OS DESAFIOS DOS  PROFISSIONAIS DESUSTENTABILIDADE -           ABRAPS     | Fernando Rossetti
O GIFE                                                         MissãoAperfeiçoar e difundir conceitos e práticas do uso de...
EVOLUÇÃO DO QUADRO DE ASSOCIADOS
PESQUISA DE REMUNERAÇÃO GIFE                       2011      27 fundações e institutos ( associados GIFE)                 ...
PESQUISA DE REMUNERAÇÃO                  Análise do Mix de Remuneração por Nível Hierárquico  Salário base de fundações e ...
PESQUISA – O perfil do profissional           do investimento social                           FGV e GIFE
PESQUISA                    O perfil do profissional do investimento social Objetivo: entender o perfil, as característic...
PERFIL DO RESPONDENTE    IDADE: entre 25 e 44 anos (71%)
PERFIL DO RESPONDENTEFORMAÇÃO: 80% com mais do que graduação
PERFIL DO RESPONDENTEFORMAÇÃO: predomínio de ciências humanas aplicadas                                      Outros:      ...
PERFIL DO RESPONDENTEFORMAÇÃO:quase 80% faz ou pretende fazer cursos nos                                     próximos anos...
O PROFISSIONAL DO ISPNÍVEL HIERÁRQUICO: respondentes de todos os níveis                                     hierárquicos  ...
O PROFISSIONAL DO ISPTEMPO DEDICADO: respondentes de fato trabalham com                                 investimento social
O PROFISSIONAL DO ISP                                                     COMO DEFINE SEU TRABALHO?          Definição res...
O PROFISSIONAL DO ISP               TRAJETÓRIA: equilibrio entre origem empresarial e social                 Trajetória re...
O PROFISSIONAL DO ISP                                                                                         ATIVIDADES  ...
O PROFISSIONAL DO ISP                                       OUTRAS ATIVIDADES (selecionadas) Contabilidade de projetos so...
O PROFISSIONAL DO ISPDESAFIOS: gerar impacto e conciliar interesses diferentes                                            ...
O PROFISSIONAL DO ISPVALORES E PRINCÍPIOS ÉTICOS: competência e comprometimento
O PROFISSIONAL DO ISP                                        MOTIVAÇÃO: a palavra do respondente                          ...
O PROFISSIONAL DO ISP    RESUMO: perfil típico do profissional do investimento social Gerente Dedica 100% do tempo ao IS...
O PROFISSIONAL DO ISPO QUE O MOTIVOU A TRABALHAR? (nuvem de palavras)
OBRIGADO!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Os Desafios dos Profissionais de Sustentabilidade, por Fernando Rossetti

463 visualizações

Publicada em

Apresentação de Fernando Rossetti do GIFE na mesa de debate "Os Desafios dos Profissionais de Sustentabilidade" no 1º Encontro Nacional de Profissionais de Sustentabilidade.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
463
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Salário base: salário + adicionais fixos Variável: incentivos de curto prazo Salário base + variável + benefícios = remuneração total - Não há grandes disparidades entre o salário base daqueles que trabalham em investidores sociais dos profissionais da iniciativa privada. A diferença se encontra nos benefícios e na remuneração variável que aumenta a remuneração total do segundo grupo. - A pesquisa mostrou que quanto mais ao topo da hierarquia (dos cargos de gerência à presidência), maiores são os benefícios e a adoção de práticas de remuneração variável (que podem representar entre 20 a 30% da remuneração total). Porém, esses cargos mostram maior discrepância com os rendimentos e benefícios de profissionais do setor privado, que recebem significativamente mais. Um exemplo é a concessão de automóvel para os presidentes das organizações. Enquanto no setor privado a prática fica em trono de 85%, no setor pesquisado, o benefício não chega a 15%.
  • No geral, equilíbrio de gênero, mas há mais diretores homens do que mulheres, proporcionalmente
  • 3 dos 4 últimos termos: solidariedade, caridade e compaixão (- de 10 votos somados)
  • 3 dos 4 últimos termos: solidariedade, caridade e compaixão (- de 10 votos somados)
  • Os Desafios dos Profissionais de Sustentabilidade, por Fernando Rossetti

    1. 1. OS DESAFIOS DOS PROFISSIONAIS DESUSTENTABILIDADE - ABRAPS | Fernando Rossetti
    2. 2. O GIFE MissãoAperfeiçoar e difundir conceitos e práticas do uso de recursos privados para o desenvolvimento do bem comum. ObjetivoContribuir para a promoção do desenvolvimento sustentável do Brasil, por meio do fortalecimento político-institucional e do apoio à atuação estratégica de institutos e fundações de origem empresarial e deoutras entidades privadas que realizam investimento social voluntário e sistemático, voltado para o interesse público.
    3. 3. EVOLUÇÃO DO QUADRO DE ASSOCIADOS
    4. 4. PESQUISA DE REMUNERAÇÃO GIFE 2011 27 fundações e institutos ( associados GIFE) 52 níveis e cargos pesquisados 1219 ocupantes
    5. 5. PESQUISA DE REMUNERAÇÃO Análise do Mix de Remuneração por Nível Hierárquico Salário base de fundações e institutos é similar ao da iniciativa privadaFonte: HayGroup
    6. 6. PESQUISA – O perfil do profissional do investimento social FGV e GIFE
    7. 7. PESQUISA O perfil do profissional do investimento social Objetivo: entender o perfil, as características, os desafios e os valores do profissional de investimento social Parceria GIFE –FGV (Mario Aquino e Fernando Nogueira) Realizada entre 24 de fevereiro e 9 de março de 2012 Universo: mailing dos associados GIFE 1547 contatos / endereços de e-mail de 137 associados Amostra: 302 respostas (19,5% de resposta) Respostas de representantes de pelo menos 100 associados
    8. 8. PERFIL DO RESPONDENTE IDADE: entre 25 e 44 anos (71%)
    9. 9. PERFIL DO RESPONDENTEFORMAÇÃO: 80% com mais do que graduação
    10. 10. PERFIL DO RESPONDENTEFORMAÇÃO: predomínio de ciências humanas aplicadas Outros: Contabilidade Variações de engenharia, administração, turismo, comunicação / RP Outros agregados: Ciências sociais Economia Biologia RI Letras História
    11. 11. PERFIL DO RESPONDENTEFORMAÇÃO:quase 80% faz ou pretende fazer cursos nos próximos anos Em que área? Administração / Gestão Gestão social / cultural / 3º setor / ambiental RSE / sustentabilidade Administração pública / políticas públicas Ciências sociais e humanas Investimento Social Setorial social (educação, saúde etc) Yoga Onde? FIA, FGV, Fund. Dom Cabral, INSPER, GIFE (FG), ESPM
    12. 12. O PROFISSIONAL DO ISPNÍVEL HIERÁRQUICO: respondentes de todos os níveis hierárquicos Outros: Superintendente Sócio Gerente geral Gestor Consultor / assessor
    13. 13. O PROFISSIONAL DO ISPTEMPO DEDICADO: respondentes de fato trabalham com investimento social
    14. 14. O PROFISSIONAL DO ISP COMO DEFINE SEU TRABALHO? Definição resumida # %Sou gestor do ISP 90 25,8%Profissional de sustentabilidade / RSE e também me envolvo 75 21,5%no ISPSou técnico de ISP em geral 51 14,6%Sou técnico de ISP em um campo específico 40 11,5%Sou apoio administrativo do ISP 33 9,5%Sou técnico / prestador de serviço da empresa e também 25 7,2%atendo o ISPSou consultor do ISP 5 1,4%Empresário, mantenedor, filantropo ou conselheiro 5 1,4%Sou voluntário do ISP 1 0,3%Outra? 24 6,9%
    15. 15. O PROFISSIONAL DO ISP TRAJETÓRIA: equilibrio entre origem empresarial e social Trajetória resumida # %Tenho trajetória dentro de empresas, em atividades não-relacionadas 107 38,8%ao IS, até começar a trabalhar na áreaTenho trajetória no campo social e, após contato com empresas / 86 31,2%investidores, me envolvi com o ISComo resultado de trajetória acadêmica / especialista na área ou em 32 11,6%área relacionada (por ex, avaliação de projetos)Comecei como estagiário em organização que fazia IS 32 11,6%Comecei como voluntário em projeto da organização e em seguida me 23 8,3%tornei profissional da áreaFiz parcerias / captei recursos com investidores sociais 18 6,5%Tive uma experiência internacional ligada ao campo do IS 18 6,5%Tenho trajetória no campo público / estatal, e pelo contato com 17 6,2%parceiros, me envolvi com ISComo investidor / filantropo 5 1,8%Outro. Qual? 25 9,1%
    16. 16. O PROFISSIONAL DO ISP ATIVIDADES Principais ativididades # %Acompanhamento e monitoramento de projetos apoiados / executados 194 69,3%Planejamento estratégico/gestão 188 67,1%Diálogo com stakeholders 157 56,1%Gestão de Projetos 152 54,3%Planejamento e Acompanhamento Financeiro 150 53,6%Elaboração de relatórios / avaliação de projetos 143 51,1%Gestão de parcerias / redes 141 50,4%Comunicação interna e externa à organização 137 48,9%Apoio ao conselho / comitê / órgão de governança responsável pela área 126 45,0%Relação com comunidade 121 43,2%Apoio técnico a projetos executados / financiados 117 41,8%Elaboração de Projetos 112 40,0%Outros agregados (seleção de projetos, captação de recursos internos e externos, 430 35.4%capacitação e treinamento, gestão de voluntariado)Outras. Quais? 8 2,9%
    17. 17. O PROFISSIONAL DO ISP OUTRAS ATIVIDADES (selecionadas) Contabilidade de projetos sociais Procuro influenciar outras empresas do setor a investir em RSE Relacionamento Governamental e Advocacy Gestão de doações: recebimento de projetos já selecionados por outras áreas e cuidado de toda a parte burocrática (contrato, etc.) para que a doação seja feita; avaliação de relatórios elaborados por organizações que recebem doações, etc.
    18. 18. O PROFISSIONAL DO ISPDESAFIOS: gerar impacto e conciliar interesses diferentes Outros Mais clareza do entendimento sobre IS na organização Orçamento reduzido Conhecer demandas do público alvo Tornar o IS uma área prioritária Más condições de trabalho Captar recursos Dividir atenção e recurso do IS com RSE Dividir tempo e prioridades com outras demandas corporativas Pouca formação na área
    19. 19. O PROFISSIONAL DO ISPVALORES E PRINCÍPIOS ÉTICOS: competência e comprometimento
    20. 20. O PROFISSIONAL DO ISP MOTIVAÇÃO: a palavra do respondente Motivação # %Impacto, quero ver mudança na sociedade 100 37%Vocação / idealismo 22 8%Quero melhorar a ação social 19 7%Identificação com uma causa 15 5%O setor privado pode contribuir para o social 13 5%É uma área desafiadora 10 4%O retorno vai além do lucro 10 4%É uma oportunidade profissional 10 4%Identificação com área 9 3%Trajetória pessoal / familiar 9 3%Coerência pessoal e profissional 8 3%É importante para a empresa 8 3%O Brasil tem problemas / demandas sociais / desigualdade 8 3%Outros 32 12%
    21. 21. O PROFISSIONAL DO ISP RESUMO: perfil típico do profissional do investimento social Gerente Dedica 100% do tempo ao ISP Gestor do ISP na organização Começou em empresa e migrou ao ISP Cursos que ajudaram: gestão, 3º setor e projetos sociais Faz: gestão e acompanhamento de projetos, diálogo com stakeholders e planejamento Desafios: impacto, conciliar social e privado, discurso e prática Ideal ético: competência e comprometimento Motivação: quer fazer diferença na realidade do país
    22. 22. O PROFISSIONAL DO ISPO QUE O MOTIVOU A TRABALHAR? (nuvem de palavras)
    23. 23. OBRIGADO!

    ×