Barreiras à comunicaçao

720 visualizações

Publicada em

Barreiras a comunicação- Ruído, código, personalidade, etc.

Publicada em: Marketing
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
720
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Barreiras à comunicaçao

  1. 1. Adriana Arezes Andreia Ferreira Daniela Carvalho Paulo Mota Técnico Comercial
  2. 2. Comunicação  Comunicar, é trocar ideias, sentimentos e experiências com outras pessoas. A comunicação faz-se em diversas situações e é tão importante para o desenvolvimento individual ou social.  É essencial para o ser humano porque se trata de um processo que faz do homem aquilo que ele é e permite que se estabeleça a relação interpessoal.  Através de um sistema de sinais, exprimimos o que queremos ás outras pessoas e estabelecemos um sistema de relações.
  3. 3.  Todos nós, já por várias vezes, fomos confrontados com mal entendidos tendo dado significados diferentes daqueles que nos pretendiam transmitir. Ouvimos o que o outro não disse ou então, o outro percebe aquilo que não dissemos.
  4. 4.  Uma das características do recetor é ter uma capacidade limitada para compreender e reter a informação.  Quanto maior for a complexidade da mensagem maior a probabilidade de que a mensagem: • Perca parte da informação • Seja distorcida • Sejam acrescentadas outras informações
  5. 5.  O canal utilizado pode igualmente constituir uma barreira à comunicação.  A retenção da informação varia consoante os órgãos dos sentidos que a recebem. 20% 30% 50% 70% Ouvimos Vemos Vemos e ouvimos Vemos, ouvimos e discutimos
  6. 6.  Cada um de nós possui um quadro de referências próprio, isto é, uma experiência acumulada ao longo do tempo, a qual é diferente de todas as outras pessoas.  As ideias, opiniões, padrões sociais, valores, preconceitos, estereótipos, motivações, guiam à nossa maneira de nos comportarmos face aos outros.
  7. 7.  O facto de sabermos que determinada pessoa, que deseja comunicar connosco, tem um elevado estatuto social, poderá constituir uma barreira na comunicação.  Da mesma forma, estar a desempenhar o papel de aluno, professor, têm influência na maneira de estar e nos comportamentos de cada um.
  8. 8.  É todo o sinal considerado indesejável na transmissão de uma mensagem. Tudo o que dificulta a comunicação, interfere na transmissão e perturba a recepção ou a compreensão da mensagem. Físico • É de origem externa, nada mais são do que sons presentes em determinado lugar, acontecem do lado de fora da janela onde está a ocorrer a comunicação. • Exemplos: construções, trânsito intenso, aparelho de som com o volume muito alto. Fisiológico • Qualquer questão fisiológica que bloqueie a comunicação. • Exemplos: dor de cabeça, dor no corpo, dores devido a alguma doença, entre outros.
  9. 9. Psicológico • É quando o indivíduo que está a tentar dar atenção na mensagem propagada começa a deixar a mente divagar sobre outro assunto. É um ruído presente na cabeça da pessoa, que acaba a impedir o entendimento da mensagem, ou seja, da comunicação em si. Semântico • Ocorre quando ouvimos algo que possui um significado diferente, quando a mensagem que está sendo dada possui muitos termos técnicos. Deparar- se com terminologias que nunca se ouviu, tornando o entendimento prejudicado devido ao conhecimento ser limitado sobre o assunto. Acontece muito quando lidamos com profissionais tais como: cientistas, advogados, médicos entre outras profissões.
  10. 10.  O desconhecimento do contexto pode constituir também uma barreira á comunicação.  Com efeito, todos nós já nos confrontámos com situações de comunicação em grupo em que, por desconhecimento do contexto, nos é difícil ou mesmo impossível, descodificar a mensagem. • É conjunto de sinais e regras de combinação desses sinais, utilizados na transmissão de uma mensagem. •Para que a comunicação seja eficaz, é necessário que o código utilizado pelo emissor seja descodificado pelo recetor. • A não compreensão do código impede a comunicação eficaz.
  11. 11.  Quando estamos doentes ou muito cansados, a capacidade de atenção ou de concentração que damos á comunicação diminui, limitando desta forma a comunicação.
  12. 12.  Significa que de certo modo damos mais atenção aquilo que nos interessa, que nos desperta a curiosidade, ou nos dá prazer, ou seja, damos mais atenção aquilo que nos motiva, daí que a desmotivação funcione também como uma barreira á comunicação.
  13. 13. •Se tememos alguém, porque a nossa experiência anterior se apresentou prejudicial e negativa, evitamos enfrentá-la ou tendemos a interpretar qualquer mensagem ou pedido de comunicação sua, como perigosa para nós. •Quando determinada situação nos afetou de forma negativa, tendemos, por uma questão de integridade psicológica, a evitar falar do assunto.

×