Da sala de aula às redes sociais
Adelina Silva
CEMRI - LabAV
"Educação, Ciência e Cultura na era Digital"
19 de fevereiro ...
2014, World Press Photo of the Year, Contemporary Issues , 1st prize singles , John Stanmeyer
Como?
ALGUNS EXEMPLOS
Paulo Alexandre Filho
“A bem dizer, mal começamos a habitar
esta casa nova que nem sequer acabámos
de construir. Muito embora as palavras
contin...
Da sala de aula às redes sociais
Da sala de aula às redes sociais
Da sala de aula às redes sociais
Da sala de aula às redes sociais
Da sala de aula às redes sociais
Da sala de aula às redes sociais
Da sala de aula às redes sociais
Da sala de aula às redes sociais
Da sala de aula às redes sociais
Da sala de aula às redes sociais
Da sala de aula às redes sociais
Da sala de aula às redes sociais
Da sala de aula às redes sociais
Da sala de aula às redes sociais
Da sala de aula às redes sociais
Da sala de aula às redes sociais
Da sala de aula às redes sociais
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Da sala de aula às redes sociais

612 visualizações

Publicada em

"Educação, Ciência e Cultura na Era Digital"
19 de fevereiro, ISCAP-IPP

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
612
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
120
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Da sala de aula às redes sociais

  1. 1. Da sala de aula às redes sociais Adelina Silva CEMRI - LabAV "Educação, Ciência e Cultura na era Digital" 19 de fevereiro de 2013
  2. 2. 2014, World Press Photo of the Year, Contemporary Issues , 1st prize singles , John Stanmeyer
  3. 3. Como? ALGUNS EXEMPLOS
  4. 4. Paulo Alexandre Filho
  5. 5. “A bem dizer, mal começamos a habitar esta casa nova que nem sequer acabámos de construir. Muito embora as palavras continuem a ser as mesmas, as noções de separação, de ausência, de distância, de retorno, já não contêm as mesmas realidades. Para a compreensão do mundo de hoje, usamos uma linguagem criada para o mundo de ontem. (...) Cada progresso nos empurrou um pouco mais para fora de hábitos que mal acabáramos de adquirir, e em boa verdade somos emigrantes que ainda não fundaram a sua pátria. Somos todos bárbaros jovens a quem novos brinquedos ainda deslumbram” . Adaptado de “A Terra dos Homens” (1995:39-40), Antoine de Saint–Exupéry

×