SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 44
Baixar para ler offline
DOENÇAS SEXUALMENTE
   TRANSMISÍVEIS
O QUE SÃO AS DOENÇAS
    SEXUALMENTE
  TRANSMISSÍVEIS?..
As doenças sexualmente transmissíveis são
  doenças provocadas por bactérias, fungos e
vírus e que se transmitem por contacto sexual
 íntimo, quando um dos parceiros se encontra
   infectado. Existem várias destas doenças,
  também conhecidas por doenças venéreas,
sendo de salientar a Sífilis, o Herpes genital, o
HIV, a Gonorréia, a Hepatite B e Candídiase.
SIFÍLIS
PRINCIPAIS MANIFESTAÇÕES
        CLÍNICAS




Ferida indolor ulcerada na região genital, peri-
           genital, peri-anal ou bucal.
COMPLICAÇÕES




SIFILIS SECUNDÁRIA: febre, ínguas e manchas no corpo,
        SECUNDÁRIA
 acompanhadas de lesões na palma da mão e/ou na planta do
    pé que podem ocorrer semanas ou meses após a sífilis
                  primária não tratada.
SÍFILIS TERCIÁRIA: manifestações neurológicas,
 cardiológicas e vasculares graves, que podem ocorrer
  anos após a infecção primária não tratada; infecção
congênita: graves problemas fetais que podem ocorrer
         se a gestante for portadora de sífilis.
COMO PREVENIR A SÍFILIS:

 Buscar informações e conhecimentos da
                 doença;
  Uso de preservativo(camisinha) nas
             relações sexuais;
     Controle do sangue doado.
HERPES GENITAL
É uma doença causada por um
germe chamado Herpes simples, é
   transmitida pelo ato sexual.
COMO VOCÊ SABE QUE TEM
                HERPES?
Poucos dias após a relação sexual com
     uma pessoa infectada, pequenas
     bolhas podem aparecer na área
                genital.
Estas bolhas são dolorosas e algumas
  vezes se rompem para se tornarem
    pequenas feridas. Estas feridas se
   curam após 2 semanas sem deixar
          Nenhuma marca.
 Mesmo que as feridas tenham sido
       curadas, o germe continua
      no corpo e fica recolhido.
QUAIS OS CUIDADOS QUE DEVEMOS
             TER...

              Muita preocupação, muito
              cansaço ou muito sol Podem
              favorecer a volta da doença.
              Se você tiver herpes, diga a
                     seu parceiro.
              Mantenha a área infectada
                          limpa.
É necessário, evitar as
relações sexuais no período
 que você tiver as pequenas
 bolhas, pois pode passar a
  doença para o parceiro.
ATENÇÃO GESTANTE!

O herpes pode passar de mãe
para filho na hora do parto,
 é muito importante fazer o
 pré –natal para proteger o
       recém nascido.
GONORRÉIA
Doença infecto-contagiosa
transmitida pela relação sexual
PRINCIPAIS MANIFESTAÇÕES
          CLÍNICAS




 Prurido(coceira) na uretra,
 Dificuldade ou ardência ao urinar,
 Secreção uretral ou vaginal amarelada.
 Em alguns casos podem ocorrer sintomas gerais, como a
  febre.
Nas mulheres os sintomas
são mais brandos ou podem
 estar totalmente ausentes
    (maioria dos casos).
QUAIS AS PRINCIPAIS
            COMPLICAÇÕES?
                                            EM HOMENS:
                                         Infecção na próstata e
                                               testículos.


                                          EM MULHERES:
                                       DIP (doença inflamatória
  EM AMBOS OS SEXOS:                        pélvica), Aborto
Infertilidade, artrite, meningite.       espontâneo, natimorto,
                                         parto prematuro, baixo
                                     peso, endometrite pós-parto.
PREVENÇÃO

    Ter acesso a informações corretas;
Não freqüentar locais onde possa acontecer
               contaminação;
      Evitar relações promiscuas;
   Uso de preservativo ( camisinha)
          nas relações sexuais.
AIDS
AIDS...
                  O QUE É?
      É uma doença na qual as defesas
  naturais do corpo diminuem, deixando o
          organismo incapaz de lutar
       contra as infecções ou tumores.
Porque é composta de um conjunto de sinais e
    sintomas que resultam na ocorrência de
            infecções oportunistas.
Veja alguns casos evolutivos da
          doença...
O QUE CAUSA A AIDS?




É causada por vírus chamado
  Vírus da Imunodeficiência
        Humana (HIV).
É TRANSMITIDA ATRAVÉS DE:

* Relação Sexual;
* Transfusão de sangue e derivados;
*Compartilhamento de agulhas e seringas;
* Da mãe contaminada para o feto- através da
  placenta na hora do parto.
SITUAÇÕES DE RISCO:

Multiplicidade de parceiros sexuais;
Uso compartilhado de seringas e
 agulhas;
Recém nascido de mães infectadas.
COMO SE DETECTA A INFECÇÃO
         PELO HIV?

    Através de anticorpos produzidos
  pelo organismo em reação a presença
           do HIV através do
              teste ELISA.
PERIODO DE INCUBAÇÃO:

De 3 à 10 anos entre a contaminação e o
 aparecimento de sintomas sugestivos de
                 AIDS.
EXIGÊNCIA DE EXAMES

Ninguém pode ser obrigado a fazer o exame
             para detectar HIV.
     Somente a pessoa portadora pode
ser comunicada da doença (sigilo absoluto).
 Sempre que o exame de HIV der positivo,
      deverá ser solicitada a prova e a
        contra-prova(03 exames).
QUAL A DIFERENÇA ENTRE
      HIV E AIDS?
HIV – É o vírus instalado sem manifestações
                    externas.




AIDS – É a doença já instalada com manifestações
                em todo o corpo.
QUAL É O MELHOR PROGRAMA
    DE AIDS DO MUNDO?
No BRASIL, para o nosso orgulho,
    se encontra o melhor programa de
            acompanhamento de
      AIDÉTICOS de todo o mundo.
Os AIDÉTICOS recebem os medicamentos
           todos gratuitamente do
 Ministério da saúde, inclusive internação,
    aposentadoria por invalidez durante
o período da doença; isso faz com que haja
    uma sobre-vida bem maior para eles.
HEPATITE B
É uma doença causada por um
 vírus que ataca o fígado, sendo o
     sangue o principal meio de
   transmissão e depois a saliva.
Se não for tratada, pode provocar a
 morte. O vírus sobrevive durante
 bastante tempo e resiste a alguns
           desinfetantes.
SINTOMAS
A princípio é parecido com a gripe, sintomas de
  náuseas, vômitos, diarréias, cansaço, falta de
  apetite, surgimento de icterícia, alteração da
             cor das fezes e da urina
FORMAS DE CONTÁGIO

Transmissão ao feto pela mãe, através do
    sêmen e secreções vaginais, suor,
           lágrimas e saliva.
PREVENÇÃO

É possível prevenir esta doença através da
                 vacinação.
CANDIDÍASE
O QUE É A CANDIDÍASE?

Doença causada pelos fungos Candida
albicans, que se desenvolvem num local
quente e húmido da vagina.
A DOENÇA EVOLUI DA
 SEGUINTE FORMA...
SINTOMAS
No homem verifica-se uma inflamação
acompanhada de pontinhos vermelhos no
     pênis e ardor. A mulher sofre de
   inflamação e irritação nos lábios da
vulva, acompanhado de um fluxo espesso
       e esbranquiçado. Pode haver
complicações, como é o caso da ureterite.
FORMAS DE CONTÁGIO


Contacto sexual ou proliferação do fungo.
PREVENÇÃO
    Abstinência sexual logo após o
 aparecimento da infecção e durante o
 tratamento. Algumas doenças, como a
diabetes ou o hipotiroidismo, favorecem
  o aparecimento de candidíase, assim
como a gravidez, irrigações vaginais e os
      tratamentos com cortisona e
              antialérgicos.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

DST
DSTDST
DST
 
Dst’s
Dst’sDst’s
Dst’s
 
Doenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveisDoenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveis
 
DSTs
DSTsDSTs
DSTs
 
O QUE PRECISAMOS SABER SOBRE DST
O QUE PRECISAMOS SABER SOBRE DSTO QUE PRECISAMOS SABER SOBRE DST
O QUE PRECISAMOS SABER SOBRE DST
 
Dst palestra
Dst palestraDst palestra
Dst palestra
 
Aula 01 dst
Aula 01  dstAula 01  dst
Aula 01 dst
 
Metodos contraceptivos
Metodos contraceptivosMetodos contraceptivos
Metodos contraceptivos
 
Doenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveisDoenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveis
 
Palestra dst
Palestra   dstPalestra   dst
Palestra dst
 
Dst aids para adolescentes
Dst   aids para adolescentesDst   aids para adolescentes
Dst aids para adolescentes
 
Dst telma, mafalda, teresa e mariana
Dst  telma, mafalda, teresa e marianaDst  telma, mafalda, teresa e mariana
Dst telma, mafalda, teresa e mariana
 
Ists
IstsIsts
Ists
 
Ist inês e carla
Ist inês e carlaIst inês e carla
Ist inês e carla
 
Is ts sida e candidíase
Is ts   sida e candidíaseIs ts   sida e candidíase
Is ts sida e candidíase
 
1o ano ds ts - tricomoníase
1o ano   ds ts - tricomoníase1o ano   ds ts - tricomoníase
1o ano ds ts - tricomoníase
 
DST
DSTDST
DST
 
Dst/aids SIPAT (oficial)
Dst/aids SIPAT (oficial)Dst/aids SIPAT (oficial)
Dst/aids SIPAT (oficial)
 
Aula 3 DSTs e métodos anticoncepcionais
Aula 3 DSTs e métodos anticoncepcionaisAula 3 DSTs e métodos anticoncepcionais
Aula 3 DSTs e métodos anticoncepcionais
 
As doenças sexualmente transmíssíveis
As doenças sexualmente transmíssíveisAs doenças sexualmente transmíssíveis
As doenças sexualmente transmíssíveis
 

Destaque

Que Cosas Q Meten Miedo
Que Cosas Q Meten MiedoQue Cosas Q Meten Miedo
Que Cosas Q Meten Miedolatontika2627
 
Módulo 5 – prevencao contra doencas e gravidez indesejada
Módulo 5 – prevencao contra doencas e gravidez indesejadaMódulo 5 – prevencao contra doencas e gravidez indesejada
Módulo 5 – prevencao contra doencas e gravidez indesejadaAlpha Colégio e Vestibulares
 
DST'S Relacionadas com corrimentos
DST'S Relacionadas com corrimentosDST'S Relacionadas com corrimentos
DST'S Relacionadas com corrimentosWalquer Sobrinho
 
Coleta e interpretação de amostras
Coleta e interpretação de amostrasColeta e interpretação de amostras
Coleta e interpretação de amostrasitsufpr
 
Enfermedades venereas
Enfermedades venereasEnfermedades venereas
Enfermedades venereasbiologiaomar
 
Doenças Sexualmente Transmissiveis - por Eduarda Minassa Gobbi
Doenças Sexualmente Transmissiveis - por Eduarda Minassa GobbiDoenças Sexualmente Transmissiveis - por Eduarda Minassa Gobbi
Doenças Sexualmente Transmissiveis - por Eduarda Minassa GobbiEduarda Gobbi
 
Accidentes por animales marinos del Mediterráneo
Accidentes por animales marinos del MediterráneoAccidentes por animales marinos del Mediterráneo
Accidentes por animales marinos del MediterráneoRosa Taberner Ferrer
 

Destaque (11)

Que Cosas Q Meten Miedo
Que Cosas Q Meten MiedoQue Cosas Q Meten Miedo
Que Cosas Q Meten Miedo
 
Módulo 5 – prevencao contra doencas e gravidez indesejada
Módulo 5 – prevencao contra doencas e gravidez indesejadaMódulo 5 – prevencao contra doencas e gravidez indesejada
Módulo 5 – prevencao contra doencas e gravidez indesejada
 
Dst
DstDst
Dst
 
DST'S Relacionadas com corrimentos
DST'S Relacionadas com corrimentosDST'S Relacionadas com corrimentos
DST'S Relacionadas com corrimentos
 
DST – Doenças Sexualmente Transmisíveis
DST – Doenças Sexualmente TransmisíveisDST – Doenças Sexualmente Transmisíveis
DST – Doenças Sexualmente Transmisíveis
 
Coleta e interpretação de amostras
Coleta e interpretação de amostrasColeta e interpretação de amostras
Coleta e interpretação de amostras
 
Enfermedades Exantemáticas
Enfermedades ExantemáticasEnfermedades Exantemáticas
Enfermedades Exantemáticas
 
Enfermedades venereas
Enfermedades venereasEnfermedades venereas
Enfermedades venereas
 
doenças
  doenças  doenças
doenças
 
Doenças Sexualmente Transmissiveis - por Eduarda Minassa Gobbi
Doenças Sexualmente Transmissiveis - por Eduarda Minassa GobbiDoenças Sexualmente Transmissiveis - por Eduarda Minassa Gobbi
Doenças Sexualmente Transmissiveis - por Eduarda Minassa Gobbi
 
Accidentes por animales marinos del Mediterráneo
Accidentes por animales marinos del MediterráneoAccidentes por animales marinos del Mediterráneo
Accidentes por animales marinos del Mediterráneo
 

Semelhante a Doenças Sexualmente Transmissíveis: Sintomas, Prevenção e Tratamento

As Doenças Sexualmente Transmissíveis
As Doenças Sexualmente TransmissíveisAs Doenças Sexualmente Transmissíveis
As Doenças Sexualmente Transmissíveisheld
 
DoençAs Sexualmente Transmissiveis (2)
DoençAs Sexualmente Transmissiveis (2)DoençAs Sexualmente Transmissiveis (2)
DoençAs Sexualmente Transmissiveis (2)Fernanda Gonçalves
 
Comportamentos de risco
Comportamentos de riscoComportamentos de risco
Comportamentos de riscoFilipe Eros
 
aids-120503054146-phpapp02 (1).pdf
aids-120503054146-phpapp02 (1).pdfaids-120503054146-phpapp02 (1).pdf
aids-120503054146-phpapp02 (1).pdfTiagoSantos74563
 
InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]
InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]
InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]Cristina0910
 
Primeiros Socorros Modulo VI
Primeiros Socorros Modulo VIPrimeiros Socorros Modulo VI
Primeiros Socorros Modulo VIemanueltstegeon
 
Sexualmente transmissíveis
Sexualmente transmissíveisSexualmente transmissíveis
Sexualmente transmissíveisRui
 
Sexualmente transmissíveis
Sexualmente transmissíveisSexualmente transmissíveis
Sexualmente transmissíveisRui
 
Doenassexualmentetransmissiveis2 100404123423-phpapp02
Doenassexualmentetransmissiveis2 100404123423-phpapp02Doenassexualmentetransmissiveis2 100404123423-phpapp02
Doenassexualmentetransmissiveis2 100404123423-phpapp02Pelo Siro
 

Semelhante a Doenças Sexualmente Transmissíveis: Sintomas, Prevenção e Tratamento (20)

As Doenças Sexualmente Transmissíveis
As Doenças Sexualmente TransmissíveisAs Doenças Sexualmente Transmissíveis
As Doenças Sexualmente Transmissíveis
 
DoençAs Sexualmente Transmissiveis (2)
DoençAs Sexualmente Transmissiveis (2)DoençAs Sexualmente Transmissiveis (2)
DoençAs Sexualmente Transmissiveis (2)
 
Comportamentos de risco
Comportamentos de riscoComportamentos de risco
Comportamentos de risco
 
aids-120503054146-phpapp02 (1).pdf
aids-120503054146-phpapp02 (1).pdfaids-120503054146-phpapp02 (1).pdf
aids-120503054146-phpapp02 (1).pdf
 
Ds ts
Ds tsDs ts
Ds ts
 
InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]
InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]
InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]
 
Primeiros Socorros Modulo VI
Primeiros Socorros Modulo VIPrimeiros Socorros Modulo VI
Primeiros Socorros Modulo VI
 
Dst’s
Dst’s Dst’s
Dst’s
 
Aids
AidsAids
Aids
 
Sexualmente transmissíveis
Sexualmente transmissíveisSexualmente transmissíveis
Sexualmente transmissíveis
 
Sexualmente transmissíveis
Sexualmente transmissíveisSexualmente transmissíveis
Sexualmente transmissíveis
 
Dst
DstDst
Dst
 
Doenassexualmentetransmissiveis2 100404123423-phpapp02
Doenassexualmentetransmissiveis2 100404123423-phpapp02Doenassexualmentetransmissiveis2 100404123423-phpapp02
Doenassexualmentetransmissiveis2 100404123423-phpapp02
 
DST
DSTDST
DST
 
Trabalholll
TrabalholllTrabalholll
Trabalholll
 
DST
DSTDST
DST
 
Trabalholll
TrabalholllTrabalholll
Trabalholll
 
Tudo Sobre Dst
Tudo Sobre DstTudo Sobre Dst
Tudo Sobre Dst
 
Doenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveisDoenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveis
 
IST E AIDS.pptx
IST E AIDS.pptxIST E AIDS.pptx
IST E AIDS.pptx
 

Doenças Sexualmente Transmissíveis: Sintomas, Prevenção e Tratamento

  • 1. DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISÍVEIS
  • 2. O QUE SÃO AS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS?..
  • 3. As doenças sexualmente transmissíveis são doenças provocadas por bactérias, fungos e vírus e que se transmitem por contacto sexual íntimo, quando um dos parceiros se encontra infectado. Existem várias destas doenças, também conhecidas por doenças venéreas, sendo de salientar a Sífilis, o Herpes genital, o HIV, a Gonorréia, a Hepatite B e Candídiase.
  • 5. PRINCIPAIS MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS Ferida indolor ulcerada na região genital, peri- genital, peri-anal ou bucal.
  • 6. COMPLICAÇÕES SIFILIS SECUNDÁRIA: febre, ínguas e manchas no corpo, SECUNDÁRIA acompanhadas de lesões na palma da mão e/ou na planta do pé que podem ocorrer semanas ou meses após a sífilis primária não tratada.
  • 7. SÍFILIS TERCIÁRIA: manifestações neurológicas, cardiológicas e vasculares graves, que podem ocorrer anos após a infecção primária não tratada; infecção congênita: graves problemas fetais que podem ocorrer se a gestante for portadora de sífilis.
  • 8. COMO PREVENIR A SÍFILIS:  Buscar informações e conhecimentos da doença;  Uso de preservativo(camisinha) nas relações sexuais;  Controle do sangue doado.
  • 10. É uma doença causada por um germe chamado Herpes simples, é transmitida pelo ato sexual.
  • 11. COMO VOCÊ SABE QUE TEM HERPES? Poucos dias após a relação sexual com uma pessoa infectada, pequenas bolhas podem aparecer na área genital. Estas bolhas são dolorosas e algumas vezes se rompem para se tornarem pequenas feridas. Estas feridas se curam após 2 semanas sem deixar Nenhuma marca. Mesmo que as feridas tenham sido curadas, o germe continua no corpo e fica recolhido.
  • 12. QUAIS OS CUIDADOS QUE DEVEMOS TER...  Muita preocupação, muito cansaço ou muito sol Podem favorecer a volta da doença.  Se você tiver herpes, diga a seu parceiro.  Mantenha a área infectada limpa.
  • 13. É necessário, evitar as relações sexuais no período que você tiver as pequenas bolhas, pois pode passar a doença para o parceiro.
  • 14. ATENÇÃO GESTANTE! O herpes pode passar de mãe para filho na hora do parto, é muito importante fazer o pré –natal para proteger o recém nascido.
  • 17. PRINCIPAIS MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS  Prurido(coceira) na uretra,  Dificuldade ou ardência ao urinar,  Secreção uretral ou vaginal amarelada.  Em alguns casos podem ocorrer sintomas gerais, como a febre.
  • 18. Nas mulheres os sintomas são mais brandos ou podem estar totalmente ausentes (maioria dos casos).
  • 19. QUAIS AS PRINCIPAIS COMPLICAÇÕES? EM HOMENS: Infecção na próstata e testículos. EM MULHERES: DIP (doença inflamatória EM AMBOS OS SEXOS: pélvica), Aborto Infertilidade, artrite, meningite. espontâneo, natimorto, parto prematuro, baixo peso, endometrite pós-parto.
  • 20. PREVENÇÃO Ter acesso a informações corretas; Não freqüentar locais onde possa acontecer contaminação; Evitar relações promiscuas; Uso de preservativo ( camisinha) nas relações sexuais.
  • 21. AIDS
  • 22. AIDS... O QUE É? É uma doença na qual as defesas naturais do corpo diminuem, deixando o organismo incapaz de lutar contra as infecções ou tumores. Porque é composta de um conjunto de sinais e sintomas que resultam na ocorrência de infecções oportunistas.
  • 23. Veja alguns casos evolutivos da doença...
  • 24. O QUE CAUSA A AIDS? É causada por vírus chamado Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV).
  • 25. É TRANSMITIDA ATRAVÉS DE: * Relação Sexual; * Transfusão de sangue e derivados; *Compartilhamento de agulhas e seringas; * Da mãe contaminada para o feto- através da placenta na hora do parto.
  • 26. SITUAÇÕES DE RISCO: Multiplicidade de parceiros sexuais; Uso compartilhado de seringas e agulhas; Recém nascido de mães infectadas.
  • 27. COMO SE DETECTA A INFECÇÃO PELO HIV? Através de anticorpos produzidos pelo organismo em reação a presença do HIV através do teste ELISA.
  • 28. PERIODO DE INCUBAÇÃO: De 3 à 10 anos entre a contaminação e o aparecimento de sintomas sugestivos de AIDS.
  • 29. EXIGÊNCIA DE EXAMES Ninguém pode ser obrigado a fazer o exame para detectar HIV. Somente a pessoa portadora pode ser comunicada da doença (sigilo absoluto). Sempre que o exame de HIV der positivo, deverá ser solicitada a prova e a contra-prova(03 exames).
  • 30. QUAL A DIFERENÇA ENTRE HIV E AIDS?
  • 31. HIV – É o vírus instalado sem manifestações externas. AIDS – É a doença já instalada com manifestações em todo o corpo.
  • 32. QUAL É O MELHOR PROGRAMA DE AIDS DO MUNDO?
  • 33. No BRASIL, para o nosso orgulho, se encontra o melhor programa de acompanhamento de AIDÉTICOS de todo o mundo. Os AIDÉTICOS recebem os medicamentos todos gratuitamente do Ministério da saúde, inclusive internação, aposentadoria por invalidez durante o período da doença; isso faz com que haja uma sobre-vida bem maior para eles.
  • 35. É uma doença causada por um vírus que ataca o fígado, sendo o sangue o principal meio de transmissão e depois a saliva. Se não for tratada, pode provocar a morte. O vírus sobrevive durante bastante tempo e resiste a alguns desinfetantes.
  • 36. SINTOMAS A princípio é parecido com a gripe, sintomas de náuseas, vômitos, diarréias, cansaço, falta de apetite, surgimento de icterícia, alteração da cor das fezes e da urina
  • 37. FORMAS DE CONTÁGIO Transmissão ao feto pela mãe, através do sêmen e secreções vaginais, suor, lágrimas e saliva.
  • 38. PREVENÇÃO É possível prevenir esta doença através da vacinação.
  • 40. O QUE É A CANDIDÍASE? Doença causada pelos fungos Candida albicans, que se desenvolvem num local quente e húmido da vagina.
  • 41. A DOENÇA EVOLUI DA SEGUINTE FORMA...
  • 42. SINTOMAS No homem verifica-se uma inflamação acompanhada de pontinhos vermelhos no pênis e ardor. A mulher sofre de inflamação e irritação nos lábios da vulva, acompanhado de um fluxo espesso e esbranquiçado. Pode haver complicações, como é o caso da ureterite.
  • 43. FORMAS DE CONTÁGIO Contacto sexual ou proliferação do fungo.
  • 44. PREVENÇÃO Abstinência sexual logo após o aparecimento da infecção e durante o tratamento. Algumas doenças, como a diabetes ou o hipotiroidismo, favorecem o aparecimento de candidíase, assim como a gravidez, irrigações vaginais e os tratamentos com cortisona e antialérgicos.