Primeiro seminário
de
Arte DE 2014 3º Ano B GRUPO 1
Apresenta
O Realismo
Realismo
O que foi?
Como Surgiu?
Abordavam temas sociais
Miséria, pobreza, corrupção Entre outros
Fidelidade à nature...
Características
Oposição ao Romantismo. Não há
envolvimento sentimental
Representação mais fiel da realidade
Visão crít...
Realismo e Romantismo
Romantismo Realismo
Subjetividade Objetividade
Imaginação Realidade circundante
Sentimento, emoção I...
Contexto histórico
 As ideias do Liberalismo e Democracia ganham mais
espaço
 As ciências evoluem e os métodos de experi...
Realismo no Brasil
No Brasil surgiu em 1881, com “Memórias
Póstumas da Brás Cubas” de Machado de Assis
e “O Mulato” de Al...
Pintura Realista
 Para os artistas, não cabia melhorar a natureza
 Nas pinturas deixou-se de lado os temas mitológicos,
...
Dentre os representantes da pintura realista podemos apontar
Gustave Courbet (1819-1877) "Moças peneirando trigo”
Édouard Manet
(1832-1883) "Olympia”.
Realismo na Arquitetura
 Os arquitetos e engenheiros procuram responder
adequadamente às novas necessidades urbanas,
cria...
Realismo na Escultura
 O escultor não se preocupou em recriar a realidade, mas sim mostrar
o ser como ele é
 Preferiam t...
Realismo na Literatura
 Os romances realistas abordavam temas polêmicos
para a sociedade da segunda metade do século XIX....
Realismo no Teatro
 Com o realismo, problemas do cotidiano das camadas
sociais mais baixas ocupam os palcos dos teatros
...
Obras e autores
O Ateneu, Raul Pompéia
Bom criolo, Adolfo caminha
Dona guidinha do poço, de Manoel de oliveira
Paiva
M...
O Realismo é uma reação contra o
Romantismo: O Romantismo era a
apoteose do sentimento; -o
Realismo é a anatomia do caráte...
O Realismo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O Realismo

1.678 visualizações

Publicada em

HISTORIA DO REALISMO RESUMO

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.678
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
48
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Realismo

  1. 1. Primeiro seminário de Arte DE 2014 3º Ano B GRUPO 1 Apresenta
  2. 2. O Realismo
  3. 3. Realismo O que foi? Como Surgiu? Abordavam temas sociais Miséria, pobreza, corrupção Entre outros Fidelidade à natureza  A angústia de um operário em greve famoso quadro de Hubertvon Herkomer, um dos maiores nomes da arte realista
  4. 4. Características Oposição ao Romantismo. Não há envolvimento sentimental Representação mais fiel da realidade Visão crítica denunciando a hipocrisia e corrupção da classe Influência dos métodos experimentais Representação do real do tal como é
  5. 5. Realismo e Romantismo Romantismo Realismo Subjetividade Objetividade Imaginação Realidade circundante Sentimento, emoção Inteligência, razão Verdade individual Verdade universal Fantasia Fatos observáveis Mulher idealizada, anjo da pureza e perfeição Mulher mostrada com seus defeitos e qualidades Linguagem culta, em estilo metafórico e poético Linguagem culta e direta
  6. 6. Contexto histórico  As ideias do Liberalismo e Democracia ganham mais espaço  As ciências evoluem e os métodos de experimentação e observação da realidade passam a ser vistos como os únicos capazes de explicar o mundo físico.  Houve uma transformação no aspecto social com o surgimento da população urbana, a desigualdade econômica e o aparecimento do proletariado.
  7. 7. Realismo no Brasil No Brasil surgiu em 1881, com “Memórias Póstumas da Brás Cubas” de Machado de Assis e “O Mulato” de Aluísio Azevedo As peças retratam a realidade do povo brasileiro Destaque para os principais problemas sociais Os personagens românticos dão espaço para trabalhadores e pessoas simples
  8. 8. Pintura Realista  Para os artistas, não cabia melhorar a natureza  Nas pinturas deixou-se de lado os temas mitológicos, bíblicos, históricos e literários  Com o surgimento da industrialização apresentou um grande número de trabalhadores nas cidades vivendo em condições precárias  Surge então a chamada “PINTURA SOCIAL”  Denunciando as injustiças e as imensas desigualdades entre a miséria dos trabalhadores e a opulência da burguesia.
  9. 9. Dentre os representantes da pintura realista podemos apontar Gustave Courbet (1819-1877) "Moças peneirando trigo”
  10. 10. Édouard Manet (1832-1883) "Olympia”.
  11. 11. Realismo na Arquitetura  Os arquitetos e engenheiros procuram responder adequadamente às novas necessidades urbanas, criadas pela industrialização.  Necessitavam de fábricas, estações ferroviárias, armazéns, lojas, bibliotecas, escolas, hospitais e moradias,  Servindo tanto para os operários quanto para a nova burguesia.
  12. 12. Realismo na Escultura  O escultor não se preocupou em recriar a realidade, mas sim mostrar o ser como ele é  Preferiam temas contemporâneos representando uma intenção política em suas obras  Dentre os escultores do período realista, o que mais se destaca é Auguste Rodin O Pensador seguramente sua obra mais conhecida.
  13. 13. Realismo na Literatura  Os romances realistas abordavam temas polêmicos para a sociedade da segunda metade do século XIX.  As instituições sociais são criticadas, assim como a Igreja Católica e a burguesia  Nas obras literárias deste período, os escritores também criticavam o preconceito, a intolerância e a exploração
  14. 14. Realismo no Teatro  Com o realismo, problemas do cotidiano das camadas sociais mais baixas ocupam os palcos dos teatros  O herói romântico é substituído por personagens do dia- a-dia e a linguagem torna-se coloquial  Os dramas demonstravam claramenteo presente da sociedade
  15. 15. Obras e autores O Ateneu, Raul Pompéia Bom criolo, Adolfo caminha Dona guidinha do poço, de Manoel de oliveira Paiva Memorias póstumas, Brás cubas (1881) Quincas Barba (1891) Dom Casemiro (1899)
  16. 16. O Realismo é uma reação contra o Romantismo: O Romantismo era a apoteose do sentimento; -o Realismo é a anatomia do caráter. É a crítica do homem. É a arte que nos pinta a nossos próprios olhos -para condenar o que houve de mau na nossa sociedade. (Eça de Queirós)

×