A importância da boa comunicação

8.129 visualizações

Publicada em

Apresentado no encontro com Supervisores do Projeto APE em Janeiro 2010

Publicada em: Carreiras
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.129
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
188
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A importância da boa comunicação

  1. 1. Comunicação <br />eficaz<br />
  2. 2. A gestão eficiente da comunicação informal <br />. Favorecer a integração de pessoas nas equipes e nas Diretorias de Ensino ;<br /> . Reduzir a insegurança e o stress;<br /> . Satisfazer necessidades de estima, valorização, reconhecimento;<br /> . Suprir deficiências da comunicação formal, esclarecendo e interpretando instruções e procedimentos. <br />
  3. 3. <ul><li>para evitá-lo, portanto, assegurar: </li></ul> . democratização da informação, transparência, rapidez na circulação da informação, clareza.<br />
  4. 4. Estereótipos e preconceitos: barreiras à Comunicação<br />Estereótipos: quando uma pessoa percebe outra de forma simplificada ou reduzida, enxergando-a dentro de uma categoria social ou comportamental.<br />Preconceitos: apreciações negativas e reducionistas do receptor baseadas em visões subjetivas, em aspectos relacionados à: etnia, religião, classe social, sexo, filiação política ou esportiva etc. <br />
  5. 5. A qualidade das relações numa equipe influencia o clima, o grau de motivação e, em conseqüência, a eficiência, a eficácia e a efetividade.<br />O processo de comunicação e o relacionamento entre as pessoas são afetados também por habilidades e atitudes ao se comunicar, como: escutar ativamente, dar e receber feedbacks, promover abertura ou defesa nas relações.<br />Habilidades e atitudes podem ser desenvolvidas e aperfeiçoadas a partir de: processo de auto-análise e reflexão, avaliação de feedbacks recebidos, disposição e empenho para mudar.<br />
  6. 6. A capacidade de escutar ativamente<br />Esperar para falar<br />Colocar-se em empatia com o outro<br />Concentrar-se no que é dito <br />Olhar com atenção para a outra pessoa<br />Eliminar juízo imediato<br />Não interromper o outro<br />Buscar controlar provisoriamente as emoções pessoais <br />Cuidar para reagir às idéias expressas e não às pessoas<br />Reformular mensagens nas quais se percebeu ambigüidade<br />
  7. 7. A capacidade de dar e receber feedback<br />Feedback: nas interações humanas é o retorno sobre o efeito de uma mensagem. Dá subsídios para se fazer a análise e a auto-análise da qualidade do processo de comunicação <br />+ + +<br />Deve ser:<br /><ul><li>Descritivo e não avaliativo </li></ul>+ + +<br /><ul><li>Específico e não geral
  8. 8. Compatível com interesses e necessidades das partes envolvidas
  9. 9. Dirigido para comportamentos que o receptor tenha condições de controlar
  10. 10. Adequado ao apoio requerido
  11. 11. Oportuno</li></li></ul><li>Climas defensivos e receptivos<br />Atitudes que geram defesa:<br /><ul><li>avaliação, julgamento
  12. 12. Controle
  13. 13. manobra, manipulação
  14. 14. distanciamento
  15. 15. superioridade
  16. 16. certeza</li></ul>Atitudes que geram receptividade:<br /><ul><li>discrição, apoio
  17. 17. orientação para o problema
  18. 18. espontaneidade, autenticidade
  19. 19. empatia
  20. 20. igualdade
  21. 21. afirmação provisória</li></li></ul><li> Competências requeridas do supervisor<br />Que competências preciso ter para gerenciar com eficiência e eficácia os processos de comunicação?<br />

×