dizer subiu. Basta que não havemos de ver num sermão duas palavras em paz? Todas hão de estar sempre em fronteira com o seu contrário? (...)  Padre Antonio Vieira </li></ul>
  24. 24. Gregório de Matos Boca do Inferno <ul><li>Maior poeta barroco em Língua Portuguesa. </li></ul><ul><li>É o primeiro grande escritor brasileiro. </li></ul><ul><li>Sua obra apresenta uma grande variedade de temas, podendo ser classificada em: - Poesia satírica e pornográfica. - Poesia lírica amorosa e religiosa </li></ul>
  25. 25. Descreve o que era naquele tempo a cidade da Bahia   A cada canto um grande conselheiro,  Que nos quer governar cabana e vinha;  Não sabem governar sua cozinha,  E podem governar o mundo inteiro.  Em cada porta um bem freqüente olheiro,  Que a vida do vizinho e da vizinha  Pesquisa, escuta, espreita e esquadrinha,  Para o levar à praça e ao terreiro.  Muitos mulatos desavergonhados,  Trazidos sob os pés os homens nobres,  Posta nas palmas toda a picardia,  Estupendas usuras nos mercados,  Todos os que não furtam muito pobres:  E eis aqui a cidade da Bahia.  Gregório de Matos

×