Objetivos    •     Dotar o Exército Brasileiro de capacidades que lhe proporcionem          condições operacionais para o ...
Objetivos    •     Atuar em situações de graves crises na segurança pública, como          eficaz reforço às forças de seg...
Objetivos    •     Empregar o Exército Brasileiro, no território nacional, para atender          possíveis demandas de eve...
Atividades e Concepção    1.   Aprovação do Escopo do Macroprojeto;    2.   Designação do Gerente e do Supervisor do Macro...
Atividades e Concepção    5.   Processo de licitação para a definição da empresa para elaborar o         Projeto Básico e ...
Atividades e Concepção    9.   Definição das Organizações Militares (OM) encarregadas dos         processos de licitação e...
Atividades de Implantação    Após a elaboração dos Projetos Básico e Executivo, serão iniciadas as    atividades de implan...
Atividades de Implantação    5.   Adestramento e validação das hipóteses de emprego da Brigada         Braço Forte; e    6...
Conceito de Soluções Críticas da BBF     • Conjunto de necessidades de software, interfaces,     elementos de transição, m...
Ações Prioritárias• Estrutura para atender as situações deemprego nos cenários de GLO e Defesa Civil,com emprego de recurs...
Empresa Responsável              • Centro privado de inovação, faz parte              do Porto Digital, no estado de      ...
Início das Atividades     • No dia 25 de outubro, foi assinado o contrato para a elaboração dos     Projetos Básico e Exec...
Organograma da Equipe de Projeto                                                 Gerente                                  ...
Matricialidade da Equipe de Projeto     Equipe Operacional                           Gerente                              ...
CronogramaEtapa • Plano de Projeto  1   • Estrutura Analítica de Projeto      • Cronograma de Fornecimento      • Plano de...
Modelagem dos Documentos de Projeto16
Modelagem dos Documentos de Projeto                                Pjto Básico                            + Gestão Pjto   ...
Modelagem de Documentos de Projeto                                                   Gestão Técnica BBF                   ...
Visão Operacional BBF     • Brigada de Infantaria Motorizada (Bda Inf Mtz) como referência     para o estudo das capacidad...
Interface Requisitos Operacionais | Requisitos Técnicos                             Documento de                          ...
Perspectivas Requisitos Técnicos                   Especificação de Sistema e Subsistemas                                 ...
Fim25
Macro projeto brigadabracoforte_fase1
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Macro projeto brigadabracoforte_fase1

533 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
533
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Macro projeto brigadabracoforte_fase1

  1. 1. Objetivos • Dotar o Exército Brasileiro de capacidades que lhe proporcionem condições operacionais para o apoio à sociedade nos quadros de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) e de Defesa Civil. • Possibilitar que o Exército seja empregado em ambientes de GLO e de Defesa Civil, exteriorizando uma imagem de eficiência e modernidade. • Atender a ocorrência de calamidades públicas com intenso impacto sobre a população, como enchentes e grandes períodos de seca que ensejam o emprego do Exército por sua elevada capacidade de coordenação, bem como por sua proximidade às regiões afetadas, constituindo vetor extremamente eficaz pela urgência de atuação no socorro e atendimento àquelas populações e em apoio à Defesa Civil dos Estados.1
  2. 2. Objetivos • Atuar em situações de graves crises na segurança pública, como eficaz reforço às forças de segurança já em presença, colaborando para a redução do tempo de solução da crise e para o restabelecimento da ordem no mais curto prazo possível. • Cooperar com as ações governamentais na promoção das atividades de interesse da segurança nacional, segurança pública e do desenvolvimento social e econômico. • Apoiar as instituições governamentais no combate contra delitos ambientais.2
  3. 3. Objetivos • Empregar o Exército Brasileiro, no território nacional, para atender possíveis demandas de eventos de grande magnitude, que ocorrerão a partir de 2013 (Copa das Confederações em 2013, Copa do Mundo de Futebol em 2014, Copa América em 2015, Jogos Olímpicos e Paraolímpicos em 2016).3
  4. 4. Atividades e Concepção 1. Aprovação do Escopo do Macroprojeto; 2. Designação do Gerente e do Supervisor do Macroprojeto, pelo Chefe do Estado-Maior do Exército, constante na Portaria Nº 23- EME, de 5 de abril de 2011; 3. Consulta preliminar a empresas identificadas como potencialmente capazes de assessorar o Exército na elaboração do Projeto Básico e Executivo do Macroprojeto Brigada Braço Forte - 1ª fase, com a finalidade de obter o valor de referência para a licitação; 4. Viabilização de recursos financeiros necessários à contratação da empresa de assessoria;4
  5. 5. Atividades e Concepção 5. Processo de licitação para a definição da empresa para elaborar o Projeto Básico e Executivo do Macroprojeto; 6. Contratação da empresa para elaborar o Projeto Básico e Executivo do Macroprojeto; 7. Elaboração de Projeto Básico e Executivo da BBF - 1ª fase, no prazo de 12 (doze) meses consecutivos, a contar da data da assinatura do contrato; 8. Viabilização de recursos financeiros necessários à implantação do Macroprojeto;5
  6. 6. Atividades e Concepção 9. Definição das Organizações Militares (OM) encarregadas dos processos de licitação e contratação das empresas fornecedoras dos bens e serviços da fase de implantação.6
  7. 7. Atividades de Implantação Após a elaboração dos Projetos Básico e Executivo, serão iniciadas as atividades de implantação da BBF: 1. Execução dos processos de licitação e contratação das empresas; 2. Recebimento dos bens e serviços das soluções críticas constantes do projeto pelas OM contratantes e início da vigência dos prazos de garantia; 3. Capacitação dos recursos humanos no uso das soluções críticas adquiridas e desenvolvidas; 4. Distribuição das soluções críticas para as OM contempladas no Macroprojeto;7
  8. 8. Atividades de Implantação 5. Adestramento e validação das hipóteses de emprego da Brigada Braço Forte; e 6. Acionamento da cadeia logística de manutenção dos sistemas durante e após o período de garantia.8
  9. 9. Conceito de Soluções Críticas da BBF • Conjunto de necessidades de software, interfaces, elementos de transição, materiais e serviços, os quais adquiridos ou desenvolvidos de maneira sistêmica, segundo padrões definidos de qualidade, configuração e capacitação, respeitando processos de logística e transferência de tecnologia, dotarão as OM contempladas pelo projeto da capacidade para desempenhar tarefas operacionais específicas nas condições previstas no escopo do Macroprojeto BBF – 1ª Fase.21
  10. 10. Ações Prioritárias• Estrutura para atender as situações deemprego nos cenários de GLO e Defesa Civil,com emprego de recursos materiais modernose de tecnologia avançada com impacto noemprego do combatente.• Programa de capacitação e treinamento parapotencializar a eficácia do emprego dassoluções críticas adquiridas e desenvolvidas. Norecurso humano incidirá a responsabilidade pelaeficácia da atuação da BBF.8
  11. 11. Empresa Responsável • Centro privado de inovação, faz parte do Porto Digital, no estado de Pernambuco, cria produtos, serviços e empresas com Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). • Desde 1996, desenvolve produtos e serviços que cobrem todo o processo de geração de inovação para empresas e indústrias em setores como telecomunicações, eletroeletrônicos, automação comercial, financeiro, mídia, energia, saúde e agronegócios.12
  12. 12. Início das Atividades • No dia 25 de outubro, foi assinado o contrato para a elaboração dos Projetos Básico e Executivo necessários à implantação do Macroprojeto Brigada Braço Forte – 1ª fase, no valor de R$ 9.900.985,29 (nove milhões, novecentos mil, novecentos e oitenta e cinco Reais e vinte e nove centavos). • No dia 1º de novembro, foi realizada a reunião de “kick-off”, com os objetivos de apresentar o planejamento da elaboração dos projetos básico e executivo da BBF, apresentar os principais riscos, planos de contingência e/ou mitigação e comunicar sobre os compromissos e responsabilidades. Participaram da reunião os consultores militares, analistas e engenheiros contratados pela empresa C.E.S.A.R., representantes do EME, do COTER e do CCOMGEx.13
  13. 13. Organograma da Equipe de Projeto Gerente Analista Secretária Financeiro e Contábil Líder da Equipe Líder da Equipe Líder da Equipe Líder da Equipe Líder da Equipe de Integração e de C2 de Inteligência de M, CM, P de Logística Manobra Analistas Analistas Analistas Analistas Analistas Militares Militares Militares Militares Militares Técnicos Técnicos Técnicos Técnicos Técnicos14
  14. 14. Matricialidade da Equipe de Projeto Equipe Operacional Gerente Equipe de Analista Engenharia Secretária Financeiro e Contábil Líder da Equipe Líder da Equipe Líder da Equipe Líder da Equipe Líder da Equipe de Integração e de C2 de Inteligência de M, CM, P de Logística Manobra Analistas Analistas Analistas Analistas Analistas Militares Militares Militares Militares Militares Técnicos Técnicos Técnicos Técnicos Técnicos15
  15. 15. CronogramaEtapa • Plano de Projeto 1 • Estrutura Analítica de Projeto • Cronograma de Fornecimento • Plano de Gerenciamento de SistemasEtapa • Plano de Gerenciamento de Configuração 2 • Plano de Garantia da Qualidade • Plano de Desenvolvimento de Software • Estudo de Impacto Social • Plano de Transferência de TecnologiaEtapa • Descrição Arquitetural Integrada 3 • Especificação de Sistema e Subsistemas • Plano Operacional • Conceito de OperaçõesEtapa • Documento de Capacidades Iniciais 4 • Plano Executivo • Plano de Suporte LogísticoEtapa • Plano Mestre de Teste 5 • Plano de Treinamento • Especificação de Requisito de Software • Especificação de Requisitos de InterfaceEtapa • Plano de Transição de Sistemas 6 • Documento de Projeto de Interface • Documento de Requisito de InterfaceEtapa • Proposta de Termo de Referência 7 • Minuta de Edital • Minuta de Contrato17
  16. 16. Modelagem dos Documentos de Projeto16
  17. 17. Modelagem dos Documentos de Projeto Pjto Básico + Gestão Pjto + Gestão Técnica + Gestão Requisitos + Gestão Operacional Técnicos Pjto Executivo Plano Executivo Termo de Referência Minuta de Edital Minuta de Contrato16
  18. 18. Modelagem de Documentos de Projeto Gestão Técnica BBF Estudo de Impacto Social Plano de Transferência de Tecnologia Gestão Pjt BBF Plano de Gerenciamento de configurações Plano de Projeto Plano de Garantia da Qualidade Estrutura Analítica de Projeto Plano de Desenvolvimento de Software Cronograma de Fornecimento Plano de Suporte Logístico Plano de Gerenciamento de Engenharia Plano Mestre de Testes de Sistemas Plano de Treinamento Plano de Transição de Sistemas Pjto Básico Gestão de Requisitos Técnicos BBF Especificação de Sistema e Subsistemas + Gestão Pjto + Gestão Técnica Gestão Operacional BBF Descrição Arquitetural Integrada Plano Operacional Especificação de Requisito de Software Documento de Capacidades Iniciais Especificação de Requisito de Interface Conceito de Operações Documento de Projeto de Interface + Gestão Requisitos Documento de Requisito de Instalações + Gestão Operacional Técnicos18
  19. 19. Visão Operacional BBF • Brigada de Infantaria Motorizada (Bda Inf Mtz) como referência para o estudo das capacidades necessárias • Sistemas Operacionais – Manobra – Comando e Controle – Inteligência – Mobilidade, Contramobilidade e Proteção – Logística – Apoio de Fogo e Defesa Antiaérea suprimidos • Premissa: integração com SISFRON e outros projetos em andamento18
  20. 20. Interface Requisitos Operacionais | Requisitos Técnicos Documento de Capacidades Iniciais Requisitos Operacionais Soluções críticas Requisitos Técnicos20
  21. 21. Perspectivas Requisitos Técnicos Especificação de Sistema e Subsistemas Interfaces Transição Requisitos Software Técnicos Materiais e Serviços21
  22. 22. Fim25

×