Refinariaesquema

2.185 visualizações

Publicada em

Esquema explicando como se dá o refino de petróleo na Refinaria Abreu e Lima, em Suape.

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.185
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.794
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Refinariaesquema

  1. 1. qEntenda como funciona o refino do petróleo:Editoria de Arte/JC Gases Nafta Gasolina Querosene Diesel Óleos lubrificantes Fuel Resíduo/alcatrão Petróleo bruto 20°C 70°C 120°C 170°C 270°C 345°C 370°C 600°C 1. Em fornos, o petróleo é aquecido a uma temperatura de 370°C e é transferido para uma torre na unidade de destilação atmosférica (UDA). 2. Quando aquecemos água na nossa casa percebemos o vapor subindo para a atmosfera. Assim acontece com o petróleo dentro da torre de destilação. Essa torre tem bandejas com temperaturas diferentes dentro dela. As moléculas mais leves do óleo sobem para os pontos mais altos e com temperaturas mais baixas na coluna e os mais pesados descem. 3. O vapor se condensa e, dependendo da temperatura, volta ao estado líquido em forma de produtos derivados como gás liquefeito de petróleo (o gás de cozinha), nafta, gasolina, querosene, diesel, óleos lubrificantes e asfalto. 4. Depois desse processo de destilação, os produtos passam para as fases de conversão e tratamento. É o momento de adequar os produtos à qualidade exigida pelo mercado. 5. As unidades de coqueamento retardado (UCR) tratam os resíduos do processo de destilação. Os óleos que sobram no processo se transformam no coque. Produto sólido, negro e brilhante, o coque é usado pelas indústrias de alumínio, cimento, metalurgia e construção (para fazer asfalto). 6. Ainda na terceira fase do refino estão as unidades de hidrotratamento de diesel (UHD), que são responsáveis por remover o excesso de substâncias poluentes do produto, a exemplo de enxofre, nitrogênio, oxigênio e aromáticos. O diesel brasileiro já teve até 1.800 partes de por milhão (500 ppm) de enxofre. Hoje, o País se adequou às normas internacionais e já comercializa diesel com baixo teor de enxofre, entre 50 e 10 ppm. O mesmo acontece com a nafta, que tem alto teor de carbono e hidrogênio, e precisa passar pela unidade de hidrotratamento de nafta (UHT-N). 7. Na unidade de geração de hidrogênio (UGH), a refinaria como gerar gases para consumo próprio e para comercializar. Enquanto nas unidades de abatimento de emissões (SNOX) será realizado o tratamento de gases ácidos (sulfeto de hidrogênio e amônia), além dos óxidos de enxofre e hidrogênio. O subproduto desse processo é o ácido sulfúrico, utilizado pelas indústrias de fertilizantes, mineração e explosivos.

×