Atps Econômia

165 visualizações

Publicada em

Trabalho de Faculdade 2014 - Atps de Econômia - EAD Anhanguera

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
165
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Atps Econômia

  1. 1. Universidade Anhanguera – UNIDERP - Centro de Educação a Distância Curso – Administração Turma 2ª série Disciplina – Economia Professora: Ma Renata M. G. Dalpiaz. Participantes: Adélio da Silva Castro – RA 419832 Claudemir Pedro Ambrósio – RA 415041 Silvio Aluísio – RA 421700 Wagner Vicentini - RA 7625691760 Gustavo César Cortezi – RA 418914 Nilton Aparecido Rocha – RA 7986728214 ATPS – Economia São José do Rio Preto - S.P, 17 de setembro de 2013
  2. 2. SUMÁRIO 1.0. Introdução PAG.3 2.0. Desenvolvimento PAG.3 2.1. Serviços de Instalação e Manutenção de Ar Condicionado PAG.3 2.2. Manutenção PAG.4 2.3. Evolução de Mercado PAG.5 2.4. Consumidor PAG.6 3.0. Considerações Finais PAG.10 4.0. Referências Bibliográficas PAG.10
  3. 3. 1.0 – INTRODUÇÃO Afim de entendermos todas as atribuições dentro do mercado profissional, bem como otimizar nossa tomada de decisão, identificar potencialidades e analisar o mercado, realizamos esta análise econômica sobre um item que não atende somente uma demanda regional. Vivemos em um país tropical e, devido as suas diversas mudanças de temperatura, eleva-se a procura pelos itens de Ar Condicionado e Ventilação. Através de pesquisas levantaremos as informações acerca da prestação de serviços relacionadas e este bem, assim como suas relações de demanda e oferta, custo de produção, indicadores regionais, políticas monetárias e fiscais e influências em economias internacionais. 1 - Ramo de móveis pré-moldados para escritório. Vendas de máquinas de ar condicionado Serviços de instalação e manutenção de ar condicionado 2.0 - DESENVOLVIMENTO 2.1 - Serviços de Instalação e Manutenção de Ar Condicionado Após o enorme crescimento do número de aparelhos de ar condicionado instalados nas residências brasileiras, houve também uma série de empresas que abriram para fazer a prestação de serviços desses aparelhos, como instalação e manutenção. No ramo de instalação de ar condicionado, pode haver muitas surpresas, com lugares muito altos, falta de espaço para a condensadora (motor), mas mesmo assim sempre há uma forma adequada para se fazer a instalação. Podemos dizer que essa área é corrompida por pessoas mal instruídas, que acabam barateando o valor da instalação, sem manter a qualidade do serviço. Nesses casos, um bom atendimento mostra segurança para o cliente, que passa reconhecer a importância de uma boa instalação, assim fica segura em fechar o negócio, mesmo pagando caro. Uma instalação de ar condicionado modelo Split de baixos BTUS (capacidade da máquina) custa em média R$450,00 reais, sendo que um instalador que trabalha por conta própria pode cobrar até á metade do preço, e nem sempre sendo um instalador especialista em ar condicionado (encanador, eletricista, pedreiro).
  4. 4. Dessa forma, uma empresa que assume um compromisso de qualidade, bom atendimento pode entrar no mercado, mesmo que tenha um valor de serviço à cima da média. Assim o cliente fica seguro quando ao respaldo que terá, caso aconteça alguma ocorrência. 2.2 - Manutenção: Realizando todas as manutenções periódicas, além de aumentar a vida útil de seu aparelho, também reduz o consumo de energia, e melhorando o desempenho da máquina. Assim o aparelho fica livre de bactérias responsáveis por causar doenças respiratórias. Seguindo o ramo de serviços ligados a instalação e manutenção de aparelho de ar condicionado, fomos a campo para saber como anda este mercado. Em entrevista com o gerente, Lucas Bevilaqua, da loja MaxRio Ar de São José do Rio Preto, podemos dizer que o faturamento anual, por baixo, gira em torno de 200 mil reais. Falando em estatística mensal os valores não variam muito. Nos meses quentes como o verão, há muita procura por instalações, pois se compra mais máquinas. Já no inverno a demanda maior é sobre as manutenções, mantendo assim a estatística sem grandes oscilações. Lucas ainda nos falou um pouco sobre as mudanças do consumidor. O gerente deixa claro que estes não são fez a marcas e estabelecimentos fixos, pois nem todas possuem o serviço agregado a venda de máquinas. A busca pela comodidade em encontrar todos os serviços prestados por um só local é alta, principalmente em épocas quentes, quando o cliente quer agilidade e segurança. Com o crescimento da cidade, mais prédios são construídos. Ainda na conversa, Lucas nos diz que apesar da modernização dos equipamentos com o Split, ainda há uma grande saída dos aparelhos de janela (ACJ). Mesmo não sendo uma máquina moderna, o clientela preferência em não alterar a estrutura do prédio e instalar um ar de janela devido aos valores de instalação que são mais baixos. 2.3 - Evolução do Mercado: Segundo fontes da Revista do Frio – Edição 231, o mercado de aparelhos de ar condicionado residenciais crescerá 5%, para o diretor da ABRAVA (Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento), o pior da crise do setor já passou e deve recuperar da acentuada queda do volume da instalação de ares ocorrido em outubro de
  5. 5. 2008, o aumento das vendas deve começar subir em setembro deste ano (2013). Apesar da escassez de crédito ter atingido em cheio o segmento da climatização doméstica, o que também ocasionou o aumento de custos para as empresas, o ramo de instalação continua forte e em breve estará melhor que nunca. Para enfrentar essa conjuntura, os fabricantes instalados no Brasil estão buscando reduzir as despesas e diminuir seus riscos financeiros, ao aumentar o rigor na concessão de crédito e buscar novos canais de distribuição. A constatação é do executivo Toshio Muramaki, diretor do departamento de fabricantes de ar condicionado residencial da ABRAVA. Podemos então entender que consequentemente o mercado de prestação de serviços aumenta de ar condicionado aumenta em consequência a venda de aparelhos residenciais e empresariais. No Brasil, existem várias empresas atuantes neste ramo, no gráfico abaixo, podemos conhecer as principais:
  6. 6. 2.4 - Consumidor: Para o consumidor, os fatores mais importantes para comprar um aparelho de ar condicionado são, preço, loja, marca e garantia. Para definir melhor a importância de cada coisa, trazemos outra pesquisa em gráfico também feito pela ABRAVA . EMPRESA DE MONTAGEM INSTALAÇÃO E LIMPEZA DE AR CONDICIONADO Custos de Produção e Montagem de Ar Condicionado: Ar Condicionado Modelo Split com controle remoto digital e desumidificador: DE 8000 Btus a 12000 Btus $600,00 a $1.200,00 - PREÇO DO PRODUTO DE FÁBRICA PARA REVENDA $200,00 a $ 450,00 - CUSTO DIRETO VARIÁVEL ( instalação, mão de obra, materiais)
  7. 7. +20% - DESPESAS FIXAS (aluguel, água, luz, fone, IPTU, gasto Veiculo, Administração, contador, etc.). +30% - DESPESAS VARIÁVEIS (impostos sobre o produto impostos com governo) $1200,00 a $2.470.00 TOTAL CUSTOS Custo Médio de Produção Ar Condicionado Modelo Split com controle remoto digital e desumidificador: DE 8000 a 12000 Btus: CUSTO MÉDIO INSTALADO É DE $1200,00 o DE 8000 Btus. CUSTO MÉDIO INSTALADO É DE $2470.00 o DE 12000 Btus AMBOS OS MAIS PROCURADOS DESTACANDO SOMENTE CUSTOS DE MÃO DE OBRA E MATERIAIS PARA INSTALAÇÃO, POIS A EMPRESA É DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS. Após análises, Podemos visualizar abaixo os 20 maiores PIBs do Estado de São Paulo: Posição Município Produto Interno Bruto (est. 2009) 1 São Paulo R$391 bilhões 2 Guarulhos R$32,4 bilhões 3 Campinas R$31,6 bilhões 4 Osasco R$31,5 bilhões 5 São Bernardo do Campo R$28,9 bilhões 6 Barueri R$26,7 bilhões 7 Santos R$24,6 bilhões 8 São José dos Campos R$22 bilhões 9 Jundiaí R$16,5 bilhões 10 Santo André R$14,7 bilhões Restantes (acima de R$1 bilhão) [editar]
  8. 8. Posição Município Produto Interno Bruto (est. 2009) 11 Ribeirão Preto R$14,6 bilhões 12 Sorocaba R$13,1 bilhões 13 Diadema R$10 bilhões 14 Piracicaba R$9,6 bilhões 15 São Caetano do Sul R$8,9 bilhões 16 Taubaté R$8,3 bilhões 17 São José do Rio Preto R$7,8 bilhões 18 Paulínia R$7,7 bilhões 19 Bauru R$6,8 bilhões 20 Sumaré R$6,4 bilhões Para o estudo, utilizamos como base as 10 primeiras cidades mais ricas: São Paulo, Guarulhos, Barueri, Campinas, Osasco, São Bernardo do Campo, Santos, São José dos Campos, Jundiaí e Santo André e fizemos um estudo aprofundado sobre as mesmas: São Paulo: PIB R$1,248 trilhão PIB per Capita R$30.243 Guarulhos: PIB: R$ 37.166.247 PIB per Capita: R$24.989,21 Barueri: PIB: R$ 26.908.070
  9. 9. PIB per capita: R$102.013,46 Campinas: PIB: R$ 31,06 bilhões PIB per capita: R$ 33 939,56 Osasco: PIB: R$36.389.000 PIB per Capita: R$ 54.403,24 São Bernardo do Campo: PIB: R$ 29 872 572,020 PIB per Capita: R$ 29 872 572,020 Santos: PIB: R$27.616 035,000 PIB per Capita: R$ 65 790,53 São José dos Campos: PIB: R$24.117.145 PIB per Capita: R$24.851 Jundiaí: PIB: R$15.106.548,900 PIB per Capita: R$43.442,33 Santo André: PIB: R$ 13.446.559,390 PIB per Capita: R$20.031,49 3.0 – CONSIDERAÇÕES FINAIS De acordo com as pesquisas realizadas sobre o bem, verificamos de diversas fontes, inclusive do ABRAVA – Associação Brasileira de Refrigeração, Ar condicionado, Ventilação e Aquecimento a visão positiva sobre suas aquisições visto as influências de mercado. As
  10. 10. pesquisas dizem que a valorização do dólar não traz pressão inflacionária e nem contaminação de preços devidos a insumos mais caros, pois há uma diversidade de fornecedores principalmente nacionais. Verificamos também que a influência da crise não afetou diretamente o mercado de Ar e Ventiladores. No Brasil os impactos da crise seriam positivos se, mesmo afetando modestamente, o governo segurasse a taxa Selic, resultando em aumento de mercado e oportunidades na demanda. 4.0 – REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS Folha Online. www.folha.uol.com.br Folha Uol. www.folha.uol.com.br Revista online ABRAVA. www.abrava.com.br

×