A REVOLUÇÃO FRANCESA
( 1789 À 1799 )
A Tomada da Bastilha ( 14/07/1789 )
FICHA TÉCNICA:
. Início da revolta armada: 14/07/1789;
. Tomada da Bastilha: antiga Fortaleza Real que servia de
prisão e ...
Consequências:
- A notícia da tomada da Bastilha se espalha em
Paris e chega ao interior do país. Os camponeses
decidem, e...
Fases da Revolução Francesa ( 1789 – 1799 ):
a) Monarquia Constitucional ( 1789 à 1791 ): fim
do absolutismo e dos benefíc...
c) Diretório ( 1795 à 1799 ): retorno da Alta Burguesia ao
poder político; anulação das medidas estabelecidas no governo
a...
A Era Napoleônica ( 1804 à 1815 )
Napoleão Bonaparte com o apoio militar do seu
Exército e da própria Burguesia deu um gol...
A Coroação de Napoleão e de Josefina:
O Bloqueio Continental:
Em 1806, Napoleão decidiu provocar a crise e-
conômica da Inglaterra, principal nação arquini-
mig...
Desdobramentos: Portugal teve o seu território
invadido pelas tropas de Napoleão e por conta disso a
Família de Orleans te...
Obs: Na batalha de Leipzig ,em outubro de 1813, o exército de
Napoleão por uma coligação militar formada pela Inglaterra, ...
O Congresso de Viena:
Entre 2 de maio de 1814 e 9 de junho de 1815, repre-
sentantes da Inglaterra, Áustria, Prússia e Rús...
Blog: http://adautoprofhistoria26.blogspot.com.br/
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A revolução francesa ( 1789 à 1799 )

382 visualizações

Publicada em

A REVOLUÇÃO FRANCESA

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
382
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
96
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A revolução francesa ( 1789 à 1799 )

  1. 1. A REVOLUÇÃO FRANCESA ( 1789 À 1799 )
  2. 2. A Tomada da Bastilha ( 14/07/1789 )
  3. 3. FICHA TÉCNICA: . Início da revolta armada: 14/07/1789; . Tomada da Bastilha: antiga Fortaleza Real que servia de prisão e depósito de armas e munições; . Participantes da luta armada: membros da 3ª ordem ou “estado”: burguesia e trabalhadores rurais e urbanos; . Objetivo da revolta armada: destronar o monarca Luís XVI que representava o Antigo Regime ou o Absolutismo. Além disso contribuir para que a Burguesia ( girondinos: ban- queiros, grandes comerciantes e investidores ) ascendesse ao poder político na França do final do século XVIII.
  4. 4. Consequências: - A notícia da tomada da Bastilha se espalha em Paris e chega ao interior do país. Os camponeses decidem, então, invadir e confiscar os bens das propriedades rurais dos representantes do Clero e da nobreza. Algumas fazendas são incendiadas. Es- palha-se o pânico. Esse período entra para a histó- ria como o Grande Medo. - Temendo que suas propriedades rurais, também, fossem invadidas, os burgueses ricos estabelecem um documento baseado nas ideias iluministas – a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão.
  5. 5. Fases da Revolução Francesa ( 1789 – 1799 ): a) Monarquia Constitucional ( 1789 à 1791 ): fim do absolutismo e dos benefícios do Clero e da Nobreza; divisão do Poder Político em 3 esferas: Executivo ( Rei ); Legislativo ( deputados ) e Judiciário ( juízes ) e estabelecimento do voto censitário ( compro- vante de uma renda anual ) masculino = somente os cidadãos maiores de 18 anos podiam votar. Governo dos Girondinos – Alta Burguesia. b) Era do Terror ( 1792 à 1794 ): foi decretado o fim da escravidão nas colônias francesas; a limitação dos preços aos gêneros alimentícios ; tornou o ensino público e gratuito e criou o Museu do Louvre. Governo dos Jacobinos – Baixa Burguesia.
  6. 6. c) Diretório ( 1795 à 1799 ): retorno da Alta Burguesia ao poder político; anulação das medidas estabelecidas no governo anterior; prisões e guilhotinas aos opositores políticos. Obs: As revoltas populares eram constantes. A Burguesia não teve outra saída: entregou o poder nacional da França ao jovem comandante do Exército que vinha tendo êxito nas batalhas contra os países inimigos que queriam invadir o território – Napoleão Bonaparte.
  7. 7. A Era Napoleônica ( 1804 à 1815 ) Napoleão Bonaparte com o apoio militar do seu Exército e da própria Burguesia deu um golpe e assumiu o poder na França. Esse episódio ficou conhecido como 18 de Brumário. Através de um plebiscito ( consulta popular ), Na- poleão foi aceito como imperador pelos franceses. Bonaparte foi coroado monarca, em dezembro de 1804, na catedral de Notre-Dame.
  8. 8. A Coroação de Napoleão e de Josefina:
  9. 9. O Bloqueio Continental: Em 1806, Napoleão decidiu provocar a crise e- conômica da Inglaterra, principal nação arquini- miga da França. Segundo o decreto, nenhum país europeu poderia comprar ou vender mercadorias para os ingleses. Caso contrário, o país que deso- bedecesse teria o seu território invadido militar- mente pelas tropas francesas.
  10. 10. Desdobramentos: Portugal teve o seu território invadido pelas tropas de Napoleão e por conta disso a Família de Orleans teve que fugir para o Brasil, em 1807. Em 1812 foi a vez da Rússia. Bonaparte pretendia anexar o território, porém, acabou perdendo mais de 400 mil soldados franceses. Os soldados russos usaram a táti- ca da terra arrasada, incendiando casas e plantações, não deixando guaritas e nem tampouco alimentos para os fran- ceses. Associe a isso, o rigoroso inverno que foi implacá- vel para os soldados franceses que não suportaram o cli- ma extremamente baixo.
  11. 11. Obs: Na batalha de Leipzig ,em outubro de 1813, o exército de Napoleão por uma coligação militar formada pela Inglaterra, Áustria e Rússia. Foi enviado para a ilha de Elba, entre a Córsega e a costa italiana. Luís XVIII reassumiu o trono francês. A Monarquia Absoluta foi restabelecida. Napoleão Bonaparte permaneceu cerca de dois anos no exílio. Conseguiu fugir e direcionou-se rumo à Pariscom o apoio do Exército e do Povo. Napoleão destituiu Luís XVIII e por cerca de 3 meses voltou a ser maior autoridade do país. Na batalha de Waterloo, próximo da Bélgica, Napoleão voltou a ser derrotado pela coligação internacional. Desta vez, Napoleão Bonaparte foi exilado numa ilha africana chamada Santa Helena, vindo a falecer em 1821. Encerrava-se assim a Era Napoleônica.
  12. 12. O Congresso de Viena: Entre 2 de maio de 1814 e 9 de junho de 1815, repre- sentantes da Inglaterra, Áustria, Prússia e Rússia estive- ram reunidos em Viena. O principal objetivo era restaurar as monarquias absolu- tistas no mapa político europeu e redefinir suas frontei- ras bem antes da Revolução Liberal da França. Além disso foi criado um órgão militar – Santa Aliança – para repri- mir qualquer tentativa de revolução liberal que defendes- se a emancipação política.
  13. 13. Blog: http://adautoprofhistoria26.blogspot.com.br/

×