Apresentação - Gustavo - 23.08.2012

339 visualizações

Publicada em

GRUPO DA CUMBUCA - ACERTCON
1º APRESENTAÇÃO

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
339
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação - Gustavo - 23.08.2012

  1. 1. Gustavo Lopes Paiva
  2. 2. O Objetivo desta apresentação é transmitir objetivamente o que entendi do conteúdo doLivro GERENCIAMENTO PELAS DIRETRIZES, CAPÍTULO 2.
  3. 3.  1 - Conceito de Gerenciamento pelas Diretrizes; 2 - Conceito de Planejamento Estratégico; 3 - Método de Gerenciamento; 4 - Relacionamento entre o Gerenciamento pelas Diretrizes e o Gerenciamento da Rotina; 5 - Sistema de Gerenciamento pelas Diretrizes; 6 - Filosofia do Gerenciamento pelas Diretrizes;
  4. 4.  O GD é usado para o alcance de objetivos (metas) maiores, mais desafiadoras e até mesmo inatingíveis com o planejamento atual da organização; O GD depende de outros controles e gerenciamentos e para funcionar adequadamente; O GD visa atender as maiores dificuldades (problemas) em uma organização; O GD depende do comprometimento e foco de todos os envolvidos; O ponto de partida do GD é o Plano Anual (metas anuais) da organização, o que torna-se também necessário é o Plano de Médio e Longo Prazo;
  5. 5.  O PE é composto pelo GD e GRT; Dentro do PE, existem os seguintes Planos:  Plano Anual  Metas concretas;  Plano de ação para cada meta;  Orçamento;  Alinhamento das metas com o Plano de Longo Prazo;  Plano de Médio Prazo (3 anos)  Atualização do Plano anual;  Projeções financeiras para o atingimento das metas;  Alinhamento das metas com o Plano de Longo Prazo;  Plano de Longo Prazo (5 a 10 anos)  Definição de meios (estratégias) para atingir o que a organização visiona;  Estes meios (estratégias) visam mudanças necessárias no negócio, muitas vezes radicais para o atingimento e superação da visão da organização;
  6. 6.  O método mais importante a ser seguido no GD é o PDCA; O PDCA significa: P – Estabelecimento das Diretrizes; D – Execução das Medidas; C – Verificação; A – Reflexão; O método PDCA operacionaliza e faz com que o GD funcione na prática; É muito importante que todos os passos do PDCA sejam seguidos corretamente para o sucesso do GD.
  7. 7.  É importante entendermos que a base de todo o trabalho da organização é o Gerenciamento do Trabalho do dia-a-dia (GRT) e que o GD só será eficiente e funcionará se o GRT for vivido e praticado por todos da organização; O GRT visa a manutenção (continuidade) e melhorias incrementais no dia-a-dia e o GD visa a melhoria geral da organização, promovendo rompimentos para mudanças estratégicas e operacionais no GRT, necessárias para o atingimento do Plano de Longo Prazo; Muito importante, no relacionamento entre o GRT e o GD, existem dois tipos de melhorias, as incrementais e as rompedoras, as incrementais são definidas dentro do GRT e as rompedoras dentro do GD; É através da Padronização que os dois gerenciamentos se relacionam, sendo que o objetivo do GD é modificar e melhorar continuamente o GRT para o atingimento da Visão da organização;
  8. 8. Depois do Plano O Plano deve ser estabelecido, todosDiretrizes de Longo Prazo seguido por todos! deverão ser treinados!  Visão  EstratégiasDiretrizes Anuais  Metas P  Medidas (Táticas) Execução dosPlanos de Ação DVerificação Itens de controle Acompanhamento da Implementação do Plano C Diagnósticos Reflexão A A ênfase inicial deverá Após a padronização ser a padronização do do Sistema, a ênfase é Sistema! PRATICAR!
  9. 9.  O GD foi criado com base nas pessoas, é um sistema que necessita do esforço e empenho de todos os envolvidos; O GD é implantado nas organizações para promover MUDANÇAS necessárias para que resultados mais satisfatórios sejam alcançados e almejados. O GD não funciona sem mudanças!
  10. 10. O capítulo em questão apresenta um novo desafio comportamental paranós, envolvidos nas ações estratégicas do Grupo ACERTCON;Entendi a necessidade de termos os Planos Anuais, de médio Prazo e LongoPrazo para a nossa organização, bem como a criação do GRT, que nada maisé que a padronização do nosso trabalho no dia-a-dia.Acredito no GD porque este gerenciamento depende de inovação e pessoasenvolvidas!Quer algo diferente? Faça as coisas de maneira diferente! Só existem dois dias do ano em que nada pode ser feito.Um se chama ontem e o outro amanhã, portanto, hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver! (Tenzin Gyatso, Décimo Quarto Dalai Lama)

×