O mistério de Marie      Rogêt               Edgar Allan Poe
Personagens                   Marie Rogêt = 22 anos, bonita, morava com sua mãe e  trabalhava para Monsieur Le Blanc, em...
 G.= Delegado de polícia, que investiga o crime. Por  não conseguir solucioná-lo contrata Dupin. Monsieur Jacques Saint...
 Valence= Também testemunha que afirma ter visto  Marie atravessar o Sena com um jovem moreno. Chevalier C. Auguste Dup...
Equívocos indutivos.              O jornal publica várias matérias sobre o suposto  assassinato de Marie, levantando sup...
 - Marie teria sido assassinada por uma gangue; - O corpo não foi mantido a margem do rio e sim  afundado e depois emer...
 O jornal afirma que ninguém viu a jovem depois que  saiu de sua casa. Assim não tinham evidências de  que o corpo encon...
Dupin esclarece                - O corpo da mulher é sempre mais leve e pode  flutuar mais facilmente, refutando o comen...
 O corpo não foi jogado no rio por assassinos, mas  deixado lá por uma pessoa que não tinha intenção de  matar e não era...
Prever o imprevisto                Para Dupin Marie planejou fugir com o oficial  marinheiro. Nome não revelado por ocu...
 A mãe de Marie sabia que ela iria encontrar o amante  pois presumiu que nunca mais veria a filha. Os objetos foram col...
 Dupin suspeita dos objetos encontrados por causa da  disposição deles. Não era natural. Estavam bem  arrumados.(p.69) ...
 Dupin afirma que há um só assassino e que depois de matá-la  arrependeu-se. Assim percorre o caminho até o rio carregan...
 O oficial não denunciou o crime porque se sentia  culpado. Finalmente, Dupin relaciona o assassino ao oficial  naval, ...
 Clique para editar o texto mestre    Segundo nível    Terceiro nível         Quarto nível             Quinto nível
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Misterio de marie roget complemento

5.563 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.563
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
252
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
51
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Misterio de marie roget complemento

  1. 1. O mistério de Marie Rogêt  Edgar Allan Poe
  2. 2. Personagens  Marie Rogêt = 22 anos, bonita, morava com sua mãe e trabalhava para Monsieur Le Blanc, em uma perfumaria. Seu nome é semelhante à Mary Cecilia Rogers, vendedora de charutos, assassinada em Nova Iorque. Madame Estelle Rogêt = Mãe de Marie Rogêt. Dona de uma pensão. Monsieur Le Blnac = Dono da perfumaria onde Marie trabalhava. A freguesia da loja era formada por perigosos aventureiros.
  3. 3.  G.= Delegado de polícia, que investiga o crime. Por não conseguir solucioná-lo contrata Dupin. Monsieur Jacques Saint- Eustache = Noivo de Marie. Monsieur Beauvais = Investigador e amigo íntimo de Marie. Madame Deluc = testemunha que afirma ter visto Marie acompanhada por um jovem de cor morena.
  4. 4.  Valence= Também testemunha que afirma ter visto Marie atravessar o Sena com um jovem moreno. Chevalier C. Auguste Dupin = Detetive incomun que solucionara “ O crime da rua Morgue”. Narrador = Amigo de Dupin. Narra em primeira pessoa, passando as impressões que lhe causaram os acontecimentos. Testemunha e interlocutor do raciocínio lógico e esclarecedor de Dupin.
  5. 5. Equívocos indutivos.  O jornal publica várias matérias sobre o suposto assassinato de Marie, levantando suposições preconceituosas : - A moça encontrada não seria Marie, por causa do tempo que um corpo leva para emergir; - Os parentes de Marie não teriam se importado com a sua morte; - Monsieur Beauvais seria suspeito por encobrir evidências e impedir que a família tivesse acesso ao corpo.
  6. 6.  - Marie teria sido assassinada por uma gangue; - O corpo não foi mantido a margem do rio e sim afundado e depois emergiu, para encobrir pistas dos assassinos. - O noivo seria suspeito por não apresentar álibis, porém ele comprova onde estava, e logo em seguida é encontrado morto próximo ao local onde o corpo de Marie foi deixado. Suicidou-se.
  7. 7.  O jornal afirma que ninguém viu a jovem depois que saiu de sua casa. Assim não tinham evidências de que o corpo encontrado era o de Marie. Le Comercial afirma que a moça foi enforcada com um pedaço da anágua, pois os bandidos não teriam nem um lenço nos bolsos.
  8. 8. Dupin esclarece  - O corpo da mulher é sempre mais leve e pode flutuar mais facilmente, refutando o comentário do jornal; Explicações científicas (p.37,38,39) - As evidências encontradas no corpo, roupa, modo de ajustar as ligas das meias, sapatos, flores do chapéu, pés, marcas no braço, refutam a ideia de ser outra pessoa, senão Marie.(p.40,41)
  9. 9.  O corpo não foi jogado no rio por assassinos, mas deixado lá por uma pessoa que não tinha intenção de matar e não era assassino profissional.(p.42) Marie teria passado por caminhos diferentes, onde não a conheciam e portanto não poderiam identificá- la. (p.43 e 50) Dupin observa que mesmo os bandidos carregavam lenços nos bolsos, naquela época e por isso a afirmação do jornal é infundada. (p.51)
  10. 10. Prever o imprevisto  Para Dupin Marie planejou fugir com o oficial marinheiro. Nome não revelado por ocupar um cargo público de alta patente. Nem mesmo investigaram o oficial naval. Existe uma relação do primeiro desaparecimento de Marie com o segundo. Seria insensato descartar essa possibilidade.
  11. 11.  A mãe de Marie sabia que ela iria encontrar o amante pois presumiu que nunca mais veria a filha. Os objetos foram colocados no matagal para encobrir o verdadeiro local do crime. Coincidindo com a notícia do jornal que teria sido colocada pelos próprios criminosos, para desviar as investigações. (ps.65,66,67,68)
  12. 12.  Dupin suspeita dos objetos encontrados por causa da disposição deles. Não era natural. Estavam bem arrumados.(p.69) Os pedaços do vestido encontrados no espinheiro eram retangulares e certos demais para terem sido feitos em uma luta. Foram propositalmente rasgados. (p.70) Não poderia ser uma gangue, porque a jovem seria dominada facilmente e não haveria luta, como atestava o jornal.
  13. 13.  Dupin afirma que há um só assassino e que depois de matá-la arrependeu-se. Assim percorre o caminho até o rio carregando o corpo deixando os objetos para trás. Visivelmente transtornado, comete erros e assombra-se com todos os ruídos da cidade.(p.73) Se fosse uma gangue o corpo não precisaria ser arrastado como foi. E nem precisariam da anágua para fazer um tipoia, afim de arrastar o corpo.(p.74,75) Madame Deluc denuncia a gangue, pois eles teriam comido e bebido em sua hospedaria e saíram sem pagar.(p.77)
  14. 14.  O oficial não denunciou o crime porque se sentia culpado. Finalmente, Dupin relaciona o assassino ao oficial naval, mas não o nomeia por razões obvias: alta patente. (p.81,82,83,84) A pressa do jornal em publicar variados elementos contraditórios e dissociados atestam a incompetência para um leitor perspicaz e atento.
  15. 15.  Clique para editar o texto mestre  Segundo nível  Terceiro nível  Quarto nível  Quinto nível

×