Ecossistema Social F5 Abradisc

600 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
600
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ecossistema Social F5 Abradisc

  1. 1. METODOLOGIA DE PLANEJAMENTO E APLICAÇÃO EM SOCIAL MEDIA
  2. 2. MODELO DE COMUNICAÇÃO TRADICIONAL Comunicação unilateral, mantendo a distância da massa, facilitando assim a mitificação do agente. Passividade e controle da informação nas mãos dos grandes conglomerados de comunicação. Disseminação de mão única, estabelecendo controle da opinião pública e da agenda setting. Garantia da transformação da massa em audiência.
  3. 3. A REVOLUÇÃO DA COMUNICAÇÃO SOCIAL A relevância é relativa, a agenda setting não existe mais e é o fim dos grandes líderes. A comunicação do século XXI passou a ser social, onde o indivíduo mistura os papéis e reage independentemente dos desejos do meio em que encontra-se inserido.
  4. 4. SUBSTITUIÇÃO DIGITAL SAI AUDIÊNCIA ENTRA INTERATIVIDADE
  5. 5. A PROPAGAÇÃO DA INFORMAÇÃO Força evangelizadora Mensagem
  6. 6. ONDE OS EMISSORES SE AGLUTINAM? Em torno de conceitos e marcas – ou “lovemarks”:
  7. 7. Em “veículos sociais”: blogs, Orkut etc. E COMO ELES SE AGLUTINAM?
  8. 8. A QUESTÃO É <ul><li>Como chegar nessas pessoas, em cada um dos ambientes, da maneira correta? </li></ul><ul><ul><li>Uma estratégia única funciona para todos os ambientes sociais? </li></ul></ul><ul><ul><li>Considerando que os ambientes sociais se multiplicam diariamente (novas redes a cada instante), é viável montar uma estratégia para cada? </li></ul></ul>
  9. 9. E, AFINAL, ONDE ENTRA MINHA MARCA?
  10. 10. INDO POR PARTES... <ul><li>Afobação nunca funcionou para ninguém – antes de se caminhar, é preciso desenhar o mapa e saber qual o norte </li></ul>
  11. 11. METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO Como quero aparecer? Como estou e o que falam de mim? Quais resultados essa estratégia trouxe para o mundo real? Como devo planejar minha presença, com quem e onde falarei?
  12. 12. O FOCO DA PRESENÇA SOCIAL <ul><li>Nunca devem ser as redes, mas sim os seus vetores de comunicação </li></ul><ul><li>Ou seja: o seu intuito é “SE RELACIONAR”, e não “se relacionar pelo Orkut” </li></ul><ul><li>Todos os vetores devem ser endereçados da maneira apropriada, compondo uma única estratégia geral feita de diversas estratégias dirigidas </li></ul>
  13. 13. O ECOSSISTEMA SOCIAL O Quartel-General Social é a base para todo o trabalho de social media da empresa, podendo ser um site, um blog ou até mesmo uma rede social. VETORES DE ATUAÇÃO Relacionar Informar Testar Vender Repercutir Ensinar Ouvir
  14. 14. Sites Widgets Encontros Programa Benefícios Cursos Focus Group Imprensa RP 2.0 Eventos Atendimento Monitoramento Pesquisa PDV Card Sorting Enquete Digital
  15. 15. Alguns exemplos
  16. 19. 5 REGRAS DE MÍDIAS SOCIAIS
  17. 20. 1) Não comece a andar sem saber para onde – o primeiro passo de uma estratégia social é mapear os seus arredores.
  18. 21. 2) Não se prenda a uma ou outra rede por ideologia – quem define as redes que devem compor a estratégia é sempre o usuário, não você.
  19. 22. 3) Esteja preparado para tudo – principalmente se você for uma marca grande. E tenha em mente que nem todo buzz negativo é negativo.
  20. 23. 4) Post patrocinado não funciona – no máximo, ele gera uma pequena bolha de comunicação que, com o tempo, deixa de existir.
  21. 24. 5) Relacionamento é algo de mão dupla e não se constrói de imediato.
  22. 25. www.i-group.com.br Tel: 11 3819 8129 ralmeida@i-group.com.br - cel 11 9499 5936 São Paulo – SP

×