Power point autismo

10.790 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.790
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
413
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
149
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Power point autismo

  1. 1. Universidade Salgado de oliveira <ul><li>Curso : Pedagogia </li></ul><ul><li>Contexto: Pedagogia Diferencial </li></ul><ul><li>Professora: Neulia Cavalcanti </li></ul><ul><li>Alunas: Adriana Freitas, Ilka Maria, Karlla Suellen, Mayara Thalita, Priscila Alencar e Wanessa Paula. </li></ul>
  2. 2. AUTISMO
  3. 3. O QUE É? <ul><li>Uma desordem na qual uma criança jovem não pode desenvolver relações ; </li></ul><ul><li>Aparecem no primeiro ano de vida; </li></ul><ul><li>Mais comum em meninos do que meninas. </li></ul>
  4. 4. SINTOMAS <ul><li>Déficits na comunicação; </li></ul><ul><li>Déficits na socialização; </li></ul><ul><li>Déficits de imaginação; </li></ul><ul><li>Relação anormais com objetos e eventos; </li></ul><ul><li>Respostas anormais à estimulação sensorial; </li></ul><ul><li>Retardo e deficiência de desenvolvimento; </li></ul><ul><li>Comportamento. </li></ul>
  5. 5. CAUSAS <ul><li>Distúrubios neurobiológico. </li></ul><ul><li>Em alguns casos fator genético. </li></ul><ul><li>Anormalidades estruturais do cérebro, sem anomalia específica, que leva a uma gama de distúrbios concorrentes, como retardo mental e convulsões. </li></ul><ul><li>Associação da Síndrome do X frágil, a esclerose tuberosa, ao retardo mental em crianças com QI baixo </li></ul>
  6. 6. AS CRIANÇAS AUTISTAS: <ul><li>Não desenvolvem socialização normal; </li></ul><ul><li>Têm perturbações da fala, da linguagem e da comunicação; </li></ul><ul><li>Têm relações anormais com objetos e eventos; </li></ul><ul><li>Têm respostas anormais á estímulos sensoriais; </li></ul><ul><li>Têm retardos e diferenças de desenvolvimento; </li></ul><ul><li>Distúrbios desenvolvidos durante a lactância ou inicio da infância. </li></ul>
  7. 7. AVALIAÇÃO PEDAGÓGICA <ul><li>Fundamentalmente ideográfica; </li></ul><ul><li>Programa da Escala Portage do Desenvolvimento (David Sherer 1969); </li></ul><ul><li>Desenvolvimento geral. </li></ul>
  8. 8. PROPOSTAS EDUCACIONAIS PARA O AUTISTA <ul><li>Fundamental a preparação do pedagogo; </li></ul><ul><li>Adequar o seu sistema de comunicação a cada aluno; </li></ul><ul><li>Necessitam de uma estrutura externa para aperfeiçoar uma situação de aprendizagem; </li></ul><ul><li>Observam-se progressos inesperados em outras áreas. </li></ul>
  9. 9. OS MÉTODOS DE ENSINO PARA A ESCOLARIZAÇÃO DO ALUNO AUTISTA <ul><li>Método TEACCH ; </li></ul><ul><li>Não é uma abordagem única; </li></ul><ul><li>Avaliação Psicológica, Salas de Aulas e Programas para Professores. </li></ul>

×