Contabilidade Ambiental

3.933 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.933
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
43
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Contabilidade Ambiental

  1. 1. CONTABILIDADE AMBIENTAL Adenilson ToméFrancivaldo Fernandes da Silva Lázaro Miranda de Freitas Luciano Gomella de Souza
  2. 2. Contabilidade Ambiental Ativos Ambientais Passivos Ambientais Receitas Ambientais Despesas Ambientais
  3. 3. Introdução• Diante da necessidade de preservar e manter o ambiente natural, as empresas passaram a interagir pró ativamente com o meio ambiente. Ações como a reciclagem, reaproveitamento de matérias primas, economia de água e energia e até mesmo mudanças no ambiente de trabalho colaboram para o desenvolvimento sustentável das empresas e da sociedade.
  4. 4. Ativos ambientais• Os Ativos Ambientais são os títulos representativos de natureza ambiental com a finalidade de controlar, preservar e recuperar o meio ambiente.• Os ativos ambientais são diferentes de uma organização para outra, devido as atividades econômicas de cada uma.
  5. 5. Ativos AmbientaisAtivos Ambientais podem ser de dois tipos:•Cotas ou Permissões que limitam umaatividade com impacto ambiental (ex. cotasde emissão de gases de efeito estufa, cotasde emissão de efluentes).•Créditos resultantes da prestação deserviços ambientais (ex.: créditos dereflorestamento, créditos de reciclagem,créditos de carbono).
  6. 6. Ativos Ambientais• Cotas – são direitos de realizar um impacto ambiental, são alocadas pelo poder público de modo a limitar o impacto ambiental de determinadas atividades.• Ex.: cotas ou permissões de emissão de gases de efeito estufa.
  7. 7. Ativos Ambientais• Créditos – são certificados que representam um impacto ambiental positivo resultante de uma atividade realizada de modo voluntário.• Ex.: reciclagem, excesso de reserva legal, eficiência energética, energia renovável.• Os Créditos podem ser usados para compensar um impacto ambiental negativo, seja de modo voluntário, seja para o cumprimento de leis ambientais.
  8. 8. Passivo Ambiental• O passivo ambiental representa os danos causados ao meio ambiente, representando, assim, a obrigação, a responsabilidade social da empresa com aspectos ambientais.• Uma empresa tem Passivo Ambiental quando ela agride, de algum modo e/ou ação, o meio ambiente, e não dispõe de nenhum projeto para sua recuperação, aprovado oficialmente ou de sua própria decisão.
  9. 9. Passivo Ambiental• Em virtude do longo período que as empresas utilizaram os recursos naturais, sem a devida contabilização, fica cada vez mais difícil o reconhecimento por parte das empresas do passivo ambiental, pois reflete negativamente em suas demonstrações econômico-financeiras. Uma vez que o seu reconhecimento pode causar a descontinuidade da operação e até mesmo penalidades de órgãos responsáveis pelo licenciamento e fiscalização.
  10. 10. Exemplos de Passivo Ambiental• O lixo produzido pelas empresas faz parte de seu passivo ambiental.
  11. 11. Passivo na Contabilidade• O passivo ambiental representa obrigações que "exigirão a entrega de ativos ou prestação de serviços em um momento futuro, em decorrência das transações passadas ou presentes e que envolveram a empresa e o meio ambiente". Devem ser classificados no passivo circulante ou realizável a longo prazo, em contas contábeis específicas.
  12. 12. Receita AmbientalAS RECEITAS AMBIENTAIS DECORREM DE:• “- prestação de serviços especializados em gestão ambiental;• - venda de produtos elaborados de sobras de insumos do processo produtivo;• - venda de produtos reciclados;• - receita de aproveitamento de gases e calor;• - redução do consumo de matérias-primas;• - redução do consumo de energia;• - redução do consumo de água;• - participação no faturamento total da empresa que se reconhece como sendo devida a sua atuação responsável com o meio ambiente.”
  13. 13. Receita Ambiental• Verifica-se que as receitas ambientais derivam de atitudes socialmente responsáveis como o aproveitamento ou venda de produtos reciclados. Atitudes como estas passaram a fazer parte do cotidiano das empresas para que seja possível conter o desperdiço dos recursos naturais ainda disponíveis.
  14. 14. Receita Ambiental• O objetivo principal da implantação da gestão ambiental não é gerar receita para a empresa, e sim, desenvolver uma política responsável acerca dos problemas ambientais. Mas isto não impede que a empresa tire algum proveito econômico deste processo.
  15. 15. Despesas Ambientais• CONSIDERAM-SE DESPESAS AMBIENTAIS DAS EMPRESAS EM SEUS PROCESSOS PRODUTIVOS OS EVENTOS A SEGUIR:• Despesas ocasionadas pela prevenção de contaminação relacionada com as atividades operacionais atuais;• - tratamento de resíduos e vertidos;• - tratamento de emissões;• - descontaminação;• - restauração;• - materiais auxiliares e de manutenção de serviços;• - depreciação de equipamentos;
  16. 16. Despesas Ambientais• Constata-se que as despesas de natureza ambiental são principalmente despesas com a prevenção ou adequação do processo produtivo para atender as exigências legais e sociais.• O Grupo de Trabalho de Peritos das Nações Unidas (2001), relata que a identificação das despesas ambientais antes de se tornarem resíduos e emissões, geram outras despesas como:
  17. 17. Despesas Ambientais• - exaustões ambientais;• - gestão do meio ambiente;• - investigação e desenvolvimento de tecnologias mais limpas;• - auditoria ambiental.

×