Bibliografia anotada_PLE

253 visualizações

Publicada em

Temática II da UC:Processos Pedagógicos em eLearning do Mestrado em Pedagogia do eLearning

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
253
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bibliografia anotada_PLE

  1. 1. Bibliografia Anotada 1 (Personal Learning Environments)Leite, Bruno (18/10/2011). Ensino Tec (Ensino e Tecnologias) - Personal Learning Environments.[site Online]. Disponível em:http://ensinotec.com/index.php?option=com_content&view=article&id=14&Itemid=58&showall=1Descrição:O site, de nome EnsinoTec (Ensino e Tecnologias) tem como objetivo divulgar as tecnologias noensino. No Menu Principal, situado ao lado esquerdo do site, podemos encontrar o tema PLE.Este tema no site está dividido em três tópicos descritivos, que são eles, Personal LearningEnvironment; O PLE deve conter?; Teorias para um PLE. Encontrando-se este último ainda emconstrução.No tópico, Personal Learning Environment, o autor, Bruno Leite começa por falar do conceitode PLE, dizendo que “Da noção de PLE, regista-se uma diversidade de perspetivas e enfoquesque tornam difícil chegar a uma única definição”, e logo de seguida apresenta algumasdefinições de PLE citadas por diferentes autores, tais como, Ron Lubensky (2006), GeorgeSiemens (2007), Attwell (2007), Wilson (2008) e Anderson (2007). Depois das definiçõesapresentadas por vários autores, Bruno Leites acrescenta “as definições de PLE variam entre osautores, alguns sugerem que os princípios dos PLE podem ser apresentados através de umsoftware, enquanto outros sugerem que um PLE deve ser entendido enquanto conceito e nãocomo uma ferramenta específica.”De seguida o autor continua a falar do PLE como conceito e mostra onde se baseia o PLE,explica o que são, o que incluí e o que compõe o PLE. Descreve através de uma fase do autor(Simões, 2010), o que é possível promover e para que serve o PLE na aprendizagem informal. Oautor fala do desenvolvimento dos PLE como uma resposta às várias mudanças sociais e àforma como as pessoas olham para o desenvolvimento da aprendizagem e do conhecimento,logo existe um crescimento e uma mudança nos ambientes pessoais de aprendizagem assimcomo nas pessoas. Continuando o tópico, é feita uma descrição que explica como osutilizadores podem utilizar os PLE relacionando-os com a sua aprendizagem pois estes sãovistos e descritos como recursos que ajudam o utilizador a gerir, a controlar a definir objetivose a comunicar com outros participantes no seu processo de aprendizagem. Para terminar estetópico, o autor descreve os PLE como ferramenta específica, definindo-os como uma aplicação,ou conjunto de aplicações utilizadas para organizar um processo de aprendizagem e realça quealguns autores defendem que os PLE devem utilizar ferramentas da Web 2.0 mas tambémrelações interpessoais entre aluno – aluno, aluno – professor.
  2. 2. No tópico, O PLE deve conter?, o autor começa por apresentar alguns pontos, seguido deopiniões de diferentes autores sobre o que os PLE devem conter. De seguida, destaca trêsprincípios referentes à aprendizagem e ao desenvolvimento pessoal: a Interação, a Usabilidadee a Relevância, descrevendo cada um deles. Depois é possível vermos um vídeo de Jordi Adellque descreve e divide um PLE em três partes principais e fala de algumas ferramentas eserviços de um PLE. No fim do tópico são identificadas, por Jordi Adell, algumas vantagens deum PLE.O tópico Teorias para um PLE, encontra-se ainda em construção.Para finalizar o tema o autor criou um tópico onde colocou todas as referências utilizadas paraa criação e desenvolvimento do tema PLE.Comentário:Bruno Leite, ao longo deste site, mais precisamente no tema PLE faz uma abordagem edescrição bastante completa sobre os PLE, utilizando em grande parte dos seus comentárioscitações de diferentes autores mas nunca deixando de mostrar as suas próprias conclusões.A forma como estruturou o tema, dividindo-o em três tópicos, dá uma maior usabilidade aosite e ao tema em questão, pois não prolonga demasiado a informação ao longo da página. Outilizador pode ler o tema por tópicos ou se preferir pode ler o documento seguido. Alinguagem utilizada é simples e direta facilitando a sua compreensão.Este tema, foi desenvolvido no site, a pouco mais de um ano, sendo que ainda se encontracom tópicos em construção e com o autor a fazer atualizações, sendo que a última foiregistada a 28 de Fevereiro de 2012, logo podemos dizer que as informações colocadas notema são atuais.Em termos gráficos, o site tem uma navegação bastante simples e direta, pois tem todos osmenus, sempre visíveis, em cima e ao lado esquerdo, podendo o utilizador mudar de menussempre que quiser e nunca se “perder” ao longo da navegação pelo site.
  3. 3. Bibliografia Anotada 2 (Personal Learning Environments)Almeida, Mst Celina (27/04/2010). Meu Ambiente Pessoal de Aprendizagem. [Vídeo noYoutube]. Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=VQg9iepcO7ADescrição:Este item é um vídeo, titulado de, Meu Ambiente Pessoal de Aprendizagem, com 5:09 minutosque se encontra alojado no youtube, e foi realizado por Celina Almeida para o Mestrado emTecnologia e Informática da Universidade de Vigo.A autora inicia a sua apresentação mostrando o tema que vai abordar, que é, PersonalLearning Environment e traduz para Ambiente de Aprendizagem Pessoal.Ao longo da apresentação, Celina Almeida, utiliza várias perguntas e respostas para abordar otema, sendo que a primeira pergunta é Personal Learning Environment, o que é? Depoisapresenta a sua resposta através de um slide. Em seguida aparece uma nova pergunta. Paraque serve? A resposta a esta pergunta é apresentada por tópicos em diferentes slides. Paradescrever a Definição de PLE, a autora utiliza a seguinte frase: “O Conceito de PersonalLearning Environment, representa o mais recente passo evolucionário para uma aprendizagemcentrada nos alunos.” Continuando com a apresentação, a autora justifica o porquê dosurgimento dos PLE e a sua Evolução. Seguidamente, mostra a importância dos PLE naAprendizagem ao longo da vida e na Aprendizagem informal. Aos 2:44/ 5:09 minutos daapresentação a autora mostra um exemplo de um PLE, seguido da Importância de ter um PLE,destacando, a responsabilidade, a aprendizagem contínua.A apresentação termina com alguns concelhos aos utilizadores de PLE, que podemos ver aolongo de diversos slides, tais como: “Explora tudo o que conseguires”, “Usa apenas o queprecisares”, “Sê criativo”, “Coloca o teu PLE na rede”. “Mas não te esqueça…” “Foca-te naaprendizagem”. “Podemos questionar tudo”… “e refletir”. “Colabore”… “Investigue”.”Enfim…APRENDA” A autora conclui, defendendo que todo o tipo de aprendizagem, precisa deuma organização pessoal e podemos encontrá-la presente num PLE.Ao longo da apresentação, alguns dos slides são acompanhados por imagens representativasdos tópicos e podemos ouvir música a longo de toda a apresentação.Comentário:Este vídeo sobre os Personal Learning Environment, está muito simples e direto. A autoratenta “jogar” com as perguntas e respostas, sendo muito objetiva e clara nas suas descrições.O tipo de letra utilizado e as frases curtas facilita a compreensão da informação e não torna a
  4. 4. apresentação aborrecida. A duração, sendo que é de 5 minutos e 9 segundos não éconsiderada uma apresentação muito longa o que, num primeiro contato, suscita interesse.Apesar do tempo, poder ser considerado, reduzido a autora, consegue mostrar e apresentaruma boa definição para PLE. O fundo azul utilizado na apresentação, foi muito bem pensado,pois é simples e não desvia a atenção e o leitor foca-se naquilo que realmente interessa que éo texto. Por outro lado acho que a escolha de uma música com letra, poderá não ser uma boaopção pois pode levar o leitor a dispersar, sendo mais indicado utilizar-se uma música apenasinstrumental.

×