Arqueobactérias
Adila Trubat
Arqueobactérias
• São bactérias antigas , que ainda são capazes de
sobreviver em ambientes extremos como lagos
hipersalino...
Arqueas
Também conhecidas como arqueobactérias, algumas
espécies foram encontradas vivendo em condições ambientais
onde no...
Arqueas: características
• Organismos unicelulares;
• Procariontes;
• Podem ser autótrofas ou
heterótrofas;
• São capazes ...
Arqueas: características
• Parede celular com pseudopeptidoglicano, ou só
por proteínas
• Lípidos: as cadeias hidrocarbona...
Divisões das arqueobactérias
Halófilas
• Vivem em concentrações salinas extremas, em
locais como salinas e lagos de sal. A...
Halobacterium salinarium
Halófilas
Halófilas
Divisões das arqueobactérias
Metanogênicas
• Vivem em pântanos, no fundo dos oceanos,
estações de tratamento de esgoto edi...
Methanococcus jannischii
Produtor de metano
Metanogênicas
Methanosarcina barkeri
fusaro
Biodigestor e metanobactérias
Divisões das arqueobactérias
Termoacidófilas
• Vivem em águas termais ácidas com
temperaturas ótimas de 70º e150º
• pH per...
Sulfolobus acidocaldarius
Sulfolobus obtêm a energia
por oxidação de enxofre, e
são, por conseguinte,
bactérias quimiossin...
Pyrolobus fumarii
Capaz de viver em
fendais termais no
oceano, suportando
temperaturas que
chegam até 130 °C.
Thermus aquaticus
Isolada em fontes
termais. Dela é
retirada a enzima
Taq Polimerase para
a realização do PCR
Importância das Arqueas
• Estações de tratamento de esgotos
• Tubo digestório de herbívoros
• Reservas de gás natural
• Fo...
Arqueobactérias
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Arqueobactérias

383 visualizações

Publicada em

Arqueobactérias

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
383
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Arqueobactérias

  1. 1. Arqueobactérias Adila Trubat
  2. 2. Arqueobactérias • São bactérias antigas , que ainda são capazes de sobreviver em ambientes extremos como lagos hipersalinos, ambientes sulfurosos, ou muito quentes ou muito frios
  3. 3. Arqueas Também conhecidas como arqueobactérias, algumas espécies foram encontradas vivendo em condições ambientais onde normalmente outros grupos se seres vivos não conseguem sobreviver (fontes termais com altas taxas de sais minerais e temperaturas em torno de 100°C).
  4. 4. Arqueas: características • Organismos unicelulares; • Procariontes; • Podem ser autótrofas ou heterótrofas; • São capazes de sobreviver em ambientes inóspitos.
  5. 5. Arqueas: características • Parede celular com pseudopeptidoglicano, ou só por proteínas • Lípidos: as cadeias hidrocarbonadas ramificadas estão unidas ao glicerol por éter • DNA único, circular, presença de plasmídeos
  6. 6. Divisões das arqueobactérias Halófilas • Vivem em concentrações salinas extremas, em locais como salinas e lagos de sal. A temperatura ótima varia entre 35º e 50ºC • São autotróficas • Bacteriorodopsina
  7. 7. Halobacterium salinarium Halófilas
  8. 8. Halófilas
  9. 9. Divisões das arqueobactérias Metanogênicas • Vivem em pântanos, no fundo dos oceanos, estações de tratamento de esgoto edigestório de algumas espécies de insetos evertebrados herbívoros • Produzem metano (CH4) • Bacteriorodopsina
  10. 10. Methanococcus jannischii Produtor de metano Metanogênicas
  11. 11. Methanosarcina barkeri fusaro
  12. 12. Biodigestor e metanobactérias
  13. 13. Divisões das arqueobactérias Termoacidófilas • Vivem em águas termais ácidas com temperaturas ótimas de 70º e150º • pH perto de 1 • Podem ser autótrofos – metabolizam enxofre, formando ácido sulfúrico • Podem ser heterótrofos
  14. 14. Sulfolobus acidocaldarius Sulfolobus obtêm a energia por oxidação de enxofre, e são, por conseguinte, bactérias quimiossintéticas. Mas, em geral, são todos considerados extremófilos e resilientes.
  15. 15. Pyrolobus fumarii Capaz de viver em fendais termais no oceano, suportando temperaturas que chegam até 130 °C.
  16. 16. Thermus aquaticus Isolada em fontes termais. Dela é retirada a enzima Taq Polimerase para a realização do PCR
  17. 17. Importância das Arqueas • Estações de tratamento de esgotos • Tubo digestório de herbívoros • Reservas de gás natural • Fontes de energia alternativa • Sabor e conservação de alimentos

×