Extremadura Strategic Partner - Portugal

711 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
711
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Extremadura Strategic Partner - Portugal

  1. 1. EXTREMADURA: STRATEGIC PARTNER
  2. 2. INVEST IN EXTREMADURA A Extremadura é uma região espanhola que partilha 428 km de fronteira com Portugal. A Extremadura está geograficamente localizada no centro da área de influência formada pelas grandes zonas metropolitanas de Sevilha, Madrid, Porto e Lisboa. A sua situação geográfica permite-lhe o acesso a um mercado de 16,5 milhões de consumidores. Rede de Centros de I+d+i ao serviço dos empreendedores. Vantagens competitivas para projetos de investimento (despesas laborais, espaços industriais, incentivos fiscais, instrumentos de financiamento). CASOS DE SUCESSO Mais informação: www.investinextremadura.com Barbosa & Almeida (BA Vidro) Galp Energia Combustíveis Nova Delta Sovena (Grupo Nutrinveste) Caixa Geral de Depósitos (CGD) Grupo Amorim Transitex (Grupo Mota-Engil) Blocotelha Valouro PRIVILEGIADA SITUAÇÃO GEOGRÁFICA DA EXTREMADURA. O futuro aumento do tráfego de mercadorias como consequência da ampliação do Canal do Panamá, o crescimento do Porto de Sines e de outros portos portugueses, a sobrelotação dos hubs de Roterdão e Algeciras e a recente aprovação por parte da Comissão Europeia do Corredor Atlântico como um dos 10 corredores prioritários, oferecem uma interessante oportunidade de ligação direta de alta capacidade com os principais hubs logísticos europeus. A Extremadura, e a zona contígua do Caia, posicionar-se-ão como um importante hub logístico com a entrada em funcionamento da Plataforma Logística do Sudoeste Europeu. EXTREMADURA, DESTINATÁRIA PRIORITÁRIA DE FUNDOS COMUNITÁRIOS. A Extremadura é a única região espanhola que terá um tratamento prioritário por parte da UE para o apoio a projetos de investimento para o período 2014-2020. Para a defesa dos seus interesses, a Extremadura conta com uma Delegação em Bruxelas junto das Instituições Europeias. Porto Aveiro Lisboa Sines Algeciras Paris Madrid ESPANHA FRANÇA OCEANO ATLÂNTICO Frankfurt MAR MEDITERRÂNEO REINO UNIDO ALEMANHA ITÁLIA Londres Roma Milão Sevilha Plataforma Logística do Sudoeste Europeu.
  3. 3. EXTREMADURA O SÓCIO COMERCIAL PERFEITO Mais de 60% das empresas da Extremadura com atividade exportadora têm Portugal como destino das suas transações comerciais. Portugal é o principal sócio comercial da Extremadura. As exportações a este país representam 32% do total, seguido da Alemanha com 14,7%. Os setores que apresentaram um maior dinamismo são o alimentar e os produtos semimanufaturados, que representam o 79% do comércio com Portugal. Dentro destas categorias convém destacar o comércio do vinho (14,6%), a cortiça e os seus transformados (11,5%), as barras e perfis de ferro (7,7%), o tomate preparado ou conservado (7%), os materiais plásticos e os seus transformados (4,9%). Portugal é também o principal fornecedor internacional da Extremadura e tem uma quota de mercado de 42%, seguido pelos Países Baixos com uma quota de 11,8%. Durante o período 2009-2013, as exportações e as importações aumentaram com uma Taxa Anual Composta de 7,2% e 9,2%, respetivamente. Os mercados mais dinâmicos são os dos produtos energéticos, como o gás liquefeito (23%), o vidro e os seus transformados (21,7%), a fundição de ferro e aço (9,6%), as conservas vegetais (7,5%) e a cortiça e os seus transformados (3,4%). Setores (2013) alimentos semimanufaturas matérias-primas manufaturas de consumo bens de equipamento produtos energéticos outras mercadorias % 49 30 77511 % 24 23 23 14 10 421 Evolução das exportações (2009 - 2013) As exportações aumentaram 10’4% relativamente ao ano anterior Setores (2013) productos energeticos alimentos manufaturas de consumo matérias-primas semimanufaturas bens de equipamento setor automóvel outras mercadorias Evolução das importações (2009 - 2013) As importações aumentaram 42’5% relativamente ao ano anterior A Extremadura é uma Start-up region porque estão garantidas as melhores condições para o desenvolvimento dos empreendedores. Existem numerosos instrumentos financeiros de apoio aos empreendedores tanto na Extremadura como em Portugal. *Dados de 2013 411 375 355 503 455 356 307 292 455 319 Milhares de Euros Milhares de Euros EXPORTAÇÕES: IMPORTAÇÕES: CASOS DE SUCESSO: 5 MISSÕES COMERCIAIS 2 FÓRUMS INFORMATIVOS “OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO EM PORTUGAL” PROMOÇÃO COMERCIAL DE ALIMENTOS DE EXTREMADURA - EL CORTE INGLÉS DE LISBOA E PORTO
  4. 4. UMA REGIÃO INOVADORA RECURSOS NATURAIS A Extremadura elaborou uma Estratégia de Especialização Inteligente RIS3, em função de um modelo participativo, que aposta pela inovação científica e tecnológica aplicada aos setores de especialização regional: agroalimentar, meio ambiental, energético, turístico e saúde. Centro de Cirugía de Mínima Invación Jesús Usón: Centro pioneiro na investigação de cirurgia de mínima invasão, que se destaca pela sua inovação tecnológica no âmbito cirúrgico, imagem e comunicação. Parque Científico Tecnológico en Extremadura: FUNDECYT-PCTEX com duas sedes, em Badajoz e Cáceres, a FUNDECYT-PCTEX desenvolve e promove projetos de ID+i no âmbito tecnológico. Pertence à rede europeia Enterprise. Centro Europeo de Empresa e Innovación (CEEI). Tem como objetivo fomentar a inovação, a diversificação da atividade produtiva e o desenvolvimento tecnológico e económico da Extremadura. Através do projeto RITECA, universidades, centros de investigação e instituições relacionadas com a investigação e o desenvolvimento tecnológico da Extremadura e das regiões vizinhas portuguesas têm vido a executar numerosos projetos de investigação em setores estratégicos para as três regiões. O projeto MITTIC, Modernização e Inovação Tecnológica com base TIC em setores estratégicos e tradicionais, tem como objetivo pôr os resultados dos projetos de investigação ao serviço das empresas das três regiões. Através do Projeto Agrotech, a Extremadura aposta pela modernização do setor agroalimentar para torná-lo numa referência internacional e desenvolver todo o seu potencial no âmbito do aproveitamento dos recursos naturais. Euronuts é um projeto fomentado pela PepsiCo para cultivar amendoim em grande escala pela primeira vez na Europa. Ence, Energia e Celulosa, é a primeira empresa europeia em termos de produção de celulosa de eucalipto e é líder em Espanha no que diz respeito à geração de biomassa florestal para a produção de energias renováveis. Instalação em Mérida para geração de energia elétrica renovável por biomassa com uma potência de 20MW. Acciona, SA é um grupo conglomerado espanhol dedicado à engenharia civil, construção de infraestruturas e à produção de energia através de recursos renováveis. Instalação em Miajadas para transformar biomassa com uma potência de 16MW. Vegenat é uma empresa comprometida com o setor da Nutrição Clínica. A sua estratégia passa pela inovação e os seus produtos estão presentes em mais de 40 países. Finca La Orden-Valdesequera: Centro de investigação e desenvolvimento agroindustrial. Instituto del Corcho, la Madera y el Carbón Vegetal (ICMC): tem como finalidade contribuir, desde o conhecimento e a investigação científica, à proteção e conservação do montado e à promoção dos setores vinculados a este ecossistema, como a cortiça, a madeira e o carvão vegetal. Instituto Tecnológico Agroalimentario de Extremadura (INTAEX). Centro de ID+i no âmbito dos produtos alimentares. Centro Tecnológico Agroalimentario Extremadura (CTAEX). Centro privado de ID+i para contribuir ao desenvolvimento competitivo das empresas do setor agroalimentar e à segurança dos consumidores. RIS3 INCUBADORAS TECNOLÓGICAS REDE DE INVESTIGAÇÃO TRANSFRONTEIRIÇA EXTREMADURA –ALENTEJO –CENTRO (RITECA-MITTIC) AGROTECH INOVAÇÃO AGRÍCOLA PRODUÇÃO DE BIOMASSA E INSTALAÇÕES PIONEIRAS DE ENERGIA EMPRESAS INOVADORAS CENTROS R&D +I O setor das energias renováveis é um dos setores com mais potencial de cooperação entre a Extremadura e Portugal.
  5. 5. EXTREMADURA E PORTUGAL A Extremadura tem uma longa tradição de cooperação com Portugal e mais estreitamente com as regiões vizinhas do Alentejo e do Centro, com as quais, em 2009, constituiu a Eurorregião EUROACE. As três regiões partilham a Estratégia EUROACE 2020, um documento estratégico que marca as prioridades da cooperação. O território EUROACE tem uma extensão aproximada de 92.532 km2 e uma população de 3.306.538 habitantes (6% da população peninsular). Durante o período 2007-2013 foram aprovados, através do Programa de Cooperação Transfronteiriça Espanha e Portugal (POCTEP), 35 projetos de colaboração na eurorregião pelo valor de 87,54 M€. O Governo da Extremadura dispõe de una Delegação em Lisboa para reforçar as relações empresariais, institucionais e culturais entre a Extremadura e Portugal. A Extremadura é a única região espanhola que desde 2013, no dia 10 de junho, celebra o Dia de Portugal com a organização de diversos eventos culturais e institucionais. O FÓRUM IBÉRICO EMPRESARIAL (FIE) constitui o encontro anual de referência nas relações empresariais luso-espanholas. O FIE reúne empresários espanhóis e portugueses para debater âmbitos estratégicos para as economias espanhola e portuguesa. Já na primeira edição se verificou uma participação de mais de 250 empresas. Na Extremadura há 14.000 estudantes de português. O português é a segunda língua mais solicitada apôs o inglês. Museo Iberoamericano de Arte Contemporáneo. O MEIAC possui a maior coleção de arte contemporânea portuguesa fora de Portugal. O Festival BADASOM reúne anualmente em Badajoz os mais destacados artistas do flamengo e do fado, tornando-se num cenário privilegiado de fusão de culturas. O Festival Ibérico de Música de Badajoz é o único festival ibérico de música clássica ao longo da fronteira. O Festival Ibérico de Cinema mostra cada primavera em Badajoz as melhores curtas-metragens da península. Em 2014, A Fundação Academia Europeia de Yuste concedeu o Prémio Europeu Carlos V a José Manuel Durão Barroso. www.euro-ace.eu PORTUGAL NA VIDA CULTURAL DA EXTREMADURA
  6. 6. CULTURA E TURISMO A Extremadura reúne natureza e cultura; modernidade e património histórico, arte, gastronomia e tradição, o que a torna num destino turístico privilegiado. PATRIMÓNIO HISTÓRICO E CULTURAL. O Centro de Artes Visuais Helga de Alvear en Cáceres e o Museu Vostell no Paraje Natural de Los Barruecos. Dois grandes centros que oferecem o melhor da arte contemporânea. Festival Internacional de Teatro Clásico de Mérida. As suas 60 edições garantem o prestígio deste festival de teatro greco-latino. Womad-Cáceres. Festival de música e dança étnica e multicultural onde atuam grupos dos cinco Continentes. A Extremadura reúne património histórico com modernidade Cáceres. Possui o segundo conjunto histórico medieval melhor preservado da Europa. Real Monasterio de Santa María de Guadalupe. Mérida. A grandiosidade do seu conjunto arqueológico torna-o num dos mais importantes e extensos da UE. ARQUITETURA MODERNA NATUREZA E GASTRONOMIA A Extremadura conserva inúmeros espaços naturais de grande valor ecológico e diversidade biológica. É a região da Europa Ocidental com maior percentagem de zonas de interesse ornitológico. Partilha com Portugal dois espaços naturais únicos: o Parque Natural Tajo-Tejo Internacional, que oferece percursos no “Balcón del Tajo” por águas internacionais e o Alqueva, o maior lago artificial da Europa. JÓIAS GASTRONÓMICAS Portugal é o primeiro país emissor de turistas estrangeiros. Em 2013 visitaram a Extremadura 1.559.160 turistas portugueses, o que significa um 40,6 % do total de turistas internacionais. O seu privilegiado espaço natural torna a Extremadura num lugar ideal para investir no turismo sustentável.
  7. 7. GOBIERNO DE EXTREMADURA Presidencia Dirección General de Acción Exterior Plaza del Rastro s/n - 06800 MÉRIDA Tfno: (+34) 924003658 / (+351) 21 3519630 monhernandez@gobex.es www.gobex.es

×