E Commerce Apresentacao Final

18.821 visualizações

Publicada em

Trabalho para a disciplina Sistemas de Informação Empresarial, subordinado ao tema Comércio Electrónico.

  • GANHE R$123,00 POR DIA COM SEU CELULAR

    Lançado o maior projeto de MMN que o país já viu.

    Sem taxa de adesão, sem mensalidade, inteiramente grátis.

    Faça seu cadastro:

    http://www.paysms.com.br/cadastro.php?p=10086
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui

E Commerce Apresentacao Final

  1. 1. Apresentação <ul><li>Vera Vicente </li></ul><ul><li> Nuno Mestre </li></ul><ul><li>João Paulo Lopes </li></ul>
  2. 2. m-Commerce B2B B2C
  3. 3. Sumário <ul><li>1- Introdução </li></ul><ul><li>2-Definição de e-commerce </li></ul><ul><li>Tipos de e-commerce </li></ul><ul><li>Tecnologias impulsionadoras </li></ul><ul><li>Modelo de Rendimento </li></ul><ul><li>Modelos de Negócio </li></ul><ul><li>3-Definição de m-commerce </li></ul><ul><li>Evolução das Tecnologias Moveis </li></ul><ul><li>Serviços de m-commerce </li></ul><ul><li>Mopas </li></ul><ul><li>WinRest Mobile </li></ul>
  4. 4. Sumário <ul><li>4 – Vantagens e Desvantagens do E-Commerce </li></ul><ul><li>5 – Sistema de Pagamentos </li></ul><ul><li>Métodos de Pagamento </li></ul><ul><li> Limitações de Sistema de Pagamentos </li></ul><ul><li>6 – Segurança </li></ul><ul><li> Requesitos de Segurança </li></ul><ul><li> Tipos de Ataque </li></ul><ul><li> Ferramentas de Segurança </li></ul><ul><li> Ameaças </li></ul>
  5. 5. Sumário <ul><li>7- Caso de Estudo </li></ul><ul><li>Econstroi.com </li></ul><ul><li>8- Referências </li></ul>
  6. 6. Introdução ...antes de mais, como era o comércio : No inicio o comércio era realizado através de troca por troca. Depois os produtos passaram a ter um valor monetário. Hoje em dia, o comércio encontra-se cada vez mais ao serviço do consumidor. 22-05-2007
  7. 7. e-Commerce O que é o comércio electrónico? Definição : Comércio electrónico é a realização de transacções e transferências de fundos electrónicamente, especialmente na Internet. 22-05-2007
  8. 8. e-Commerce Bubble Burst 22-05-2007
  9. 9. Tecnologias impulsionadoras : e-Commerce 22-05-2007
  10. 10. e-Commerce Modelo de rendimento : <ul><li>Publicidade </li></ul><ul><li>Subscrição </li></ul><ul><li>Cobrança de taxa por transacção </li></ul><ul><li>Vendas </li></ul><ul><li>Afiliação </li></ul>22-05-2007
  11. 11. e-Commerce Modelos de negócio : Portal 22-05-2007
  12. 12. e-Commerce Modelos de negócio : E-tailer 22-05-2007
  13. 13. e-Commerce Modelos de negócio : Content Provider 22-05-2007
  14. 14. e-Commerce Modelos de negócio : Transaction Broker 22-05-2007
  15. 15. e-Commerce Modelos de negócio : Criador de Mercados 22-05-2007
  16. 16. e-Commerce Modelos de negócio : Fornecedor de Serviços 22-05-2007
  17. 17. e-Commerce Modelos de negócio : Community Provider 22-05-2007
  18. 18. m-Commerce M-Commerce diz respeito ao uso de um dispositivo móvel ou ubíquo para efectuar transferências de um valor monetário em troca de informação, serviços ou bens. M-Commerce pode realizar-se atravéz de computadores portáteis, telemóveis e PDA’s. 22-05-2007
  19. 19. m-Commerce Evolução das tecnologias de telemóveis : 1G – Quase todos os sistemas ou standards desta geração eram analógicos, onde o tráfego principal era a voz. 2G – Todos os sistemas ou standards desta geração eram digitais. Surgimento do GSM e GPRS. 3G – Os sistemas ou standards desta geração, são um refinamento dos da geração anterior. 4G – Prevista para 2012, onde já se fala de taxas de transferência de dados 260 vezes mais rápida. 22-05-2007
  20. 20. m-Commerce Serviços de m-Commerce: <ul><li>Compra de wallpapers, screensavers, jogos, toques; </li></ul><ul><li>Reservar bilhetes de avião; </li></ul><ul><li>Reservar mesa num restaurante; </li></ul><ul><li>Comprar bilhetes para o cinema; </li></ul><ul><li>Comprar livros, DVD’s, CD’s, etc..., numa loja on-line; </li></ul><ul><li>Pagar contas; </li></ul><ul><li>Mobile banking; </li></ul><ul><li>Jogar on-line; </li></ul><ul><li>Aceder a informação (ex: desporto, tempo, bolsa,etc...); </li></ul><ul><li>Pagar parque de estacionamento (ex: MOPAS); </li></ul>22-05-2007
  21. 21. m-Commerce MOPAS ( Mobile Parking System ) Serviço de estacionamento através de telemóvel 22-05-2007
  22. 22. m-Commerce O que é necessário para usar o sistema MOPAS? <ul><li>Registo no Website ou Call Center do MOPAS </li></ul><ul><li>Um telemóvel </li></ul>22-05-2007
  23. 23. m-Commerce Registo do estacionamento 06282195954711 Thanks for using MOPAS Your parking Starts at 10:37 Maximum park Duration: 2 hours 22-05-2007
  24. 24. m-Commerce Finalização do registo do estacionamento 06282195954711 Thanks for using MOPAS Your park time was 37 minutes Parking charge 1,20€ 22-05-2007
  25. 25. m-Commerce Como saber se o veículo está registado no serviço MOPAS? <ul><li>Os dispositivos móveis do MOPAS disponibilizam informações sobre todos os veículos que foram estacionados através do sistema, inclusive dados específicos como : </li></ul><ul><li>Número da carta de condução; </li></ul><ul><li>Início do registo de estacionamento; </li></ul><ul><li>Excesso cometido face à duração máxima do </li></ul><ul><li>tempo de estacionamento . </li></ul>22-05-2007
  26. 26. m-Commerce WinRest Mobile 22-05-2007
  27. 27. m-Commerce Qual é a diferença? <ul><li>Agora o WinRest corre no servidor, e os postos que forem necessários; </li></ul><ul><li>Os postos(PDA) tem de ser configurados para mostrar a sua interface remotamente; </li></ul><ul><li>Maior fiabilidade, pois se houver algum problema com o PDA não se vai perder informação, está no servidor; </li></ul><ul><li>O modo de comunicação é através de WLAN 802.11 ou Bluetooth. </li></ul>22-05-2007
  28. 28. B2* Tipos de e-Commerce: <ul><li>B2B(Business-to-Business); </li></ul><ul><li>B2C(Business-to-Consumer); </li></ul><ul><li>B2A(Business-to-Administration); </li></ul><ul><li>B2E(Business-to-Employee); </li></ul><ul><li>B2G(Business-to-Government); </li></ul><ul><li>C2C(Consumer-to-Consumer); </li></ul><ul><li>C2A(Consumer-to-Administration); </li></ul>22-05-2007
  29. 29. Vantagens <ul><li>Acesso a um mercado global </li></ul><ul><li>Personalização dos produtos e serviços </li></ul><ul><li>Aumento da produtividade, da competitividade e da qualidade </li></ul><ul><li>Serviços permanentemente operacionais </li></ul><ul><li>Maior eficiência na distribuição dos produtos </li></ul><ul><li>Redução dos custos de transacção </li></ul><ul><li>Novas empresas, novos serviços e novos modelos de negócio </li></ul>22-05-2007
  30. 30. Desvantagens <ul><li>Dependência excessiva das TIC </li></ul><ul><li>Insegurança ao nível das transacções e pagamentos electrónicos </li></ul><ul><li>Elevado custo das telecomunicações </li></ul><ul><li>Insegurança quanto à jurisdição e lei aplicável </li></ul><ul><li>Cultura de mercados avessa às formas comercias electrónicas </li></ul><ul><li>Desequilíbrio no desenvolvimento económico e a infoexclusão </li></ul><ul><li>Privacidade e segurança na recolha de dados pessoais </li></ul>22-05-2007
  31. 31. Pagamentos 22-05-2007
  32. 32. Pagamentos <ul><li>Pagamento digital com cartão de crédito </li></ul><ul><li>(Ex:Ic verify) </li></ul><ul><li>Carteira Digital </li></ul><ul><li>(Ex:Gator) </li></ul><ul><li>Pagamento com Saldo Acumulado </li></ul><ul><li>(Ex:QPASS) </li></ul><ul><li>Contas Digitais </li></ul><ul><li>(AmericanExpress) </li></ul>22-05-2007
  33. 33. <ul><li>Dinheiro Digital </li></ul><ul><li>(Ex: eCoin.net) </li></ul><ul><li>Pagamentos P2P </li></ul><ul><li>(Ex: PayPal) </li></ul><ul><li>Cheques Digitais </li></ul><ul><li>(Ex: MoneyZap) </li></ul><ul><li>Facturação e Pagamento Electrónico </li></ul><ul><li>(Ex: CheckFree) </li></ul>Pagamentos 22-05-2007
  34. 34. Limitações dos Sist. Pagamento Electrónicos <ul><li>Segurança </li></ul><ul><li>Risco para o Vendedor </li></ul><ul><li>Custo </li></ul><ul><li>Equidade social </li></ul>22-05-2007
  35. 35. Segurança 22-05-2007
  36. 36. Requisitos de Segurança <ul><li>Confidencialidade </li></ul><ul><li>Integridade </li></ul><ul><li>Autenticação </li></ul><ul><li>Não-Repúdio </li></ul><ul><li>Disponibilidade </li></ul><ul><li>Controlo de Acessos </li></ul>22-05-2007
  37. 37. Tipos de Ataque <ul><li>Ataques Passivos </li></ul><ul><li>Ataques Activos </li></ul><ul><li>Ataques Denial of Service </li></ul><ul><li>Sniffing </li></ul><ul><li>Insider Jobs </li></ul>22-05-2007
  38. 38. Ferramentas de Segurança 22-05-2007
  39. 39. Ameaças – Falta de Segurança <ul><li>Visualização </li></ul><ul><li>Ver o número do cartão de crédito </li></ul><ul><li>gravação de uma conversa sensível </li></ul><ul><li>intercepção de informação secreta </li></ul><ul><li>Alteração (Tampering) </li></ul><ul><li>Alteração de uma ordem de encomenda </li></ul>22-05-2007
  40. 40. Ameaças- Falta de Segurança <ul><li>Personificação (Impersonation) </li></ul><ul><li>Spoofing </li></ul><ul><li>Disfarce (Misrepresentation) </li></ul>22-05-2007
  41. 41. econstroi . com study case Sistemas de Informação E mpresarial 06/07 22-05-2007
  42. 42. A econstroi é hoje reconhecida internacionalmente como umas das mais destacadas iniciativas de sucesso a nível de mercado B2B . econstroi . com 22-05-2007
  43. 43. Objectivos do Site <ul><li>Modernizar; </li></ul><ul><li>Eficácia; </li></ul><ul><li>Integração com os restantes processos; </li></ul><ul><li>Manipulação e tratamento de elevadas quantidades de informação. </li></ul>econstroi . com 22-05-2007
  44. 44. econstroi . com Processo de compra e venda 22-05-2007
  45. 45. econstroi . com Tecnologias de informação utilizadas: 22-05-2007 Servidor MS Windows 2000 Server Base de dados MS SQL Server 2000 Nível de aplicações VBasic, XML, XSLT, C# Páginas ASP Acesso a dados XML, XSLT, SOAP, OPEN XML
  46. 46. econstroi . com Modelos de negócio: <ul><li>Portal </li></ul><ul><li>Criador de mercados </li></ul>Modelo de rendimento: <ul><li>Cobrança de taxa por transacção </li></ul>22-05-2007
  47. 47. econstroi . com Segurança: <ul><li>SSL 3.0 (Secure Socket Layer) - com chaves de encriptação de 128 bits, certificado pela Verisign. </li></ul>Pagamentos: <ul><li>Pagamento digital com cartão de crédito; </li></ul>22-05-2007
  48. 48. Conclusão <ul><li>Cada vez mais as pessoas/ empresas aderem ao comercio electrónico; </li></ul><ul><li>As empresas obtêm o ROI (return of investement) mais cedo; </li></ul><ul><li>Mais e melhor segurança; </li></ul><ul><li>Ubiquidade; </li></ul><ul><li>Globalização. </li></ul>22-05-2007
  49. 49. Referências <ul><li>ACEP – www.comercioelectronico.pt </li></ul><ul><li>Comércio Electrónico – Disciplina leccionada na FEUALG, </li></ul><ul><li>pelo professor Xaveiro, Tony. </li></ul><ul><li>E-Commerce and M-Commerce technologies, P. Candace Deans </li></ul><ul><li>University of Richmond, USA </li></ul><ul><li>METICUBE – www.meticube.com </li></ul><ul><li>Segurança nos Web Services no comércio electrónico móvel – Ricardo Martins, Jorge Rocha e Pedro Henriques – Universidade do Minho. </li></ul>22-05-2007
  50. 50. Final http:// www.academicsteam.blogspot.com/ 22-05-2007

×