Tabela da Industrialização da Alemanha, China, Estados Unidos, Rússia e Japão.

5.653 visualizações

Publicada em

Contém : Processo de Industrialização
Papel do Estado
Área de Concentração das Indústrias
Setores Industriais Iniciais
Setores Industriais Atuais
Características Gerais

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.653
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
393
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tabela da Industrialização da Alemanha, China, Estados Unidos, Rússia e Japão.

  1. 1. Países Processo de Industrialização Papel do Estado Área de Concentração das Indústrias Setores Industriais Iniciais Setores Industriais Atuais Características Gerais Alemanha O processo de industrialização alemão foi rápido, com a unificação político-territorial em 1871, a Alemanha se tornou não só um único Estado, como também um único mercado. A ingerência do Estado nas questões de educação começa a ganhar vulto a partir do século dezoito, ligados aos processos políticosociais de consolidação dos Estados nacionais europeus, instâncias que culminariam com o sistema de instrução pública instalado com a Revolução Francesa e que se estenderia depois pelo mundo. A atividade industrial alemã encotra-se espalhada por todo o território, mas na área drenada pela bacia do rio Reno (Vale do Ruhr) que se encontram cerca de dois terços da a tividade industrial do país. Metalúrgica, Siderúrgica, Petroquímica. Siderúrgicas, Têxteis, Elétricas, Eletrônicas, Químicas. China A partir de 1970 houve uma retomada total da atividade industrial, com elevados investimentos nas indústrias de grande porte, doravante houve uma abertura do comércio exterior, gerando saldos positivos na balança comercial, incremento turístico e investimentos em novas tecnologias, com isso a China busca se transformar em uma grande potência. Ordem natural, industrializando primeiramente o Nordeste do país, onde se tinha facilidade de transportes marítimos e o o Estado passou a contro lar também todas as fábricas e a exploraçã o dos recursos naturais; seu processo de industria lização só deslanchou m esmo após 1949, sendo de início, essencialmente camponesa As maiores concentrações urbano-industriais encontram-se nas planícies da franja litorânea do Pacífico, como regiões de Tóquio e Osaka. - Petróleo; -Têxteis; - Siderúrgicas; Químicas; Máquinas e equipalentos. - Eletrônica; - Robótica; - Automobilística; Mecatrônica entre outros. Em consequência do Tratado Versalhes, a Alemanha caiu em uma crise econômica e social, que criou as condições necessárias para o Terceiro Reich, com Adolf Hitler no poder, em 1933. Com a influência nazista, o país procurou conquistar territórios que eram considerados vitais para a expansão econômica. Hoje a China é o país mais industrializado do sul, lugar que era ocupado pelo Brasil nos anos 80, e pode tornar-se uma das maiores potências econômica, política e militar do mundo. A estrutura econômica do estado apresentava os melhores indicadores da futura liderança que o Área de concentração inicial: Nordeste. Área de concentração atual: Sul e Oeste. Automobilístico, siderúrgico petroquímico. Setor aeroespacial e indústrias de alta tecnologia. Estados Unidos e Entre os países pioneiros na industrialização. A dimensão e os
  2. 2. intercambio comercial. Rússia país iria exercer. Seu processo de industrialização só se acelerou após a revolução de 1917, que deu origem a União Soviética. Após esta revolução socialista, foi implantada no país a chamada economia planificada, baseada na propriedade estatal dos meios de produção e no planejamento centralizado, sendo que Mikhail Serguéevich Gorbatchov, em 1985 é eleito secretário geral do Partido Comunista da União Soviética (PCUS). Renova a cúpula dirigente, fortalece seu poder e dá início ao processo de liberalização interna do regime soviético. Durante o 27º Congresso do PCUS anuncia a perestroika e a glasnost. Os dissidentes são libertados e parte do poder do PCUS é transferida para as assembleias nas repúblicas que formam a URSS. Gorbatchov renuncia em 25/12/1991 e a URSS deixa de existir. É criada a Comunidade dos Estados Independentes (CEI), um fórum de coordenação entre as várias repúblicas sem um governo central. Fatores que elevaram a Rússia como potência. Após a revolução de 1917, o país precisava reparar as consequências que esta causou, onde a economia passou por um processo de estatização e planificação. Para isso, foram criados, principalmente, os planos quinquenais, que eram planos de metas de investimentos estabelecidos por um período de cinco anos com objetivo de desenvolver determinado setor da economia. eram elaborados pelo órgão de planejamento central do governo, o Gosplan. Estes planos valorizavam mais quantidade do que quali9dade, com isso a produção industrial cresceu rapidamente. Priorizaram as indústrias intermediárias e de bens de capital, onde tinham o objetivo de tornar o país autônomo, investindo na infraestrutura necessária para sustentar o processo de recursos naturais do território estadunidense foram fundamentais para a sua autossuficiência Suas principais áreas de concentração industrial correspondem a duas regiões: Urais e a de Moscou, entretanto há concentrações de menos importância na Sibéria Ocidental. Nos Montes Urais há a predominância de indústrias siderúrgicas, pela disponibilidade de carvão mineral e minérios de ferro; indústrias de máquinas e equipamentos. As principais refinarias e petroquímicas do país localizam-se nos grandes lençóis petrolíferos, principalmente na bacia do Volga-Urais, que fica entre Moscou e os Urais. de modo geral, o setor industrial russo assenta as suas estruturas e desenvolvimento nas indústrias ligadas ao fabrico de máquinas (turbinas, geradores elétricos, utensílios de construção, automóveis, locomotivas, etc.), de produtos químicos e de roupa e calçado (existem mesmo cerca de 30 cidades cuja população se dedica, As indústrias de base da Rússia correspondem aos setores de mineração, máquinas e energia. Atualmente, o setor industrial russo depende principalmente da extração e de bombeamento de minérios do solo. Os principais produtos industrializados da Rússia atualmente são: minérios, petróleo, gás, metais, automóveis, navios, produtos químicos, equipamentos elétricos, máquinas, equipamentos para a construção civil, tecidos, alimentos industrializados. A Rússia possui a maior extensão territorial do mundo, com 17.075.400 Km2, ela faz parte de dois continentes, o Leste Europeu e Norte da Ásia. Por ser um país continental, o clima é temperado e não sofre tanta influência da maritimidade, o inverno é bastante rigoroso e ao norte, o clima é polar. A população totaliza 140,8 milhões de habitantes, a densidade demográfica é de 8,2 habitantes por quilômetro quadrado. A maioria da população, cerca de 80%, reside na parte europeia do país.
  3. 3. industrialização. Japão A economia japonesa teve um grande avanço após a Segunda Guerra Mundial. Derrotado, o país recebeu uma grande quantidade de capital estrangeiro, principalmente norte-americano, para sua reconstrução. O Japão passou a investir no desenvolvimento industrial e tecnológico, tornando-se na década de 1970 numa grande potência econômica. exclusivamente, à indústria têxtil), enquanto a agricultura obtém da produção cerealífera (sobretudo trigo e cevada) a maior parte dos seus rendimentos. O estado intervinha quando a iniciativa privada não tinha capital suficiente para buscar empréstimos no exterior para captar recursos necessários. O estado fazia isso por meio de novos impostos. ilhas de Honshu, Hokkaido, Shikoku e Kyushu fiação da seda, tecidos de algodão, sua produção agrícola foi ampliada, novas tecnologias começaram a ser utilizadas para o cultivo . produção e exportação de veículos, equipamentos eletrônicos e artigos de informática. Além destas áreas, a metalurgia, siderurgia e produção naval também são destaques na economia japonesa. Além de grandes empresas multinacionais, o Japão conta com um forte sistema bancário A introdução da robótica em larga escala trouxe mais competitividade aos seus produtos, ao mesmo tempo em que proliferaram as indústrias High-Tech, tais como de Biotecnologia, Informática, Micromecânica e Microeletrônica com uma maior distribuição espacial em áreas até então tomadas por atividades tradicionais. o país vive a era da Robotização e Informação e Programas de Qualidade como o 5 S e Just in Time (para maximizar os lucros) – Toyotismo ou Pós Fordismo.
  4. 4. Reino Unido Pode-se dizer que o Reino Unido, reuniu as condições básicas para dar inicio a sua industrialização, sendo estas: uma conjunção de fatores políticos, sociais, econômicos, culturais e naturais. No Reino Unido, houve um grande acumulação primitiva de capitais, fruto do intenso comércio realizado na Idade Média. Essas reservas foram gradativamente canalizadas para atividades como ampliação da rede de transportes, instalação de indústrias, extração de carvão, etc. A burguesia estava fortemente representada pelo Estado, e podia, desse modo, participar das decisões políticas do país. A Inglaterra tornouse a primeira monarquia parlamentar do mundo e esse fator político foi essencial para a eclosão da Revolução Industrial, quase um século mais tarde. Houve grande industrialização nas chamadas “regiões negras”, como Yorkshire, Midlands, Northumberlend e País de Gales. Industrias têxtil, siderúrgica e naval. - Automobilísticas; Químicas; Elétricas; Mecânicas; Famacêuticas; Eletrônicas; Aeronáutica; Biotecnologia; Informática; etc. Podemos dizer que o Reino Unido, foi o pioneiro no processo de industrialização, pelo fato de ter matéria prima, ter recursos naturais, econômicos, culturais, sociais e politico.

×