Allegrain

399 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Diversão e humor
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
399
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Allegrain

  1. 1. CHRISTOPHE GABRIEL ALLEGRAIN 1710 - 1795 Clique
  2. 2. Christophe Gabriel Allegrain - Auto-retrato
  3. 3. Christophe Gabriel Allegrain, escultor e pintor,  nasceu em 1710 em Paris, onde veio a falecer em 1795.  Estudou escultura ornamental e  aprendeu muito com Jean-Baptiste Pigalle.    Graduou-se, adotou o estilo Rococó e, em 1748, foi aceito como membro da Academia Real.
  4. 4. Diana Saindo do Banho - 1767
  5. 5. Diana Surpreendida por Acteon - 1778
  6. 6. Foi premiado e consagrado em 1751 ao apresentar a obra “Narcisus”, uma estatueta trabalhada em mármore representando a contemplação do seu reflexo na água. Essa obra foi destruída provavelmente em 1871, mas os seus registros foram conservados no detalhe de um desenho feito por Joseph Nollekens.
  7. 7. Paisagem com Apolo e uma Ninfa
  8. 8. Sua carreira foi fortemente influenciada por Pigalle, a quem se subordinava, colaborando no projeto de monumentos, incluindo o do Mausoléu do Marechal de Saxe - 1753, em mármore e bronze, em Strasburgo,  bem como no monumento em bronze a Luiz XV - 1765,  parcialmente destruído, no Palácio Real em Reims.
  9. 9. A fuga para o Egito - 1716
  10. 10.   Participou de projetos com outros escultores, tais como a estátua fêmea de pedra, uma estatueta de Sèvres, modelada por Jean-Baptiste Defernex em 1754. Em 1753 colaborou num desenho de François Boucher, atendendo encomenda de Madame de Pompadour para a sua leiteria na mansão de Crécy. 
  11. 11. Paisagem com Ruínas Romanas
  12. 12. <ul><li>O talento de Allegrain, </li></ul><ul><li>mesmo com as limitações que lhe eram impostas,  </li></ul><ul><li>era notório nos trabalhos em conjunto, </li></ul><ul><li>tanto no campo escultural </li></ul><ul><li>- nos traços dos retratos da arte funerária - </li></ul><ul><li>quanto no monumento </li></ul><ul><li>a Charles-Joseph de Pollinchove, 1763, </li></ul><ul><li>na Igreja de São Pierre, Douai, França. </li></ul>
  13. 13. Paisagem da Itália
  14. 14. Créditos Fundo musical: Melodia em Fá – Rubinstein Pesquisa e Produção: Mario Capelluto e Ida Aranha [email_address] Formatação: Elisabeth Victoria Rachaus [email_address] http://www.sabercultural.com

×