A Valorizacao das Praticas de Recursos Humanos no Desempenho Organizacional

1.440 visualizações

Publicada em

Suporte para a comunicacao no congresso internacional LIC'12

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.440
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Valorizacao das Praticas de Recursos Humanos no Desempenho Organizacional

  1. 1. A Valorização das Práticas de Recursos Humanos no Desempenho Organizacional Aquilino Felizardo Andrea Sousa
  2. 2. INTRODUÇÃO PORQUÊ? Mais produtividade ORGANIZAÇÕES Menos produtividadeFelizardo & Sousa, 2012
  3. 3. OBJETIVOS DE INVESTIGAÇÃO As organizações com maior produtividade ... Apostam em mais práticas de RH ? Investem mais em formação? Valorizam alguma(s) prática(s) em particular? ca  identificar as práticas de gestão de recursos humanos.  identificar os indicadores utilizados para aferir a influência dessas mesmas práticas no desempenho das organizações.Felizardo & Sousa, 2012
  4. 4. METODOLOGIA indústria Estudo exploratório 12 organizações comércio serviços Seleção da amostra 1) Revista Exame Expresso nº 322 – fev/2011 “100 best place to work” 2) Jornal das Beiras 23/09/2009 “500 maiores empresas da região centro” A amostra é constituida por 12 organizações representadas pelos seus Diretores /responsáveis pelo DRHFelizardo & Sousa, 2012
  5. 5. METODOLOGIA Caracterização da organização Entrevista Caracterização presencial aos diretores/ Práticas de RH do DRH responsáveis dos DRH Indicadores de avaliação ««« ANÁLISE DE CONTEÚDO »»»DFelizardo & Sousa, 2012
  6. 6. ENQUADRAMENTO TEÓRICO Abordagens teóricas de GRH Harvard Business School (Beer et al.,1984) “...no processo de gestão das pessoas estão envolvidas todas as decisões e acções de gestão que afectam a natureza da relação entre a organização e os empregados, os seus recursos humanos”. Melhores Práticas (Pfeffer & Veiga, 1999) Embora não exista um caminho melhor para gerir as pessoas, as organizações que se adaptam com maior sucesso ao novo contexto social e económico tendem a ser caracterizadas por um conjunto de práticas, estratégias e políticas de GRH bem definidos. Michigan Business School (Fombrun, Tichy & Devanna,1982) Estes autores propõem um quadro de gestão de recursos humanos estratégico que assume que as necessidades organizacionais vêm em primeiro lugar.Felizardo & Sousa, 2012
  7. 7. ENQUADRAMENTO TEÓRICO Práticas de Gestão de Recursos Humanos “A GRH consiste em medidas (políticas e processos) e atividades (recrutamento, desempenho, comunicação) que implicam RH e destinam-se a optimizar a eficiência e o desempenho por parte dos indivíduos e da organização.” Sekiou et al. (2001) “As actividades de gestão de recursos humanos (GRH) possuem um impacto muito significativo no desempenho e na realização (performance) individual e por conseguinte, na produtividade e na realização global de qualquer oragnização..” Bilhim (2007)Felizardo & Sousa, 2012
  8. 8. RESULTADOS / CONSIDERAÇÕES Caracterização das organizações Número de trabalhadores: de 42 a 800. Localização: Zona Centro Setor: Setor de serviços 1 Setor comercial 1 Setor industrial 10 Natureza: Integradas em grupo internacional 4 Integradas em grupo nacional 4 Nacionais não integradas em grupo 4Felizardo & Sousa, 2012
  9. 9. RESULTADOS/CONSIDERAÇÕES Caracterização dos Departamentos de Recursos Humanos 2 1 Integradas na administração 9 Dependentes dos departamentos financeiros Apenas com funções operacionais A maioria dos DRH (9) tem uma Influência muito ativa junto das suas administrações aquando da conceção/elaboração das estratégias organizacionais.Felizardo & Sousa, 2012
  10. 10. RESULTADOS/CONSIDERAÇÕES Práticas de Recursos Humanos  Recrutamento e seleção  Vínculo laboral  Acolhimento e integração  Formação  Avaliação de desempenho  Renumerações e compensações  Gestão de carreiras  Comunicação  Indicadores de desempenhoFelizardo & Sousa, 2012
  11. 11. CONCLUSÕES As organizações ... Apostam em mais práticas de RH? A maioria das organizações operacionalizam com maior rigor e exigência as práticas de acolhimento e integração, avaliação de desempenho, formação e comunicação. acolhimento e integração, avaliação de desempenho, formação e comunicação acolhimento e integração, avaliação de desempenho, formação e comunicação Investem mais em formação ? As maioria das organizações investem mais na formação dos seus trabalhadores, com ações de formação planeadas e adequadas em função das necessidades dos mesmos. Valorizam alguma(s) prática(s) em particular? A maioria das organizações valorizam a comunicação como meio de envolver os trabalhadores, o que leva a maior compromisso e satisfação dos trabalhadores.Felizardo & Sousa, 2012
  12. 12. CONCLUSÕES Como forma de medirem a influência das práticas de GRH no desempenho organizacional, identificamos como indicadores:  absentismo  turnover  satisfação dos trabalhadores  produtividade  satisfação de clientes  balanced scorecard  360 graus  custo por trabalhadorFelizardo & Sousa, 2012
  13. 13. CONCLUSÕES Subjacente à designação de práticas de recursos humanos está uma concepção direcionada para atrair, desenvolver e fidelizar os trabalhadores, tal como defende Bilhim. O uso de práticas que reforçam a abordagem das Melhores Práticas, tais como:  segurança no emprego  recrutamento seletivo  formação e desenvolvimento  elevadas retribuições / compensações  distinções de estatuto e barreiras reduzidas  oportunidades de carreira  partilha de informação financeira e de desempenho em que as pessoas e o modo de as gerir são os factores mais importantes de sucesso das organizações e vistos como principais ativos e fonte de vantagem competitiva.Felizardo & Sousa, 2012

×