Pesquisa em Psicologia abordagem fenomenológica

455 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
455
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pesquisa em Psicologia abordagem fenomenológica

  1. 1. 1
  2. 2. ATPS – Etapa 4 Faculdade de Psicologia 3º semestre Disciplina: Teorias Existenciais Humanistas I Professor: Me. André R. R. Torres EQUIPE Adriana Vazzoler Mendonça 1299422998 Matheus Alves de Morais 6445298797 Silvana Albuquerque 6822486749 Anhanguera Educacional - FAC 3 - Campinas, SP Junho, 2014 2
  3. 3. A Pesquisa Fenomenológica A pesquisa de abordagem fenomenológica tem por objetivo: - observar o fenômeno como ele se apresenta - suspendendo o julgamento, as preconcepções e hipóteses. Com essa atitude, o pesquisador propõe- se a: - olhar para o fenômeno como se fosse a primeira vez que toma contato com o assunto. 3
  4. 4. As principais etapas são: 1. Tema: é uma pergunta que mobiliza o pesquisador. 2. Justificativa: para quê o pesquisador deseja pesquisar isso. 3. Objetivos: o que ele almeja alcançar. 4. Metodologia: divide-se basicamente em como obter os dados e como analisar os dados. 5. Resultados: apresentação das conclusões. 4
  5. 5. Metodologia O coração da pesquisa é o método adotado. - Entrevistas presenciais - Convidam-se os sujeitos a falar a partir de uma pergunta disparadora - Busca da fala autêntica - Pesquisador faz parte da experiência, sente e interfere 5
  6. 6. Metodologia Envolvimento Existencial: - ouvir os sujeitos atentamente, sem julgar nem racionalizar - estar presente no aqui-agora, vivendo a experiência - envolver-se, sentir, mergulhar - fazer perguntas com autenticidade É o momento de viver o fenômeno, apenas coletando os dados. 6
  7. 7. Metodologia Distanciamento Reflexivo: - identificar categorias dos elementos que aparecem - o que se repete, o que é diferente - o que percebi/senti ao conversar com as pessoas É o momento de processar os dados utilizando a racionalidade para comparar, inferir e concluir. 7
  8. 8. Obras consultadas FORGHIERI, Y. C. Psicologia fenomenológica: fundamentos, método e pesquisas. São Paulo: Cengage, 2011. 8
  9. 9. Agradecemos a todos e até breve! 9

×