SlideShare uma empresa Scribd logo
MINISTÉRIO DO DIÁCONO...
“PORQUE O QUE SERVIREM BEM COMO DIÁCONO,
ADQUIRIRÃO PARA S UMA BOA POSIÇÃO, E MUITA CONFIANÇA.
NA FÉ QUE HÁ EM CRISTOJESUS”. 1 Tm 3.13
01. Trabalho de Recepção do Corpo Diaconal
02. Requisitos Bíblicos para Diáconos
03. Obrigações do Diácono
04. Diácono
05. Você sabe o que quer dizer Diácono?
06. Áreas do trabalho Diaconal
Dicas para o Diácono
Essas dicas é dedicado àqueles que agradecidos a Deus pela salvação em Cristo Jesus, decidiram
colocar suas vidas ao dispor do seu reino, trabalhando na sua casa, cuidando, zelando, procurando
manter a ordem e a disciplina com amor e temor no Senhor.
Através deste pequeno e simples manual, procuramos transmitir algumas informações com respeito ao
trabalho na casa do Senhor, desde comportamento pessoal, apresentação diante da Igreja e das
pessoas, sejam crianças, adultos ou jovens.
Que o trabalho do Diácono e Diaconisa desde a chegada na Igreja, até o final do culto, seja feito com
amor, respeito, dedicação e fidelidade. O nosso desejo é que o Diaconato de nossa Igreja seja uma
benção para todos, pois é composto de homens e mulheres lavados pelo sangue de Jesus, chamados
e preparados para servi-lo até sua volta, na unção e poder no Espírito Santo.
Que cada um na sua função seja fiel à doutrina, a Igreja e aos seus pastores e líderes, sempre olhando
para aquele que disse: "O filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e dar sua vida em
resgate de muitos" Mc 10.45.
"Sabendo que recebereis do Senhor o galardão da herança, porque a Cristo, o Senhor, servis" Cl 3.24.
Que Deus abençoe cada um, de maneira especial. Sirvamos ao Senhor de todo coração até que Ele
volte.
01. Trabalho de Recepção do Corpo Diaconal
1. Atitude mental positiva.
Estar consciente de que uma boa palavra ou bom atendimento marcará bastante uma pessoa que vem
pela primeira vez.
2. Atitude espiritual apropriada.
Deixar transparecer no rosto a alegria da salvação da alma.
3. Nunca apresentar na porta sem oração.
Sabendo que apresentará diante de pessoas que chegarão com os mais diferentes sentimentos:
passivos como de opressões malignas.
4.Mostrar simpatia.
Demonstrar que o trabalho que está fazendo não é simples obrigação, mas é desenvolvido com amor,
dedicação e alegria.
5. Mostrar um aspecto agradável.
Aspecto exterior: roupa, cabelo, sapatos, higiene, dentes, a importância do uniforme.
Aspecto interior: paz, serenidade e simplicidade.
6. Mostrar uma personalidade agradável.
Demonstrar um caráter Cristão, consciente de suas responsabilidades.
7. Ser cortês-gentil.
Demonstrar educação, polidez, ser afável no tratamento com as pessoas, especialmente com os
visitantes.
8.Usar de tato.
Usar suas habilidades para convencer as pessoas a voltarem outras vezes.
9. Fazer com que as pessoas sintam-se bem.
E que foi observada e que alguém quer que ela volte.
10. Ser insistente.
Mas com sabedoria e evitar toda a impressão de fanatismo, dando assim uma impressão correta da
Igreja.
11. Lembrar sempre.
Que o bem estar do povo depende de quem serve por isso servir com alegria e satisfação.
12. Saber que faz parte do culto.
Que toda sabedoria, prudência, reverência e respeito, são primeiramente observados nos oficiais, que
o povo seguirá ou fará o que nos observar que trabalham ou servem na Igreja.
13. Providenciar o necessário
Para o bom andamento do culto sem ser preciso a intervenção dos pastores.
14. Observar as curas
Visitas, testemunhos e conversões e fazer a contagem das pessoas durante os cultos.
15. A qualquermovimento da Igreja
Como crianças chorando, correndo, assim como pessoas chupando balas ou lendo revistas, chamar a
atenção ou então avisar os pastores no Púlpito no caso de não ser atendido quando for chamada a
atenção.
16. Observar
O movimento aos banheiros tanto feminino como masculino para que não haja prejuízos para a Igreja,
como também ajuntamento de pessoas nos mesmos.
17. Saber que desde que esteja na Igreja também é responsável
Pelo bom andamento do culto, não deixando a responsabilidades somente com os que estão
escalados.
18. Sempre estar usando uniforme ou...
Sapatos pretos e também com o crachá.
19. Chegar ao mínimo trinta minutos adiantado do horário do culto para a verificação do templo se
está tudo em ordem para o culto.
20. Na distribuição
Da ceia com todo o respeito e reverência. Observar se todos os aptos para a ceia foram servidos.
21. Estar sempre uniformizado
Todas as vezes que estiver na escala. É requerido dos Diáconos e Diaconisas o uniforme para o
trabalho o mais breve possível.
22. Toda reclamação
A respeito da escala ou qualquer assunto com referência ao Diaconato deve ser feita ao Diretor,
pessoalmente pela própria pessoa.
23. Os Diáconos devem estar cientes que suas responsabilidades como servos de Deus, não se
prendem apenas no trabalho reconhecido como servos de Deus, por isso é importante zelar do
testemunho e vida espiritual para não ser envergonhado pelo diabo diante das pessoas, diante de si
mesmo e de Deus. O poder do servo de Deus não está nas palavras que diz, mas na vida consagrada
que vive.
24. Os Diáconos e Diaconisas devem estar atentos com suas responsabilidades, na Igreja do
Senhor, exemplo: lixo nos banheiros, água no bebedouro, manter os vidros abertos para a ventilação
do ambiente, ficar atentos para não se encontrar encostado nas paredes e portas, não ficar
conversando durante o culto, verificar atentamente as toalhas de mesa e cortinas da Igreja se haver
necessidade avisar o diretor do diaconato e levá-la para serem lavadas e passadas, o mesmo com os
aventais de batismo, em dias de ceia lavar e enxugar os cálices, em dias de casamento todos os
Diáconos e Diaconisas são responsáveis pela ordem da cerimônia matrimonia.
Lembre-se que ser Diácono e Diaconisa não é um cargo,
mas um ministério a serviço do Rei Jesus.
02. Requisitos Bíblicos para Diáconos
O que significa a palavra Diácono?
No grego é servo, assistente, e isto não nos priva de pregar o Evangelho em público, pois dois deles
que foram escolhidos para serem diáconos foram pregadores e evangelistas. São eles Estevão e
Felipe.
Os requisitos para ser diácono (1 Timóteo 3.8):
1. Ser Honesto (honrado), casto, que quer dizer que observa a castidade, reto no proceder.
2. Não de língua dobre, isto é, não ser fingido, não ser traiçoeiro, que ilude as duas partes.
3. Não dado a muito vinho. O vinho é bebida alcoólica Pv 20.1.
4. Não cobiçosos, isto é, cheio de cobiças, pois isto levanta contendas.
5. Não torpe, vergonhosos, obsceno e indecente.
6. Não gananciosos, ganho ilícito, muito juros.
1 Timóteo 3.9 - "guardando o ministério da fé”; sete vocábulos nas escrituras nunca significa somente
uma coisa estranha, mas um segredo revelado ou Cl 1.26-27.
1 Timóteo 3.10 diz: "E também estes primeiros provados depois sirvam..." Provados é: que tenham
demonstrado experiência na obra. Por exemplo: na oração, não ser tímido, mas cheio do poder de
Deus.
7. Irrepreensível: que não dão lugar a repreensão ou a censura.
1 Timóteo 3.12 "Os diáconos sejam maridos de uma só mulher, isto é, no tempo da lei os homens
possuíam mais de uma mulher, por esse motivo o apóstolo Paulo deu esta advertência. “... e governa
bem seus filhos e suas próprias casas”. 1 Timóteo 3.12b. Governar é dirigir, administrar, reger, conduzir
com autoridade, ordenar. Governar os filhos: trazê-los sob sua sujeição, isto é, quebrar a vontade dos
filhos, principalmente enquanto menores" não ser durão e sim ter autoridade, amá-los. Ef 6.4.
1 Timóteo 3.13 "Porque os que servirem bem como diáconos adquirirão para si uma boa posição”...
Posição: lugar de destaque, classe, lugar que não são todos que possuem. “E muita confiança na fé
que há em Cristo Jesus”. 1 Tm. 3.13b.
8. Muita confiança: significa crédito, isto é, confiança na fé que há em Cristo Jesus (pessoas
desesperadas que nos procuram para orar por eles). Paulo, o apóstolo, aplicou nos seus ensinamentos
à mesma base dos primeiros apóstolos, At 6.1-7.
Estevão sendo Diácono, não estava impedido de pregar o Evangelho. Nós também devemos ter esta fé
e poder. Ninguém nos obriga a pregar o Evangelho, mas se sentimos desejo de pregar o Evangelho,
sendo Diáconos nada impede, porque Felipe pregou também, At 8.29-35.
Devemos ser humildes e simples, Mt 11.29; Rm 16.19. Devemos pensar sempre que fomos chamados
para servir, e não ser servidos, servir a Jesus, João 12.25-26. O perigo de servir o homem, 1 Co 3.4-5.
Os mesmos requisitos que se exige dos Diáconos é exigido também dos Pastores 1 Tm 3.1-7. Agora
para as Diaconisas: 1 Tm 3.11 "da mesma sorte as mulheres sejam honestas, não maldizentes, sóbrias
e fiéis em tudo". Honestas: honradas, retas no seu proceder, não maldizentes: que costumam dizer mal
dos outros; sóbrias: são mulheres que se caracterizam pela exclusão do luxo, dos excessos de
ornamentos 1 Ts 5.6-8 - fiéis em tudo: que cumpre aquilo que se obrigou. Servindo assim, somos
guardados pelo Senhor, SL 31.23-24.
Temos que ser o exemplo dos fiéis. 1 Tim 4.12b nos diz: "mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra...",
quer dizer ter bons conhecimentos da Palavra de Deus e com nossas próprias palavras SL 19.14 e SL.
4.6.
... No trato... Nosso modo de proceder com os outros Tg 3.13.
... Na caridade... Este é o Dom do amor, é ter afeição profunda, afeto, compaixão Rm 12.9-10.
... No espírito... Isto é, fervoroso no Espírito Rm 12.11.
... Na fé... Isto é, na fé em Cristo Jesus. Porque sem fé é impossível agradar a Deus Hb 11.6.
Exemplos de mulheres que serviram o Senhor como Diaconisas Rm 16.1,3, 12.
03.Obrigações do Diácono
01. Não faltar nos cultos, a menos que haja um motivo de força maior.
02. Ser aluno da Escola Bíblica Dominical, obrigatoriamente, livre somente porcausa de
trabalho ou de força maior.
03.Não faltar às reuniões de ceia e não se atrasar, pois temos que ser fiéis aos horários
determinados.
04. Ser conhecedor, pelo menos basicamente da doutrina (At 2.42).
05. Não faltar à escala, ou quando necessário, avisar antecipadamente para que seja colocada
outra pessoa em seu lugar ou fazer troca de dia.
06. Ser fiel a direção da Igreja, não fazendo comentários negativos fora da Igreja às pessoas não
cristãs ou de outra Igreja.
07. Não fazer uso de vícios, qualquerque seja, mesmo que esteja fora do alcance dos irmãos e
dos pastores.
08. Ser dizimista e participar dos trabalhos da Igreja.
09. Não promover discórdias entre irmãos e falso testemunho com murmurações a respeito de
irmão de ministério.
Ser pacificador, ordeiro, responsável pelos atos, fiel a Deus e aos homens, com toda
simplicidade de uma vida transformada, ser zelador do seu ministério.
04 Diácono
Fala-nos da Dedicação ao Senhor. Realmente os Diáconos devem esforçar-se num devotamento
crescente a Jesus, numa devoção ao Mestre numa consagração aos menos favorecidos na vida.
O i fala-nos de Ideal. E o ideal do Diácono é ajudar aos pobres e tudo fazer para minorar o sofrimento
dos que padecem e choram.
Á Lembra-nos o dever da Assistência, de proteção e socorro que os Diáconos prestam
desinteressadamente aos órfãos, viúvas e necessitados.
C Já esta letra C faz-nos pensar em Cooperação, trabalho em comum, espírito de unidade para
objetivos santos e louváveis.
O Através desta letra vem-nos á mente o vocábulo Oração. Os Diáconos devem ser crentes de muita
Oração. A piedade deve ser uma característica continua. Suas orações não são apenas de súplicas e
intercessões constantes em favor dos corações sofredores, mas também de orações de gratidão e
louvor ao Pai celeste, na manifestação do seu amor, bondade e benefício.
NEsta letra sugere-nos as Necessidades múltiplas da alma humana, necessidades que só poderão ser
satisfeitas por Jesus. Mas necessidades que devem ser vistas e observadas ternamente pelos
abrigados DIÁCONOS de nossas Igrejas.
O Surge novamente a letra O. A palavra Ordem flui naturalmente. Os Diáconos cuidam da boa ordem
no culto e em outras atividades eclesiásticas. Mostram-se zelosos, cheio de cuidado para que tudo se
faça com decência e ordem. E a ordem, como diz o lema da nossa bandeira, traz o progresso, a paz, a
harmonia, a concórdia.
05. Você sabe o que querdizer Diácono?
Quer dizer servo, assistente, servente,
Quer dizer responsabilidade,
Quer dizer compromisso,
Quer dizer amor,
Quer dizer gratidão pela salvação,
Quer dizer pronto a obedecer,
Quer dizer fidelidade,
Quer dizer pronto a ouvir as ordens do Rei Jesus,
Quer dizer ao inteiro dispor do mestre Jesus,
Quer dizer enviado,
Quer dizer Ministro.
SER DIÁCONO É MUITO MAIS DO QUE TUDO ISTO, É SER FELIZ NA PRESENÇA DE DEUS.
1 Coríntios 3.5-6 Afinal de contas, quem é Paulo ou quem é Apolo, senão ministros quais crestes, e isto
conforme o que o Senhor deu a cada um? Eu plantei, Apolo regou, mas Deus deu o crescimento.
06 Áreas do trabalho Diaconal
No início foram escolhidos, para um trabalho de assistência social com as viúvas e pessoas
necessitadas, mas eles foram além destes serviços interno e se destacaram em todo o trabalho da
Igreja, como Felipe e outros.
Vejamos algumas áreas que os Diáconos se destacaram na Igreja primitiva, e que hoje também os
Diáconos devem exercer com o poder do Espírito Santo e sabedoria.
1ºPregação da Palavra de Deus At 6.8
2ºOração pelos enfermos Mc 16.18
3ºVisitação nos lares-Mc 1.29-31
4ºCuidar do patrimônio-Mc 11.16
5ºManter a ordem no culto-1 Co 14.40
6ºEvangelizar-At 8.5,6
7ºMinistrar aulas-2 Tm 2.15
A IMPORTÂNCIA DO EQUILÍBRIO
1. Com a esposa: respeito, proteção, carinho, atenção, fidelidade, Os 2.19-20.
2. Com o marido: respeito, atenção, submissão, sabedoria, Os 2.19-20; Ef 5.22.
3. Com os filhos: companheiro, amigo, firmeza, amor, Ef 6.4, At 21.8-9.
4. Com a casa: zelo, cuidado, limpa, arrumada, Tt 2.8.
5. Com vida financeira: Fp 4.19, Sl 37.18-19, 112:1-9.
6. Com os vizinhos: respeito, educação, pronto para servir, At 6.3.
7. Com o emprego: compreensão, justiça, retidão, Ef. 6:9.
8. Com o patrão: diligência, atenção, obediência, Ef 6.5-7.
9. Com missões: voluntariedade, mordomia, dedicação, 2 Co 8.1-10.
10. Consigo mesmo: vigilância, temor, consagração; Sl 10.18, Tt 2.8, Cl 3.16, At 6.5-6.
LEMBRE-SE
A VIDA DIÁCONAL PRECISA SER UMA VIDA DE TESTEMUNHO TRANSPARENTE A TODOS,
SEJA NA FAMÍLIA, NA IGREJA, NO TRABALHO, COM ESTRANHOS, ONDE ESTIVER QUE SEJA
UMA LUZ BRILHANTE, CLARA E LIMPA PARA A GLÓRIA DE DEUS E BENÇÃO PARA A OBRA
DE DEUS...
Referências:
VINE, W. E.;UNGER, Merril F. e WHITE Jr., William. DicionárioVine. 1 ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2002
O Monge e o Executivo: Uma História Sobre a Essência da Liderança, James C. Hunter
[4] SILVA, José Apolônio da. O Obreiro e seuMinistério. BíbliaObreiro Aprovado. 1 ed. Rio de Janeiro:
CPAD, 2010. p 1445.
Comentário Bíblico Moody- 5 volumes AT-NT
Ellen White. Testemunhos para a Igreja, vol.3, p. 23.
Freud, Sigmund. Edição Brasileira das Obras Psicológicas Completa. Rio de Janeiro: Imago
Ética e Psicologia: Teoria e Prática. Elizete Passos
Pesquisas Google
Bibliografia
Pr. AdilsonLopes - CGADB 41738
Capelão Hospitalar -UCEBRAS Uniãode Capelães Evangélicos doBrasil
Bacharel em Teologia -FATEK
Bacharel em Teologia -Facitesp–Faculdade deCiências Teológicas doEstado deSãoPaulo
Doutor em Missiologia Cristã Facitesp
Acadêmico emPsicologia Clínica -FPM
Acadêmico deHistória ( EAD ) -Finom ParacatuMG

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dons Espirituais 1
Dons Espirituais 1Dons Espirituais 1
Dons Espirituais 1
Jovens Do Caminho
 
História da escola dominical
História da escola dominicalHistória da escola dominical
História da escola dominical
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
Diáconos apostila
Diáconos   apostilaDiáconos   apostila
Diáconos apostila
Isaias Christal
 
História e os objetivos da escola bíblica dominical
História e os objetivos da escola bíblica dominicalHistória e os objetivos da escola bíblica dominical
História e os objetivos da escola bíblica dominical
Carlos Alexandre Ribeiro Dorte
 
Estudo biblico 24 dons espirituais - part2
Estudo biblico 24  dons espirituais - part2Estudo biblico 24  dons espirituais - part2
Estudo biblico 24 dons espirituais - part2
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
O diaconato lição 12
O diaconato lição 12O diaconato lição 12
O diaconato lição 12
Osmair Ribeiro da Silva
 
Educação Cristã, Responsabilidade dos Pais
Educação Cristã, Responsabilidade dos PaisEducação Cristã, Responsabilidade dos Pais
Educação Cristã, Responsabilidade dos Pais
Rodrigo Fragoso
 
Curso de formação de diáconos
Curso de formação de diáconosCurso de formação de diáconos
Curso de formação de diáconos
Cleiton Azevedo
 
Os apóstolos de jesus
Os apóstolos de jesusOs apóstolos de jesus
Os apóstolos de jesus
Marcelo do Nascimento Rodrigues
 
A história da igreja cristã
A história da igreja cristãA história da igreja cristã
A história da igreja cristã
Filipe
 
MISSÕES O QUE SIGNIFICA?
MISSÕES O QUE SIGNIFICA?MISSÕES O QUE SIGNIFICA?
MISSÕES O QUE SIGNIFICA?
Mazinho Souza
 
Lição 2 Resistindo aos apelos do mundanismo
Lição 2   Resistindo aos apelos do mundanismoLição 2   Resistindo aos apelos do mundanismo
Lição 2 Resistindo aos apelos do mundanismo
Wander Sousa
 
A importância do Discipulado para a Igreja hoje
A importância do Discipulado para a Igreja hojeA importância do Discipulado para a Igreja hoje
A importância do Discipulado para a Igreja hoje
Joary Jossué Carlesso
 
Louvor e adoração
Louvor e adoraçãoLouvor e adoração
Louvor e adoração
igmrecabitas
 
EBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
EBD - A importância da Escola Bíblica DominicalEBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
EBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
Felipe Mamud
 
O DIÁCONO E A DIACONISA - DEVERES E RESPONSABILIDADES (1).pdf
O DIÁCONO E A DIACONISA - DEVERES E RESPONSABILIDADES (1).pdfO DIÁCONO E A DIACONISA - DEVERES E RESPONSABILIDADES (1).pdf
O DIÁCONO E A DIACONISA - DEVERES E RESPONSABILIDADES (1).pdf
MaSiTeixeira
 
O diaconato
O diaconatoO diaconato
O diaconato
Moisés Sampaio
 
Eclesiologia
EclesiologiaEclesiologia
Eclesiologia
Romulo Roosemberg
 
Credo Católico
Credo CatólicoCredo Católico
Credo Católico
JP Sanita
 
DIACONATO MINISTÉRIO HEBROM
DIACONATO MINISTÉRIO HEBROM DIACONATO MINISTÉRIO HEBROM
DIACONATO MINISTÉRIO HEBROM
LUIZ GUSTAVO Souza Paula
 

Mais procurados (20)

Dons Espirituais 1
Dons Espirituais 1Dons Espirituais 1
Dons Espirituais 1
 
História da escola dominical
História da escola dominicalHistória da escola dominical
História da escola dominical
 
Diáconos apostila
Diáconos   apostilaDiáconos   apostila
Diáconos apostila
 
História e os objetivos da escola bíblica dominical
História e os objetivos da escola bíblica dominicalHistória e os objetivos da escola bíblica dominical
História e os objetivos da escola bíblica dominical
 
Estudo biblico 24 dons espirituais - part2
Estudo biblico 24  dons espirituais - part2Estudo biblico 24  dons espirituais - part2
Estudo biblico 24 dons espirituais - part2
 
O diaconato lição 12
O diaconato lição 12O diaconato lição 12
O diaconato lição 12
 
Educação Cristã, Responsabilidade dos Pais
Educação Cristã, Responsabilidade dos PaisEducação Cristã, Responsabilidade dos Pais
Educação Cristã, Responsabilidade dos Pais
 
Curso de formação de diáconos
Curso de formação de diáconosCurso de formação de diáconos
Curso de formação de diáconos
 
Os apóstolos de jesus
Os apóstolos de jesusOs apóstolos de jesus
Os apóstolos de jesus
 
A história da igreja cristã
A história da igreja cristãA história da igreja cristã
A história da igreja cristã
 
MISSÕES O QUE SIGNIFICA?
MISSÕES O QUE SIGNIFICA?MISSÕES O QUE SIGNIFICA?
MISSÕES O QUE SIGNIFICA?
 
Lição 2 Resistindo aos apelos do mundanismo
Lição 2   Resistindo aos apelos do mundanismoLição 2   Resistindo aos apelos do mundanismo
Lição 2 Resistindo aos apelos do mundanismo
 
A importância do Discipulado para a Igreja hoje
A importância do Discipulado para a Igreja hojeA importância do Discipulado para a Igreja hoje
A importância do Discipulado para a Igreja hoje
 
Louvor e adoração
Louvor e adoraçãoLouvor e adoração
Louvor e adoração
 
EBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
EBD - A importância da Escola Bíblica DominicalEBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
EBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
 
O DIÁCONO E A DIACONISA - DEVERES E RESPONSABILIDADES (1).pdf
O DIÁCONO E A DIACONISA - DEVERES E RESPONSABILIDADES (1).pdfO DIÁCONO E A DIACONISA - DEVERES E RESPONSABILIDADES (1).pdf
O DIÁCONO E A DIACONISA - DEVERES E RESPONSABILIDADES (1).pdf
 
O diaconato
O diaconatoO diaconato
O diaconato
 
Eclesiologia
EclesiologiaEclesiologia
Eclesiologia
 
Credo Católico
Credo CatólicoCredo Católico
Credo Católico
 
DIACONATO MINISTÉRIO HEBROM
DIACONATO MINISTÉRIO HEBROM DIACONATO MINISTÉRIO HEBROM
DIACONATO MINISTÉRIO HEBROM
 

Semelhante a O ministério do diácono (isa)

Diaconia reunião apresentacao-evandro
Diaconia reunião apresentacao-evandroDiaconia reunião apresentacao-evandro
Diaconia reunião apresentacao-evandro
Evandro Cruz
 
Manual dos obreiros do Ministério IPCA
Manual dos obreiros do Ministério IPCAManual dos obreiros do Ministério IPCA
Manual dos obreiros do Ministério IPCA
MINISTERIO IPCA.
 
Apostila diaconato. tempmlo agape da adoração
Apostila diaconato. tempmlo agape da adoraçãoApostila diaconato. tempmlo agape da adoração
Apostila diaconato. tempmlo agape da adoração
clebersonpereiradasilva
 
Apostila diaconato. tempmlo agape da adoração
Apostila diaconato. tempmlo agape da adoraçãoApostila diaconato. tempmlo agape da adoração
Apostila diaconato. tempmlo agape da adoração
clebersonpereiradasilva
 
Apostila diaconato. templo agape da adoração
Apostila diaconato. templo agape da adoraçãoApostila diaconato. templo agape da adoração
Apostila diaconato. templo agape da adoração
clebersonpereiradasilva
 
Lição 12 exortações gerais 3º trimestre de 2015
Lição 12   exortações gerais   3º trimestre de 2015Lição 12   exortações gerais   3º trimestre de 2015
Lição 12 exortações gerais 3º trimestre de 2015
Andrew Guimarães
 
Aulas 1 e 2 presbiteros editada
Aulas 1 e 2 presbiteros editadaAulas 1 e 2 presbiteros editada
Aulas 1 e 2 presbiteros editada
Keiler Vasconcelos
 
E.b.d jovens 1ºtrimestre 2017 lição 04
E.b.d   jovens 1ºtrimestre 2017 lição 04E.b.d   jovens 1ºtrimestre 2017 lição 04
E.b.d jovens 1ºtrimestre 2017 lição 04
Joel Silva
 
LIÇÃO 12 - EXORTAÇÕES GERAIS
LIÇÃO 12 - EXORTAÇÕES GERAISLIÇÃO 12 - EXORTAÇÕES GERAIS
LIÇÃO 12 - EXORTAÇÕES GERAIS
Lourinaldo Serafim
 
Conselhos Necessários à Vida Cristã
Conselhos Necessários à Vida CristãConselhos Necessários à Vida Cristã
Conselhos Necessários à Vida Cristã
JUERP
 
1 TIMÓTEO 3 - PRECISAMOS DE - BOA - DIACONIA.docx
1 TIMÓTEO 3 - PRECISAMOS DE - BOA - DIACONIA.docx1 TIMÓTEO 3 - PRECISAMOS DE - BOA - DIACONIA.docx
1 TIMÓTEO 3 - PRECISAMOS DE - BOA - DIACONIA.docx
RaphaelSanches9
 
3º trimestre 2015 lição 04 adultos
3º trimestre 2015 lição 04 adultos3º trimestre 2015 lição 04 adultos
3º trimestre 2015 lição 04 adultos
Joel Silva
 
Pastoral da acolhida paroquia sao-pedro-apostolo
Pastoral da acolhida paroquia sao-pedro-apostoloPastoral da acolhida paroquia sao-pedro-apostolo
Pastoral da acolhida paroquia sao-pedro-apostolo
gafasnet
 
3° Trimestre 2015 Lição 04 Adultos
3° Trimestre 2015 Lição 04 Adultos3° Trimestre 2015 Lição 04 Adultos
3° Trimestre 2015 Lição 04 Adultos
Joel Silva
 
EBD CPAD Lição 12 3°trimestre 2015 Exortações gerais.
EBD CPAD Lição 12 3°trimestre 2015 Exortações gerais.EBD CPAD Lição 12 3°trimestre 2015 Exortações gerais.
EBD CPAD Lição 12 3°trimestre 2015 Exortações gerais.
GIDEONE Moura Santos Ferreira
 
2015 3º trimestre adultos lição 04.pptx
2015 3º trimestre adultos lição 04.pptx2015 3º trimestre adultos lição 04.pptx
2015 3º trimestre adultos lição 04.pptx
Joel Silva
 
Cepad 6
Cepad 6Cepad 6
Cepad 6
marciothd
 
Cepad 6
Cepad 6Cepad 6
Cepad 6
marciothd
 
Exortações Gerais - Lição 12 - 3°Trimestre de 2015
Exortações Gerais - Lição 12 - 3°Trimestre de 2015Exortações Gerais - Lição 12 - 3°Trimestre de 2015
Exortações Gerais - Lição 12 - 3°Trimestre de 2015
Pr. Andre Luiz
 
Liçao 11 A Organização de Uma Igreja Local
Liçao 11 A Organização de Uma Igreja Local Liçao 11 A Organização de Uma Igreja Local
Liçao 11 A Organização de Uma Igreja Local
Ev.Antonio Vieira
 

Semelhante a O ministério do diácono (isa) (20)

Diaconia reunião apresentacao-evandro
Diaconia reunião apresentacao-evandroDiaconia reunião apresentacao-evandro
Diaconia reunião apresentacao-evandro
 
Manual dos obreiros do Ministério IPCA
Manual dos obreiros do Ministério IPCAManual dos obreiros do Ministério IPCA
Manual dos obreiros do Ministério IPCA
 
Apostila diaconato. tempmlo agape da adoração
Apostila diaconato. tempmlo agape da adoraçãoApostila diaconato. tempmlo agape da adoração
Apostila diaconato. tempmlo agape da adoração
 
Apostila diaconato. tempmlo agape da adoração
Apostila diaconato. tempmlo agape da adoraçãoApostila diaconato. tempmlo agape da adoração
Apostila diaconato. tempmlo agape da adoração
 
Apostila diaconato. templo agape da adoração
Apostila diaconato. templo agape da adoraçãoApostila diaconato. templo agape da adoração
Apostila diaconato. templo agape da adoração
 
Lição 12 exortações gerais 3º trimestre de 2015
Lição 12   exortações gerais   3º trimestre de 2015Lição 12   exortações gerais   3º trimestre de 2015
Lição 12 exortações gerais 3º trimestre de 2015
 
Aulas 1 e 2 presbiteros editada
Aulas 1 e 2 presbiteros editadaAulas 1 e 2 presbiteros editada
Aulas 1 e 2 presbiteros editada
 
E.b.d jovens 1ºtrimestre 2017 lição 04
E.b.d   jovens 1ºtrimestre 2017 lição 04E.b.d   jovens 1ºtrimestre 2017 lição 04
E.b.d jovens 1ºtrimestre 2017 lição 04
 
LIÇÃO 12 - EXORTAÇÕES GERAIS
LIÇÃO 12 - EXORTAÇÕES GERAISLIÇÃO 12 - EXORTAÇÕES GERAIS
LIÇÃO 12 - EXORTAÇÕES GERAIS
 
Conselhos Necessários à Vida Cristã
Conselhos Necessários à Vida CristãConselhos Necessários à Vida Cristã
Conselhos Necessários à Vida Cristã
 
1 TIMÓTEO 3 - PRECISAMOS DE - BOA - DIACONIA.docx
1 TIMÓTEO 3 - PRECISAMOS DE - BOA - DIACONIA.docx1 TIMÓTEO 3 - PRECISAMOS DE - BOA - DIACONIA.docx
1 TIMÓTEO 3 - PRECISAMOS DE - BOA - DIACONIA.docx
 
3º trimestre 2015 lição 04 adultos
3º trimestre 2015 lição 04 adultos3º trimestre 2015 lição 04 adultos
3º trimestre 2015 lição 04 adultos
 
Pastoral da acolhida paroquia sao-pedro-apostolo
Pastoral da acolhida paroquia sao-pedro-apostoloPastoral da acolhida paroquia sao-pedro-apostolo
Pastoral da acolhida paroquia sao-pedro-apostolo
 
3° Trimestre 2015 Lição 04 Adultos
3° Trimestre 2015 Lição 04 Adultos3° Trimestre 2015 Lição 04 Adultos
3° Trimestre 2015 Lição 04 Adultos
 
EBD CPAD Lição 12 3°trimestre 2015 Exortações gerais.
EBD CPAD Lição 12 3°trimestre 2015 Exortações gerais.EBD CPAD Lição 12 3°trimestre 2015 Exortações gerais.
EBD CPAD Lição 12 3°trimestre 2015 Exortações gerais.
 
2015 3º trimestre adultos lição 04.pptx
2015 3º trimestre adultos lição 04.pptx2015 3º trimestre adultos lição 04.pptx
2015 3º trimestre adultos lição 04.pptx
 
Cepad 6
Cepad 6Cepad 6
Cepad 6
 
Cepad 6
Cepad 6Cepad 6
Cepad 6
 
Exortações Gerais - Lição 12 - 3°Trimestre de 2015
Exortações Gerais - Lição 12 - 3°Trimestre de 2015Exortações Gerais - Lição 12 - 3°Trimestre de 2015
Exortações Gerais - Lição 12 - 3°Trimestre de 2015
 
Liçao 11 A Organização de Uma Igreja Local
Liçao 11 A Organização de Uma Igreja Local Liçao 11 A Organização de Uma Igreja Local
Liçao 11 A Organização de Uma Igreja Local
 

Mais de Pastor Adilson Lopes Oficial

Estudo bíblico o libertador de israel e os 7 inimigos do povo de Deus...
Estudo bíblico o libertador de israel e os 7 inimigos do povo de Deus...Estudo bíblico o libertador de israel e os 7 inimigos do povo de Deus...
Estudo bíblico o libertador de israel e os 7 inimigos do povo de Deus...
Pastor Adilson Lopes Oficial
 
Revelando os segredos nas tatuagems
Revelando os segredos nas tatuagemsRevelando os segredos nas tatuagems
Revelando os segredos nas tatuagems
Pastor Adilson Lopes Oficial
 
A disciplina na igreja (Hb 12.11)
A disciplina na igreja (Hb 12.11)A disciplina na igreja (Hb 12.11)
A disciplina na igreja (Hb 12.11)
Pastor Adilson Lopes Oficial
 
Liderança cristã
Liderança cristãLiderança cristã
Liderança cristã
Pastor Adilson Lopes Oficial
 
Liderança cristã
Liderança cristã Liderança cristã
Liderança cristã
Pastor Adilson Lopes Oficial
 
Liderança cristã
Liderança cristã Liderança cristã
Liderança cristã
Pastor Adilson Lopes Oficial
 

Mais de Pastor Adilson Lopes Oficial (6)

Estudo bíblico o libertador de israel e os 7 inimigos do povo de Deus...
Estudo bíblico o libertador de israel e os 7 inimigos do povo de Deus...Estudo bíblico o libertador de israel e os 7 inimigos do povo de Deus...
Estudo bíblico o libertador de israel e os 7 inimigos do povo de Deus...
 
Revelando os segredos nas tatuagems
Revelando os segredos nas tatuagemsRevelando os segredos nas tatuagems
Revelando os segredos nas tatuagems
 
A disciplina na igreja (Hb 12.11)
A disciplina na igreja (Hb 12.11)A disciplina na igreja (Hb 12.11)
A disciplina na igreja (Hb 12.11)
 
Liderança cristã
Liderança cristãLiderança cristã
Liderança cristã
 
Liderança cristã
Liderança cristã Liderança cristã
Liderança cristã
 
Liderança cristã
Liderança cristã Liderança cristã
Liderança cristã
 

Último

Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 

Último (16)

Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 

O ministério do diácono (isa)

  • 1. MINISTÉRIO DO DIÁCONO... “PORQUE O QUE SERVIREM BEM COMO DIÁCONO, ADQUIRIRÃO PARA S UMA BOA POSIÇÃO, E MUITA CONFIANÇA. NA FÉ QUE HÁ EM CRISTOJESUS”. 1 Tm 3.13 01. Trabalho de Recepção do Corpo Diaconal 02. Requisitos Bíblicos para Diáconos 03. Obrigações do Diácono 04. Diácono 05. Você sabe o que quer dizer Diácono? 06. Áreas do trabalho Diaconal Dicas para o Diácono Essas dicas é dedicado àqueles que agradecidos a Deus pela salvação em Cristo Jesus, decidiram colocar suas vidas ao dispor do seu reino, trabalhando na sua casa, cuidando, zelando, procurando manter a ordem e a disciplina com amor e temor no Senhor. Através deste pequeno e simples manual, procuramos transmitir algumas informações com respeito ao trabalho na casa do Senhor, desde comportamento pessoal, apresentação diante da Igreja e das pessoas, sejam crianças, adultos ou jovens. Que o trabalho do Diácono e Diaconisa desde a chegada na Igreja, até o final do culto, seja feito com amor, respeito, dedicação e fidelidade. O nosso desejo é que o Diaconato de nossa Igreja seja uma benção para todos, pois é composto de homens e mulheres lavados pelo sangue de Jesus, chamados e preparados para servi-lo até sua volta, na unção e poder no Espírito Santo. Que cada um na sua função seja fiel à doutrina, a Igreja e aos seus pastores e líderes, sempre olhando para aquele que disse: "O filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e dar sua vida em resgate de muitos" Mc 10.45. "Sabendo que recebereis do Senhor o galardão da herança, porque a Cristo, o Senhor, servis" Cl 3.24. Que Deus abençoe cada um, de maneira especial. Sirvamos ao Senhor de todo coração até que Ele volte. 01. Trabalho de Recepção do Corpo Diaconal 1. Atitude mental positiva. Estar consciente de que uma boa palavra ou bom atendimento marcará bastante uma pessoa que vem pela primeira vez. 2. Atitude espiritual apropriada. Deixar transparecer no rosto a alegria da salvação da alma. 3. Nunca apresentar na porta sem oração. Sabendo que apresentará diante de pessoas que chegarão com os mais diferentes sentimentos: passivos como de opressões malignas. 4.Mostrar simpatia. Demonstrar que o trabalho que está fazendo não é simples obrigação, mas é desenvolvido com amor, dedicação e alegria. 5. Mostrar um aspecto agradável. Aspecto exterior: roupa, cabelo, sapatos, higiene, dentes, a importância do uniforme. Aspecto interior: paz, serenidade e simplicidade. 6. Mostrar uma personalidade agradável.
  • 2. Demonstrar um caráter Cristão, consciente de suas responsabilidades. 7. Ser cortês-gentil. Demonstrar educação, polidez, ser afável no tratamento com as pessoas, especialmente com os visitantes. 8.Usar de tato. Usar suas habilidades para convencer as pessoas a voltarem outras vezes. 9. Fazer com que as pessoas sintam-se bem. E que foi observada e que alguém quer que ela volte. 10. Ser insistente. Mas com sabedoria e evitar toda a impressão de fanatismo, dando assim uma impressão correta da Igreja. 11. Lembrar sempre. Que o bem estar do povo depende de quem serve por isso servir com alegria e satisfação. 12. Saber que faz parte do culto. Que toda sabedoria, prudência, reverência e respeito, são primeiramente observados nos oficiais, que o povo seguirá ou fará o que nos observar que trabalham ou servem na Igreja. 13. Providenciar o necessário Para o bom andamento do culto sem ser preciso a intervenção dos pastores. 14. Observar as curas Visitas, testemunhos e conversões e fazer a contagem das pessoas durante os cultos. 15. A qualquermovimento da Igreja Como crianças chorando, correndo, assim como pessoas chupando balas ou lendo revistas, chamar a atenção ou então avisar os pastores no Púlpito no caso de não ser atendido quando for chamada a atenção. 16. Observar O movimento aos banheiros tanto feminino como masculino para que não haja prejuízos para a Igreja, como também ajuntamento de pessoas nos mesmos. 17. Saber que desde que esteja na Igreja também é responsável Pelo bom andamento do culto, não deixando a responsabilidades somente com os que estão escalados. 18. Sempre estar usando uniforme ou... Sapatos pretos e também com o crachá. 19. Chegar ao mínimo trinta minutos adiantado do horário do culto para a verificação do templo se está tudo em ordem para o culto. 20. Na distribuição Da ceia com todo o respeito e reverência. Observar se todos os aptos para a ceia foram servidos. 21. Estar sempre uniformizado Todas as vezes que estiver na escala. É requerido dos Diáconos e Diaconisas o uniforme para o trabalho o mais breve possível. 22. Toda reclamação A respeito da escala ou qualquer assunto com referência ao Diaconato deve ser feita ao Diretor, pessoalmente pela própria pessoa. 23. Os Diáconos devem estar cientes que suas responsabilidades como servos de Deus, não se prendem apenas no trabalho reconhecido como servos de Deus, por isso é importante zelar do testemunho e vida espiritual para não ser envergonhado pelo diabo diante das pessoas, diante de si mesmo e de Deus. O poder do servo de Deus não está nas palavras que diz, mas na vida consagrada que vive. 24. Os Diáconos e Diaconisas devem estar atentos com suas responsabilidades, na Igreja do Senhor, exemplo: lixo nos banheiros, água no bebedouro, manter os vidros abertos para a ventilação do ambiente, ficar atentos para não se encontrar encostado nas paredes e portas, não ficar conversando durante o culto, verificar atentamente as toalhas de mesa e cortinas da Igreja se haver necessidade avisar o diretor do diaconato e levá-la para serem lavadas e passadas, o mesmo com os aventais de batismo, em dias de ceia lavar e enxugar os cálices, em dias de casamento todos os Diáconos e Diaconisas são responsáveis pela ordem da cerimônia matrimonia. Lembre-se que ser Diácono e Diaconisa não é um cargo, mas um ministério a serviço do Rei Jesus. 02. Requisitos Bíblicos para Diáconos O que significa a palavra Diácono? No grego é servo, assistente, e isto não nos priva de pregar o Evangelho em público, pois dois deles que foram escolhidos para serem diáconos foram pregadores e evangelistas. São eles Estevão e Felipe. Os requisitos para ser diácono (1 Timóteo 3.8): 1. Ser Honesto (honrado), casto, que quer dizer que observa a castidade, reto no proceder. 2. Não de língua dobre, isto é, não ser fingido, não ser traiçoeiro, que ilude as duas partes. 3. Não dado a muito vinho. O vinho é bebida alcoólica Pv 20.1. 4. Não cobiçosos, isto é, cheio de cobiças, pois isto levanta contendas. 5. Não torpe, vergonhosos, obsceno e indecente. 6. Não gananciosos, ganho ilícito, muito juros. 1 Timóteo 3.9 - "guardando o ministério da fé”; sete vocábulos nas escrituras nunca significa somente uma coisa estranha, mas um segredo revelado ou Cl 1.26-27. 1 Timóteo 3.10 diz: "E também estes primeiros provados depois sirvam..." Provados é: que tenham demonstrado experiência na obra. Por exemplo: na oração, não ser tímido, mas cheio do poder de Deus. 7. Irrepreensível: que não dão lugar a repreensão ou a censura. 1 Timóteo 3.12 "Os diáconos sejam maridos de uma só mulher, isto é, no tempo da lei os homens possuíam mais de uma mulher, por esse motivo o apóstolo Paulo deu esta advertência. “... e governa bem seus filhos e suas próprias casas”. 1 Timóteo 3.12b. Governar é dirigir, administrar, reger, conduzir com autoridade, ordenar. Governar os filhos: trazê-los sob sua sujeição, isto é, quebrar a vontade dos filhos, principalmente enquanto menores" não ser durão e sim ter autoridade, amá-los. Ef 6.4. 1 Timóteo 3.13 "Porque os que servirem bem como diáconos adquirirão para si uma boa posição”... Posição: lugar de destaque, classe, lugar que não são todos que possuem. “E muita confiança na fé que há em Cristo Jesus”. 1 Tm. 3.13b. 8. Muita confiança: significa crédito, isto é, confiança na fé que há em Cristo Jesus (pessoas desesperadas que nos procuram para orar por eles). Paulo, o apóstolo, aplicou nos seus ensinamentos à mesma base dos primeiros apóstolos, At 6.1-7. Estevão sendo Diácono, não estava impedido de pregar o Evangelho. Nós também devemos ter esta fé e poder. Ninguém nos obriga a pregar o Evangelho, mas se sentimos desejo de pregar o Evangelho, sendo Diáconos nada impede, porque Felipe pregou também, At 8.29-35.
  • 3. Devemos ser humildes e simples, Mt 11.29; Rm 16.19. Devemos pensar sempre que fomos chamados para servir, e não ser servidos, servir a Jesus, João 12.25-26. O perigo de servir o homem, 1 Co 3.4-5. Os mesmos requisitos que se exige dos Diáconos é exigido também dos Pastores 1 Tm 3.1-7. Agora para as Diaconisas: 1 Tm 3.11 "da mesma sorte as mulheres sejam honestas, não maldizentes, sóbrias e fiéis em tudo". Honestas: honradas, retas no seu proceder, não maldizentes: que costumam dizer mal dos outros; sóbrias: são mulheres que se caracterizam pela exclusão do luxo, dos excessos de ornamentos 1 Ts 5.6-8 - fiéis em tudo: que cumpre aquilo que se obrigou. Servindo assim, somos guardados pelo Senhor, SL 31.23-24. Temos que ser o exemplo dos fiéis. 1 Tim 4.12b nos diz: "mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra...", quer dizer ter bons conhecimentos da Palavra de Deus e com nossas próprias palavras SL 19.14 e SL. 4.6. ... No trato... Nosso modo de proceder com os outros Tg 3.13. ... Na caridade... Este é o Dom do amor, é ter afeição profunda, afeto, compaixão Rm 12.9-10. ... No espírito... Isto é, fervoroso no Espírito Rm 12.11. ... Na fé... Isto é, na fé em Cristo Jesus. Porque sem fé é impossível agradar a Deus Hb 11.6. Exemplos de mulheres que serviram o Senhor como Diaconisas Rm 16.1,3, 12. 03.Obrigações do Diácono 01. Não faltar nos cultos, a menos que haja um motivo de força maior. 02. Ser aluno da Escola Bíblica Dominical, obrigatoriamente, livre somente porcausa de trabalho ou de força maior. 03.Não faltar às reuniões de ceia e não se atrasar, pois temos que ser fiéis aos horários determinados. 04. Ser conhecedor, pelo menos basicamente da doutrina (At 2.42). 05. Não faltar à escala, ou quando necessário, avisar antecipadamente para que seja colocada outra pessoa em seu lugar ou fazer troca de dia. 06. Ser fiel a direção da Igreja, não fazendo comentários negativos fora da Igreja às pessoas não cristãs ou de outra Igreja. 07. Não fazer uso de vícios, qualquerque seja, mesmo que esteja fora do alcance dos irmãos e dos pastores. 08. Ser dizimista e participar dos trabalhos da Igreja. 09. Não promover discórdias entre irmãos e falso testemunho com murmurações a respeito de irmão de ministério. Ser pacificador, ordeiro, responsável pelos atos, fiel a Deus e aos homens, com toda simplicidade de uma vida transformada, ser zelador do seu ministério. 04 Diácono Fala-nos da Dedicação ao Senhor. Realmente os Diáconos devem esforçar-se num devotamento crescente a Jesus, numa devoção ao Mestre numa consagração aos menos favorecidos na vida. O i fala-nos de Ideal. E o ideal do Diácono é ajudar aos pobres e tudo fazer para minorar o sofrimento dos que padecem e choram. Á Lembra-nos o dever da Assistência, de proteção e socorro que os Diáconos prestam desinteressadamente aos órfãos, viúvas e necessitados. C Já esta letra C faz-nos pensar em Cooperação, trabalho em comum, espírito de unidade para objetivos santos e louváveis. O Através desta letra vem-nos á mente o vocábulo Oração. Os Diáconos devem ser crentes de muita Oração. A piedade deve ser uma característica continua. Suas orações não são apenas de súplicas e intercessões constantes em favor dos corações sofredores, mas também de orações de gratidão e louvor ao Pai celeste, na manifestação do seu amor, bondade e benefício. NEsta letra sugere-nos as Necessidades múltiplas da alma humana, necessidades que só poderão ser satisfeitas por Jesus. Mas necessidades que devem ser vistas e observadas ternamente pelos abrigados DIÁCONOS de nossas Igrejas. O Surge novamente a letra O. A palavra Ordem flui naturalmente. Os Diáconos cuidam da boa ordem no culto e em outras atividades eclesiásticas. Mostram-se zelosos, cheio de cuidado para que tudo se faça com decência e ordem. E a ordem, como diz o lema da nossa bandeira, traz o progresso, a paz, a harmonia, a concórdia. 05. Você sabe o que querdizer Diácono? Quer dizer servo, assistente, servente, Quer dizer responsabilidade, Quer dizer compromisso, Quer dizer amor, Quer dizer gratidão pela salvação, Quer dizer pronto a obedecer, Quer dizer fidelidade, Quer dizer pronto a ouvir as ordens do Rei Jesus, Quer dizer ao inteiro dispor do mestre Jesus, Quer dizer enviado, Quer dizer Ministro. SER DIÁCONO É MUITO MAIS DO QUE TUDO ISTO, É SER FELIZ NA PRESENÇA DE DEUS. 1 Coríntios 3.5-6 Afinal de contas, quem é Paulo ou quem é Apolo, senão ministros quais crestes, e isto conforme o que o Senhor deu a cada um? Eu plantei, Apolo regou, mas Deus deu o crescimento. 06 Áreas do trabalho Diaconal No início foram escolhidos, para um trabalho de assistência social com as viúvas e pessoas necessitadas, mas eles foram além destes serviços interno e se destacaram em todo o trabalho da Igreja, como Felipe e outros. Vejamos algumas áreas que os Diáconos se destacaram na Igreja primitiva, e que hoje também os Diáconos devem exercer com o poder do Espírito Santo e sabedoria. 1ºPregação da Palavra de Deus At 6.8 2ºOração pelos enfermos Mc 16.18 3ºVisitação nos lares-Mc 1.29-31 4ºCuidar do patrimônio-Mc 11.16 5ºManter a ordem no culto-1 Co 14.40 6ºEvangelizar-At 8.5,6 7ºMinistrar aulas-2 Tm 2.15
  • 4. A IMPORTÂNCIA DO EQUILÍBRIO 1. Com a esposa: respeito, proteção, carinho, atenção, fidelidade, Os 2.19-20. 2. Com o marido: respeito, atenção, submissão, sabedoria, Os 2.19-20; Ef 5.22. 3. Com os filhos: companheiro, amigo, firmeza, amor, Ef 6.4, At 21.8-9. 4. Com a casa: zelo, cuidado, limpa, arrumada, Tt 2.8. 5. Com vida financeira: Fp 4.19, Sl 37.18-19, 112:1-9. 6. Com os vizinhos: respeito, educação, pronto para servir, At 6.3. 7. Com o emprego: compreensão, justiça, retidão, Ef. 6:9. 8. Com o patrão: diligência, atenção, obediência, Ef 6.5-7. 9. Com missões: voluntariedade, mordomia, dedicação, 2 Co 8.1-10. 10. Consigo mesmo: vigilância, temor, consagração; Sl 10.18, Tt 2.8, Cl 3.16, At 6.5-6. LEMBRE-SE A VIDA DIÁCONAL PRECISA SER UMA VIDA DE TESTEMUNHO TRANSPARENTE A TODOS, SEJA NA FAMÍLIA, NA IGREJA, NO TRABALHO, COM ESTRANHOS, ONDE ESTIVER QUE SEJA UMA LUZ BRILHANTE, CLARA E LIMPA PARA A GLÓRIA DE DEUS E BENÇÃO PARA A OBRA DE DEUS... Referências: VINE, W. E.;UNGER, Merril F. e WHITE Jr., William. DicionárioVine. 1 ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2002 O Monge e o Executivo: Uma História Sobre a Essência da Liderança, James C. Hunter [4] SILVA, José Apolônio da. O Obreiro e seuMinistério. BíbliaObreiro Aprovado. 1 ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2010. p 1445. Comentário Bíblico Moody- 5 volumes AT-NT Ellen White. Testemunhos para a Igreja, vol.3, p. 23. Freud, Sigmund. Edição Brasileira das Obras Psicológicas Completa. Rio de Janeiro: Imago Ética e Psicologia: Teoria e Prática. Elizete Passos Pesquisas Google Bibliografia Pr. AdilsonLopes - CGADB 41738 Capelão Hospitalar -UCEBRAS Uniãode Capelães Evangélicos doBrasil Bacharel em Teologia -FATEK Bacharel em Teologia -Facitesp–Faculdade deCiências Teológicas doEstado deSãoPaulo Doutor em Missiologia Cristã Facitesp Acadêmico emPsicologia Clínica -FPM Acadêmico deHistória ( EAD ) -Finom ParacatuMG