SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 38
Pintura Barroca
Módulo 6
História da Cultura e das Artes
12º ano
Países
Países Baixos
Espanha
França
França
Georges de la Tour,
A Madalena arrependida
Georges de la Tour, O recém-nascido, 1640
Tendências classicistas no tratamento formal da composição, das figuras e da cor
 O mais “caravaggista”
 presença do “tenebrismo”
 o foco de luz orienta toda a
ação
 uma negrura completa
esconde os objetos e a própria
composição
Georges de la Tour, O recém-nascido
Nicolas Poussin, O Rapto das Sabinas
 Harmonia e belezas
ideais
 Intensidade espiritual
 movimento estático
 posses teatrais
Nicolas Poussin, O Rapto das Sabinas
Claude Lorrain, Casamento de Isaac e Rebeca
Paisagens
harmoniosas e
idílicas,
mergulhadas
numa luz clara
e dourada
Nicolas Tournier, A descida da Cruz, 1632
Associação entre o caráter
naturalista e a luminosidade
de sentido místico
Subordinação de todas as artes à glorificação do rei
Países Baixos
Frandres
 Formação em Itália
 pintor oficial e diplomata mais
influente da corte do rei de
Espanha nos Países Baixos
 Pintor da Europa da Contra-
Reforma
 Pintura requintada, sensual e
faustosa cor e forma
 Temas: retratos, temas religiosos
e mitológicos
Pieter Paul Rubens, O Rapto das
filhas de Leucipo, 1618
Características
- cromatismo
vibrante (pintura
exuberante e
jovial)
- luz translúcida
- representa
corpos sensuais
e voluptuosos
- as composições
são enérgicas e
dinâmicas
Rubens, O Julgamento de Páris, 1639
Rubens, A Descida da Cruz, 1612-14
 Composição:
 diagonal ascendente
 figura central envolta num pano
branco
 cores fortes e contrastadas
 fundo escuro e indefinido
 linha do horizonte extremamente
baixa
Jacob Jordaens, Retrato de uma família
Anton Van Dick, Retrato do rei Carlos
I de Inglaterra numa caçada, c. 1635
Holanda
Grande diversidade temática
+
Grande realismo
Arte executada em
reduzidas dimensões, feita
para casas de gente vulgar
e comerciada livremente
William Heda, A sobremesa, 1637
William Heda, A sobremesa, 1637
 Grande realismo
 Perícia técnica
 Temas: objetos e jarras
de flores
 Composições contrárias
ao Barroco pela
ausência de movimento
Jan de Heem
Jan de Vermeer
A pesagem das pérolas, 1662-65
- Composição simples
- luz difusa da janela revela a
intimidade da personagem solitária
- contraste luz/sombra reforça o
silêncio e a tranquilidade
“Escola de Delft”
Jan de Vermeer
A leiteira, 1658
 representação de figuras isoladas,
nas suas casas, ocupadas em
tarefas quotidianas
 transmitem tranquilidade e
equilíbrio (bem-estar contagiante)
 grande realismo na
representação das figuras
 luz suave, quente e doce
Jacob von Ruysdael
Pântano
 Cenas da natureza
com uma dimensão
trágica
 Transparece
tristeza e grandeza
emotiva (intensidade
dramática)
Franz Hals
O Alegre Bebedor, 1628-30
 Pinceladas amplas e soltas
 virtuosismo e perícia técnicos
 combinação de múltiplos ocres
luminosos
 transmite intensidade e alegria
Rembrandt
A Lição de Anatomia do Dr. Nicolaes Tulp, 1632
 Luz difusa
 pinceladas soltas e
empastadas
 pintura introspetiva
Rembrandt
Auto-retrato, 1669
 Luz difusa
 pinceladas soltas e
empastadas
 pintura introspetiva
 reflexão sobre o ser
humano
A Ronda da Noite
Rembrandt
Espanha
Ribera, Martírio de S.
Bartolomeu, c. 1630
José de Ribera
Ribera, Martírio de S. Bartolomeu, c. 1630
Pintura à maneira de Caravaggio
+
Sensualidade e dramatismo
próprios
+
Utilização de pessoas do povo
como modelos
+
Grande realismo
+
Contrastes luz/sombra e cor
José de Ribera
Diego Vélasquez
As meninas, 1656
A infanta Margarida
Vélasquez
Filipe IV e Mariana
de Áustria
Imagem
interativa
Diego Vélasquez
Pintor oficial da corte espanhola
+
Composição cuidada (jogos
espaciais reais e imaginados)
+
Formas tratadas com pequenas
manchas de cor com leitura
apenas à distância
+
Múltiplos focos de luz
+
Cariz fotográfico e humano
Diego Vélasquez
As Fiadeiras, 1556
Diego Vélasquez
As Fiadeiras, 1556
 1º plano: manufactura têxtil
 2º plano: duas mulheres a
observar uma tapeçaria
Francisco Zurbarán
O funeral de São Boaventura, 1629
Tema religioso
assunto rotineiro e
vulgar
Pintura barroca em Espanha:
- o tratamento realista das
figuras
- a criação de ambientes
dramáticos
- abordagem mística da luz,
quase sobrenatural
- os fortes contrates de
claro/escuro
Bartolomé Esteban Murillo
Duas crianças comendo uma torteira
Naturalismo
+
Serenidade
+
Pincelada leve e pouco pastosa
Luminosidade e transparência
subtil de cores e formas
Uma imagem vale
mil palavras
Fim
Alternative resources

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O romantismo na arquitetura e na pintura
O romantismo na arquitetura e na pinturaO romantismo na arquitetura e na pintura
O romantismo na arquitetura e na pinturaCarlos Pinheiro
 
Pintura barroca
Pintura barrocaPintura barroca
Pintura barrocaHca Faro
 
Arte barroca
Arte barrocaArte barroca
Arte barrocacattonia
 
As grandes ruturas no início do seculo xx
As grandes ruturas no início do seculo xxAs grandes ruturas no início do seculo xx
As grandes ruturas no início do seculo xxAna Barreiros
 
Módulo 4 - Escultura Gótica
Módulo 4 - Escultura GóticaMódulo 4 - Escultura Gótica
Módulo 4 - Escultura GóticaCarla Freitas
 
03 escultura e pintura gótica
03 escultura e pintura gótica03 escultura e pintura gótica
03 escultura e pintura góticaVítor Santos
 
A cultura do palacio
A cultura do palacioA cultura do palacio
A cultura do palacioAna Barreiros
 
Ficha cultura do palacio
Ficha cultura do palacioFicha cultura do palacio
Ficha cultura do palacioAna Barreiros
 
A Cultura do Salão: tempo, espaço e local
A Cultura do Salão: tempo, espaço e localA Cultura do Salão: tempo, espaço e local
A Cultura do Salão: tempo, espaço e localHca Faro
 
Módulo 1 – a cultura da ágora
Módulo 1 – a cultura da ágoraMódulo 1 – a cultura da ágora
Módulo 1 – a cultura da ágoraTLopes
 
Módulo 5 - Contexto Histórico
Módulo 5 - Contexto HistóricoMódulo 5 - Contexto Histórico
Módulo 5 - Contexto HistóricoCarla Freitas
 
Módulo 2 escultura romana
Módulo 2   escultura romanaMódulo 2   escultura romana
Módulo 2 escultura romanaCarla Freitas
 
Módulo 7 contexto histórico
Módulo 7   contexto históricoMódulo 7   contexto histórico
Módulo 7 contexto históricoCarla Freitas
 
A expressão Naturalista na Pintura e na Escultura
A expressão Naturalista na Pintura e na EsculturaA expressão Naturalista na Pintura e na Escultura
A expressão Naturalista na Pintura e na EsculturaSara Coelho
 

Mais procurados (20)

O romantismo
O romantismoO romantismo
O romantismo
 
Rococó, HCA 11º
Rococó, HCA 11ºRococó, HCA 11º
Rococó, HCA 11º
 
O romantismo na arquitetura e na pintura
O romantismo na arquitetura e na pinturaO romantismo na arquitetura e na pintura
O romantismo na arquitetura e na pintura
 
Cultura do salao
Cultura do salaoCultura do salao
Cultura do salao
 
Pintura barroca
Pintura barrocaPintura barroca
Pintura barroca
 
A Arte Neoclássica
A Arte NeoclássicaA Arte Neoclássica
A Arte Neoclássica
 
Arte barroca
Arte barrocaArte barroca
Arte barroca
 
As grandes ruturas no início do seculo xx
As grandes ruturas no início do seculo xxAs grandes ruturas no início do seculo xx
As grandes ruturas no início do seculo xx
 
Módulo 4 - Escultura Gótica
Módulo 4 - Escultura GóticaMódulo 4 - Escultura Gótica
Módulo 4 - Escultura Gótica
 
03 escultura e pintura gótica
03 escultura e pintura gótica03 escultura e pintura gótica
03 escultura e pintura gótica
 
A cultura do palacio
A cultura do palacioA cultura do palacio
A cultura do palacio
 
A pintura gótica i
A pintura gótica iA pintura gótica i
A pintura gótica i
 
Arquitetura barroca
Arquitetura barrocaArquitetura barroca
Arquitetura barroca
 
Ficha cultura do palacio
Ficha cultura do palacioFicha cultura do palacio
Ficha cultura do palacio
 
A Cultura do Salão: tempo, espaço e local
A Cultura do Salão: tempo, espaço e localA Cultura do Salão: tempo, espaço e local
A Cultura do Salão: tempo, espaço e local
 
Módulo 1 – a cultura da ágora
Módulo 1 – a cultura da ágoraMódulo 1 – a cultura da ágora
Módulo 1 – a cultura da ágora
 
Módulo 5 - Contexto Histórico
Módulo 5 - Contexto HistóricoMódulo 5 - Contexto Histórico
Módulo 5 - Contexto Histórico
 
Módulo 2 escultura romana
Módulo 2   escultura romanaMódulo 2   escultura romana
Módulo 2 escultura romana
 
Módulo 7 contexto histórico
Módulo 7   contexto históricoMódulo 7   contexto histórico
Módulo 7 contexto histórico
 
A expressão Naturalista na Pintura e na Escultura
A expressão Naturalista na Pintura e na EsculturaA expressão Naturalista na Pintura e na Escultura
A expressão Naturalista na Pintura e na Escultura
 

Semelhante a Barroco 40

Semelhante a Barroco 40 (20)

Historia da arte net (1)
Historia da arte net (1)Historia da arte net (1)
Historia da arte net (1)
 
Barroco nos países baixos --
Barroco nos países baixos --Barroco nos países baixos --
Barroco nos países baixos --
 
O Barroco na Europa, Parte 2 - 1563-1750
O Barroco na Europa,   Parte 2 - 1563-1750O Barroco na Europa,   Parte 2 - 1563-1750
O Barroco na Europa, Parte 2 - 1563-1750
 
A pintura gótica iii
A pintura gótica iiiA pintura gótica iii
A pintura gótica iii
 
Arte barroca
Arte barrocaArte barroca
Arte barroca
 
Arte barroca na Europa
Arte barroca na EuropaArte barroca na Europa
Arte barroca na Europa
 
Pintura barroca
Pintura barrocaPintura barroca
Pintura barroca
 
Trabalho do barroco joão carola
Trabalho do barroco    joão carolaTrabalho do barroco    joão carola
Trabalho do barroco joão carola
 
Trabalho do barroco joão carola
Trabalho do barroco    joão carolaTrabalho do barroco    joão carola
Trabalho do barroco joão carola
 
Barroco atualizado
Barroco atualizadoBarroco atualizado
Barroco atualizado
 
A Arte Barroca
A Arte BarrocaA Arte Barroca
A Arte Barroca
 
Pintura Barroca
Pintura BarrocaPintura Barroca
Pintura Barroca
 
Barroco 2019ok
Barroco 2019okBarroco 2019ok
Barroco 2019ok
 
Barroco 2019ok
Barroco 2019okBarroco 2019ok
Barroco 2019ok
 
Módulo 6 pintura barroca
Módulo 6   pintura barrocaMódulo 6   pintura barroca
Módulo 6 pintura barroca
 
Renascimento 1401-1480, parte 1
Renascimento 1401-1480,  parte 1Renascimento 1401-1480,  parte 1
Renascimento 1401-1480, parte 1
 
Barroco
BarrocoBarroco
Barroco
 
Aula 4 art em
Aula 4   art emAula 4   art em
Aula 4 art em
 
Leitura obra "O Grito"
Leitura obra "O Grito"Leitura obra "O Grito"
Leitura obra "O Grito"
 
Pintura
PinturaPintura
Pintura
 

Mais de Ana Barreiros

Rubrica de avaliação
Rubrica de avaliação Rubrica de avaliação
Rubrica de avaliação Ana Barreiros
 
Lista de verificação e-atividade
Lista de verificação e-atividade Lista de verificação e-atividade
Lista de verificação e-atividade Ana Barreiros
 
Imagens de Arquitetura Barroca
Imagens de Arquitetura BarrocaImagens de Arquitetura Barroca
Imagens de Arquitetura BarrocaAna Barreiros
 
Pintura do quattrocento
Pintura do quattrocentoPintura do quattrocento
Pintura do quattrocentoAna Barreiros
 
Correcao 2ª ficha formativa cultura do cinema
Correcao 2ª ficha formativa cultura do cinemaCorrecao 2ª ficha formativa cultura do cinema
Correcao 2ª ficha formativa cultura do cinemaAna Barreiros
 
O aparecimento da arte gotica
O aparecimento da arte goticaO aparecimento da arte gotica
O aparecimento da arte goticaAna Barreiros
 
A modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºG
A modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºGA modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºG
A modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºGAna Barreiros
 
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"Ana Barreiros
 
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"Ana Barreiros
 
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"Ana Barreiros
 
Ficha "A Cultura do Palco"
Ficha "A Cultura do Palco"Ficha "A Cultura do Palco"
Ficha "A Cultura do Palco"Ana Barreiros
 
Ficha "A Cultura do Salão"
Ficha "A Cultura do Salão"Ficha "A Cultura do Salão"
Ficha "A Cultura do Salão"Ana Barreiros
 
Ficha formativa grandes_civilizacoes
Ficha formativa grandes_civilizacoesFicha formativa grandes_civilizacoes
Ficha formativa grandes_civilizacoesAna Barreiros
 
Ficha formativa 1820 e o liberalismo correcao
Ficha formativa 1820 e o liberalismo correcaoFicha formativa 1820 e o liberalismo correcao
Ficha formativa 1820 e o liberalismo correcaoAna Barreiros
 
Ficha formativa 1 HGP 6º ano
Ficha formativa 1 HGP 6º anoFicha formativa 1 HGP 6º ano
Ficha formativa 1 HGP 6º anoAna Barreiros
 
As artes na atualidade
As artes na atualidadeAs artes na atualidade
As artes na atualidadeAna Barreiros
 
Cultura do espaço virtual
Cultura do espaço virtual Cultura do espaço virtual
Cultura do espaço virtual Ana Barreiros
 

Mais de Ana Barreiros (20)

Rubrica de avaliação
Rubrica de avaliação Rubrica de avaliação
Rubrica de avaliação
 
Lista de verificação e-atividade
Lista de verificação e-atividade Lista de verificação e-atividade
Lista de verificação e-atividade
 
Casa Sommer
Casa SommerCasa Sommer
Casa Sommer
 
Bairro dos museus
Bairro dos museusBairro dos museus
Bairro dos museus
 
Imagens de Arquitetura Barroca
Imagens de Arquitetura BarrocaImagens de Arquitetura Barroca
Imagens de Arquitetura Barroca
 
Pintura do quattrocento
Pintura do quattrocentoPintura do quattrocento
Pintura do quattrocento
 
Correcao 2ª ficha formativa cultura do cinema
Correcao 2ª ficha formativa cultura do cinemaCorrecao 2ª ficha formativa cultura do cinema
Correcao 2ª ficha formativa cultura do cinema
 
O aparecimento da arte gotica
O aparecimento da arte goticaO aparecimento da arte gotica
O aparecimento da arte gotica
 
Escultura romana
Escultura romanaEscultura romana
Escultura romana
 
A modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºG
A modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºGA modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºG
A modernização de Portugal na 2ª metade séc. XIX - trabalho de Beatriz, 6ºG
 
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
Ficha formativa "A Cultura do Cinema 1"
 
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 2"
 
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
Ficha formativa "A Cultura da Gare 1"
 
Ficha "A Cultura do Palco"
Ficha "A Cultura do Palco"Ficha "A Cultura do Palco"
Ficha "A Cultura do Palco"
 
Ficha "A Cultura do Salão"
Ficha "A Cultura do Salão"Ficha "A Cultura do Salão"
Ficha "A Cultura do Salão"
 
Ficha formativa grandes_civilizacoes
Ficha formativa grandes_civilizacoesFicha formativa grandes_civilizacoes
Ficha formativa grandes_civilizacoes
 
Ficha formativa 1820 e o liberalismo correcao
Ficha formativa 1820 e o liberalismo correcaoFicha formativa 1820 e o liberalismo correcao
Ficha formativa 1820 e o liberalismo correcao
 
Ficha formativa 1 HGP 6º ano
Ficha formativa 1 HGP 6º anoFicha formativa 1 HGP 6º ano
Ficha formativa 1 HGP 6º ano
 
As artes na atualidade
As artes na atualidadeAs artes na atualidade
As artes na atualidade
 
Cultura do espaço virtual
Cultura do espaço virtual Cultura do espaço virtual
Cultura do espaço virtual
 

Último

Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024SamiraMiresVieiradeM
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfpaulafernandes540558
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 

Último (20)

Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 

Barroco 40

  • 1. Pintura Barroca Módulo 6 História da Cultura e das Artes 12º ano
  • 4. Georges de la Tour, A Madalena arrependida
  • 5. Georges de la Tour, O recém-nascido, 1640
  • 6. Tendências classicistas no tratamento formal da composição, das figuras e da cor  O mais “caravaggista”  presença do “tenebrismo”  o foco de luz orienta toda a ação  uma negrura completa esconde os objetos e a própria composição Georges de la Tour, O recém-nascido
  • 7. Nicolas Poussin, O Rapto das Sabinas
  • 8.  Harmonia e belezas ideais  Intensidade espiritual  movimento estático  posses teatrais Nicolas Poussin, O Rapto das Sabinas
  • 9. Claude Lorrain, Casamento de Isaac e Rebeca Paisagens harmoniosas e idílicas, mergulhadas numa luz clara e dourada
  • 10. Nicolas Tournier, A descida da Cruz, 1632 Associação entre o caráter naturalista e a luminosidade de sentido místico
  • 11. Subordinação de todas as artes à glorificação do rei
  • 13. Frandres  Formação em Itália  pintor oficial e diplomata mais influente da corte do rei de Espanha nos Países Baixos  Pintor da Europa da Contra- Reforma  Pintura requintada, sensual e faustosa cor e forma  Temas: retratos, temas religiosos e mitológicos Pieter Paul Rubens, O Rapto das filhas de Leucipo, 1618
  • 14. Características - cromatismo vibrante (pintura exuberante e jovial) - luz translúcida - representa corpos sensuais e voluptuosos - as composições são enérgicas e dinâmicas Rubens, O Julgamento de Páris, 1639
  • 15. Rubens, A Descida da Cruz, 1612-14  Composição:  diagonal ascendente  figura central envolta num pano branco  cores fortes e contrastadas  fundo escuro e indefinido  linha do horizonte extremamente baixa
  • 16. Jacob Jordaens, Retrato de uma família Anton Van Dick, Retrato do rei Carlos I de Inglaterra numa caçada, c. 1635
  • 17. Holanda Grande diversidade temática + Grande realismo Arte executada em reduzidas dimensões, feita para casas de gente vulgar e comerciada livremente William Heda, A sobremesa, 1637
  • 18. William Heda, A sobremesa, 1637  Grande realismo  Perícia técnica  Temas: objetos e jarras de flores  Composições contrárias ao Barroco pela ausência de movimento Jan de Heem
  • 19. Jan de Vermeer A pesagem das pérolas, 1662-65 - Composição simples - luz difusa da janela revela a intimidade da personagem solitária - contraste luz/sombra reforça o silêncio e a tranquilidade “Escola de Delft”
  • 20. Jan de Vermeer A leiteira, 1658  representação de figuras isoladas, nas suas casas, ocupadas em tarefas quotidianas  transmitem tranquilidade e equilíbrio (bem-estar contagiante)  grande realismo na representação das figuras  luz suave, quente e doce
  • 21. Jacob von Ruysdael Pântano  Cenas da natureza com uma dimensão trágica  Transparece tristeza e grandeza emotiva (intensidade dramática)
  • 22. Franz Hals O Alegre Bebedor, 1628-30  Pinceladas amplas e soltas  virtuosismo e perícia técnicos  combinação de múltiplos ocres luminosos  transmite intensidade e alegria
  • 23. Rembrandt A Lição de Anatomia do Dr. Nicolaes Tulp, 1632  Luz difusa  pinceladas soltas e empastadas  pintura introspetiva
  • 24. Rembrandt Auto-retrato, 1669  Luz difusa  pinceladas soltas e empastadas  pintura introspetiva  reflexão sobre o ser humano
  • 25. A Ronda da Noite Rembrandt
  • 27. Ribera, Martírio de S. Bartolomeu, c. 1630 José de Ribera
  • 28. Ribera, Martírio de S. Bartolomeu, c. 1630 Pintura à maneira de Caravaggio + Sensualidade e dramatismo próprios + Utilização de pessoas do povo como modelos + Grande realismo + Contrastes luz/sombra e cor José de Ribera
  • 29. Diego Vélasquez As meninas, 1656 A infanta Margarida Vélasquez Filipe IV e Mariana de Áustria Imagem interativa
  • 30. Diego Vélasquez Pintor oficial da corte espanhola + Composição cuidada (jogos espaciais reais e imaginados) + Formas tratadas com pequenas manchas de cor com leitura apenas à distância + Múltiplos focos de luz + Cariz fotográfico e humano
  • 32. Diego Vélasquez As Fiadeiras, 1556  1º plano: manufactura têxtil  2º plano: duas mulheres a observar uma tapeçaria
  • 33. Francisco Zurbarán O funeral de São Boaventura, 1629 Tema religioso assunto rotineiro e vulgar
  • 34. Pintura barroca em Espanha: - o tratamento realista das figuras - a criação de ambientes dramáticos - abordagem mística da luz, quase sobrenatural - os fortes contrates de claro/escuro
  • 35. Bartolomé Esteban Murillo Duas crianças comendo uma torteira Naturalismo + Serenidade + Pincelada leve e pouco pastosa Luminosidade e transparência subtil de cores e formas
  • 37. Fim